Pátio Ivo Rizzo

nota 4.6 de 5 em 3 opiniões
| Rank: 12º de 37 | Ar Livre


Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

O prédio, situado na charmosa esquina das ruas Padre Chagas e Félix da Cunha, foi construído em 1925. Adquirido pela construtora na década de 1970 foi sede da empresa por 20 anos, quando por vontade da Família Rizzo transformou-se em um prédio Tombado de interesse Cultural (Lei Complementar nº 275/92).O nome Pátio Ivo Rizzo vem da iniciativa de abrir o pátio da residência para a comunidade e deixar para as próximas gerações esta marca que até hoje já edificou dezenas de prédios e residências neste bairro, tendo inclusive iniciado o comércio na região na década de 50 com a construção dos Edifícios Trocadero e Roma na Rua Vinte e Quatro de Outubro esquina com a Hilário Ribeiro, assim como apartamentos de alto padrão, onde só na Rua Santo Inácio, uma das mais valorizadas do bairro, a empresa edificou 6 prédios.O grande diferencial é a concepção de um espaço de lazer planejado, que torna agradável e prazerosa a experiência de estar e consumir.Em julho de 2011 inaugurou no Pátio o projeto Bicicletas no Pátio, uma iniciativa da Vivo e da Ivo Rizzo de aluguel de bicicletas para moradores de Porto Alegre. Muita gente bacana compareceu para se exercitar de bike. As bicicletas foram disponibilizadas em caráter de empréstimo, bastando deixar a carteira de identidade ou de motorista enquanto fizesse seu passeio.
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota

O Pátio Ivo Rizzo é o pátio da Padre Chagas. Têm uma casa de chás do mundo inteiro, bem chique, um restaurante fast food de comida mexicana, e várias lojinhas. Mas o legal mesmo são os eventos que eles promovem. Tem eventos de cerveja, feiras de design que abre o espaço para pequenas empresas venderem seus produtos e divulgar a marca.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

O prédio, situado na charmosa esquina das ruas Padre Chagas e Félix da Cunha, foi construído em 1925. Adquirido pela construtora na década de 1970 foi sede da empresa por 20 anos, quando por vontade da Família Rizzo transformou-se em um prédio Tombado de interesse Cultural (Lei Complementar nº 275/92).O nome Pátio Ivo Rizzo vem da iniciativa de abrir o pátio da residência para a comunidade e deixar para as próximas gerações esta marca que até hoje já edificou dezenas de prédios e residências neste bairro, tendo inclusive iniciado o comércio na região na década de 50 com a construção dos Edifícios Trocadero e Roma na Rua Vinte e Quatro de Outubro esquina com a Hilário Ribeiro, assim como apartamentos de alto padrão, onde só na Rua Santo Inácio, uma das mais valorizadas do bairro, a empresa edificou 6 prédios.O grande diferencial é a concepção de um espaço de lazer planejado, que torna agradável e prazerosa a experiência de estar e consumir.Em julho de 2011 inaugurou no Pátio o projeto Bicicletas no Pátio, uma iniciativa da Vivo e da Ivo Rizzo de aluguel de bicicletas para moradores de Porto Alegre. Muita gente bacana compareceu para se exercitar de bike. As bicicletas foram disponibilizadas em caráter de empréstimo, bastando deixar a carteira de identidade ou de motorista enquanto fizesse seu passeio.
Primeira opinião do lugar

Passear pelas ruas de Porto Alegre pode nos revelar refúgios como o Pátio Ivo Rizzo. Tranquilidade e charme reúnem no espaço uma pequena loja, um restaurante, uma casa de chá, e cultura. Em abril o Projeto Arte no Pátio apresenta a obra: Era uma vez um Conto de Fadas Inclusivo de Cristiano Refosco. Uma série de posters que apresenta os 11 livros com textos e ilustrações do autor. Uma releitura de contos clássicos onde os protagonistas são especiais, por exemplo: Branca de Neve é uma menina cega.
Foto opinião do Suziene David sobre Pátio Ivo Rizzo
Você conhece o Pátio Ivo Rizzo? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)