Tubaína Bar

Com um ambiente retrô, oferece drinks com tubaína, além de uma carta de refrigerantes regionais
nota 3.9 de 5 em 95 opiniões
| Rank: 12º de 1161 | Bares e Botecos

O Tubaína Bar é uma casa ideal para um happy hour com os amigos degustando petiscos saborosos como a coxinha de feijão e provando drinks feitos com o carro-chefe do local, a tubaína. O ambiente é aconchegante, com toque rústico e vintage, luzes baixas e som ambiente. Prove também o sanduíche de pernil.

Avaliar
Salvar
Compartilhar
Conheça também Patrocinado
Promova seu negócio no Kekanto e deixe-o em destaque entre milhares de estabelecimentos.
saiba como
Vila do Samba A melhor casa de samba de São Paulo! Vila do Samba A melhor casa de samba de São Paulo!
Divulgue seu estabelecimento aqui
Saiba como
Dicas rápidas Ver todas as dicas
avaliações recomendadas
Nosso sistema de inteligência artificial recomenda automaticamente as opiniões com maior probabilidade de serem relevantes a você. Ele leva em conta diversos fatores como, por exemplo, a qualidade de texto e fotos, e o histórico de publicações do autor. Apenas as avaliações recomendadas são levadas em conta na avaliação geral do estabelecimento.
   
Selecione uma nota

Fiz duas visitchas no Tubaína (o único refrigerante que ainda me gera uma curiosidade em tomar).

Na primeira, conheci uma porção de salgados vegetarianos (Quitanda Vegana - coxinha e risoles de jaca e kibe de lentilha recheado com requeijão vegetal - R$20,9) e 2 drinks (com tubaína claro).
Na segunda visita, eu resolvi experimentar um dos pratos e a sobremesa.

O prato : Raviolonni de Pernil (recheado com um pernil que é assado por mais de 6 horas e um queijo meia cura, servido com molho branco, pedaços de bacon e raspas de limão - R$ 35,9). Achei que a massa era meio "molenga", mesmo com a tentativa de deixar "al dente", não mastigava de forma gostosa. Outra coisa que me incomodou foi o tamanho, ele é redondo, ocupando o prato inteiro (quando percebi, fiquei pensando como cortaria em pedaços, sem fazer uma caca na mesa), acredito que poderiam ser dois pedaços grandes (ficaria muito mais bonito esteticamente e facilitaria demais para comer). O molho achei que ficou forte demais, todo o cuidado com o pernil vai para o saco, quando se mistura com ele, fica só aquele sabor na sua boca.

A sobremesa : Pamonha de Piracicaba (com sorvete, farofa de paçoca e creme inglês - R$ 14,9). ADORO pamonha (não, são pessoas pamonhas hahahaa... é o doce mesmo) e já comi muito, daqueles que vendem anunciando como "pamonha de piracicaba", logo que eu li isso no cardápio, já mirei e coloquei na minha cabeça, que ia experimentar esse doce. A pamonha estava seca demais, o sorvete acabava compensando essa textura seca e o creme inglês completava a parte do sabor, uma pena que apresentaram algo seco demais e uma bola de sorvete pouco caprichada.

Uma pena que não tinha muitas opções de tubaínas que estavam no cardápio (uma das poucas coisas que me fazem ter vontade de voltar para o lugar).

O atendimento foi fraco nas duas visitas, na segunda foi pior ainda. Dificilmente eu estava conseguindo chamar eles, que estavam mais ocupados em tirar fotos dos drinks e ficar olhando para os seus celulares. Demorava para me atender e não entendi a razão de demorar tanto para vir a minha sobremesa, esperei em torno de 20min. (não estamos falando de algo elaborado e nem é feito na hora).

Fiquei bem decepcionado, ainda mais que são preços altos.

www.gastronominho.com
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Aeeee, aeeeee, aeeee! Finalmente eu conheço o tubaína: um dos símbolos paulistanos!!! E o bar é tudo aquilo que esperava.

Ambiente: retrô, totalmente retrô. Baleiro e um televisor anos 50 no balcão; quadros nas paredes com fotos antigas (aquelas que mais parecem um retrato que foto); sofás e cadeiras estilo anos 50-60; e o teto decorado surpreendentemente por tapetes (sim, inusitado!). Lá em cima também há um mezanino, ideal para eventos pessoais. Detalhe especial ao banheiro: a pia é daquele formato antigo, sabe? Com a base toda de cimento, acho que da época da minha bisavó.

A carta de cervejas também é bem diversificada e há várias especiais. Eu experimentei um chope de uma micro-cervejaria, chamado Bamberg! Muito leve e gostoso. Pra comer, sugiro o escondidinho (que lá, se chama "exibidinho"). Vem em uma tigelinha de barro, com muita carne, muito molho, muito catupiry e com um toque de pimenta. Quando eu vi, parecia pequeno mas, que nada: serve duas pessoas bem tranquilamente e custa em média R$30-35. Existem outras opções no cardápio, que misturam a comida "de interior" e a peruana, pois pelo que soube a proprietária é uma jornalista que foi correspondente no Peru por alguns anos.

Mas, e a tal da Tubaína, o refrigerante mais mais famoso do Brasil, minha gente? Claaaro, que provei, né? O cardápio traz trocentos tipos de tubaína, com preço médio de R$ 4,90 a garrafinha. Eu pedi a ETubaína, que recomendaram por ser uma das menos doces. Jesuuis: se aquilo é menos doce, eu imagino os outros. Como não morava em Sampa, esse refri não fez parte da minha "vida", mas posso dizer que tem um gostinho de infância, de criança, de chiclete...rsrsrs

Por que não dou cinco estrelinhas? Porque apesar de os atendentes serem uma simpatia, eram muito dispersos. Muitas vezes eu tinha que fazer malabarismos para que eles me enxergassem e assim pudesse fazer o pedido. E umas duas vezes eu me levantei e fui até eles. Então, fica a dica aí, galera! Só melhorar este detalhe que o resto é 100% ;-)
Foto opinião do Sheila A. sobre Tubaína Bar

"""Lembranças da Infância"""

Após passar em frente ao Tubaína algumas vezes e também participar de algumas promoções via Twitter, finalmente chegou o grande dia de conhecer o colorido TUBAÍNA. Chegamos num sabadão por volta das 14 horas e como ele havia acabado de abrir, ainda estava relativamente vazio.

Juntamos a fome com a vontade de comer! Dia 17 de Março começou o BOTECO WEEK, não gente, não tem nenhuma semelhança com o Restaurant Week. Como disse o Sr. Tony Marcondes, idealizador do evento, """não se pode comparar a verba de 2 eventos tão distintos""". Entendemos e reconhecemos os esforços, mas não podemos deixar de questionar alguns pontos já levantados e disseminados aos organizadores.

Traçamos um roteiro contendo vários bares para prestigiar o BOTECO WEEK e o primeiro foi o Tubaína. Um boteco charmoso e muitíssimo atraente. Na verdade um colírio para os olhos. Tudo arrumadinho em seu devido lugar, sem contar toda a temática envolvida no bar. O TUBAÍNA é uma espécie de LOUNGE BAR, fino e rico em detalhes.

Do lado de fora do bar vimos a plaquinha: BOTECO WEEK! Achamos ótimo. Lá dentro, no salão principal, nós percebemos 2 adesivos colados na parede de maneira discreta sem muita ênfase, mas até aí tudo bem. O atendente chegou e a gente se expressou da seguinte forma: """Nós vimos que tá tendo o Boteco Week, e quais são as opções?""" E ele prontamente disse todos os petiscos e combinações na ponta de língua. Obviamente alguns segundos depois já não lembrávamos mais das primeiras opções pronunciadas por ele e perguntamos se havia algum cardápio específico para o Boteco Week. A resposta foi negativa e então ele foi até o balcão e escreveu num papelzinho bem simples as 3 opções. Ajudou muito, pois foi ali que decidimos o que queríamos.

Das 3 opções, apenas 1 possuía as tradicionlíssimas Tubaínas no """pacote""". Escolhemos essa opção: Porção de Coxinhas de Feijão + 2 Tubaínas. Qualquer 1 das opções saia por R$ 25,00. Então vamos fazer a conta se o evento BOTECO WEEK vale a pena financeiramente falando: Porção de Coxinhas (R$19,00) + 2 Tubaínas (R$3,90 cada) = R$26,80. Esses preços estavam explícitos no cardápio. Portanto a economia de ir no Tubaína no evento é de R$ 1,80. NÃO É BRINCADEIRA. A gente não se conformava e resolveu questionar o rapaz que nos atendeu e a resposta veio de bate pronto: """O cardápio está mudando o valor, a coxinha vai para R$22 e a Tubaína para R$ 4,2""" hummmm Então fazendo uma rápida conta de padaria a economia seria de R$ 5,40. hummmm

Quando chegamos em casa resolvemos conferir a promoção do Tubaína no site do evento do Boteco Week para confirmar se as opções eram aquelas mesmas que o garçom havia nos passado e SURPRESA... CADÊ AS TUBAÍNAS? Era Chopp Bamberg... as 2 opções eram boas.. Mas essa confusão mostra que o TUBAÍNA não fez a lição de casa para participar de um evento como o Boteco Week..................................

O Bar é espetacular. Ficamos o tempo todo falando em voltar na próxima vez no período da noite para curtir melhor o ambiente e todo o clima retrô que o bar oferece. A criatividade dos petiscos também chamam a atenção.

Sobre as Coxinhas de Feijão, elas era diferentes do que estamos acostumados. Elas chegaram dentro de um saleiro daqueles antigos/tradicionais e lembrou aqueles saleiros que toda vó tem. D+! Gostamos bastante, pois elas estavam sequinhas e crocantes como tem que ser. A escolha desse petisco para participar do Boteco Week foi ótima. Vocês devem estar se perguntando quais eram as outras 2 opções que o TUBAÍNA oferece para o BOTECO WEEK: 1) Porção de Pastéis de Queijo e Carne com 2 Chopps Bamberg e 2) Porção de Pamonhas Fritas cobertas com mussarela com 2 Duff Beer Long Neck. E é claro a opção que escolhemos: 3) Coxinhas de Feijão com 2 Tubaínas (Seria isso?)

Para encerrar a nossa tarde perfeita no TUBAÍNA, conhecemos o atendente/fotógrafo AUNI, o cara bateu essa foto abaixo cheio de estilo e ainda nos vendeu a ideia de que realmente temos que voltar ao Bar... EXCELENTE atendimento. Mas nós queremos voltar no Tubaína por vários outros motivos como provar mais alguns rótulos de tubaína, curtir o estilo retrô relembrando a infância e comer bem, pois lá além dos petiscos tem ótimos pratos que valem a pena ser provados.

Data da Visita: 17/03/2012

Simulação de gastos para 2 Pessoas: R$ 25,00 (Combo Boteco Week: 2 Tubaínas + Porção de Coxinhas) + R$ 2,50 (10%) = TOTAL = R$ 27,50

Ambiente: 10,0
Atendimento: 10,0
Bebidas: 10,0
Banheiro: 8,9

Se lembra da fogueira? Se lembra dos balões? Se lembra dos luares dos sertões? A roupa no varal, feriado nacional, e as estrelas salpicadas nas canções… Se lembra quando toda modinha falava de amor? Então é provável que você se lembre também das bebidas da sua infância e de quanto era gostoso juntar alguns trocados para ir até algum botequim qualquer e tomar aquele refrigerante bem simples, barato e, de certa forma tradicional e inesquecível.
Você pode ser de um tempo em que as grandes marcas ainda não tinham dominado completamente o mercado. Pode ser de outro, quando elas já estavam por aí, mas as pequenas marcas ainda guardavam seu espaço nas vendinhas e nos botecos. Ou pode ainda já ter crescido nesse mundo globalizado, repetitivo e chato, mas ainda assim você se lembra daquela garrafinha diferente com um líquido saboroso e adocicado que você tomou em algum lugar e ficou guardado na memória, como uma deliciosa recordação, com o gostinho da sua infância.
Em 99% dos casos essa bebida tem o mesmo nome: tubaína, um refrigerante criado há quase um século por imigrantes italianos no interior de São Paulo, com aparência de guaraná e um gosto que se assemelha ao tutti-frutti. Todo mundo já tomou tubaína. E todo mundo gostou.
Se lembra da jaqueira? A fruta no capim? Dos sonhos que você contou pra mim? Os passos no porão, lembra da assombração, e das almas com perfume de jasmim? Pois desde 2009 há um lugar em São Paulo onde podemos fazer essa rápida viagem no tempo, matando um pouquinho da saudade das lembranças das tardes na casa da avó ou do refrigerante tomado na vendinha da esquina.
O Tubaína Bar nasceu da idéia das sócias Daniela Gato e Veronica Goyzueta, que traziam em si essa grande vontade de revisitar o passado e a sensação de que não estariam sozinhas nessa empreitada. Elas criaram um ambiente retrô e simples, charmosamente decorado com poltronas antigas e mesas, cadeiras e balcão revestidos de fórmica.
Criaram também um cardápio de comidinhas muito especial, onde cada mordida é uma rápida viagem pelo tempo e pelo interior do estado. Da cozinha comandada pela chef piracicabana Sol Caldeira saem coisas como cuscuz mole, bolinhos de frango de Itapetininga, coxinhas de feijão, bolinhos caipira, bolos de cenoura, bolinhos de cuscuz com queijo, sanduíches de mortadela ou de pernil e, claro, as clássicas pamonhas de Piracicaba. Tudo completado com um perfumado café, servido no bule.
Das geladeiras saem tubaínas e mais tubaínas. São cerca de 40 tipos do refrigerante, incluindo as famosas Baré Cola, a Grapette, a riopretense Totuba, o maranhense Guaraná Jesus e até a peruana Inca Kola. São elas que fazem a alegria de um público jovem e descolado, que poucas vezes na vida apreciaram essa bebida, mas também de gente de todas as idades que visita o bar atrás da cada vez mais preciosa bebida.
Se lembra do futuro que a gente combinou? Eu era tão criança e ainda sou… Querendo acreditar que o dia vai raiar só porque uma cantiga anunciou…
E o dia raia com muitas novidades, indicando que nem só de passado vive o Tubaína. Uma delas é um cardápio para o público vegano, mas que agrada a todos, com coisas como moqueca de abóbora, sanduíche de caponata com banana chips, exibidinho de cogumelos, penne ao sugo, parafuso à putanesca e outros.
Outra, claro, está na parte de bebidas, que incluem o chopp Bamberg e as cervejas Colorado, além de um grande número de drinques à base de tubaína, como o Mojaína, o Supimpa, o Eu Tenho a Força ou ainda o delicioso e exótico Cosmopolitan do Agreste, que leva morango, maracujá, tubaína, cachaça e pimenta, preparado com esmero pela simpática e habilidosa bartender, recepcionista e um pouco de tudo, Isis Moucdcy.
Mas é bom se apressar, porque as multinacionais andam engolindo tudo e pode ser que a qualquer hora as pequenas fábricas desapareçam. Aproveite agora para curtir essa bebida com gostinho de saudade. Pode ser que um dia a tubaína vá realmente embora, para nunca mais voltar.
Foto opinião do Pedro Schiavon sobre Tubaína Bar

Sei lá, eu esperava mais do Tubaína. Fui com as expectativas muito altas. rs.
Fui com as amigas, quando chegamos estava meio vazio ainda.
Escolhi uma Tubaína Funada, que é do interior de SP. Achei muito gostosa. Minhas amigas pegaram o tal do guaraná Jesus (achei muito doce) e uma tubaína de Caju (bem diferente).
Não achei as porções tão boas assim. Pegamos um mix, que vinha bolinho de carne seca, croquetes e coxinhas de feijão. Também pegamos uma porção de linguiça e também achei normal. Também pegamos um drink chamado "Ai caramba", que era composto por absinto, tequila e tubaína, mas achei meio doce =/
O atendimento é bom.
Foto opinião do Verônica Leme sobre Tubaína Bar

via iPhone

Se você se considera um amante dos refrigerantes este lugar é o indicado. Tem bastante variedades de tubaínas de diferentes estados do Brasil (Jesus do estado de Maranhão), principalmente do estado de São Paulo. Além disso eles possuem refrigerantes importados como 7up, Dr. Pepper, Canada Dry, Coca Cola Cherry e Coca Cola Vanilla entre outros. E se você tiver sorte poderá encontrar a Inca Kola, refrigerante exclusivo do Perú que vence a Coca Cola nas vendas de refrigerante no país.
A comida é muito boa, adorei os sanduíches e os petiscos. Possui um ambiente agradável e retro com caixas, latas e garrafas de refrigerante criando um ambiente único.
O serviço é excelente, até procuraram a tampinha da minha garrafa para eu poder levá-la de lembrança.

via Android

Ótimo lugar para ir com amigos ou em casais.
Uma agradável playlist rolando enquanto degusta algumas das opções de bebida e comida do menu.
O atendimento é muito bom, atencioso, simpático e conhecedor dos produtos da casa, quando é solicitada alguma opinião ou ajuda.
Qualquer horário que se vá é certeza de que serão momentos divertidos.

via Android

Lugar interessante com uma decoração vintage. Bom atendimento. Ambiente para amigos ou família. Toca uma playlist agradável, deixando o local mais aconchegante ainda. Possui uma quantidade boa de refrigerantes no cardápio, boa variedade de cervejas e a comida que agrada a diversos gostos, do louco por lanches aos vegetarianos.

O que mais gostei do Tubaína foi ambiente retro que lembra casa de vó e o cardápio super inovador com tubaínas de várias cidades.

Provei três tubaínas: a Maça Don (de maça e mais gostosa), Limão Funada (tipo uma soda com MUITO gás) e a Timãobaína (do corinthians, bleh =P). Tubaína não é o refri mais gostoso do mundo, mas vale a experiência!

Das comidas, eu provei a coxinha de feijão (R$23 para 6 coxinhas, sinceramente não curti muito) e o Sanduíche de Pernil (~R$20, gostoso mas MUITO gorduroso).

A única coisa que precisa melhorar um pouco é o atendimento. Os garçons estava bem perdidos (erraram nossos pedidos 3 vezes) e a comida demorou muito para chegar.
Foto opinião do Allan P. sobre Tubaína Bar

É a 2° vez que venho a este estabelecimento (tenho outra resenha aqui no perfil deste estabelecimento aqui no Kekanto) e senti necessidade de escrever mais uma para relatar como foi essa segunda experiência.

Levei um amigo de Brasília, um senhor extremamente exigente e professor de Economia na capital federal, para conhecer o Tubaína certo que o lugar não iria me desapontar. De fato, não decepcionou apesar de pequenos escorregões que espero que ele não tenha percebido. Afinal, botei a minha mão no fogo pelo Tubaína e minha reputação estava em jogo.

Achei engraçado um aviso na porta dizendo que a apresentação de RG é obrigatória até mesmo para aqueles de "cabelos brancos". Mas o funcionário do lugar disse que não precisava, que isso era mais nos finais de semana quando o movimento era maior e o controle sobre a entrada de menores tem que ser mais rígido. Sentamos e fomos prontamente atendidos por um funcionário muito simpático que tirou todas as nossas dúvidas sobre o cardápio com muita destreza e deu muita segurança pra gente sobre qual vinho escolher (um chileno fabuloso). Ele nos contou com detalhes como foi o drinks inventados pelo bar que parou também para assistir ao último capítulo de "Avenida Brasil", o shot Carminha. Me arrependi de não ter perguntado se ainda estavam fazendo e servindo.

De entrada, fomos em uma linguiça com cebola, temperos e pedaços de pão muuuito saborosas e que servem muito bem duas pessoas conforme você pode ver em uma das fotos. Depois de algum tempo, fomos de "cebiche" (eu sempre escrevi "ceviche", mas aqui eles fazem questão de frisar que é "ceBiche"), que é um peixe marinado no suco de limão, cebola, pimenta, limão, milho, alface, Saint Peter (não sabe o que é isso? Nem eu!) "y outras cositas más", que é o prato símbolo da culinária peruana.

O cebiche (foto) eu achei melhor que o de um bar na Bela Cintra e o mais bem feito na cidade de São Paulo que provei até agora. Mas ainda sim não superou um preparado pero de um pequeno e desconhecido restaurante peruano em Porto Alegre, perto do Parque da Redenção. A porção, segundo eles, é individual. Mas se você for saborear o prato depois de uma entrada, serve duas tranquilamente. Preço do cebiche: entre R$35 e R$39,00 (minha memória não anda das boas).

Uma falha "leve" é que a portaria deixou claro antes de entrar que nas segundas e terças há DJ no local e que é cobrada uma taxa de R$5,00 de couveart e nos perguntou se não tinha problema. Concordamos e entramos. Não pense que é um DJ tradicional de balada. Trata-se de alguém que faz um remix de músicas tanto nacionais com hispânicas e de outros idiomas, bem gostosos até para quem curte uma nova roupagem de músicas conhecidas. Mas prejudica um pouco para quem quer ir lá apenas para conversar.

Tanto que quando percebi o barulho, perguntei ao garçom se eu e meu amigo poderíamos sentar em uma mesa no andar superior, mas este infelizmente estava fechado. Só que havia uma placa de acrílico nas mesas dizendo que o preço do couveart de segundas e terças era de R$4,00. Ok ok, apenas um mísero real de diferença entre o escrito e anunciado, mas acho bom a casa corrigir esse errinho bobo mas que pode comprometer a credibilidade.

E por duas vezes nossa conversa foi interrompida por um mesmo garçom que queria retirar os nossos pratos quando eu ainda estava comendo (quem me conhece, sabe que como MUITO e DEVAGAR). Tanto que a segunda oportunidade me irritou e acabei não curtindo a porção final do meu cebiche e parei de comer sem mostrar qualquer irritação para não estragar a conversa com meu amigo. Me senti meio acuado, ofendido, desrespeitado naquele momento... sei lá. Mas fiquei na minha.

Conta paga, fomos pegar um táxi na entrada do Tubaína que estava fechando. Nenhum veículo. Pedimos para o mesmo garçom simpático para que chamasse um táxi. Ele saiu do Tubaína e parou um táxi para a gente. Quer dizer, nós mesmo poderíamos ter feito isso, mas a gentileza dele nos surpreendeu. Mas se eu pudesse sugerir algo ao Tubaína é ter uns números de pontos de táxis próximos para chamar aos clientes caso os que habitualmente estão na frente não estejam por lá.

Me incomoda também tela com notícias que nem os do metrô e Bus TV. Eu quero me desligar do mundo por lá!

Ainda vou experimentar o almoço servido aos sábados.

Recomendo. Mas deixem eu comer o meu cebiche até o final! (risos!)
Primeira opinião do lugar

Ahhhh o Tubaína Bar é um lugar tão, mas, tão inusitado que no dia que eu fui me diverti muitooo....muito mesmo....

Quem vai imaginar um bar especializado em tubaína?
tem de todos os tipos e de todos os lugares, e tem Inca Kola também (no dia que eu fui estava em falta).

O lugar é bem divertido, tentei tomar o máximo de tubaína que eu conseguia, mas não aguentei muito e comi muito mandiopan.....

a decoração é um capítulo a parte, com móveis diferentes uns dos outros. E os pratos são servidos em cumbucas inusitadas também, os croquetes são servidos naquelas caixinhas de plástico de guardar sal. A maioria dos pratos são servidos em pratinhos ou cumbuquinhas de plástico coloridinhos. (um charme)

É muito bom, passei umas boas horas lá.
A reação de todos lá dentro é super engraçada, pois, ninguém sabe o que esperar.....e todos se divertem muito.
Foto opinião do Claudia Yamashiro sobre Tubaína Bar
Exibindo 14 opiniões | Total de 95 opiniões
3 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Tubaína Bar? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: