Oferta

Quer receber ofertas do(a) Viaduto do Chá?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores.

Baixe grátis nosso aplicativo e confira as ofertas:

Escolha seu celular:      
Divulgue seu estabelecimento aqui
Saiba como
Dicas rápidas Ver todas as dicas
avaliações recomendadas
Nosso sistema de inteligência artificial recomenda automaticamente as opiniões com maior probabilidade de serem relevantes a você. Ele leva em conta diversos fatores como, por exemplo, a qualidade de texto e fotos, e o histórico de publicações do autor. Apenas as avaliações recomendadas são levadas em conta na avaliação geral do estabelecimento.
   
Selecione uma nota
Mais um lugar histórico da cidade de São Paulo, que todo paulista conhece bem, ou pelo menos passou uma vez na vida. Começa na Praça do Patriarca e terminando no imponente Teatro Municipal, com visão do Vale do Anhangabaú e do Viaduto Santa Ifigênia.
Um dos lugares icônicos da cidade, que vale apena a visita, ao visitar o Centro Histórico, passe pelo Viaduto do Chá.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Esse viaduto localizado no Vale do Anhangabaú e caminho do Teatro Municipal de São Paulo, foi usado na cena final do seriado "Um só coração" da Rede Globo. Símbolo de uma época, esse viaduto tem esse nome porque havia uma grande plantação de chá da índia. Foi o primeiro viaduto erguido na cidade e tinha o piso de madeira. Hoje, reconstruído, está mais largo e feito de concreto armado. Lindo demais.
Minhas memórias quanto a este viaduto, foi que meu primeiro emprego foi no edificio Matarazzo, quando pertencia ao grupo do sr. Nagib Audi. O Viaduto sempre foi passagem obrigatória para se locomover até o prédio do Mappin, e traz muitas boas lembranças.
Agora é a sede da Prefeitura, o local de trabalho do prefeito, e o viaduto é presente em uma série de reportagens quando falam dos feitos e deméritos do atual prefeito petista, que conseguiu transformar o trânsito em caos real, não ficou bom para os veículos e nem para os ônibus de transporte público, e o prédio como pano de fundo.
Esse viaduto também é o primeiro viaduto construído em São Paulo, idealizado em 1877, iniciou sua construção em 1888 e concluído em 1892 com aço que foi trazido da Alemanha.
O projeto foi idealizado pelo francês Jules Martin. No inicio, tinha portões nas extremidades, para cobrança de pedágio, e seu custo era de 3 vinténs, nome como ficou conhecido o viaduto do chá por muito tempo, viaduto de três vinténs, mas como começaram as críticas sobre a cobrança, a prefeitura comprou o viaduto e a passagem se tornou gratuita, que bom que nessa época, os políticos tinham vergonha, e a voz do povo se fazia ouvir, bem diferente de hoje.
Foto opinião do Martin sobre Viaduto do Chá

Sou dessas que adora fazer roteiros à pé, então o número de vezes que passei por esse viaduto é quase infinito...
Um lugar que consegue reunir muitas comodidades próximas (shopping light, laboratórios médicos, livraria Martins Fontes, todas as lojinhas da Rua Direita) e pontos turísticos (o Viaduto em si, a Prefeitura, o Teatro Municipal).
Mas o que realmente o faz uma atração em si, além de sua arquitetura é a vista mega fotogênica do Vale do Anhangabaú.
Mas continua sendo o centrão velho de SP, então cuidado com seus pertences quando for posar pra selfie!

Acho que o viaduto do Chá não tem tanto significado para mim como para outras pessoas, mas dá pra ver que é um dos principais cartões postais de São Paulo e também uma importante via de acesso e também cenário de entrevistas ou programas de TV.

Bem próximo ao viaduto tem o Shopping Light, o Teatro Municipal, a prefeitura de São Paulo, a praça da Sé (e a catedral), o Largo do São Francisco e, claro, logo abaixo tem o Vale do Anhangabaú. Próximo ainda tem os edifícios Martinelli, o Banespão e o Terraço Itália. É o centro para o passeio no centro velho de São Paulo.

Apenas evite passear por lá em horários de pico. Na meio da multidão, trombadinhas podem aparecer

O Viaduto do Chá une os dois centros: Centro velho, do lado da Praça do Patriarca e Centro

novo, do lado do Teatro Municipal.

Recebeu este nome porque antigamente, onde hoje é o Vale do Anhangabaú havia plantações

de chá.

Símbolo da expansão econômica e, consequentemente, do crescimento da cidade, é um dos

locais onde há o maior fluxo de pedestres em São Paulo.

O Viaduto do Chá é uma famosa construção no centro de São Paulo idealizado em 1877. Inicialmente, o viaduto foi construído para ligar a Rua Líbero Badaró a área onde atualmente fica o Teatro Municipal.

Hoje em dia, é um cartão postal da cidade e caminho de milhares de pessoas que passam por ali a pé, de carro ou de ônibus. Além disso, o local é muito frequentado por repórteres de Tv em busca de depoimento do povo para as reportagens.

O Viaduto do Chá é o único viaduto que liga os carros do lado da Sé para o lado da República sobre o Vale do Anhangabaú. O nome é uma homenagem à Fazenda do Chá, propriedade do Barão de Itapetininga.

É uma região com intenso fluxo de pessoas, graças à proximidade com importantes prédios públicos (como a Prefeitura, o Shop. Light, o Theatro, etc.).

É fácil de chegar por transporte público.

Por ser próximo à Praça do Patriarca, é provável que haja muitos moradores de rua de noite na região.

O primeiro viaduto de São Paulo! Começou a ser construído em 1888, sendo entregue somente em 1892. A estrutura metálica veio da Alemanha. Em 1938 o viaduto deu sinais que não aguentaria o peso da crescente e populosa cidade por muito tempo. Foi demolido e uma estrutura de concreto armado deu novamente vida ao viaduto. Não é tão bonito como o viaduto Santa Ifigênia, mas cumpre bem o seu papel. O viaduto começa na Libero Badaró e termina no Theatro Municipal de SP.

Para qualquer visitante, esta passarela será uma das paisagens mais típicas da cidade. Um dos lugares preferidos para fotos, fica sobre o Anhangabaú.

A história do lugar é interessante: havia uma plantação de chá naqueles morros perto do Vale do Anhangabaú. E, no começo, cobrava-se até pedágio para andar nela!

Para história de São Paulo e para a arquitetura é um ponto turístico obrigatório do centro velho de São Paulo. Mas cuidado ao passar aqui a noite. Acho o local muito perigoso

via iPhone

É um viaduto de respeito. Afinal, foi o primeiro viaduto a ser construído em São Paulo, e facilita a locomoção das pessoas até os dias atuais. Faz a ligação entre a Prefeitura da cidade, o Theatro Municipal e o Shopping Ligth.Dá pra ver boas paisagens da cidade. É cartão postal e palco de grandes acontecimentos.

Não foi um dos lugares mais simpáticos que conheci, pelo fato ser domingo e estar deserto o lugar parece estranho.
Fiquei assustada com a quantidade de moradores de rua que ficam nesse viaduto o que causa essa aflição de querer conhecer o lugar e não poder com medo.

Um lugar bonito porém estranho.

Arquitetonicamente falando, o Viaduto do Chá é um ícone do Centro de São Paulo.
Eu trabalho lá perto e todas as vezes que caminho por ele, fico apreciando o Vale do Anhangabaú com seu jardim e a linda Praça Ramos de Azevedo. Eu me sinto voltando 100 anos na história.
O Viaduto é também palco de inúmeras gravações de filmes, novelas e reportagens de rua. Poucas vias da cidade tem uma população de pedestre tão diversa e interessante.
Uma excelente opção para um tour histórico a custo zero. De um lado o Theatro Municipal e o Shopping Light, dois lindos prédios históricos. Atrás do Theatro, o prédio que é a sede do Grupo Votorantim, ao lado dele o primeiro arranha céu do Centro.
Na outra ponta do Viaduto a Praça do Patriarca que abriga em uma galeria subterânea peças de arte do Masp. Se você tiver sorte, pode se deparar com alguma apresentação artística na Praça. Ao lado da praça o prédio que abriga a Prefeitura de São Paulo.
São verdadeiros patrimônios arquitetônicos da cidade.
Pontos negativos - falta de segurança, eu já presenciei assaltos, mas já melhorou bastante.
Os exotéricos que trabalham por lá e tumultuam o fluxo dos pedestres.

Um dos maiores cartoes postais de SP, acesso ao centro, 25 de março, liberdade, sé, republica, santa efigenia e galeria do rock, mtos artistas de rua com talento ficam por la e equipes de televisao em busca de atenção e reportagens, mas cuidado com assaltantes

Mais um grande marco postal da capital paulistana.

Inaugurado em 1892, foi o primeiro viaduto construído na cidade. O nome do viaduto derivou do Morro do Chá, na encosta da hoje Rua Xavier de Toledo e do Teatro Municipal, onde ficava a chácara em que o Barão de Tatuí cultivava chá.

Hoje a instala-se a sede da prefeitura de São Paulo no local.
Foto opinião do Conrado Maçon sobre Viaduto do Chá
Exibindo 14 opiniões | Total de 17 opiniões
Você conhece o Viaduto do Chá? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: