Sesc Consolação

nota 4.0 de 5 em 21 opiniões
| Rank: 50º de 495 | Restaurantes Brasileiro
Oferta

Quer receber ofertas do(a) Sesc Consolação?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores.

Baixe grátis nosso aplicativo e confira as ofertas:

Escolha seu celular:      
Divulgue seu estabelecimento aqui
Saiba como
Dicas rápidas Ver todas as dicas
avaliações recomendadas
Nosso sistema de inteligência artificial recomenda automaticamente as opiniões com maior probabilidade de serem relevantes a você. Ele leva em conta diversos fatores como, por exemplo, a qualidade de texto e fotos, e o histórico de publicações do autor. Apenas as avaliações recomendadas são levadas em conta na avaliação geral do estabelecimento.
   
Selecione uma nota

via Android

Uma dica de passeio de dia inteiro com crianças: no sábado, veja qual a programação do sesc consolacao. Geralmente tem teatro ou musical infantil às 11h. Depois do teatro, ou almoce no sesc ou suba a rua e vá almoçar no pateo que tem na rua Maria Antônia, mesma calçada. Depois, volte e passe na livraria Martins fontes. Passe o sesc e desça até a biblioteca infantil Monteiro Lobato. Pode ser que ainda pegue uma programação especial de tarde lá.Adoro a biblioteca. Tem livros lindos e divertidos num espaço adaptado às crianças. Tem brinquedos de madeira para montar. Tem os bonecos gigantes. Tem programação a tarde. Tem um parquinho lá fora. Tudo muito simples, mas gratuito. Diversão garantida.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

A minha opinião na verdade é mais específica para o Teatro Anchieta, dentro do Sesc, do que para a unidade toda. Visitei esse Sesc muito enquanto estudada no Senac Consolação, que fica em frente. Era uma ótima opção para almoço depois do curso! A comedoria é excelente, padrão Sesc. Recomendo sempre!

Em relação ao teatro, foi a primeira vez que fui e não tenho do que reclamar. Com capacidade para um pouco mais que 300 pessoas, é bem planejado, com acesso para deficientes e ar condicionado (que estava em uma ótima temperatura). Ele possui um bom espaço entre o palco e a primeira fileira, o que me anima muito, pois é quase um convite para a banda chamar o público lá pra frente ao fim do show. O que acabou acontecendo nesse show também. A equipe do Sesc já prevê essa atitude, então não se incomodam e tudo rola numa boa. Por mim, o show poderia ser inteiro ali, heh.
Banheiros e bebedouros no caminho de saída são sempre uma boa também!
Volto a repetir um dos pontos mais fortes do Sesc: a acústica. Os espaços são planejados para isso e não falham! O som não vaza, não é alto ou baixo demais, e chega em qualquer lugar do teatro. A iluminação nesse dia também estava incrível! Muito bonita e completa, tornou o espetáculo ainda mais bonito!

A localização dessa unidade também é fácil, próximo à Rua Consolação (você entra na rua do Mackenzie), é um lugar com bastante bares e prédios, boa iluminação e seguro de andar. Não sei se possui estacionamento no Sesc, mas as ruas paralelas também são fáceis de estacionar.
Gostei bastante e espero que mais bandas que eu curto façam shows por lá!

Falo nessa opinião especificamente do restaurante/lanchonete dentro do SESC Consolação. Não conheço as atividades lá desenvolvidas para comentar sobre a parte cultural.
Fui almoçar em um sábado com um amigo.
O ambiente é simples, lembra bastante uma praça de alimentação. Várias mesas e bastante gente curtindo a tarde sem muito o que fazer.
Nesse dia, estavam servindo um strogonoff de carne com brócolis e uma maçã de sobremesa (R$10). Esperei na fila uns 10 mins para fazer o pedido e mais uns 5 mins para a comida chegar. Bom.
A comida estava gostosa. Simples, com gosto de comida caseira e com preço muito bom para a região. Aproveitei e pedi uma saladinha de tomate, alface e cenoura para acompanhar (R$2).
Resumindo, gostei bastante e com certeza voltarei mais vezes comer lá.

via Android

Muito gostoso o lugar, atendimento ótimo e com espaços confortáveis para os visitantes.
Além da exposição que trata sobre o tema Olimpíadas, com fotos e objetos expostos, falando sobre esportes como a ginástica olímpica.
Vale a pena dar uma passada pra visitar o lugar, com certeza voltarei mais vezes.

O Sesc Consolação é meio curioso. De fato acredito que nunca "entrei" nele. Fui duas vezes ao teatro e nunca passei dali. Quem conhece o SESC Consolação sabe como ele é. O Teatro fica logo na entrada, com a bilheteira em frente e, ao passar as portas de vidro, você estará em um pequeno hall com banheiros mistos. Isso mesmo: mistos! E com um balcão para café. Ao lado da entrada do teatro existem umas escadas. E é aí que está o curioso.

Eu nuca subi essas escadas que, claro, devem ser o Sesc de fato. Só que todas as outras unidades do Sesc não fazem essa "separação". Não sei se devo fazer disso uma crítica ou elogio. É apenas diferente. Mas voltando ao que conheço, o teatro, eu o acho legal. Algumas podem me chamar de louco. O teatro do Sesc Pinheiros, por exemplo, é uma sumidade. Enorme, bonito, mas o do Consolação é pequeno e aconchegante. Ele é simples, sabe? É cinza e o palco é grande. Acho que a interação peça/público fica mais íntima. Ficamos mais próximos dos atores. É por isso que gosto de lá.

Nunca tomei o café de lá, mas sempre fica uma fila enorme e isso me irrita. Muitas vezes já na hora de começar a peça as pessoas estão ali numa boa esperando para comprar um café ou qualquer outra coisa. Da última vez que fui, acredito que o Sesc poderia ter liberado mais cedo a entrada do público no hall e, consequentemente, procurar o café. Da próxima vez vou lá conhecer o resto e volto aqui para opinar.

O Sesc consolação fica do lado da faculdade Mackenzie, o que acaba tornando uma boa opção para os estudantes e também deixa o lugar meio cheio, nada demais de cheio.

Para o almoço eles não tem prato pronto, você que monta o seu prato a partir das opções que eles tem, variando de carne até massas e para acompanhamento de saladas até cuscuz. A comida é bem gostosa e bem servida, para o preço que você paga, que não é caro para comer o que você come.

O que deixou a desejar foi a demora pra fazer o prato, não sei se foi má sorte minha mas demorou um pouco, porém não deixou a desejar no sabor e na quantidade que vem. Retornarei muitas vezes.

Na realidade, nunca antes tinha ido a um SESC: sei que há várias unidades pela cidade e que todos têm vastos e óptimos programas de actividades.

O único a que fui foi ao da Consolação, perto do Mackenzie, mas fui pra uma conferência de arquitectura, por isso apenas conheci a parte do auditório.

A conferência em si, foi óptima, super interessante e gratuita: o que é sempre bom, principalmente para estudantes. O auditório era irrepreensível: tinha boas condições, internet wi-fi aberta, era confortável, limpo, climaterizado... Tinha também um balcão com cafés, água, uns bolos que muitos utilizaram no intervalo da conferência.

Tenho pena de não ter mesmo entrado dentro do SESC, mas assim terei mais um motivo para lá voltar: espero que em breve.

Já fui duas vezes nesta unidade do Sesc: a primeira vez há alguns anos para almoçar com umas amigas do trabalho, e há alguns meses no teatro para assistir o show do Wayne Hussey, vocalista do The Mission.

Em relação ao restaurante, achei a comida gostosa mas nada de tão excepcional que me fizesse novamente me deslocar da Barra Funda até lá para comer... se estivesse passando pelas imediações, até almoçaria de novo... ah, os preços são super honestos.

Agora, o show do Wayne Hussey foi MARAVILHOSO! Não houve atraso fora do comum... acho que atrasou sei lá, uns cinco minutos... e ele começou o show tocando violão no meio do público!!!! A galera não botava fé que ele estava ali, no meio da gente...

A propósito: o show foi somente voz e violão... a idade chegou para o Wayne, mas a voz dele continua perfeita... ele toca (PA CARAI) violão, cavaquinho e algumas músicas até piano... ele é uma figura: super brincalhão, interagia muito com o público... teve uma fã que levou seu pequeno com ela, e o filhinho dela ficou ao lado do Wayne bastante tempo enquanto ele tocava no espaço entre a primeira fila e o palco... um fã mais afoito sempre gritava o nome da música que queria ouvir, e ele dizia "hummmm... hã... NO"... foi hilário! Vários clássicos me emocionaram, pois sou muito fã do The Mission: Butterfly on a Wheel, Wasteland, Like a Child Again, Sacrilege e a mais clássica das clássicas, Severina... teve até cover de Personal Jesus do Depeche Mode e Like a Hurricane do Bob Dylan. Até os pais dele, super gracinhas e bem idosos, foram prestigiar o filho e ficaram como nós antes do início do show, no hall de entrada esperando a hora para entrar... isso sim que é dignidade e humildade! Quem quiser checar o arregaço que foi, e também aprender um 'pouco' o que é tocar violão, procure no Youtube "Wayne Russey - Sesc Consolação 17/3"... depois guarde no bolso tudo o que acha que sabe sobre tocar... rs.

Ah, a iluminação do palco estava linda, e a temperatura do teatro também estava super agradável.

Não dou nota máxima porque não sei se foi o pessoal da técnica que comeu bola ou se foi o público, porque a gente passava por uma mesa de som para chegar às cadeiras, mas teve um momento que pareceu que alguém pisou no fio e o som ficou uma lástima... eu fiquei com vergonha pelo desastre... mas foi coisa de alguns segundos, ainda bem.

O melhor de tudo foi o valor do ingresso: assistir uma figura lendária no naipe de Wayne por módicos R$ 24,00! Se fosse meia seriam ridículos R$ 12,00... super recomendo a galera acompanhar a grade de shows... vai que de repente alguém super bacana aparece por lá... ;-)
Wayne Hussey (vocalista do The Mission) iniciando o show no meio do público!
"Wayne Hussey (vocalista do The Mission) iniciando o show no meio do público!"

via iPhone

Muitas pessoas pensam que o Sesc é uma instituição pública, mas, na verdade, é privada e mantida através de contribuição social de caráter compulsório, incidente sobre a folha de pagamento de empresas do setor de comércio de bens, serviços e turismo.
A unidade Consolação dispõe de atendimento nas áreas de educação, saúde, cultura, alimentação social e lazer. Tudo isso bem perto da Praça Roosevelt.
Tem 3 ginásios esportivos, teatro, piscinas aquecidas e cobertas para crianças e adultos, espaço de leitura, exposições e lanchonete com preços convidativos.
( Pra mim, a lanchonete deveria ser maior para evitar ter que esperar alguém levantar para poder sentar).

É uma unidade SESC muito boa, localizada numa travessa da Rua Maria Antonia, perto do Mackenzie. Conta com uma lanchonete com preços honestíssimos, 3 ginásios poliesportivos, piscinas semiolímpica e infantil aquecidas e cobertas, um teatro, salas para ginástica, para leitura, e de acesso livre à Internet, além de exposições e atividades para todos da família.

Foi o lugar que escolhi para a minha filha pular o carnaval, onde havia um espaço para maquiagem e outro para oficina de adereços, ao lado do ginásio onde acontecia toda a folia. E o melhor: de graça.

Tudo isso dentro de um edifício construído especificamente para este fim. Muito bom!

O Sesc Consolação é extremamente bem localizado e tem como destaque o seu teatro. Confira a programação do teatro, é sempre incrível!

O espaço é peculiar por ser um prédio, e você vai conhecendo as salas em uma dinâmica que não é muito comum aos outros Sescs, mas não deixa de ser uma surpresa interessante. =)

Minha última visita foi na abertura da exposição de Eikoh Hosoe, que está belíssima! Super recomendo.
Exibindo 14 opiniões | Total de 21 opiniões
Você conhece o Sesc Consolação? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: