Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

Motivos e visitas não faltaram para que eu resenhasse sobre o Mercado Novo todavia, estava no aguarde de um evento especial para comentar em geral sobre o local, principalmente por abrigar, ora resenhado estabelecimento, uma diversidade de estabelecimentos, me limitarei aqui ao "Mercado das Borboletas",espaço cultural para shows e festas diversos, localizado no 3º andar do prédio, onde aconteceu o evento . Este evento veio na forma do Conexão BH - Concurso Kekanto VI em comemoração ao "dia Mundial do Rock". Bom, para começar a falar sobre o local não podemos obstar a qualidade que o mesmo detêm, ou a multiplicidade de "qualidades". O local, que é conhecido e frequentado por diversas "tribos urbanas" (LGBT, Roqueiros, boêmios e demais integrantes da vida noturna) apesar do nome, "Mercado Novo", foi inaugurado em 1963 no governo do então Prefeito de Belo Horizonte, Jorge Carone Filho. Um local totalmente alternativo, underground e que, a primeira vista, pode aparentar um aspecto sujo. No evento do Dia Mundial do Rock os preço não eram muito diferentes dos que são praticados cotidianamente no estabelecimento, um local ALTERNATIVO com preços de ZONA SUL, Um ABSURDO!!! Uma lata de cerveja R$6,00 ou 02 por R$10,00(não estava a venda no ), uma long neck heineken por, ABSURDOS, R$8,00 isso sem mencionar o preço dos petiscos. No geral a dica e para ir, mesmo que somente a passeio, ao local, vale a visita. O preço dos eventos que ocorrem no local fica sempre entre R$10,00 e R$60,00 (nunca tive noticias de valores menores ou maiores que esses) além de contar também com estacionamento próprio e coberto e, se der sorte e houver compatibilidade do horário/evento conseguir estacionar nas imediações.
avaliações recomendadas

Localizado no centro de BH, a estrutura ´lembra o mercado central, porém com menos lojas e parece um pouco abandonado.O primeiro piso tem alguns barzinhos e no segundo piso o forte são as gráficas.O espaço no ultimo piso é dominado Mercado das Borboletas, o lugar é meio estranho, mas acontece varios eventos culturais.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Motivos e visitas não faltaram para que eu resenhasse sobre o Mercado Novo todavia, estava no aguarde de um evento especial para comentar em geral sobre o local, principalmente por abrigar, ora resenhado estabelecimento, uma diversidade de estabelecimentos, me limitarei aqui ao "Mercado das Borboletas",espaço cultural para shows e festas diversos, localizado no 3º andar do prédio, onde aconteceu o evento . Este evento veio na forma do Conexão BH - Concurso Kekanto VI em comemoração ao "dia Mundial do Rock". Bom, para começar a falar sobre o local não podemos obstar a qualidade que o mesmo detêm, ou a multiplicidade de "qualidades". O local, que é conhecido e frequentado por diversas "tribos urbanas" (LGBT, Roqueiros, boêmios e demais integrantes da vida noturna) apesar do nome, "Mercado Novo", foi inaugurado em 1963 no governo do então Prefeito de Belo Horizonte, Jorge Carone Filho. Um local totalmente alternativo, underground e que, a primeira vista, pode aparentar um aspecto sujo. No evento do Dia Mundial do Rock os preço não eram muito diferentes dos que são praticados cotidianamente no estabelecimento, um local ALTERNATIVO com preços de ZONA SUL, Um ABSURDO!!! Uma lata de cerveja R$6,00 ou 02 por R$10,00(não estava a venda no ), uma long neck heineken por, ABSURDOS, R$8,00 isso sem mencionar o preço dos petiscos. No geral a dica e para ir, mesmo que somente a passeio, ao local, vale a visita. O preço dos eventos que ocorrem no local fica sempre entre R$10,00 e R$60,00 (nunca tive noticias de valores menores ou maiores que esses) além de contar também com estacionamento próprio e coberto e, se der sorte e houver compatibilidade do horário/evento conseguir estacionar nas imediações.

via Android

O Mercado Novo fica na av. Olegário Maciel, muito conhecida, no centro de Belo Horizonte.

Diferente do Mercado Central, em relação aos preços principalmente, ele não é tão movimentado quanto o outro mas vale a pena conferir algumas lojas lá!

Pra almoçar, tem a opção do restaurante do Zequinha. Todo mundo conhece ele lá!
Extremamente gentil e atencioso, consegue até lembrar o nome da gente! O filho também trabalha com ele e uma equipe de meninas que fazem tudo com muito cuidado.

O tropeirinho do Zequinha é famoso no Mercado da Olegário Maciel, eu recomendo!

via Android

Se precisar de qualquer produto ou serviço de grafica, nao perca seu tempo, va direto ao Mercado Novo.
Nos Segundo e Terceiro Andares, é uma gráfica ao lado da outra. Pesquise os preços, e pechinche bastante.
No andar terreo tem muitos botecos e restaurantes que fazem a festa dos bebuns.

Ja fui pra la beber 4 da madrugada. FIM DE NOITE.
Os bares do lado de dentro ficam lotados de Boêmios e do pessoal que chegam ao Mercado pra descarregar os produtos dos caminhões. ...


Por pura falta de incetivo é quase um elefante branco no centro de Belo Horizonte, pois lá tem muitas lojas vazias e esta parecendo abandonado. Pois ele surgiu com uma alternativa ao mercado central que já tem todas as suas lojas ocupadas mas ele não decolou..
Já que estamos em pleno ano de Copa e eventos internacionais a Prefeitura e o Governo deveriam fazer um estudo para revitalização do espaço e quem sabe criar um espaço para feiras culturais alternativas com espaço para show. O que já ocorre no local mas de forma amadora.

via iPhone

Na parte externa concentram-se as lojas de embalagens e descartáveis, balas e peças hidráulicas, além de uns bares; entrando você encontra aí sim aquela combinação contígua do que encontra no mercado central. Já no segundo andar concentram-se muitas gráficas e lojas de brindes em sua maioria, além do estacionamento. Já no terceiro andar é onde há o nominado mercado das borboletas, um movimento cultural, tentando valorizar e aproveitar este espaço. Lá existem uns botecos e uns stands onde são expostas variedades, além de um palco, onde rola de quase tudo, previamente agendado, sendo que as pessoas recebem e-mail convidando e a entrada é gratuita!
Primeira opinião do lugar

É Mercado.
É Velho e Novo também.
É no baixo centro.
É rodeado por butecos e lanchonetes.
É de fácil acesso.
É na Olegário Maciel e é na Rio Grande do Sul também.
É lugar de festas.
E festa é no terceiro andar.
É particular e normalmente paga pra entrar.
Tem cerveja, custa em média R$5-6 reais.
Tem comida vegetariana e cone de guacamole com legumes e é gostoso.
Tem estacionamento R$ 10-20
Tem verduras e legumes frescos e vende durante a madrugada.
Tem pão de queijo com linguiça na chapa
Tem cerveja a R$4,50, garrafa no butiquim da lôra, que na verdade nem loira é!
Tem problema se você for sozinho ou a pé.
Tem gente de todo tipo e jeito
Tem tropeiro de café da manhã.
Tem balada GLBT, Trance, Rap e Rock!
Tem tropeiro no café da manhã.
Exibindo 9 opiniões | Total de 9 opiniões
1 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Mercado Novo? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)