A especialidade é a Shawarma, também chamado Kebab. As esfihas aberta e fechadas também são preparadas na SAJ, o que lhe confere autenticidade e sabor original. Os antigos donos do Habib Ali, hoje Rosa do Líbano voltaram, e abriram essa nova casa. Não esqueça de pedir o café cortesia, que tem cardamomo em sua composição.

Avaliar
Salvar
Compartilhar


Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

via Android

O serviço é bem rápido: talvez nem em dez minutos já estavam prontos os kebabs. Nunca havia provado mas me surpreendi como é gostoso. Não era carne moída, mas pedaços mesmo de carne, estava temperado com perfeição. A massa combinou muito bem com o recheio (textura, sabor) e a (maionese?) estava casando muito bem. Os preços realmente são baixos! O lugar é simples mas parece bem limpo. O atendimento é muito bom e eficiente. Recomendo!

via Android

Restaurante libanês no centrão de São Paulo. As dependências são super simples mas ao mesmo tempo passa uma impressão de estar em casa. Os donos mesmo atendem e são super bacana. Provei o kebab de frango e carne, o mix de molhos libaneses/árabe e a esfiha de carne. Tudo muito gostoso e com preço modico. O kebab por exemplo saiu R$14. No total, em duas pessoas, gastamos R$30 cada com bebida. Resumindo, opção de comida árabe muito boa! Obrigado @martin pela recomendação!
Foto opinião do Rodrigo A. sobre Said Ali

via Android

Desta vez deu para conhecer e provar o famoso shawarma de carne, grande e bem recheado. Custa 14 reais e dá para satisfazer razoavelmente bem um adulto esfomeado.
O trio homus, babaganouche e coalhada e vem acompanhado no mesmo prato o tabule e um pouquinho de quibe cru também é interessante. O pão pita ou sírio, acompanha este trio. Dá bem para 3 pessoas.

Especialista em Restaurantes Árabes com 15 opiniões na categoria

Vou repetir minha resenha que foi filtrada, não sei porque?

Aliah Merhi, seu irmão Ahmed e o marido, Mohamed, aqueles três libaneses do Habib Ali, voltaram a São Paulo e abriram nova casa chamada de Vovô Ali. A casa é bem maior que a primeira, agora chamada de Rosa do Líbano.
Com certeza foi a melhor Shawarma que comi até hoje, macia o pão pita bem crocante (coisa difícil de fazer, pelo menos na minha concepção) muito bom mesmo, porque leva tahine e pasta de alho feita com sete especiarias (como zaatar e cardamomo), 80% de carne bovina e 20% de carne de costela de carneiro.
A chapa convexa chamada SAJ, é um diferencial na cocção do pão pita e das esfihas. As esfihas fechadas custam R$4, aberta no tamanho de mini pizza R$10, doces a R$3.
Para quem quiser compartilhar, o prato misto traz homus, babaganush, coalhada seca, quibe cru e tabule (R$ 15, para duas pessoas; R$ 25, para quatro). A porção de falafel, com oito bolinhos sequinhos por fora, sai por R$ 25.

Em frente ao Vovô Ali, tem o estacionamento Jobest que cobra R$7 a primeira hora, ou diária de 12 hs ao custo de R$15.
O estabelecimento aceita cartões de crédito, débito e alguns Vales refeições, e o Alelo está incluso.
Foto opinião do Martin sobre Said Ali

O melhor kebab que eu ja comi. O melhor kibe frito que eu já comi. Tempero delicioso. O restaurante é muito simples mas a comida é especial. O tratamento também é muito bom, são os donos da casa quem nos recebem. Preço justíssimo! Vale a pena caminhar dez minutinhos pra chegar lá. Como fica no centro, vale lembrar que anoite pode ser perigoso. Fui em um almoço de sábado, tranquilo, bem policiado e com movimento. Vale chegar antes de 12h30 caso não queira esperar por uma mesa. É bastante concorrido!
Foto opinião do Tânia Aieska Quirino Costa sobre Said Ali
Primeira opinião do lugar

Especialista em Restaurantes Árabes com 15 opiniões na categoria

Aliah Merhi, seu irmão Ahmed e o marido, Mohamed, aqueles três libaneses do Habib Ali, voltaram a São Paulo e abriram nova casa chamada de Vovô Ali. A casa é bem maior que a primeira, agora chamada de Rosa do Líbano.
Com certeza foi a melhor Shawarma que comi até hoje, macia o pão pita bem crocante (coisa difícil de fazer, pelo menos na minha concepção) muito bom mesmo, porque leva tahine e pasta de alho feita com sete especiarias (como zaatar e cardamomo), 80% de carne bovina e 20% de carne de costela de carneiro.
A chapa convexa chamada SAJ, é um diferencial na cocção do pão pita e das esfihas. As esfihas fechadas custam R$4, aberta no tamanho de mini pizza R$10, doces a R$3.
Para quem quiser compartilhar, o prato misto traz homus, babaganush, coalhada seca, quibe cru e tabule (R$ 15, para duas pessoas; R$ 25, para quatro). A porção de falafel, com oito bolinhos sequinhos por fora, sai por R$ 25.

Em frente ao Vovô Ali, tem o estacionamento Jobest que cobra R$7 a primeira hora, ou diária de 12 hs ao custo de R$15.
O estabelecimento aceita cartões de crédito, débito e alguns Vales refeições, e o Alelo está incluso.
Chapa Saj
"Chapa Saj"
Você conhece o Said Ali? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: