Solar da Marquesa de Santos

nota 4.2 de 5 em 11 opiniões
| Rank: 13º de 116 | Ar Livre


Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque
Super interessante, um raro exemplar de residência urbana do século XVIII, a Marquesa de Santos, Domitila de Castro Canto e Melo, foi a proprietária entre 1834 e 1867, adquirindo o imóvel da herdeira do Brigadeiro Leme.
Um lugar bem histórico, infelizmente quando visitei, só o térreo que estava disponível para visitar.
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota

O lugar por si só já é incrível, lindo demais e com uma história muito rica sobre a cidade de São Paulo, sobre a Marquesa e até mesmo sobre o Brasil de um modo geral.
Os guias que tem lá são super prestativos, explicam tudo maravilhosamente bem. Me senti transportada para a época que a Marquesa vivia ali, porque situam tudo muito bem.
Lugar apaixonante, com itens históricos e pessoais da Marquesa.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

via Android

A princípio pode parecer desinteressante, mas vale apena conferir, vc pode se surpreender.
Património histórico da nossa cidade, conhecer um pouco da vida da Marquesa de Santos é como entrar em uma novela da vida real em um passado próximo. Muito interessante.
Além disso existem outros acervos que podem ser visto como complemento.

via Android

Em um walk tour sozinho por São Paulo, encontrei acidentalmente o Solar da Marquesa. Acreditem, não sabia que este lugar existia!

Enfim, o lugar é muito bonito e bem conservado e, quando fui, pude apreciar a exposição sobre o carnaval e diversas fotos antigas do centro de SP (amo este tipo de exposição).

Acho bastante válido em um passeio pelo centro histórico incluir este belo museu. Por ser bem próximo da Catedral da Sé e do Pateo do Colégio, dá super certo incluir no roteiro.

Querem saber por que a politica em nosso país não passa de um antro de safadeza, devaneios, favoritismos e aberrações? Então visitem o Solar da Marquesa de Santos e descubram como isso tudo começou! Vão ver como eram tomadas as decisões administrativas de nosso país na época de Pedro II e companhia limitada. E quem acha que os problemas começaram pós ditadura ou na ditadura vão ver que nosso país era uma ZONA já ha uns bom séculos atras! A marquesa de santos foi a principal amante do então Imperador Dom Pedro Segundo e as pessoas envolvidas com eles foram os precursores de toda a construção politica da nação! Visitem com tempo caso queiram absorver bastante informação.

Se você quer dar uma pausa na rotina e está próximo ao Solar da Marquesa, entre e relaxe um pouco. Lá dentro você será imergido no mundo da marquesa, esquecendo que fora daquelas paredes está um dos pontos mais movimentados da cidade (a região da Sé).

Moradia da ex amante de D.Pedro depois casou-se com Tobias Aguiar que da nome à ROTA em São Paulo, a Marquesa de Santos morou nessa casa ao lado da praça da Sé. Dizem que ela ficava fumando na sacada da mansão. A visita é uma viagem ao passado. gratuito e muito interessante.

Mais um dos museus da nossa aculturada cidade, e claro que eu tive que ir até lá conferir. O casarão fora construído no século XVIII,onde antes era a Rua do Carmo, porém historiadores não se sabem bem a data, somente sabem que fora adquirida pelo Brigadeiro José Joaquim Pinto de Morais Leme, em 1802, até que mais tarde foi adquirido pela Marquesa de Santos, e a partir deste momento o casarão torna-se um símbolo da cidade pelo fato de haver várias festas para a monarquia, e na época passou a ser chamado pelos populares de "Palacete do Carmo", depois da morte da marquesa passa para seu filho que a venda, até que em 1909 é comprado pela The São Paulo Gaz Company (empresa britânica de energia elétrica instalada em São Paulo) onde instalaram o escritório da compania, e que por anos ali ficou até que na década de 1970 foi adquirido pelo Patrimônio Histórico e chegou até sediar a Secretaria da Cultura de São Paulo.

Hoje abriga atividades museológicas e a sede do Museu da Cidade de São Paulo da Divisão de Iconografia e Museus do DPH, um local muito bacana para quem é amarradão em fotografias, há também em suas instalações um acervo de negativos, disponível para pesquisa, mas acho que uma visita vale bem mais pelo casarão, que te remete àquele época aristocrática que vivia a nossa cidade.
Neste mês está rolando a mostra "A Marquesa de Santos: Uma Mulher, Um Tempo, Um Lugar", com curadoria da museóloga Heloísa Barbuy, do Museu Paulista da USP, a exposição reúne os objetos que perteciam à Marquesa, como o faqueiro, a cama, e o retrato de autoria presumida de Francisco Pedro do Amaral, além de painéis de fotos da antiga Rua do Carmo.O mais bizarro é um antigo vaso sanitário, pena a bateria da câmera ter acabado bem quando ia fotografá-lo...
Foto opinião do rafael assad luz sobre Solar da Marquesa de Santos
Você conhece o Solar da Marquesa de Santos? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: