escreveu sobre Giacomo Cozinha Italiana - Higienópolis

R. Dr. Veiga Filho, 181

Fast e good

É possível aliar atendimento rápido a uma refeição de qualidade? Eu achava bem difícil, mas um belo dia o Dexter, que adora fast food e não engorda nunca, me apresentou o Giacomo, uma das exceções que confirmam a regra.

Tudo começou em uma praça de alimentação com a proposta de oferecer comida italiana decente e zás-trás – especialmente no Shopping Higienópolis onde a praça tem poucos lugares e as pessoas precisam circular. Só depois da experiência fast food, o Giacomo ganhou sua filial-restaurante a um quarteirão do shopping, mas sem perder o ritmo. Hoje também está na praça do Shopping Bourbon com a mesma qualidade.

No aconchegante salão de dois ambientes da Veiga Filho, o serviço à la carte é tão eficiente, que o cliente precisa se acostumar um pouco. Por exemplo: se pedir o couvert dê um tempinho antes de revelar sua escolha para a refeição. Primeiro porque sardela, a manteiga, o patê de roquefort e as azeitonas, acompanhados de cesta de pães, torradinhas de alho e crostatas, além das tirinhas de cenoura e pepinos crus são deliciosos e merecem um certo tempo de degustação. E depois porque os agitadinhos como eu, que fizerem logo o pedido, verão a refeição chegando logo mesmo, e não terão tempo de apreciar o couvert.

Na noite de sábado em que estive no Giacomo para jantar com o Dexter, o pessoal estava inspirado. Nosso garçom favorito, que se parece com o John Malkovich – exceto pelos olhos azuis -, estava lá sempre simpático como toda a equipe. Acho que o salão tinha cinco mesas em atendimento. E mais ou menos dez minutos após o pedido, lá estavam os pratos de truta com amêndoas e risoto de rúcula com tomates e filé a milanesa com fuzili (lá o fuzili é o ‘parafuso’) ao molho de calabresa. E tudo estava ótimo. Detalhe: os preços também são corretos.

Para muitos de nós, já acostumados a ver navios ou a desenhar navios com giz de cera na toalha de papel, enquanto esperamos pacientemente nossos pedidos na maioria dos restaurantes, um atendimento tão rápido como esse até assusta. É claro que ninguém faz milagres – os molhos já estão preparados, o arroz do risoto no ponto etc.. Mas não é isso que todos os restaurantes fazem? E por que é que a gente tem de esperar tanto? Então é o seguinte… se o seu estômago não tem tempo a perder, é pra Giacomo!

(Post publicado originalmente no blog Braun Café em 16 de novembro de 2008)
Thays C. e Roberta G. gostaram