Oferta

Quer receber ofertas do(a) Pimenta com Cachaça?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores.

Baixe grátis nosso aplicativo e confira as ofertas:

Escolha seu celular:      
Divulgue seu estabelecimento aqui
Saiba como
Dicas rápidas Ver todas as dicas
avaliações recomendadas
Nosso sistema de inteligência artificial recomenda automaticamente as opiniões com maior probabilidade de serem relevantes a você. Ele leva em conta diversos fatores como, por exemplo, a qualidade de texto e fotos, e o histórico de publicações do autor. Apenas as avaliações recomendadas são levadas em conta na avaliação geral do estabelecimento.
   
Selecione uma nota
Localizado na Av do contorno, próximo à trincheira, o que torna um lugar um pouco complicado para estacionar. Ultrapassado este problema, o bar oferece um amplo salão (que pode ficar bem barulhento quando cheio) e comida boa (nada de sensacional, mas satisfatória). As mesas no fundo são na minha opinião as mais agradável para se sentar, principalmente para um almoço calmo no fim de semana.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

via Android

Bar com fácil acesso para ir de carro, ônibus ou taxi. Nao possui estacionamento próprio mas da para estacionar nas adjacências. O bar fica no quintal de uma casa, é bem amplo, o acesso e ruim para cadeirantes pois logo na entrada possui uma enorme escadaria. No quintal tem uma cobertura móvel e árvores, bem gostoso o local. Cerveja gelada, recomendamos costelinha com bolinho fe canjiquinha recheado com queijo uma delicia. Bom para ir com amigos ou casais. Ótimo atendimento. Possui algumas TVs e som ambiente que fica tocando DVDs de algumas bandas.

Já conhecia o Pimenta com Cachaça do primeiro CDB que participaram, adoro a região em que o bar está localizado e a eficiência com a qual os garçons nos atendem por lá.

Estive ontem, 17 de dezembro, no local, para o Happy Hour do Kekanto e foi mais uma experiência agradável e feliz!

A cerveja, Original, custa R$xxx e a Brhama R$xxx, a porção que pedi era a mesma que ofereceram durante o Festival Bar em Bar, especialmente para o grupo pelo preço de R$17,00, normalmente custaria R$34,00. Não está no cardápio oficial da casa!

A localização é boa, fica na Av. do contorno, em frente ao colégio Marconi, no bairro Santo Agostinho, entre Raja Gabaglia e Av. Amazonas.

Destaque para o atendimento do Erick e do Renato, muito simpáticos e prestativos.

A entrada é estreita, uma portinha que dá acesso a um espaço enorme do bar dividido em dois ambientes, um coberto e outro descoberto, mas que tem um teto retrátil que eles fecham em dias de chuva e após as 22H.

Não é permitido fumar no local, exceto pelas áreas previamente determinadas até as 22h tem uma área aberto aos fundos do lado esquerdo atrás dos freezers e do lado direito um fumódromo fechado.

O local ainda oferece uma estrutura excelente para quem quer assistir a jogos, com 3 telões e outros dois televisores, de qualquer lugar da casa você tem visão para eles.

Bar/boteco,bem rústico ,que oferece tudo que é proposto pelo estilo do estabelecimento.Realmente você se instala no quintal da casa,depois de descer uma escadaria extensa ao lado do imóvel, se depara com muitas mesas e cadeiras de madeira em dois níveis, coberto com um teto retrátil,que em dias de noite estrelada ,se abre para um visual incrível.A flora foi preservada nas jabuticabeiras e pés de manacá nos remetendo à infância na casa da vovó.Os tira gostos são bem mineiros como frango ao molho pardo,escondidinho,tropeiro,angu temperado,etc,já tendo participado de" cumida de buteco",acompanhados de uma cerveja geladinha ,caipirinha ou drinks bem elaborados. Ainda oferece telão para assistir aos jogos,eventos,música ao vivo e confraternizações.Bom atendimento.Você também pode pedir uma comidinha gostosa por telefone de quinta à domingo.Ideal para ir em turma.Bons banheiros,rotativo em frente ,livre nas ruas próximas ,táxi e ônibus facilmente.Tudo muito bem acompanhado com uma variedade grande de cachaçinhas.Detalhe pouco mas bom informar:precisando de uma pintura nova e uma limpeza no teto ,me parecendo com infiltração e sujeira.

Não costuma frequentar muito lá , embora o devia. É um ótimo bar tanto na comida , como no ambiente. Os preços sempre foram justos em comparação com diversos bares da região. A única coisa que ficou ruin no bar nos últimos tempos foi a área de fumantes. Fizeram uma cabine transparente onde os fumantes ficam dentro e as pessoas de fora olhando como se eles fossem prisioneiros. è muito desagradável. Fora isso o bar é uma boa pedida.

     Resolvi ir ao cinema antes do buteco e fui ver “Ninguém sabe o duro que dei” que analisa a vida do Simonal e os problemas que ele teve que acabaram, precocemente, com a sua carreira artística. É um bom filme, isento, que mostra os dois lados da moeda. Mas não entrou a fundo para explicar o que o DOPS cobrou ou cobraria do Simonal para prestar serviços ilícitos a ele. E, pra mim, trabalho que se baseia em depoimentos de Chico Anísio e Nelsinho Mota, já começa desacreditado, mas é como assistir a uma aula de História do Brasil e um show ao mesmo tempo.
     Depois fui ao Pimenta com Cachaça que se auto-denomina um Quintal Bar, e é um daqueles muitos bares construídos nos quintais ou garagens das casas; me disseram que o Padre Eustáquio está cheio deles. O negócio normalmente começa pequeno por necessidade financeira da família e, às vezes, se transformam em grandes negócios e bons restaurantes. Vide os exemplos do Quintal na Pampulha e a Maria Turca no Padre Eustáquio.
     Não é o caso do Pimenta com Cachaça que funcionava no Alto Barroca, na Rua Camapuã e em agosto do ano passado mudou-se para o quintal da casa 8699 na Avenida do Contorno, em frente ao Colégio Marconi, no Santo Agostinho, tel 3087-6822, deixando a dona do imóvel continuasse morando na casa.
      A gente entra por um corredor lateral da casa, onde parece que não vai ter nada e aparece o bar no enorme espaço (deve ter umas oitenta mesas) que era o quintal. Neste caso, a família continua morando na casa e fizeram um bom trabalho acústico (revestimento das paredes laterais e do teto) para deixar a dona da casa e os vizinhos dormirem e deixar os freqüentadores conversarem sem precisar gritar, dando ótima qualidade para o próprio bar.
     Gosto muito de bares, mas encabeçaria um abaixo-assinado proibindo a transformação de quintais em bares, especialmente aqueles que tivessem jabuticabeiras e telhados. É de dar dó ver as duas jabuticabeiras existentes lá, violentamente podadas e sem acesso a sol, tendo que conviver diuturnamente (de segunda a segunda) com um monte de gente falando alto.
      Aí veio o Coice de Avestruz: batata ao coice com molho quatro queijos, acompanhado de medalhões de avestruz, creme de taioba e espinafre picante. Tudo muito bom: a carne de avestruz enrolada no bacon frita no ponto exato, espetada por um palito, permite ser comida como em um bar; o palito serve para espetar a batata que está coberta pelo molho.
     Cismei, entretanto, com o tal creme de taioba e espinafre que é servido frio num pequeno recipiente. Perguntei a um garçom, a uma garçonete, a outro garçom e todos disseram que é servido frio assim mesmo. E parecia que estavam falando a verdade porque não estava quase frio não, estava frio, como se não tivesse sido esquentado. Quando confirmei, pela última vez, com o caixa sobre a temperatura do creme, ele confirmou que era frio e me perguntou se eu achava que o molho quente ficaria melhor. Não tinha certeza para dar resposta e disse que deveria experimentar.
     É isto que proponho a vocês: assistam ao filme do Simonal e tentem entender a real ligação dele com o DOPS e vão ao Pimenta com Cachaça avaliar se o creme de taioba com espinafre é melhor frio ou quente (terão que pedir um quente e um frio) e dêem seus palpites.
Foto opinião do Augusto Rodrigues Borges sobre Pimenta com Cachaça

O Pimenta com Cachaça já foi um excelente bar, mas hoje deixa muito a desejar. Mesmo tendo vários petiscos deliciosos, é preciso implorar para ser atendida por algum garçom, além disso a bebida na maioria das vezes está quente.
Outro fato que me preocupa no local é a falta de saída de emergência. É preciso subir uma escada estreita gigante, e em caso de tumulto ou um incêndio não tem pra onde correr.
Tem vários telões para assistir jogo, mas não compensa pelos outros motivos já citados.
Não indico...
Sempre passava na porta e tinha curiosidade para conhecer até que acabei indo.
Fica aos fundos e é inusitado. O atendimento dos garçons é muito bom, bebida gelada e a comida é boa também.
O ambiente é legal para beber e bater papo.

Ponto negativo: Para pagar você tem que ir até o caixa e a mulher que estava no caixa era extremamente mal educada, estava batendo papo no celular e conseguiu ser grosseira para passar o valor e receber. Assim a impressão boa que o lugar tinha passado finalizou de maneira ruim. Mesmo assim, é lugar que vale a pena conhecer.

A primeira vez que fui no Pimenta com cachaça foi em 2010 durante o festival Comida di Buteco, e ele se tornou o meu bar favorito! Os pratos que já experimentei do concurso foram:

2010: PCC é chapa quente: Prime rib suíno, grelhado ao molho agridoce de tamarindo, acompanhado de palitos de jiló crocante e farofa. Até hoje é o meu prato favorito, sempre que vou eu experimento mais uma vez! Nota 10.

2011- UAI!!!: Costelinha suina desossada, semi-defumada, crocante; acompanhada de bolinhos de canjiquinha recheados com queijo minas e molho agridoce picante. Muito saboroso. Nota 9

2012: Di cumê rezano: Dois Frangos de Minas: açafrão da terra e molho pardo, angu especial sobre cama de cubos de queijo minas, creme de oropronóbis com maionese, molho de pimenta e pão. A apresentação foi linda, em uma bandeja imitando uma igrejinha. Gostei, mas achei os pratos dos anos anteriores melhores. Nota 8.

Infelizmente em 2013 eles não participaram do concurso.

O atendimento é bom, porém durante o concurso é uma loucura, mas vale a pena esperar por uma mesa e pelo prato!
Exibindo 14 opiniões | Total de 119 opiniões
4 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Pimenta com Cachaça? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: