Blog de
São Paulo
Mudar de cidade

No final de semana da Páscoa, São Paulo recebe duas novas exposições - a primeira, uma homenagem à artista nipo-brasileira Tomie Ohtake (1913-2015), enquanto a segunda celebra a arte contemporânea com o acervo do maior museu do gênero no Brasil -, ao mesmo tempo em que outras três se despedem da cidade. Também inauguram duas peças teatrais iradas, um espetáculo de dança que reúne obras de Chico Buarque e Cândido Portinari e uma comédia musical sobre a crise hídrica. Confira as dicas no guia Kekanto.

 

Tomie Ohtake 100-101

Em homenagem à artista Tomie Ohtake, falecida no início de fevereiro aos 101 anos, o Instituto homônimo exibe entre 02 de abril e 07 de junho as obras que a pintora e escultora realizou durante seu último ano de vida. São, no total, 30 quadros inéditos que exploram cores, tonalidades, sombras, luzes, texturas e sensações. O Instituto Tomie Ohtake abre as portas de terça a domingo, das 11h às 20h.

 

Saudade de Mim

Foto: Divulgação

Inspirado em parte nas canções de Chico Buarque e outra parte nas pinturas de Cândido Portinari, a Galeria Olido apresenta o espetáculo “Saudade de Mim”, totalmente de graça. Na trama, cinco personagens contam através da dança e das músicas suas histórias de amor, felicidade e decepção. Quintas, sextas e sábados, às 20h, e aos domingos, às 19h. Embora a entrada seja gratuita, é preciso retirar ingressos na bilheteria com uma hora de antecedência.

 

Do Objeto para o Mundo

Em parceria com o Instituto Inhotim, maior centro de arte contemporêna do Brasil, o Itaú Cultural recebe a mostra “Do Objeto para o Mundo”, reunindo obras de importantes nomes do cenário atual e explorando quatro origens e vertentes deste período artístico. Entre 02 de abril e 31 de maio, a exposição fica aberta ao público de terças a sextas, das 9h às 20h, e aos finais de semana, das 11h às 20h.

 

Urinal, o Musical

Foto: Ronaldo Gutierrez

Trazendo, mais uma vez, o tema da falta de água para o meio artístico, a comédia norte-americana “Urinal, o Musical” ganha uma versão brasileira no Teatro do Núcleo Experimental. Na trama, uma terrível seca fez com que os banheiros privados deixassem de existir e a única forma de se higienizar é através de uma rede de banheiros públicos sob o comando da Companhia da Boa Urina. Seu dono, Patrãozinho, lidera a empresa com mãos de ferro e faz um controle até mesmo obsessivo (e super-faturado!) do consumo de água pela população.

Todas as sextas, às 21h, até dia 06 de julho, você pode conferir a peça gratuitamente. Aos sábados e domingos, o ingresso custa R$40.

 

Última Oportunidade!

Neste fim de semana, três grandes exposições do início de 2015 chegam ao fim.

No Museu da Imagem e do Som, quem se despede de Sampa é a mostra “Jessica Lange: fotógrafa”, com dezenas de imagens que a musa de American Horror Story produziu nos últimos anos.

No Parque do Ibirapuera, a exposição Sensações do Futuro Saint-Gobain encerra às 22h deste domingo de Páscoa, tendo prometido - e cumprido - uma verdadeira viagem para o futuro através de luzes LED, cores e sons.

Inspirado pela maior crise hídrica que São Paulo já vivenciou, a galeria A7MA apresenta somente até a próxima terça, 07, a exposição “v e r a c i d a d e m u n d a n a”,  dos artistas Mauro e Mundano, que faz um retrato da falta de água na cidade, através de fotografias e instalações repletas de uma sensibilidade sobre a questão.

 
Publicado por Gabriel Moterani em 2/4/15
Baixe o App Grátis
Tags:  
Nenhum comentário
Para enviar comentários você precisa estar logado! Clique aqui para efetuar login.