Oferta

Quer receber ofertas do(a) Praça da Liberdade?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores.

Baixe grátis nosso aplicativo e confira as ofertas:

Escolha seu celular:      
Divulgue seu estabelecimento aqui
Saiba como
Dicas rápidas Ver todas as dicas
avaliações recomendadas
Nosso sistema de inteligência artificial recomenda automaticamente as opiniões com maior probabilidade de serem relevantes a você. Ele leva em conta diversos fatores como, por exemplo, a qualidade de texto e fotos, e o histórico de publicações do autor. Apenas as avaliações recomendadas são levadas em conta na avaliação geral do estabelecimento.
   
Selecione uma nota

via Android

Adoro ir à liberdade, uma ótima opção de comidas diferentes, um lugar bom pra comprar doces, condimentos e bebidas estrangeiras, fácil acesso ao tren, vários estacionamento, com preços acessíveis. Boa opção para se divertir muito e gastar pouco.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Esse é um passeio de São Paulo que pode ser feito qualquer dia da semana. Durante a semana a praça da Liberdade é recheada de vendedores de artesanato oriental e alguns pontos de comidas típicas, além do fato de que os arredores da praça terem vários pontos interessantes como lojinhas de comidas típicas e sebos. Já nos fins de semana a praça é mais interessante ainda pois ela fica completamente lotada de artesanatos, apresentações culturais e feirinha gastronômica com yakissoba, tempurá, maccarrão de arroz, enfim . Recomendo.

A praça da liberdade é ótima para quem gosta de artesanatos e comer uma boa comida de rua.
Tem varias barraquinhas de comida japonesa e chinesa, todas são muito boa.
Ao redor tem muitos restaurantes também, uma ótima opção para quem quer comer bem.
O preço é a média da cidade.
A beleza do lugar também é única, não tem como não se apaixonar.

via iPhone

Reúne toda as tribos. Local para os dispostos a andar pois há milagres de lojinhas para garimpar lembrancinhas e coisas que vc só encontra lá. Principalmente coisas ligadas ao mundo oriental. Além de restaurantes não apenas japoneses como chineses e mesmo brasileiros. Tem de tudo reunido nesse pequeno local. Aos fds tem a famosa feira pra completar mas é bem cheia.
Liba
"Liba"

via Android

Para quem gosta de cultura asiática o bairro da Liberdade é excelente. Possui várias lojas e restaurantes chineses, japoneses e coreanos. Além disso possui mercados que vendem vários produtos desses países. O preço porém é um pouco salgado, tanto nas lojas, quanto nos restaurantes e mercados. Mas vale a pena ir lá se você gosta de cultura asiática ou se quer conhecer um pouco mais.

via iPhone

Lugar interessante para conhecer. Tem muitas lojas de comida e lojas de novidades. Vá com dinheiro pois você vai ficar encantado. Aos finais de semana na praça, tem uma feirinha com barracas de variedades. Desde panos até roupas e bijuterias. A praça é muito interessante neste aspecto. O que deixa triste é não possuir lugares, bancos para você se sentar e apreciar uma boa comida de barraca ou apenas olhar o movimento e conversar. Acho que falta apenas isso na praça. Bancos para sentar! Recomendo!!

Região conhecida por ter uma grande concentração de pessoa de origem oriental que por sua vez se concentra uma grande diversidade de lojas com produto de origem oriental, chinesa japonesa. O que se destaca são mercados e restaurantes.
Local de pontos de encontro de jovens que curtem animes e eventos relacionados a tripo "OTAKU",

Passeio obrigatório para um dia de domingo para paulistanos e turistas. Simplesmente amei esse local. Me senti em um bairro do Japão, pois toda a decoração remete ao país.
Pude ir na feira da Liberdade e comi algumas especiarias de lá.
Além da feira, existem algumas lojas e mercearias que vendem produtos orientais.
Vale depois dá uma esticadinha a algum restaurante no local e comer Yakisoba.
Foto opinião do Ivison Kauê sobre Praça da Liberdade

via Android

Quando se fala na Praça da Liberdade, confundo a praça com a feira.
Até porque dificilmente passo na praça quando não há feira.
Quando passei, achei ela meio sujo, com muitas das praças em São Paulo.
Agora no domingão, são outros 500.
Uma multidão se estapeando pela fichinha do guioza ou o espetinho de fillet mignon, a feirinha de artesanato.
Resumindo, durante semana é um local como outro qualquer. Recomendo conhecer no domingo, é nesse dia que o charme da praça aflora.
Quando se fala da Praça da Liberdade, imediatamente associa-se à Feirinha da Liberdade que ocorrem em todos os finais de semana.
O que poucos sabem, é que neste local enforcavam-se os criminosos, principalmente os escravos, dai o nome Largo da Forca, e boa parte do bairro em direção a Baixada da Glicério, era o cemitério público e a igreja dos aflitos que fica na rua dos Aflitos (Rua sem saída no numero 48 da rua dos estudantes) era a capela onde se velavam os escravos enforcados e a Igreja Santa Cruz Almas Enforcados é aquela que fica na esquina da Av.Liberdade com a Praça da Liberdade, o cemitério foi transferido para a Consolação, graças a doação da Marquesa de Santos deste terreno para instalar o cemitério. Conta a história que o cabo Chaguinhas, condenado a morte por liderar uma revolta em Santos por falta de pagamento dos soldos, foi sentenciado a forca; após 3 tentativas, (a corda se rompera 3 vezes), os presentes não concordavam com a execução e gritavam Liberdade, Liberdade, definindo assim o nome da praça, mas o cabo foi executado a pauladas pelo seu carrasco.

O Local diariamente realiza as atividades da Rádio Taisso, indicado a todos, mas os participantes na maioria são orientais que praticam esses exercícios desde 1978 as 06:00 hs da manhã, não é bom começar assim seu dia?
Alguns eventos realizados na Praça da Liberdade:
Abril – Hanamatsuri – Festival das Flores, em conjunto com a Federação das Seitas Budistas. O desfile do grande elefante branco carregando o pequeno Buda acontece no sábado.
Junho – Campenato de Sumô da Liberdade – grande campeonato com atletas de todo o país. Realiza-se aqui a seleção dos atletas juvenis que representarão o Brasil no Campeonato Mundial de Sumô. A arena (dohyo) e as arquibancadas são montadas em plena praça da Liberdade.
Julho – Tanabata Matsuri – Festival das Estrelas, em conjunto com a Associação Miyagui Kenjinkai. As principais ruas do bairro são enfeitadas com bambu e grandes enfeites de papel simbolizando as estrelas. Os visitantes colocam um pedaço de papel com pedidos.
Dezembro – Toyo Matsuri – Festival Oriental. Apresentação de várias manifestações culturais do oriente. O bairro recebe o Nobori, coloridas bandeiras verticais.
Dezembro – Moti Tsuki – Festival de Final do Ano. O arroz é socado em pilão para a confecção do moti (bolinhos de arroz) que é distribuído aos presentes para dar sorte. Sempre no dia 31 de dezembro. (fonte: http://www.culturajaponesa.com.br

No seu entorno o comérico é rico e variado, com muitas lojas de produtos e alimentos importados além de verduras cultivados pelos imigrantes chineses que voce só encontra por aquí.

Gosto muito de ir lá aos domingos, pois tem muito mais barraquinhas e opções de comidas na praça.
Durante o sabados também tem mas é bem menos, de domingo precisa ter paciência pois é bem cheio.
Mas para comprar coisas como mercadorias japonesas só lá mesmo.
recomendo irem no lamem de noite que fica na galvao bueno, se chama lamem aska (acho que é assim que se escreve)
Já fui várias vezes na praça da liberdade e a maioria delas foi nos finais de semana. Nos finais de semana o lugar é lotado, por conta da feirinha e também por causa do metro.

Ao redor da praça existem vários restaurantes, bancos e lojinhas. O lugar é um bom ponto de encontro. Em algumas datas, a praça se transforma em palco para apresentação de show, vale a pena conhecer.

Simplesmente adoro essa Liberdade! Lugar sempre cheio de gente procurando mais e mais do Japão! Ótimos restaurantes, lojas de artigos, presentes, enfeites, feirinhas, um lugar simplesmente incrível. A decoração da rua e algumas lojas nos faz sentir que estamos um pedaço no Japão. Tirando as lojas de peixes e aquários ornamentais no finalzinho da rua, que são show. Adoro! Vale a pena conhecer os mercadinhos de docinhos e bobeiras japonesas, que tem seus aspectos um tanto peculiares, doces de feijão e muito mais, na frente da praça sempre tem a feirinha com comidas, artesanatos e etç, é muito legal também. O único ponto negativo é que tudo lá é super faturado! devido à demanda de gente procurando os itens, mas assim, nada que não dê para comprar! É lógico que quem for tem que levar lembrancinhas japonesas. Quando eu morava lá era muito bom! Todos os dias ia dar um passeio nas infinidades de lojinhas legais que tem lá! Ande bastante, conheça alguns mercadinhos na região e restaurantes Japoneses bons, tem muitas lojas também de artigos japoneses que são incríveis, aproveite que já está aí e visite o museu histórico da imigração na S.Joaquim. Recomendo ir com tempo e dinheiro pra bobeiras!
Exibindo 14 opiniões | Total de 91 opiniões
3 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Praça da Liberdade? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: