Ringue Lounge

nota 3.4 de 5 em 15 opiniões
| Rank: 318º de 1192 | Bares e Botecos

Aberto pelo chef Cassio Machado, a decoração do Rinque Lounge foi inspirada no universo do boxe, o local é repleto de referências ao esporte. Os drinks também carregam nomes de pugilistas como o "Mike Tyson" (mix de uísque, Drambuie e Coca-Cola). A especialidade da casa são os mini-hambúrgueres de carne.

Avaliar
Salvar
Compartilhar


Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

Visitei este bar/loungue numa sexta-feira, o bar tem uma decoração um tanto chique demais: cadeiras que mais parecem trazidas de algum palacete, sofás com estampa de bichos espalhados pela casa que fazem par com os pufes também temáticos, móveis que parecem saídos de um antiquário, bar muito bem iluminado, uma meia-luz bem propícia à paquera ou a "amassos", um belo jardim na entrada com amplas portas de vidro, e fotos e quadros que remetem ao mundo do boxe, até Rocky Balboa está por ali, ilustrado em algum canto do bar, mas com certeza o Buda cor-de-ouro dentro de uma vitrine é o que mais chama a atenção na decoração do local. Ah música, como ia me esquecendo, quando estive por lá o DJ Regis Trovão comandava as pick-ups com uma eletrizante bossa eletrônica e arriscava em certos momentos tocar uma gafieira para delírio da galera composta por sua maioria de mauricinhos e patricinhas dos Jardins.

O cardápio é composto poucos aperitivos e alguns lanches e drinques que remete a pugilistas famosos e são divididos em Médios Pesados e Peso Pesados, provamos o Oscar de La Roya (vodca, suco de limão e licor de romã) e o Mike Tyson (whiskey, drambuie e coca-cola); já do cardápio de comidas pedimos mini-hamburgueres e batata rústica, muito bem feitos, porém com preços um tanto inflacionados. Em geral é um bar caro, o atendimento é bacana, mas nada demais, paga-se $20,00 de entrada não-consumíveis (o que acho um absurdo na noite de Sampa), há fumódromo e lota depois das 22 horas.
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.
Pense em um bar estiloso, com personalidade e bem frequentado. Ok, você está no Ringue Lounge.
O bar é grande e dividido em lounges de tamanhos diferentes. Após ás 23h viram meio que uma baladinha.
Comemorei lá meu aniversário desse ano e não tive decepções! Mesmo ao telefone fui super bem atendida, pude reservar um lounge só para meus convidados. Ainda permitiram levar bolo e docinhos, e como boa confeiteira levei uma confeitaria inteira para lá sem problemas. O gerentes e outros atendentes ainda me ajudaram e dar um ar happy birthday to me no meu lounge, foi sensacional!
Todos adoraram pois dava para conversar sem problemas e todos ficaram bem acomodados a noite toda.
O menu é pequeno com clássicos. o preço das porções são um pouco caras mas são fartas e dá para dividir.
Oferecem um menu de drinks bem diferentes que são divididos em peso pesado e nocaute de acordo com a quantidade de álcool.
Paga-se R$20,00 para entrar, mas o aniversariante e um convidado VIP não pagam.
Não foi cobrada nenhuma taxa para a reserva do Lounge.

Voltaria com certeza!

Visitei este bar/loungue numa sexta-feira, o bar tem uma decoração um tanto chique demais: cadeiras que mais parecem trazidas de algum palacete, sofás com estampa de bichos espalhados pela casa que fazem par com os pufes também temáticos, móveis que parecem saídos de um antiquário, bar muito bem iluminado, uma meia-luz bem propícia à paquera ou a "amassos", um belo jardim na entrada com amplas portas de vidro, e fotos e quadros que remetem ao mundo do boxe, até Rocky Balboa está por ali, ilustrado em algum canto do bar, mas com certeza o Buda cor-de-ouro dentro de uma vitrine é o que mais chama a atenção na decoração do local. Ah música, como ia me esquecendo, quando estive por lá o DJ Regis Trovão comandava as pick-ups com uma eletrizante bossa eletrônica e arriscava em certos momentos tocar uma gafieira para delírio da galera composta por sua maioria de mauricinhos e patricinhas dos Jardins.

O cardápio é composto poucos aperitivos e alguns lanches e drinques que remete a pugilistas famosos e são divididos em Médios Pesados e Peso Pesados, provamos o Oscar de La Roya (vodca, suco de limão e licor de romã) e o Mike Tyson (whiskey, drambuie e coca-cola); já do cardápio de comidas pedimos mini-hamburgueres e batata rústica, muito bem feitos, porém com preços um tanto inflacionados. Em geral é um bar caro, o atendimento é bacana, mas nada demais, paga-se $20,00 de entrada não-consumíveis (o que acho um absurdo na noite de Sampa), há fumódromo e lota depois das 22 horas.

Fui ao Ringue Lounge em uma sexta-feira, e acredito que a escolha da data tenha sido um tanto infeliz... Vamos ao que interessa:

Andando pela rua Lisboa, vi a entrada desse bar e achei bem curioso, nunca fiz questão de conhecer lá mesmo por que quando vi, não tinha entendido que funcionava um bar lá dentro rsrs
Por ironia do destino meu amigo me convidou pra ir ao bar, e eu sem saber onde estava indo, cheguei e lembrei desse capítulo... Na primeira sala já me impressionei com a decoração e a ambiência, muito bem feita, impecável.
Porém não gostei do local por diversas razões:
Preços extorsivos
Poucas lixeiras
Conflito do local entre ser uma balada ou um bar: a circulação é totalmente prejudicada pelas mesas espalhadas pelo bar (o local se transforma praticamente num corredor) e não há pista de dança mesmo havendo um DJ e pessoas querendo dançar
DJ horrível (só dava play - para isso basta um computador - e as musicas não conversavam entre si)
Muita gente que "não sabe beber", inclusive aconteceu uma briga neste dia a qual os seguranças não tiveram capacidade NENHUMA de conter, seguido de 2 viaturas - sabe-se lá o por quê da necessidade disso - para resolver o "grande" problema (da segurança incapacitada) e um bando de curioso assistindo a briga e o barraco todo como se fosse um show...

Obs.: um funcionário do local comentou com o barman a respeito da briga "normal de sexta feira"... Que fase! rsrs

2 estrelas SÓ pela decoração e ambiente (repito, impecável), pois o resto eu daria meia estrela para essa noite de sexta-feira, sinceramente...

via Android

Conheci o Ringue Lounge em uma terça-feira, comemoração do aniversário de uma amiga! Concordo com opniões aqui postadas sobre a beleza e bom gosto da decoração associada ao Boxe! Ficou lindo! Sobre os preços apenas bebi uma ice... um pouco alto mas vale a pena! O ambiente é para curtir ótima conversa com os amigos ou ir a dois... mas de terça a recepcionista informou que apartir d quinta e fds é baladinha e muito cheia. Enfim eu vou voltar achei o Ringue Lounge estiloso e curto Boxe! ;)

Fui com a minha noiva neste sábado (assistir a luta do popó), o lugar é lindo, fomos super bem atendidos pelo gerente da casa Sr. Mário, que nos apresentou as melhores opções de drinks e petiscos da casa.
Tomei alguns dos drinks com nomes que é o tema da casa, como Mike Tyson (whiskey, drambuie e coca-cola), Joe Louis (whiskey com angustura e laranja) e o Sugar Ray (vodka, licor de romã e suco de lima) e de petiscos, ótimos croquetes, pingo de galinha e tartare de salmao.
O lugar é super bem frequentado e se quiser reservar uma mesa, tem que ligar em umas duas semanas antes. A entrada é de R$ 15,00 (baixa pelo que a casa oferece).
É um ótimo lugar para fazer um aniversário.

Barzinho com cara de chique, decoração deminina e com tema de boxe, muito fofo e bonito! Iluminação baixa, clima bem agradavel. Bom para comemorar aniversário e ir conversar com os amigos. Grande variedade de bebidas. Ponto negativo pro preço, beeem salgado na minha opinião. Uma cerveja long neck sai por R$8,00 o que eu acho abusivo. Alem disso o bar cobra entrada de R$15 reais pro homens e R$10 pras mulheres com nome na lista de aniversário (não sei os preços fora de lista pois só frequentei o bar em aniversários)

Conheci o Ringue Lounge em uma sexta-feira e logo na chegada já fiquei impressionada. Com uma "sala de espera" muito bem decorada com abajures, sofás e cadeiras bem aconchegantes, o lugar parecia ser ainda mais bonito do lado de dentro.
Era aniversário de uma amiga e embora eu tivesse chegado muito cedo, por volta das 20h, não demorou muito até que aparecessem os primeiros frequentadores. Às 23h o Ringue Lounge já estava lotado!
O bar é muito bonito, não faltam enfeites e poltronas, espelhos e lustres, quadros e muitas, mas muitas referências ao boxe. O lugar é ainda bastante espaçoso, ao todo são três ambientes meio que separados. Logo na entrada a salinha que eu comentei no início, depois o bar e por último um lugar mais fresquinho, nos fundos, mais perto do banheiro.
No banheiro, estava tudo ok, tirando a falta de sabonete líquido. Lá algumas frases escritas nas paredes vermelhas dão um charme especial à decoração, uma delas era essa: "A guerra dos sexos nunca vai terminar, pois existem muitas confraternizações entre os inimigos.”
Quanto à comida, apesar de ser cara devo confessar que era muito boa. Pedi um hambúrguer com queijo acompanhado de batatas rústicas (cheese steak burger) e não me arrependi! O preço foi meio acima do normal, R$ 25,00 por um prato que a princípio não tinha nada demais, levando-se em consideração que só vinham três cortes de batata com o lanche, só três!
Mas, como eu disse, valeu muito a pena. O hambúrguer era saborosíssimo (tinha gosto de kafta) e era muito bem apresentado, além disso, as batatas apesar de serem poucas, eram suficientes. Isso porque, não se pareciam em nada com a sua versão frita, que dá vontade de comer sem parar. As batatas rústicas eram boas de se apreciar.
No quesito bebida, fiquei com uma sakerinha de frutas vermelhas (R$ 21,00). Estava bem fraquinha e com muitas frutas no fim, do jeito que eu gosto. Recomendo, apesar do preço.
Na saída não enfrentei fila para pagar e eu fiquei bastante satisfeita com o serviço como um todo.
O problema do lugar é mesmo o custo-benefício, porque de resto não há o que falar. Às terças e quartas a entrada é free, mas nos outros dias da semana há ainda esse adicional que vai de 10 a 15 reais no caso das mulheres e de 15 a 20 no caso dos homens. A casa não tem música ao vivo.
Exibindo 14 opiniões | Total de 15 opiniões
Você conhece o Ringue Lounge? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: