Trash 80's

Balada no centro de SP com ambiente retrô e playlist dos anos 80
nota 4.1 de 5 em 103 opiniões
| Melhor em Baladas LGBT de São Paulo   Melhor em Baladas LGBT de São Paulo

Endereço: Rua Álvaro De Carvalho, 40 - Próximo a estação de metrô Anhangabaú, Consolação - São Paulo , SP - Brasil - 01050-070

Telefone: (11) 3262-4881

Preço: $$$$  (De R$26 até R$50)

Comemore seu aniversário na Trash 80’s!

Escolha qual dia da festa Trash 80's Centro (sextas ou sábados) e garanta a diversão no seu aniversário! Além de dançarem ao som das músicas mais incríveis dos anos 1980, você e seus convidados ainda têm um monte de vantagens - http://www.trash80s.com.br/aniversario/

Se vai apenas para curtir a festa coloque o seu nome na lista e garanta o seu desconto - http://www.trash80s.com.br/faca-sua-reserva/

Veja a programação de festas do mês - http://www.trash80s.com.br/programacao-completa/

Avaliar
Salvar
Compartilhar
Oferta

Promoção

Aniversário: Aniversariante + 1 acompanhante tem entrada VIP. Levando 10 convidados, ganha 1 garrafa de Espumante + 1 brinde da Casa e convidados ganham descontos. (Com reserva)

Divulgue seu estabelecimento aqui
Saiba como
Dicas rápidas Ver todas as dicas
avaliações recomendadas
Nosso sistema de inteligência artificial recomenda automaticamente as opiniões com maior probabilidade de serem relevantes a você. Ele leva em conta diversos fatores como, por exemplo, a qualidade de texto e fotos, e o histórico de publicações do autor. Apenas as avaliações recomendadas são levadas em conta na avaliação geral do estabelecimento.
   
Selecione uma nota

É uma balada pra se divertir, dançar, pagar mico e recordar músicas dos anos 80, 90 e inicio dos anos 2000. Aqui você escuta desde Xuxa, Wando, Sidney Magal até Micael Jackson. A cada semana uma temática diferente altera a decoração da casa e as músicas. E kekanteiros têm desconto ao fazer check in pelo aplicativo.

Vale conferir o site oficial da casa pra saber qual é o tema da vez e cair na dança.
O foco é o público LGBT, mas também tem héteros e tudo flui naturalmente. Mas quem tem preconceito, evite ir até lá para não estragar a festa dos outros.

Recomendo ir de metrô. A casa fica a poucos metros da estação Anhangabaú, e os estacionamentos da região não praticam preços atrativos.

A pista não é grande, mas soube que não costuma lotar. Lá em cima, no mezanino, tem banheiro feminino e masculino, além de dark. Os funcionários são gentis.
Foto opinião do Leví Selles sobre Trash 80's
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

via Android

A festa Trash fica localizada pertinho do metrô São Bento, cerca de 5 min da estação. Por ser uma zona escura, tenha cuidado ao chegar até lá! O local é pequeno, porém aconchegante é te instiga a dançar, mas pra quem não aguenta o pique no piso superior possuem sofás para aconchego. O palco é liberado somente para os que possuem VIPs (pulseiras), ao lado do bar inferior possui uma barra de pole dance liberada geral! As fotos ficam por conta da casa e aos aniversariantes além do VIP+act, ganha-se uma lembrancinha para adoçar a noite toda!

A década de 80 pode ter sido considerada a década perdida, mas com certeza tem um repertório musical sensacional! E nessa pegada trash retrô, que foi minha primeira vez na Trash 80's em plena sexta-feira 13!
A casa recentemente passou por reforma, e tem um espaço de médio porte, com capacidade pra uns 250 pessoas mais ou menos, com dois andares, sendo no 1º andar a pista de dança (+ palco, bar, pole dance, cabine do dj, uns sofás) e no 2º andar um lounge com sofás e mesinhas (+ banheiros, dark room, bar). A decoração é temática, dependendo do dia da festa.
Sobre o bar, eu diria que é simples e atende bem. A carta de drinks é razoável, e são servidos em copos plásticos (trash até nisso rsrsrs). Os preços são bons, bem em conta mesmo (desde a bebida a entrada).
A música é genial! Nada como numa mesma noite você dançar Michael Jackson e Xuxa, e se acabar de dançar com Cindy Lauper! Saudades de um tempo que não vivi!!
O atendimento é ótimo, stafs bem gente boas, assim como o público, que é muito tranquilo e vai pra balada pra curtir a noite e dançar loucamente!
Foto opinião do Rafael Carlos Gonçalves sobre Trash 80's

Eu não sou fã de balada, já gostei quando era mais nova (principalmente quando não tinha idade pra entrar #ProibidoÉMaisGostoso XD) mas depois de um tempo frequentando o som muito alto e a super lotação fizeram com que esse seja o ultimo tipo de lugar que eu escolheria pra ir. Maaas, toda regra tem sua exceção e eu ADOREI o evento do Kekanto na Trash!
Facinho de chegar de metro (ta que a gente se perdeu um pouquinho, mas juro que é fácil hahah) essa balada é bem diferente das outras q eu já frequentei em São Paulo. Pegamos um pequena fila pra entrar, o hostess foi super querido e simpático, alias todo o staff da casa foi! Logo na entrada nos entregaram a comanda e explicaram como funciona a casa. Assim que entramos no primeiro ambiente, tinha um espaço com vários apetrechos pra tirarmos uma foto no estilo brega da festa, adorei! Achei mega divertido!
Eu "separei"a balada em 3 espaços: um onde fica a chapelaria e o caixa, logo na entrada, e que tem um sofá mais ao fundo, a pista de dança propriamente dita (que não é muito grande mas me pareceu suficiente) com direito a "palquinho" pra quem é mais desinibido dançar XD e um mesanino onde ficam os banheiros, um bar e mais uns sofás e mesas altas. Fiquei a maior parte do tempo nessa area, que tinha menos gente, porque não gosto de empurra empurra XD.
A música é daquele tipo: ame ou odeie. Musicas antigonas, bregas, umas mais dançantes outras total fundo do poço, mas que torna tudo uma experiencia diferente e bem divertida! Quem não começa a rir e a dançar ao ouvir Sidney Magal? hahahah Pra mim a música foi um dos fatores que contribuiu pra noite ser perfeita!
Único fator que achei ruim, foram os preços das bebidas! 30 reais um copinho de vodka (nem perto de estar cheio) e um redbull é de doer! Mas infelizmente não foge do preço praticado pelas casas noturnas de São Paulo e, apenas por isso, não tirei uma estrelinha por esse fator já que dificilmente você vai encontrar uma balada boa com bebidas a um preço bom.
O banheiro é da um tamanho bom, estava bem limpo e só achei as cabines meio apertadinhas mas nada muito desconfortavel.
Ah, não sei se paga pra entrar normalmente já que só fui no evento do Kekanto e, portanto, não paguei a entrada. Vale dar uma conferida no site ou nas oturas resenhas antes de ir!
Resumindo, a noite foi incrivel a balada é super boa e, inacreditavelmente, penso seriamente em voltar em breve!
Foto opinião do Samyra Allah sobre Trash 80's

Fui no feriado de Finados, o que já torna uma balada mais vazia. Mesmo assim, a amiga que estava comigo disse que o local não fica lotado, não; sempre se tem espaço para dançar, apesar da casa ser bem menor do que eu esperava =)

E dançar de tudo um pouco!! Apesar do 80’s no nome, a casa não se prende a essa época. Toca também bastante 90’s e até alguns 00’s e 10’s, especialmente o que estiver super bombando no momento (na vez em que fui, por exemplo, tocou Gangnam Style). Rolam músicas normais e músicas que são pura pagação de mico, como Xuxa, Mara Maravilha e até aberturas de programas antigos de TV. E não tem como não se animar: além de conhecer a grande maioria das músicas que tocam, ainda há pessoas (que me parecem ser habitués da casa) dançando numa espécie de palquinho e fazendo coreografias. Não dá para não imitar!!

Olha, eu gosto da trash, mas posso dizer e definir que está longe de uma balada "meio-termo", pois o "estilão" lá é bem claro - músicas dos anos 80 + música trash ( Xuxa, Yahoo, Emílio Santiago e por ai vai) , galera alternativa, público GLSBT, gente animada de todos os estilos, que curte um flashback 80´s , coreografias divertidas/bizarras/ engraçadas e para se divertir mesmo e entrar no clima sem medo de ser feliz, ou "ridículo/brega", por que ali é a sua hora de extravasar! Vai por mim!

A primeira vez que fui à Trash foi em meados de 2007, não me arrependi, dancei muito e dei muita risada e toda minha galera também. Vi o evento do Kekanto e fazia muito tempo que não ia e foi bacana novamente!

O banheiro é razoável, as pessoas são super de boa, quem bate cartão ali, ou que joga um bom chaveco no segurança, até consegue uma pulserinha mágica para subir na pista e fazer as conhecidas coreografias e se achar o "Rei do Camarote Brega" e ter seus 15 minutos de fama!

Os drinks tem um preço salgadinho, mas se compararmos com outras baladas conhecidas e com nome consolidado, está ali, porém não deixa de ser caro ! Breja long neck por 10 contos, a vodka + energético saiu por 35 contos. E a vodka 25 contos. E outra coisa que falta são drinks diferenciados, fica no mesmo. Por ser uma balada consolidada podiam tentar explorar esse lado...

O preço para entrar pode variar dependendo do evento.

Um lugar para dançar até quebrar o salto (literalmente no meu caso) !
Foto opinião do Samantha Testoni sobre Trash 80's

via iPhone

A Trash 80 foi reformada e me pareceu mais espaçosa com alguns sofazinhos é um amplo camarote, na pista os melhores sucessos dos anos 80 e também os sucessos do brega dessa época.
Bom demais pra ir com os amigos, vc vai dar muita risada e vai ser contagiado pelo clima alegre da casa.
Nome na lista da desconto, procure ir de metrô, mas numa vá sozinho porque a região é bem perigosa, tem até alguns estacionamentos próximos nas acho melhor ir de metrô saída rua formosa.

Aqui estou eu novamente para deixar mais um comentário sobre esse lugar que adoro!!!
Mesmo porque, frequento a casa a alguns anos, e agora eles tiveram uma reforma, então preciso comentar sobre.
Vale ressaltar que, a festa do Kekanto, na última sexta feira 13, foi sensacional, como sempre!
Depois da reforma, a pista ficou mais ampla, porém o mezanino, achei que ficou muito isolado/fechado, o banheiro agora só tem 3 cabines, mas em termos gerais, eu gostei.
O atendimento continua ótimo e as bebidas também, mas os preços......estão bem carinhos.
Uma coisa que me chamou a atenção na divulgação das festas pelo face, é sobre o cartão fidelidade, que eu até havia citado no outro cometário, acho que não estão aceitando mais, pois nos eventos não falam mais sobre o valor a pagar de entrada para quem tem cartão.

A Trash sempre foi minha balada preferida! É uma balada mais voltada para o público gay, porém recebe maravilhosamente o público hetero ... sendo que não há preconceito com nada nem ninguém e isso nos faz sentir em casa!
As músicas são as dos anos 80 ... dá para fazer todas aquelas coreografias que sabemos de cor e salteado, mas que temos vergonha em assumir hehehehe. E o mais legal ... todo mundo dança!!!
Particularmente prefiro ir de sexta, pois aos sábados a casa fica tão lotada que chega a ficar difícil se mexer ... mas ainda assim super recomendo!

via Android

Lugar maravilhoso, músicas sensacionais que te fazem voltar ao passado, dançando com os olhos fechados!
Ambiente bem decorado, temática dos anos 80, playlist de músicas e DJ's maravilhosos!
Bebidas nos preços padrões da night paulistana, sem exageros.
Não há comidas ou petiscos no cardápio.
Festas bem organizadas e com temas sempre interessantes, também voltados para as décadas de 80 e 90.
Super recomendo!
Exibindo 14 opiniões | Total de 103 opiniões
6 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Trash 80's? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: