Praça da República

nota 3.4 de 5 em 59 opiniões
| Rank: 7º de 92 | Praças

Antigamente era conhecida como Largo dos Curros. Ali os paulistanos do século XIX se divertiam ao assistir os rodeios e as touradas da época. De lá para cá o nome do espaço mudou várias vezes. Já foi chamado Largo da Palha, Praça dos Milicianos, Largo 7 de abril, Praça 15 de Novembro e finalmente, em 1889, ficou definido Praça da República.

Feira de arte e artesanato aos sábado e domingos, das 9h às 17h

Avaliar
Salvar
Compartilhar
Oferta

Quer receber ofertas do(a) Praça da República?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores.

Baixe grátis nosso aplicativo e confira as ofertas:

Escolha seu celular:      
Divulgue seu estabelecimento aqui
Saiba como
Dicas rápidas Ver todas as dicas
avaliações recomendadas
Nosso sistema de inteligência artificial recomenda automaticamente as opiniões com maior probabilidade de serem relevantes a você. Ele leva em conta diversos fatores como, por exemplo, a qualidade de texto e fotos, e o histórico de publicações do autor. Apenas as avaliações recomendadas são levadas em conta na avaliação geral do estabelecimento.
   
Selecione uma nota

Decidi encarar ir por carro e deixar nos estacionamentos pelas imediações, quão grande foi minha surpresa nos valores praticados de R$12,00 até 16:00h num lugar a 50m da praça.
Infelizmente, de certa forma, pela circulação regular de estrangeiros os preços dos produtos que não sejam de alimentação tem preços desestimulantes.
Outra percepção é também de muitos produtos estarem perdendo o quesito artesanal sendo então adquiridos nas imediações para depois serem vendidos como de fabricação própria.
Muitos mendigos e dependentes químicos também circulam pela região, exigindo assim muita atenção a lidar com dinheiros e produtos onde a indicação é levar uma mochila de tamanho médio e também para as mulheres, reduzir o tamanho e volume das bolsas.
Embora também muitas barracas há uma visível repetição de produtos além dos tipos de comida, poucos comerciantes tem algum carisma com os visitantes ficando similares a um compre/pague/suma.
É divertido circular por lá porém está exigindo muita atenção durante a visita, podendo refletir num desconforto se desejar aumentar a permanência.
Numa barraca de cozinha baiana, dois pratos pedidos já tinham acabado e deslocando-se para outro optamos por um acarajé no prato, bem preparado a um preço razoável com simpatia exemplar dos donos. Finalizamos num barraca de doces com a mesma simpatia e sabor dos doces.
Por fim, existe um ônibus turístico que infelizmente pratica preços exorbitantes em minha opinião, cobrando R$40 por pessoa e funcionando como um circular, embarca-se num ponto e desembarca-se em outro, fica-se por lá até a passagem de outro sendo um modelo de turismo que sinceramente não entendi e nem simpatizei.
Fora da praça pouco há para conhecer, predominantemente comercial praticamente todos os estabelecimentos fechados.
Foto opinião do Cleber Baglioni Silva sobre Praça da República
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.
Um dos lugares famosos e históricos da cidade de São Paulo no Centro velho, é possível de se chegar na praça da república por metro, linha amarela e vermelha.
A praça da República é um dos lugares obrigatórios para visitar quando estiver conhecendo São Paulo, recentemente esta partindo da praça da república o ônibus da linha turística, vale apena conhecer.
Foto opinião do Igor Leonardo Pereira da Silva sobre Praça da República

via Android

A praça da República é um lugar onde de tudo um pouco tem ali encontra se a estação do metrô que liga boa parte de são paulo varias linhas de ônibus tem algumas feirinhas ali de artesanato,comida e também como vou de costume la resolver muitas coisas passo sempre pela sete de abril e saiu la na República ai descanso aproveito pra mexer no wifi que grátis que la tem muito boa a praça

Ao dia muito movimentado, se tratando de acessibilidade é muito tranquilo dando as opções do pedestre ir no metro da república. Porém a noite à um grande indício de assaltos tanto a pedestres como a quem está dirigindo descuidadamente, mas a segurança do local já está começando a melhorar com alguns pontos policiais normalmente a eventos no local como virada cultural e entre outros.

via Android

Sempre pensei e vi a praça da Republica como um ponto de referencia de localização e não como um ponto, quem sabe, turístico.
Talve por medo, nunca quis cruzá-la, por saber que lá rola prostituição, venda de drogas, entre outraa coisas.
Porém, ontem estava me sentindo um pouco desbravador e resolvi cruzá-la.
Me espantei com a beleza da praça.
Há um chafariz no meio dela, e bastante gente circula por lá. Confesso que por mais bonit que seja, mesmo assim, não me senti muito seguro lá. Do outro lado da praça, ocorre a feirinha de final de semana. Artesanato e alguns quiosques de alimentação são bastante procurados por turistas.
Resumindo, bonita praça e sinceramente espero que o governo comece a se preocupar mais com o Centro. Afinal, uma região tão bela, não merece o descaso com que tem sido tratada nas últimas décadas.

Uma bonita praça bem ampla e com bastante verde , tem bastante bancos e bastante lugar para caminhar e se divertir , em meio a natureza dependendo o dia pode ser tranquilo ou agitada mas normalmente tem bastante pessoas mas como a praça é grande voce pode encontrar um lugar tranquilo e agradavel para ficar

Para falar a verdade não gosto do centro de são paulo, alem de ser perigoso é um local feio e fedorento, a noite essa praça da republica fica cheia de trombadinha e com pouca luz, muito propicio para eles agirem, o policiamento não é la essas coisas, passei uma unica vez para nunca mais, tento evitar o maximo.

Na ultima viagem que fiz a São Paulo, passei pela Praça da República e gostei muito do lugar. Trata-se de um lugar bonito e bem cuidado; bem arborizado. Uma boa opção para uma parada de descanso neste dias calorosos. Ali perto está a Secretaria da Educação, um prédio muito bonito. Inclusive a calçada é bonita! Risos.

A Praça da República já teve vários nomes, mas foi em 1889 que ganhou o seu nome definitivo! :) Localizada no centro de SP, a praça é bem grande e conta com uma das saídas da estação do Metrô República, linhas vermelha/amarela. O antigo colégio Caetano de Campos, hoje sede da Secretária Estadual da Educação, divide espaço com a praça.

Nos fins de semana é realizada uma feira de artesanato com vários expositores. Tem de tudo! Desde quadros até aquelas esculturas de arame torcido. Ali perto também fica um ponto do Airport Service, você pode comprar a passagem ali mesmo para chegar até o aeroporto.

Já foi palco de muitos protestos e manifestações. O Sindicato dos Professores fica na frente da praça, a Secretária de Educação ali perto, então já ligou os pontos, né? rs Quando tem greve a região fica complicada!

Além dos habituais paulistanos apressados, a praça também recebe a visita de muitos turistas e o Free Walking Tour ( um city tour feito em inglês) da região central também sai da praça! :)

Assim como em outros espaços públicos, devemos ficar atentos aos nossos pertences, pois sempre tem um espertinho procurando um distraído para assaltar. Fora isso, aproveite e conheça a Praça da República, um dos postais de São Paulo! ;)

via Android

A Praça realmente é muito bonita, e vale sua visita durante o dia quando está mais policiada, porém, quando a noite chega, prostituição e roubos dão as mãos e ambos dominam a Praça. Portanto é necessário cuidado em dobro ao cruza-la sozinho, se possível, utilize as saídas dos metrôs logo abaixo.
Conhecido antigamente como Largo dos Curros, porque funcionavam aí no século XIX, rodeios e touradas, posteriormente, foi chamada de Largo da Palha, Praça das Milícias, Largo 7 de Abril, Praça 15 de Novembro e, finalmente, em 1889, Praça da República em homenagem a queda da monarquia (na verdade D.Pedro II cansado, desistiu de governar após conseguir seu intento em abolir a escravidão, ato assinado por sua filha, a princesa Isabel).
A feira de artesanato começou como uma feira de selos postais depois chegaram os colecionadores de moeda e veio crescendo com a chegada dos hippies e agora tem mais de 600 barracas com artesanato de diversas regiões do Brasil.
Nossas praças sofrem com a degradação e descaso com sua manutenção, o que é lamentável, porque é muito bonita, oriunda de uma época de glamour, tanto é que alí fica o Edifício Esther, com apartamentos de 400m², poderia ser como um Central Park minúsculo, e assim perdemos a memória e aprendemos a não valorizar nada, mas sem história, que tipo de futuro podemos esperar? História contém momentos felizes e infelizes para nos lembrarmos de nossa existência, que a vida também lutar pelo que acredita e valorizar os bons momentos e acontecimentos.
Exibindo 14 opiniões | Total de 59 opiniões
3 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Praça da República? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: