Em um espaço de mais de 3200 metros quadrados, o The Week é uma famosa balada LGBT de São Paulo. O som predominante da casa é o house, mas podemos ouvir batidas de tribal e progressive. O local traz moderna decoração e diversos ambientes (bares, lounges, pistas de dança e até deck com piscina e jardim). A festa mais famosa é a Babylon, com a presença de DJs internacionais. Foi eleita a 2ª melhor em Baladas GLS de São Paulo, pelo Guia Kekanto.

Avaliar
Salvar
Compartilhar
Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

via iPhone

Sou suspeita para falar dessa balada, na minha opinião é a melhor balada GLS da cidade. bato cartão (white) lá!

Tanto o espaço físico, quanto ao público que frequenta são bem bacanas.

Pra entrar você certamente irá pegar uma filinha para cadastrar ou passar a digital. Ponha o nome na lista antes e caso não tenha, adquira o cartão white, só fazer no site, ele te dá descontos e torna sua vida mais prática... Rs... Mulheres, nesta balada pagamos mais caro, não adianta nem chorar, e normalmente é 70 reais seco.. Das ultimas vezes consegui pegar 100 reais consuma, o que já foi um beeeeelo avanço, sinto que já é um embarreiramento para as mulheres irem.. Mas eu não desisto e vou mesmo assim.

A casa possui 3 pistas, a principal que é a maior e costuma ficar mais cheia, as vezes bem abarrotada e dificil de respirar, suor e roça-roça all night long, a do meio que tinha uma gaiola, que eu adorava, mas tiraram e fica meio as moscas e a do fundo, mais alternativa, e menos abarrotada.

A parte ótima dessa balada é que diferente da Bubu, ela tem um espaço aberto, vc não fica enclausurado e dá pra dançar do lado de fora das pistas e ainda curtir.

Antes havia uma piscina que deixava a balada bem estilosa, contudo depois de algumas pessoas colocadissimas se jogarem e darem bafão, ela foi reduzida a praticamente um tanquinho, um chafariz, mesmo assim.. NÃO entre na piscina, ok?!.

O fumódromo é ótimo, todo de madeira, com banquinhos, cuidado para não passar a balada inteira lá.

Banheiros unissex e as vezes com uma fila bem grande, tenha paciencia. Cuidado (ou não) pois na frente do banheiro tem um dark room ou bosque a céu aberto.. Coisas estranhas acontecem lá.. Rss.. Se vc errar a entrada do banheiro pode se assustar.

As bebidas de lá são um pouco caras, mas fazer o que, e o bar está sempre cheio, tenha paciência também.

As pessoas que freqüentam lá são bem bonitas, e como dizem os meus amigos, bombadas de academia que gostam de tirar a camiseta, então caso não seja esse tipo de vibe que vc curte, lá não é uma boa pedida... Pois os caras, em sua maioria, andam sem camiseta e de óculos escuros.
No começo é muito carão e strike a pose, mas Depois das 3 hrs da manhã a galera fica bem "animada", sensualizando cheia de amor pra dar.. Essa é a hora de investir na magya e sedução!

De domingo rola a pool party que é bem legal tbm, e vip pra quem tem o cartão white.

Meninas, lá tem homens heteros também.. E as vezes bem bonitos.. É o tipo de balada gay que a amiga ht não fica chupando dedo... Mas cuidado, alguns são "heteros" -> sqn!

A música de lá é sensacional, alias, nos dias normais, em dia de gambiarra a musica é mais trashy e a galera que frequenta é mais baby. Na faixa etária dos 18 aos 23 anos.

Nos dias normais a faixa etária é de 23 a 33 anos.

Chapelaria no local. Estacionamento próprio dentro da balada ( 30 reais).
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Para o público LGBT, é a melhor! Chiquérrima e super descolada, as pistas da balada são espaçosas e não ficamos enfurnados, apertados. Já passei viradas de ano por lá, super recomendo! O atendimento é bom, desde à entrada aos bares. As bebidas são caras, mas vale o preço, pois são ótimas. As músicas são bem variadas do pop ao eletrônico.

O maior publico da The Week é de homens, mas não deixa de um ser um lugar que as mulheres podem frequentar claro. As bebidas apesar do valor salgado são muito top´s, as músicas são tocadas por DJ´S residentes e convidados, minha preferida é a Gra Ferreira.
O ambiente é maravilhoso e espaçoso, as pista são ótimas e o espaço para dar aquela descansa da perto da piscina.

via iPhone

Aqui é assim: Venha com muita grana porque TUDO é caro e o ambiente em si não compensa o investimento. 50 reais a entrada sem consumação. A música também não chega perto dos residentes da Bubu Lounge, por exemplo. O público também não é muito divertido, a impressão que passa é que todo mundo se acha melhor que todo mundo. Se não for com amigos, aí sim com certeza a balada vai ficar BEM chata, dependendo da intenção que você for. Já fui à festa GAMBIARRA não gostei. Não recomendo!!

Sobre The Week, vamos lá!
Visitei a The Week recentemente em uma das famosas festas da Gambiarra e se pudesse bateria crachá semanalmente lá.
Balada diversificada, com gente bonita, de várias tribos com o intuito de socializar e se divertir, muito!
Para preconceituosos de plantão, aviso: nem vá! A balada é GLBTS ( e se for para estragar a alegria alheia, nem vá! Mesmo!).
E para a heteros ou não que querem curtir uma balada sem se preocupar com o assédio alheio e desrespeitos piriguistas ou magchistas, é a balada ideal.
Diferente de diversas baladas que fui, notei que é o lugar que as palavras de ordem são liberdade e conforto, pois você pode dançar, sensualizar, curtir com os amigos sem ser importunado por inconvenientes.
Quanto aos drinks, vá bem nutrido de grana, pois um absinto por exemplo me custou a bagatela de R$ 22,00!!
Locais para se alimentar, pois ao que me recordo havia um ponto de pizza na parte interna.
Área de fumante com banquinhos e área verde excelentes.
O que falta são locais para descanso, uma vez que a balada tem um alto número de visitantes, e a quantidade que consta lá, não comporta tamanha galera. Uma vez que fechada a piscina, a área poderia ser ocupada com lounges para descanso.
Quanto aos banheiros, apesar de ter uma pessoa fixa para a limpeza, não espere muito, pois em dia de balada, por mais que haja cuidados, banheiros não são o lugar mais agradáveis de se estar.
Ao que me recordo (sim, muitas coisas são apenas vagas lembranças...absinto, né!), possui 3 bares que atendem bem rápido, com cordialidade e educação.
Recomendadissima para quem quer se divertir com os amigos, sozinho, ou quer ir ouvir um excelente repertório musical
Ponto a melhorar:
Com mais prós do que contras, só não curti o show da Carol Conka ser na área interna, com uma palco maravilhoso lá fora, afinal nem todos conseguiram ver o show, e os que conseguiram ficaram um tanto desconfortáveis com a falta de espaço.

Lugar lindo e enorme
voltado para o público gay, mas muita gente linda
a música é ótima e a The week abriga vários eventos bacanas e descolados
com diversos ambientes e uma parte céu aberto que é uma delícia
as vezes eles colocam mais gente que o lugar suporta e fica impossível de andar mas no geral é uma casa incrível

Uma saudade é a época da festa Wallpaper, que trazia muito pop e um público diferente do que a casa recebe normalmente.

A estrutura é uma das melhores do Brasil, são enormes pistas, uma piscina com um espaço para conversar/fumar e banheiros amplos.

Se você gosta de festas com pesados sons eletrônicos, aos sábado é seu lugar. Caso queira outra opção fique atento para festas que alugam o espaço, como a festa Gabiarra, que toca música brasileira.

A The Week é considerada uma balada GLS, mas para quem nao sabe, lá são realizadas várias festas e eventos de faculdades, empresas e até mesmo shows com convidados famosos (entre artistas e DJ´s).
Local muito bonito, com uma área externa chique com piscina e bar ao redor e pista de dança com um som poderoso mas não irritante.
Preço alto e estacionamento no local.

O espaço é enorme, fui na festa chamada Gambiarra, possui um espaço gigante em área aberta, assim, se estiver com calor pode ir para la tomar um ar, além de duas pista com excelentes músicas, caro pra entrar (R$50,00 homem, seco), só achei que tocou pouco rock, somente no final durante, no máximo 20 min, pessoas agradáveis, apesar de ser GLS o público é diversificado.

Não pare o carro na rua sem ter seguro, e se parar, não fique em frente ele bebendo, mesmo que seja de frente para balada, um grupo de pessoas foi assaltada a mão armada à dois carros de onde eu estava, levaram o carro e tudo, e o mais impressionante, todos acham que da pra ver, mas só percebi quando as meninas vieram pedir ajuda para nós, o entorno da balada é meio tenso.

Em minha opinião a The Week é referencia em São Paulo, entre as baladas GLS.Possui um ambiente muito bem distribuído e uma casa linda.

Com pistas e um espaço a céu aberto simplesmente ganha uma enorme vista e dá ao lugar um "Q" a mais.

Não muito cara, e com excelente musica, chapelaria e segurança de parabéns.
Exibindo 14 opiniões | Total de 92 opiniões
7 opiniões não são recomendadas
Você conhece o The Week ? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: