Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque
Primeira opinião do lugar

Quando estava de passeio no Bairro da Recoleta, depois de andar bastante e conhecer cada pedacinho do lugar, resolvemos parar e almoçar no "Punta Recoleta". O Restaurante, mesmo sendo argentino, é administrado por um brasileiro.

O local é bem agradável, e você pode escolher entre sentar na parte de dentro (que eu particularmente achei muito abafado) ou desfrutar da sua refeição no calçadão, assistindo aos turistas passearem, passando frio e dividindo sua comida com os pombos, que não param de subir nas mesas, é um nojoooooo, haha.

O atendimento não é lá essas coisas, mas o preço é bom e a comida razoavelmente boa. Possuem menu do dia, mas o forte mesmo deles são as carnes, principalmente o "chorizo" e o cordeiro. Se atente ao que eles chamam de "propina" não só lá, mas em qualquer restaurante em Buenos Aires, onde você paga a taxa de atendimento, mais a taxa para o garçom (SIM ¬¬). E eles são bem chatos nessa parte, ficam pedindo, pedindo, até você dar o dinheiro. É até mesmo difícil entender o que eles querem cobrar, mas depois você percebe que todos os lugares trabalham desse jeito e não tem como escapar amigo...
avaliações recomendadas
Primeira opinião do lugar

Quando estava de passeio no Bairro da Recoleta, depois de andar bastante e conhecer cada pedacinho do lugar, resolvemos parar e almoçar no "Punta Recoleta". O Restaurante, mesmo sendo argentino, é administrado por um brasileiro.

O local é bem agradável, e você pode escolher entre sentar na parte de dentro (que eu particularmente achei muito abafado) ou desfrutar da sua refeição no calçadão, assistindo aos turistas passearem, passando frio e dividindo sua comida com os pombos, que não param de subir nas mesas, é um nojoooooo, haha.

O atendimento não é lá essas coisas, mas o preço é bom e a comida razoavelmente boa. Possuem menu do dia, mas o forte mesmo deles são as carnes, principalmente o "chorizo" e o cordeiro. Se atente ao que eles chamam de "propina" não só lá, mas em qualquer restaurante em Buenos Aires, onde você paga a taxa de atendimento, mais a taxa para o garçom (SIM ¬¬). E eles são bem chatos nessa parte, ficam pedindo, pedindo, até você dar o dinheiro. É até mesmo difícil entender o que eles querem cobrar, mas depois você percebe que todos os lugares trabalham desse jeito e não tem como escapar amigo...
Foto opinião do Valéria Mattioli sobre Punta Recoleta
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.
Você conhece o Punta Recoleta? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)