Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

Muito rico o ambiente, local bem vazio (diferente de outros pontos turísticos da cidade), muita historia, valeu a pena cada minuto ali dentro, bem rico, contendo uniformes oficiais, armamentos, munições, condecorações, ambientes de guerra montados para representar como era formado alguns acampamentos, e a sala em homenagem ao 2 ten Max Wolf Filho, nascido em Rio Negro, é espetacular, conta a historia de um dos "heróis" da guerra, que representou o Brasil muito bem. Riquíssimo para historia brasileira este museu e não é divulgado. (uma pena)
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota

Muito rico o ambiente, local bem vazio (diferente de outros pontos turísticos da cidade), muita historia, valeu a pena cada minuto ali dentro, bem rico, contendo uniformes oficiais, armamentos, munições, condecorações, ambientes de guerra montados para representar como era formado alguns acampamentos, e a sala em homenagem ao 2 ten Max Wolf Filho, nascido em Rio Negro, é espetacular, conta a historia de um dos "heróis" da guerra, que representou o Brasil muito bem. Riquíssimo para historia brasileira este museu e não é divulgado. (uma pena)
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Muito bom para quem gosta de história ou tem alguma ligação com as grandes guerras. Dividido por áreas temática, há uma que impressiona muito quando você entra numa espécie de túnel e ali você vê parte da história sobre os soldados feridos e mortos na guerra, impressiona. No lado de fora há objetos que podem ser vistos sem pagar ingresso.
Eu gosto muito de visitar esse museu. Uma pena que só funciona em horários esdrúxulos. Fecha na hora do almoço, não abre fim de semana... "Bela" proposta fazer um museu que não pode ser visitado pela esmagadora maioria dos turistas que vêm à cidade.
No entanto, havendo disponibilidade, a visita vale cada segundo, especialmente para os interessados no assunto. Muitos objetos utilizados na II GM, mapas, maquetes, fotos, uniformes, armas. Está tudo lá, para quem puder ver. Não a estacionamento, e apenas um onibus da linha normal.

Uma bonita e bacana praça, com árvores e bancos como qualquer outra praça, mas o que chama muito atenção são os monumentos existentes: uma réplica de um avião antigo usado na guerra, algumas peças de artilharia das Forças Armadas, um tanque de guerra e um míssel ou torpedo (como preferir).
Nesta praça situa-se o Museu do Expedicionário, onde a entrada é franca e há muita coisa bacana e interessante neste acervo sobre a 2ª Guerra e os militares que participaram.
Claro que conhecer o museu é realmente bacana, mas a própria praça já é uma aula de história. Vale a pena visitar!
Uma praça que esta no caminho de muita gente, porem quase ninguem para pra dar uma olhada, ja havia parado pra tirar algumas fotos no aviao e no missel, mas sempre que tiver semana festivas é um dos melhores lugares para se visitar e levar toda a familia!
Este final de semana tinha muita coisa pra se ver, desde ambulancias, barcos, viaturas, caminhoes, e tanques de guerra tudo disponivel pra entrar, sentar e tirar muitas fotos, tambem teve uma bela apresentaçao da banda da policia Militar do Parana. Muito lindo
Tinha ate barraquinhas de venda de apetrechos militares, so faltou barracas de comidinhas mesmo!!
Dentro do museu a exposiçao era farta e muitos guardas cuidavam de tudo por la, no piso superior tem wc limpinhos !super elogios!
Foto opinião do ana paula sobre Praça e Museu do Expedicionário

A primeira vez que vi esta praça achei incrível.

Além do farto material histórico, como fotografias, filmes, mapas, livros e ilustrações, referente à participação brasileira, através da Força Expedicionária Brasileira, da Força Aérea Brasileira e da Marinha de Guerra do Brasil, outras peças e documentos cedidos pelas diversas nações envolvidas no conflito, podem ser admirados.

via iPhone

Por uma grata surpresa entrei no museu , como ja falaram tem entrada franca e abre domingo a tarde .
O lugar tem térreo e a parte superior com dois ambientes sub divididos em dois . Cada ambiente tem um temática . A que mais gostei foram a que expõem inúmeras fotos, uma delas o Jamir citou em sua descrição , mas a que mais gostei , foi a foto de um avião kamikaze se "jogando " em um porta aviões americano
Outro espaço legal é como eles se mantinham nas temporadas de gelo da guerra e uma outra parte é em homenagem ao 2 ten Max Wolf Filho, nascido em Rio Negro , que é considerados um dos maiores heróis , incrível ler a carta endereçada aos familiares contendo a informação do falecimento do Tenente. História estadual, nacional e mundial contada e ilustrada em um pedaço nao muito divulgado da cidade . Lugar que merece uma nova visita

o Museu do Expedicionário ilustra a participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial e destaca a atuação de soldados paranaenses. E lá a gente encontra fotografias, filmes, mapas, livros e ilustrações da época. para quem gosta de história esse é o lugar e tem em exposiçã um tanque e um avião de guerra para quem curte conhecer o que passou no passado é muito interessante.
Exibindo 14 opiniões | Total de 21 opiniões
Você conhece o Praça e Museu do Expedicionário? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Conteúdo relacionado O que fazer em Curitiba?
Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: