Ofner - Pinheiros

nota 3.8 de 5 em 78 opiniões
| Rank: 11º de 982 | Docerias

Fundada em 1952, a Ofner possui 21 lojas espalhadas por São Paulo. A unidade de Pinheiros fica aberta 24 horas e é perfeito para tomar um café na madrugada ou bater um papo com os amigos depois de um belo jantar. Em um ambiente descolado e aconchegante, a casa oferece várias opções de bolos, doces e salgados. Qualquer doce é uma boa escolha.

Divulgue seu estabelecimento aqui
Saiba como
Dicas rápidas Ver todas as dicas
avaliações recomendadas
Nosso sistema de inteligência artificial recomenda automaticamente as opiniões com maior probabilidade de serem relevantes a você. Ele leva em conta diversos fatores como, por exemplo, a qualidade de texto e fotos, e o histórico de publicações do autor. Apenas as avaliações recomendadas são levadas em conta na avaliação geral do estabelecimento.
   
Selecione uma nota
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

via iPhone

Especialista em Docerias com 44 opiniões na categoria

Mais conhecida pelo doces, a segunda parada do 5. Coxinha Tour foi na Ofner! ;) O estabelecimento é bem bonito e espaçoso. Na parte interna é bem iluminado, mas possui uma varanda na frente do estabelecimento que estava pouco iluminada. Digo isso porque nos sentamos nas mesas da varanda e precisei acionar o flash em algumas fotos.

Assim como no primeiro estabelecimento, as coxinhas chegaram rapidamente às mesas, mas não havia quantidade suficiente para todos, então tivemos que dividi-las. A atendente prontamente nos trouxe garfo e faca para dividirmos. O formato era de coxinha mesmo! rs Arredondado de um lado e com biquinho do outro. Estava com uma cara boa! :) A casquinha era levemente crocante, estava mais para macia, o frango estava bem temperado. O problema é que a massa era difícil de engolir, se enroscava na garganta!

A coxinha custa R$ 6,00 e é de tamanho pequeno. Vê-se claramente que o luxo da marca está incluído no preço da coxinha. O salgado servido não vale o preço, melhor comer coxinha em outro lugar. A classificaria em terceiro lugar no ranking do 5. Coxinha Tour.

A segunda parada do Coxinha Tour Edição Zona Oeste foi aqui. E antes mesmo de chegarmos, já havia sido revelado este destino surpresa. Fiquei animadíssima, afinal desde a primeira edição do coxinha tour que participei, há uns 7 meses, uma amiga sempre falava que eu precisava experimentar a coxinha da Ofner, para saber o que é bom.
Acredito que a animação foi geral, pois a Ofner tem uma ótima fama.
Chegamos ao local e nos acomodamos em mesinhas e cadeiras de vime na varanda do restaurante. O ambiente interno da lanchonete também era bonito e bem iluminado.
Alguns minutos depois, as coxinhas estavam servidas e todos prontos para degustar seu quitute.
E lá vamos nós... Primeira mordida e... Que decepção!
A tão famosa coxinha, nem de longe chega a ser a melhor do bairro, quanto mais da cidade.
A massa era macia e leve, mas extremamente fina (um ponto super negativo, para quem gosta de massa grossa). A casquinha estava murcha, parecendo uma borracha, como se tivesse sido requentada no microondas, mas mesmo assim, estava sequinha e não deixou o guardanapo transparente.
O recheio era bom, saboroso, com frango triturado e salsinha. SÓ! Nenhum diferencial, nenhum toque especial, nada.
E para completar a decepção, estava fria.
O atendimento, apesar de não ter sido levado em consideração na minha nota, também não foi bom, pois não apareceu nenhuma garçonete para anotar pedidos de bebidas (e olha que era uma coisa extremamente necessária para conseguir empurrar aquele salgado) e as moças que ficaram no interior da loja, nos olhavam com ar de negação, como se fossemos crianças e estivéssemos fazendo bagunça.
Esperava mais (muito mais) da coxinha da Ofner.
E o valor também é completamente fora da realidade: 6,00 uma coxinha horrível, que não vale o preço.
Não recomendo!

Essa Ofner é uma ótima opção por ser 24h. Quando a gente quer tomar um café com os amigos e já passa das 23h fica difícil achar um lugar legal assim. Ela é boa também para reunião de negócios durante a semana.

Possui algumas vagas para estacionar e é cobrado. Não são muitas e de sábado é quase impossível conseguir parar o carro. O melhor é tentar rodar na região e parar o carro na rua mesmo de fim de semana ou de noite.

A coxinha com catupiry da Ofner faz sucesso. Sempre recomendo o capuccino e adoro os sorvetes também. Difícil ter algo ruim na Ofner.

Sobre o atendimento, prefiro esta mais do que a Ofner da João Cachoeira. Da última vez a moça recomendou outras opções de cafés do cardápio e foi bem atenciosa. Além disso esta unidade é sempre mais apresentável, os banheiros são limpos...

Especialista em Docerias com 15 opiniões na categoria

Participando do Coxinha Tour Zona Oeste, nossa segunda parada foi essa unidade da Ofner que é uma das minhas preferidas, está localizada bem na frente do prédio do Instituto Tomie Ohtake, além do salão interno possui uma gostosa e ampla varanda com vista para a Avenida Pedroso de Morais.
Rapidamente foram servidas as coxinhas, mas infelizmente cada dupla teve que dividir uma coxinha, mas isso não tira o mérito da mesma, que apesar de não estar quente é uma coxinha de tamanho médio, feita com catupiry na massa, recheio farto e bem temperado. Gostei porque a mesma não é oleosa, não é do tipo de coxinha de casquinha crocante, ela é toda "molinha", derrete na boca. Seu preço é um pouco salgado R$ 6,00 para uma iguaria tão simples, neste caso se paga também a marca, mas vale a pena, principalmente aos finais de semana dar uma paradinha lá e degustar a excelente coxinha e demais quitutes do estabelecimento que são muito bons.

Vantagens que só a Ofner só te oferece, ser 24H!
Isso sim é amor!
Lembro que na última vez que eu fui eu sai de lá tipo às 03:00 da matina e o lugar ainda estava super cheio.
Gosto bastante dela pelo espaço, acho ela bem grande e espaçosa! Dá pra ficar bem á vontade sem ouvir as conversas da mesa do lado.

Essa é uma das várias lojas de rua da Ofner, localizada na esquina da Pedroso de Moraes com a Rua dos Coropés, de frente para o Instituto Tomie Ohtake. É uma das unidades que possui atendimento 24 h, juntamente com as do Itaim (Av. Nove de Julho), de Moema (Av. Ibirapuera) e da Alameda Campinas. Possui um ambiente externo bem gostosinho, com algumas plantas e mesinhas – sendo que o número de mesas extrapola um pouquinho a capacidade do ambiente e algumas cadeiras ficam beeem difíceis de entrar! rs!

O estabelecimento foi a segunda parada do V Coxinha Tour. Infelizmente não conseguimos comer uma coxinha inteira cada, o que prejudicou a minha avaliação (afinal, tem coisa mais gostosa que comer aquele biquinho de uma vez só? hehe).

Sempre me disseram que a coxinha da Ofner era muito boa, então acho que fui com as expectativas altas demais. Mesmo assim, é impossível dizer que a coxinha é ruim: tanto a massa quanto o recheio são muito bem temperados, e ela não é oleosa. Ajuda ainda na apresentação do recheio a utilização de algum tempero verdinho, que dá uma “alegrada” na coxinha! Os únicos pontos baixos foram a total falta de crocância e o formato meio tortinho.

Minha nota para a coxinha foi 8, mas se fosse levar em conta o fator custo X benefício, com certeza a nota cairia: afinal, são R$ 6 para uma coxinha que não enche estômago.

Além do salgado, não pude avaliar mais nenhum fator, já que os atendentes nem levaram as coxinhas até as nossas mesas =/

O local é com certeza uma boa opção para um cafezinho ou para comer uma besteirinha após o teatro (já que há um teatro dentro do Instituto Tomie Ohtake), mas eu não o indicaria como uma boa opção de coxinha! ;)

Tinha uma confraternização aqui por perto e como cheguei sedo, resolvi conhecer o que havia pelas redondezas. Logo na esquina da rua encontrei a Ofner. Nunca havia ouvido falar dela. Fiquei supresso com o tamanho do lugar, com charme e capricho. Muito elegante, ambiente amplo, bem iluminado, e com organização harmoniosa.

Depois de admirar o lugar, perguntei para uma das atendentes, onde ficava o banheiro e gentilmente acompanhou-me até a escada e me informou que ficava logo acima. Achei interessante que há alguns “sofazinhos” para esperar, caso haja fila para ir ao banheiro. (fotos). Achei curiosa essa forma de dispor um maior conforto aos clientes.

Nesta are onde se localiza os banheiros há uma janela bem ampla que proporciona vista para a área de baixo, (foto). Muito legal.

Logo na entrada há mesas "ao ar livre", onde é possível ficar exposto ao calorzinho agradável como estava naquela noite. Achei bem aconchegante o local. Optei pelas mezinhas lá de fora. Havia poucos clientes nesta área. Assim que sentei a atendente veio me perguntando o que eu queria, mas eu disse que ainda iria escolher. Ela demorou bastante tempo para voltar. Esperei por um bom tempo, mesmo depois de ter tentando chamar a atenção.

Optei por um Espresso pequeno (R$3,80) com leite e um “Risolis de queijo com ricota” (R$5,00).
O Recheio do é triturado, leve e com sabor discreto. O Espresso também estava muito bom.

Depois de mais uma olhadinha do cardápio, fiquei curioso sobre o Espresso com Run. Escolhi o pequeno (R$6,50) e mais uma coxinha.

A coxinha foi servida antes e tempo depois me foi entregue o Espresso com Run, porém o médio (R$ 9,80) que achei com e quantidade muito grande. Até perguntei se aquele era o pequeno, e ela disse; “Você pediu o pequeno!? ”. Acabei relevando e ficando com aquele mesmo. Foi realmente uma experiência muito boa apreciar este Espresso, porém, como o clima não estava frio, foi trabalhoso tomar toda aquela porção média de Espresso com Run. Fiquei mais quente 3 vezes, pelo clima, pelo café e pelo Run. Rs Mas foi engraçado, viva a curiosidade rs. Para dias de frio Espresso com Run é a combinação perfeita.

Busquei saber mais sobre a Ofner no site, e percebi que há mais de 20 unidades em São Paulo, todas com Wi-Fi e algumas são 24h. Esta unidade de Pinheiro é 24h.

Vá conhecer e se estiver frio prove o Espresso com Run. Há varias pessoas bonitas, algumas fazendo algumas reuniões, muitos com amigos e vários casais. Recomendo muito bem.
Foto opinião do Dener Feliciano sobre Ofner - Pinheiros

Eu amo essa doceria!!!
Em todas as lojas da rede em que já estive o atendimento é impecavel, as meninas bem treinadas e os produtos...uhlala um mais delicioso do que o outro :)
meus favoritos são a coxinha com frango e catupiry, tortinha de morando e bolo de nozes.
Bem servidos, deliciosos e com preço justo em meu ponto de vista.
Muito barulho para muita normalidade. Sim a coxinha era boa, mas nada que você não encontre em qualquer padaria e pagar R$ 6,00 por uma coxinha média com nenhum diferencial master especial eu não pago.
A coxinha, estava bem temperada, a massa chegava estar até meio amarelinha, o frango meio desfiado meio quebrado mas bem soltinho e com uma cor bonita. Mas não estava crocante, parecia até que tinha sido esquentada no microondas, quanto a aparência "modéstia a parte" a minha fica mais bonita, rs e foi servida ali direto no prato sem nenhum guardanapo ou alguma decoração para dar um toque especial..
O local é aconchegante e sofisticado, com certeza voltaria outras vezes, mas apenas para tomar um café e comer um pedaço de bolo, nada de coxinhas!

Segunda parada do Coxinha tour V (The Last Edition) e saímos direto do pequenino Stilus Burguer para a gigante Ofner, se fôssemos fazer uma metáfora geográfica seria como sair da charmosa ilha de Cuba direto para o Poderoso EUA! Ok, chegamos, nos instalamos e lá vieram "las coxitas" , cá entre nós não vieram muito quentinhas, estavam menos oleosas do que as primeiras, mas é compreensível, já que a Ofner, sendo a Ofner não tem, creio eu, pretensões de oferecer uma coxinha com dna botequeiro, mas algo mais gourmet. Pois elas vieram mais franzinas no tamanho e mais robustas no preço do que as da primeira parada, mas estavam como já disse, menos oleosas, estavam com um sabor gostoso, massa e recheio bem temperadinhos e gostosos, a massa também era na linha molinha, nada de crocância. Resumindo: na Ofner a coxinha é gostosa na massa e no recheio, não é crocante é bem macia, o tamanho é médio, o ambiente é bastante confortável e bonito (e você paga por isso) porque a coxinha lá sai pela "bagatela" de R$ 6,00, faz parte do mundo dos negócios, a beleza do ambiente é valor agregado e isso é normal, para quem quer degustar uma coxinha sem pressa, batendo um papo, "numas" de petiscar algo e dar uma relaxada, é uma boa opção.

Diria que a Ofner ganha você pelos olhos. Se olhar a vitrine de salgados, e principalmente dos doces (vide fotos), vai enlouquecer. Tudo muito lindo, colorido, bem feito, bem tudo...se não fosse o precinho (acima da média) e, principalmente, o sabor. É que o negócio é tão bem feito que parece tão bom quanto, mas é...normal.

De salgado, eu pedi uma coxinha porque fizeram a maior propaganda, que era excelente, famosa, blablablá. Tsc, tsc tsc... Achei normal, apenas. Depois experimentei quiche. Diria o mesmo. Os doces são melhores, mas não tão bons quanto o próprio visual.

O atendimento foi super cordial, mas os pedidos demoraram um cadinho. Eu curti mesmoo ambiente: bem iluminado, com um deck externo, aconchegante, lindinho. É 24h, então realmente te salva em qualquer momento de gula súbita.

Foto opinião do Sheila A. sobre Ofner - Pinheiros
Exibindo 14 opiniões | Total de 78 opiniões
Você conhece o Ofner - Pinheiros? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: