Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

Nessa casa, houve muitas reuniões dos inconfidentes. Tiradentes morou aqui boa parte da sua vida. Ele serviu o exército em São João del Rei. A casa, infelizmente, estava fechada, pois era carnaval. A casa está muito bem conservada e fica em frente a estátua de Tiradentes. Homenagem que não podia ser diferente.
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota

Eu entrei esperando visitar o porão da casa do Padre Toledo, e conhecer o ambiente onde realmente aconteceu a inconfidência mineira, mas o museu é só a parte de cima da casa, e mostra apenas os objetos do padre, sem entrar em mais detalhes históricos. Achei que dava pra ser explorado melhor. Não iria novamente.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

via iPhone

Este museu está instalado na casa que foi residência do Padre Toledo, inconfidente que era dono de quase toda Tiradentes. Aqui encontram-se em amostra alguns objetos e pinturas da época, que vão variando de tempos em tempos, aplicados em excelentes estruturas expositoras móveis e versáteis, feitas de pedra sabão, vidro e aço, que evitam a danificação do patrimônio.

Mas o melhor da visita é observar a própria construção, seus cômodos, materiais e detalhes, como a senzala e o forro pintado a mão de algumas salas.

A entrada custa R$10 (R$5 a meia) e eles possuem visita guiada.
Teto da sala de jantar
"Teto da sala de jantar"
Primeira opinião do lugar

O museu Padre Toledo está sendo restaurado e será reaberto ao público ainda este ano. Aguardamos ansiosamente por este acontecimento!

Este magnífico solar foi residência do padre Carlos Toledo, participante ativo da Inconfidência Mineira. Nascido em Taubaté, ele foi pároco da Matriz de Santo Antônio (entre 1777 a 1789) que fica muito próximo deste local, e vale também a sua visita.

Seus 14 cômodos possuem interessantíssimas pinturas no forro que também estão sendo restauradas.

Esta casa foi palco da primeira reunião dos inconfidentes, durante as festividades do batizado do filho de Alvarenga Peixoto (também inconfidente) e de sua esposa Bárbara Heliodora. Esta reunião também contou com a presença de Tomaz Antônio Gonzaga (ouvidor de Vila Rica - atual Ouro Preto - primo de Alvarenga) e outros mais.

Devido a este pormenor, a senha, para o dia do início da revolta seria: " - Tal dia é o dia do batizado!".
Infelizmente, esta senha nunca chegou a ser utilizada... Ficou engasgada em nossas gargantas...

Vamos aguardar por mais esta jóia que estará mais linda do que nunca depois de sua reforma! Até lá!
Você conhece o Museu Padre Toledo? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)