Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque
Primeira opinião do lugar

No último fim de semana retornei a Florianópolis, é sempre uma festa visitar aquela cidade que é muito mais do que praias. Entre tantas atrações vou destacar uma: O Museu Vitor Meirelles.
No ano de 1945, Rodrigo Mello Franco de Andrade, criador do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), dedicou-se a implementação do Museu Victor Meirelles na casa onde nasceu o artista. Em 22 de fevereiro de 1946 (exatamente 43 anos após a morte do pintor) o presidente Eurico Gaspar Dutra assinou o decreto que autorizava a aquisição da propriedade para a União. O museu foi inaugurado em 1952, bem no centro de Florianópolis. É um espaço que abriga algumas obras do pintor e promove exposições de artes plásticas. Ao longo do tempo o MVM colecionou um acervo muito importante de obras de outros artistas nacionais.
Victor Meirelles de Lima nasceu em Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, em 18 de agosto de 1832, filho do imigrante português Antônio Meirelles de Lima e da brasileira Maria da Conceição. Faleceu no Rio de Janeiro em 22 de fevereiro de 1903
Pintor, desenhista e professor, começou sua trajetória precocemente, realizando paisagens da cidade. Frequentou a Academia Imperial de Belas Artes, no Rio de Janeiro e aos vinte anos, conquistou o Prêmio Especial de Viagem à Europa. De 1853 a 1861, viveu primeiro na Itália e em seguida na França, onde se dedicou ao estudo e ao trabalho. Foi professor honorário da Academia Imperial de Belas Artes, onde ensinou pintura histórica e professor do Liceu de Artes e Ofícios, no Rio de Janeiro.
Autor de quadros históricos, retratos, panoramas e da mais popular das telas brasileiras, “Primeira Missa no Brasil”, exposta no Salão de Paris em 1861 Hoje, esta obra está no Museu Nacional de Belas Artes (Rio de Janeiro). A primeira missa foi oficializada pelo frade Henrique de Coimbra no dia 26 de abril de 1500, conforme registro na carta de Pero Vaz de Caminha.
Fico espantado ao constatar que esta resenha é a primeira sobre o MVM aqui no Kekanto!
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota
O Museu Victor Meirelles é a antiga casa desse artista, conhecido por pinturas como A primeira missa no Brasil, 1861. Atualmente, o museu encontra-se em reforma por tempo indeterminado pois será restaurado e ampliado. O museu está situado provisoriamente na Rua Rafael Bandeira, perto do Beira Mar Shopping.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.
Primeira opinião do lugar

No último fim de semana retornei a Florianópolis, é sempre uma festa visitar aquela cidade que é muito mais do que praias. Entre tantas atrações vou destacar uma: O Museu Vitor Meirelles.
No ano de 1945, Rodrigo Mello Franco de Andrade, criador do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), dedicou-se a implementação do Museu Victor Meirelles na casa onde nasceu o artista. Em 22 de fevereiro de 1946 (exatamente 43 anos após a morte do pintor) o presidente Eurico Gaspar Dutra assinou o decreto que autorizava a aquisição da propriedade para a União. O museu foi inaugurado em 1952, bem no centro de Florianópolis. É um espaço que abriga algumas obras do pintor e promove exposições de artes plásticas. Ao longo do tempo o MVM colecionou um acervo muito importante de obras de outros artistas nacionais.
Victor Meirelles de Lima nasceu em Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis, em 18 de agosto de 1832, filho do imigrante português Antônio Meirelles de Lima e da brasileira Maria da Conceição. Faleceu no Rio de Janeiro em 22 de fevereiro de 1903
Pintor, desenhista e professor, começou sua trajetória precocemente, realizando paisagens da cidade. Frequentou a Academia Imperial de Belas Artes, no Rio de Janeiro e aos vinte anos, conquistou o Prêmio Especial de Viagem à Europa. De 1853 a 1861, viveu primeiro na Itália e em seguida na França, onde se dedicou ao estudo e ao trabalho. Foi professor honorário da Academia Imperial de Belas Artes, onde ensinou pintura histórica e professor do Liceu de Artes e Ofícios, no Rio de Janeiro.
Autor de quadros históricos, retratos, panoramas e da mais popular das telas brasileiras, “Primeira Missa no Brasil”, exposta no Salão de Paris em 1861 Hoje, esta obra está no Museu Nacional de Belas Artes (Rio de Janeiro). A primeira missa foi oficializada pelo frade Henrique de Coimbra no dia 26 de abril de 1500, conforme registro na carta de Pero Vaz de Caminha.
Fico espantado ao constatar que esta resenha é a primeira sobre o MVM aqui no Kekanto!
Exibindo 5 opiniões | Total de 5 opiniões
10 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Museu Victor Meirelles? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Conteúdo relacionado O que fazer em Florianópolis?
Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: