Um dos lugares mais bonitos da Barra Funda. Além de uma área verde, conta com o Museu Geológico, Casa do Caboclo e Aquário dentro do parque. Ótimo para passar uma tarde.

Avaliar
Salvar
Compartilhar
Oferta

Quer receber ofertas do(a) Parque da Água Branca?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores.

Baixe grátis nosso aplicativo e confira as ofertas:

Escolha seu celular:      
Divulgue seu estabelecimento aqui
Saiba como
Dicas rápidas Ver todas as dicas
avaliações recomendadas
Nosso sistema de inteligência artificial recomenda automaticamente as opiniões com maior probabilidade de serem relevantes a você. Ele leva em conta diversos fatores como, por exemplo, a qualidade de texto e fotos, e o histórico de publicações do autor. Apenas as avaliações recomendadas são levadas em conta na avaliação geral do estabelecimento.
   
Selecione uma nota

via Android

Não há pessoas soltando pipa. Não há pessoas andando de bicicleta. Não há pessoas correndo. Não há pessoas fazendo caminhada. Há pessoas jogando bola em um pequeno terreno de terra. Há pessoas namorando.
Por ter muitas árvores altas e juntas, o parque é meio sombrio e um pouco mais escuro em algumas partes. No geral, achei a vegetação do parque bastante natural, já que não tem aquele quê de coisa mexida.
As aves que me diziam existir no parque na verdade são galinhas. Os poucos patos ficam nos cantinhos deles sem incomodar ninguém. Há pombos chatos pelo parque todo também. Pelo fato de esses animais ficarem soltos é comum ver (muitas) fezes no caminho. Não é pelo nojo, mas um pouco pela higiene e preocupação com doenças. Se não há problemas em animais deixarem os dejetos espalhados pelo parque, então qual o problema em humanos cagarem no chão chão do parque?
Achei os funcionários do parque bem pouco profissionais. A grande maioria fica conversando entre si ou não tem uma boa postura diante do público. Vi alguns fumando lá dentro, inclusive, ou então sentados de maneira bem relaxada.
O público que frequenta esse parque me pareceu bastante diferente dos outros que já fui. Eu imaginei que encontraria vários adolescentes e jovens energéticos. O que eu encontrei, na verdade, foram pessoas um pouco mais velhas e idosas (talvez por causa do canto do idoso que existe no parque).
Os pequenos lagos artificiais que existem dentro do parque não condizem com o nome do mesmo: as águas são bem turvinhas. Em um deles os peixes estavam meio que aglomerados em um dos cantos perto da superfície (seria falta de oxigênio na água?).
Enfim, é um parque meio longe de onde eu moro. Pelo que oferece, não voltaria.
Foto opinião do Marcelo Hiroshi Noguti sobre Parque da Água Branca
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Não é o maior, mas é o mais divertido de São Paulo. Um belo parque na cidade, com muitas aves soltas por todo o local e há também tanques de peixes e até estábulos com cavalos e certamente tudo isso garantira a diversão das criancas. Por falar nisso há um pequeno parque de diversões com vários brinquedos adaptados ao tamanho delas e um pequeno local com vários brinquedos Onde todos podem interagir. Além disso vários opções de visitas culturais, oficinas, palestras para todas as idades. Ótimo pra praticar caminhadas. Tem uma exelente feira de orgânicos nos Sabados, e nos finais de semanas sempre rola alguma coisa imteressante por lá. Vale muito uma visita.

O parque fica numa das avenidas principais da Barra Funda, sendo de fácil acesso tanto de carro quanto de metrô. Possui um estacionamento pequeno (70 vagas), mas dá pra estacionar tranquilamente nas ruas ao redor.
Conversando uma das guias do parque, soube que ele era uma fazenda, e que lá existem duas nascentes, uma escondida pela vegetação e outra aberta a visitação monitorada, pois o local que ela se encontra está em área de preservação.
Há muitos bichos soltos no parque: galinhas, galos, patos, marrecos, pavões, gatos e todos vivem bem ambientalizados. É proibido alimentar os animais, porém na administração é possível pegar a ração deles gratuitamente para alimentá-los.
Também há área para piquenique, área para atividades físicas, playgrounds, lagos com carpas e patos, barracas com comidas e bebidas, e uma área rustica, onde as pessoas vendem doces típicos interioranos e algumas duplas “caipiras” tocam suas “modas” sem cobrar nada.
Há também o Aquário para visitação com o preço de R$ 2,00; espaço de leitura; feira de produtos orgânicos as terças, sábados e domingos; trilhas e o museu geológico onde pode-se ver ossos de dinossauros, rochas, fósseis e outros objetos antigos encontrados ou feitos no Brasil e tem entrada gratuita.
O parque conta ainda com programação para todas as idades, infraestrutura e acessibilidades muito boas.
Ótimo para passear sem pressa, fazer um piquenique e conhecer um pouco mais do Brasil.

O Parque da água branca é para quem, em plena metrópole de São Paulo procura algum lugar calmo e aconchegante. Dá para fazer uma boa caminhada, leitura, tem muitos patrimônios tombados com uma arquitetura belíssima. Como eu já trabalhei lá dentro, eu sou meio suspeita para dar minha opinião, pois sou apaixonada por esse lugar e no tempo que fiquei lá, vi também novos projetos para melhorar ainda mais o Parque da Água Branca (pena que muitos não se concretizaram ainda). Nessa época, foi quando o parque que antes fechava as 18h passou a ter iluminação e fechar as 22h, foi quando o aquário foi reformado e quando o Espaço da Leitura ganhou mais livros e uma boa reforma, o parque ganhou também um "acessão São paulo" para as crianças mais carentes e foi o parque com a maior árvore de natal de São Paulo (2010) foram grandes vitórias e momentos inesquecíveis. Lá tem muitas atrações para conhecer com a família, a Arena de Cavalos, para quem tiver interesse pode fazer aulas, O Tattersal, um teatro que também foi reformado na mesma época, com peças de qualidade e pequenas apresentações, tem o belíssimo pergolado, que infelizmente está sem muitos cuidados e muito mais. Lá você pode ter um contato maior com a natureza, devido os animais que ficam soltos pelo parque: Galinhas, pavões, gatos. Os animais são alimentados pelos próprios usuários do parque, que sempre levam comida apropriada. Tem os Patos e gansos que ficam em seus devidos espaços. E para quem for, não pode deixar de conhecer o Aquário, que é muito bonito e tomar um cafézinho na casa do Caboclo e para os idosos, tem muitos entretenimentos, como o espaço do idoso e o Baile da terceira idade (TOP). Sempre tem eventos, música ao vivo, feiras a Feira da Malha e outras atividades para entreter o pessoal. Lógico que ele nem de longe é tão grande e possui tantos eventos como o Ibirapuera, entre outros, mas ele tem seu charme único e eu super recomendo conhecer!

O local é a área verde da região e, por isso, já atrai muitos visitantes. Percebe-se que a estrutura é um pouco rudimentar e realmente o passeio por si só é que vale a pena. O áquario ali existente é bem pequeno e não creio que vale a visita. Os cavalos sempre estão por ali, assim como galos e galinhas soltos por todo o parque. Existe ainda playground, aparelhos de ginástica e vários caminhos para uma caminhada.
Foto opinião do marcelo carvalho machado sobre Parque da Água Branca

Lugar lindo, muito bom para caminhada, andar de bicicleta , patins, paquerar ou mesmo levar as crianças para respirar ar puro, um paraíso em meio ao agito da grande São Paulo, um refugio de paz e tranquilidade para muitos... super recomendo!!!só não tem muitas opções de comida , mas está valendo...faça piquenique, o lugar é ideal

Fui ao parque no fim da tarde à algumas semanas, e gostei muito do lugar, possui uma área com hipismo, possui um mini parque de diversões dentro do parque para crianças, e durante o dia alguns espaços ficam abertos com mostras culturais e históricas.

A arquitetura do lugar toda relembra tempos mais antigos, o que acho bem bacana!

Também reparei em um bom numero de pessoas correndo apesar do horário (19:00h - 20:00).

O parque também tem algumas barracas com lanches e comidinhas e andando pelo parque você vê alguns patos caminhando por lá. rsrs

Compensa uma visitinha!

Apesar de morar perto, nunca tinha ido ao Parque da Água Branca.
Me surpreendi bastante com o parque.
Muito mais legal que o Ibirapuera!
Ele não é tãao verde quanto o Ibirapuera, mas tem espaços muito legais para curtir com a família ou amigos.
Por exemplo, há uma casa de barro perto do laguinho, que oferece pão de queijo e bolo de fubá a preços super em conta.
É um parque mais família do que o Ibirapuera e não há tanto espaço para sentar na grama. Mas o que achei legal é que são vários espaços beem diferentes dentro do parque.
No dia que fui lá, era o final de semana do teatro então vários grupos estavam se apresentando e o dia estava muito bonito!
Ah e se você não gosta de animais, evite! Tem galinha, galo e pato por todo o parque haaha :D
Resumindo, excelente opção para quem mora em Perdizes e região!

Eu cresci nesse parque mas agora adulta vou raramente porque dou preferência a parques onde posso ir com as minhas cachorras (nesse parque não é permitido entrar com animais). Mesmo assim ainda passo por lá de vez em quando e é um parque muito agradável. Tem bastante sombra, lugares para descansar e fazer piquenique, parque infantil além de oferecer várias coisas para a comunidade como cursos, bailes, palestras, feira de orgânicos e exposições. Também tem um número razoável de barracas de comidas.
Embora o Revelando São Paulo não seja mais realizado lá, ainda tem um clima muito grande de festa interiorana e é ponto de encontro de violeiros.
O banheiro não é muito bom mas é razoável.
Um dos chamarizes do parque são os animais soltos, tem galinhas, patos, gansos etc (e muuuitos gatos que as pessoas desovam lá). Por causa deles a gente acaba passando nervoso, pois muitas crianças gostam de persegui-los e os pais, mal-educados, não corrigem os filhos e não impedem. Seria bom se tivesse mais informação sobre esse tipo de comportamento e também mais seguranças no parque que instruíssem os adultos e crianças mal-educados.

via Android

Já acostumada com os demais parques da cidade, não gostei deste.

Um pouco descuidado dos demais.

Muitas barraquinhas de comidas e etc poluindo o parque.

Recomendo apenas para quem tem crianças, devido ao parquinho de diversões na entrada.

Um parque bem relaxante, apesar de pequeno. Ótima opção para a prática de exercícios físicos pela manhã e um lanche com amigos pela trade.
Tem locais com exposições de artes, além de áreas para crianças.

Não é perigoso com outros parques da cidade, bem frequentado, e bem família. aconselho a visita e

O parque fica numa das avenidas principais da Barra Funda, sendo de fácil acesso tanto de carro quanto de metrô. Possui um estacionamento pequeno (70 vagas), mas dá pra estacionar tranquilamente nas ruas ao redor.
Conversando uma das guias do parque, soube que ele era uma fazenda, e que lá existem duas nascentes, uma escondida pela vegetação e outra aberta a visitação monitorada, pois o local que ela se encontra está em área de preservação.
Há muitos bichos soltos no parque: galinhas, galos, patos, marrecos, pavões, gatos e todos vivem bem ambientalizados. É proibido alimentar os animais, porém na administração é possível pegar a ração deles gratuitamente para alimentá-los.
Também há área para piquenique, área para atividades físicas, playgrounds, lagos com carpas e patos, barracas com comidas e bebidas, e uma área rustica, onde as pessoas vendem doces típicos interioranos e algumas duplas “caipiras” tocam suas “modas” sem cobrar nada.
Há também o Aquário para visitação com o preço de R$ 2,00; espaço de leitura; feira de produtos orgânicos as terças, sábados e domingos; trilhas e o museu geológico onde pode-se ver ossos de dinossauros, rochas, fósseis e outros objetos antigos encontrados ou feitos no Brasil e tem entrada gratuita.
O parque conta ainda com programação para todas as idades, infraestrutura e acessibilidades muito boas.
Ótimo para passear sem pressa, fazer um piquenique e conhecer um pouco mais do Brasil.
Foto opinião do Sueli Inês sobre Parque da Água Branca
Unas amigas me llevaron a comer allí un domingo en la mañana, pues ese día funciona una feria de productos orgánicos y sirven opciones sanas para el desayuno: yogurt con granola, café orgánico, jugos, huevos revueltos, té, bolos (pasteles dulces), pizzas y panes integrales, así como pastas (mantecas y quesos). Hay una opción de desayuno que incluye jugo, bebida caliente, pan, bolo y todo tipo de pastas por 22 reales. También está la opción de armar el desayuno a elección. Yo pedí café negro, un bolo, un pan, huevos y jugos. Todo por 16 reales. No es un precio barato, pues hay muchos lugares donde se puede desayunar por menos precios, pero la experiencia resultó muy buena por la calidad de los productos, especialmente el café y el bolo. Entre las distintas opciones que daban para el bolo, yo pedí una cuca, que es un dulce que se come bastante en el sur del país y está hecho con canela, manzana y uvas pasas. Su textura me recordó a un crumble de manzana pero con un fuerte sabor a canela.

Luego del desayuno recorrimos el parque y vimos que había de todo: muchos árboles y plantas tradicionales, plaza de juegos infantiles, animales y una típica casa rural. También tienen una estación de lectura, donde hay muchos libros para niños. Allí los domingos en la tarde funciona un trueque de libros.

El parque también es la sede de la Secretaría de Agricultura del Estado de São Paulo, así que muchas de las edificaciones funcionan como oficinas de los funcionarios.

Eu e meu irmão estávamos passeando pela barra funda, quando encontramos este Parque, de inicio não sabíamos que era um Parque, mas mesmo assim entramos. e ficamos a tarde toda, olhando o pessoal brincar, comendo uns salgadinhos que por sinal muito bom e tomando uma água geladinha. indo mais a frente descobri que era um Parque, mas o Parque da Água Branca. simplesmente me encantei! o melhor Parque da barra funda! sem dúvidas!
Foto opinião do Fernanda Moreira sobre Parque da Água Branca
Primeira opinião do lugar

Mais conhecido como Parque da Água Branca, é um local ótimo para levar as crianças e ter um final de semana agradável.
O prédio já foi uma escola agrária e teve criação de gado de leite, a estrutura onde os animais eram criados ainda está tá.
Atualmente abriga uma série de entidades ligadas ao mundo rural, como associações de raças de cavalos, o sindicato dos veterinários, entre outros.
É ideal para quem curte corrida, caminhada, ou então para passeios com crianças menores. Isso pq o parque é bem tranquilo, uma vez que, bicicletas, patins e animais domésticos são proibidos.
Eles oferecem MUITAS atividades (veja o site www.parqueaguabranca.sp.gov.b) uma que é bem interessante, é a feira orgânicas, ao sabádos, domingos e terças de manhã (7 as 12hr). É possível não só comprar produtos mas também prova-los lá mesmo, pois é servido um café da manhã!
Tem também atividades para idosos, aulas de equitação, exposições, parquinhos, museus....
Vale conhecer.
Exibindo 14 opiniões | Total de 169 opiniões
6 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Parque da Água Branca? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: