Oferta

Quer receber ofertas do(a) Mangai Restaurante ME?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores.

Baixe grátis nosso aplicativo e confira as ofertas:

Escolha seu celular:      
Divulgue seu estabelecimento aqui
Saiba como
Dicas rápidas Ver todas as dicas
avaliações recomendadas
Nosso sistema de inteligência artificial recomenda automaticamente as opiniões com maior probabilidade de serem relevantes a você. Ele leva em conta diversos fatores como, por exemplo, a qualidade de texto e fotos, e o histórico de publicações do autor. Apenas as avaliações recomendadas são levadas em conta na avaliação geral do estabelecimento.
   
Selecione uma nota
O mangai é um dos restaurantes mais tradicionais de João Pessoa. Com uma boa localização, não é um restaurante moderno ou sofisticado. Pelo contrário, tem um ar sertanejo, voltado à tradição, cultura e culinária nordestina, com pratos deliciosos.

O atendimento é muito bom e o ambiente é bastante agradável.

O preço é um pouco alto, mas vale a pena o investimento.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.
O Mangai é um restaurante especializado em comida regional, que fica numa Avenida muito movimentada da cidade, e é o local onde tem maior variedade disso, servindo todas as refeições (do café da manhã ao jantar). Tem uma decoração encantadora e aconchegante, mas sem deixar a cultura do local de lado . O preço é um pouco elevado, mas condiz com o que é oferecido.
Da lista de caipirinhas, a de cajarana sai por R$ 9,90. Há que notar também os doces caseiros: cocada, goiabada e banana em calda passam pela balança e têm preço igual ao do bufê salgado. Outra boa sugestão de sobremesa, a cartola é vendida à parte por R$ 11,20. E, sim, as pencas de banana nas paredes de tijolinho não custam nada. Quem quiser poderá descascar a fruta ali mesmo e comer à maneira do interior, junto com a comida. É o que recomenda a fundadora da marca, Leneide Fernandes Maia. Paraibana de Catolé do Rocha, ela abriu o primeiro Mangai em João Pessoa há mais de vinte anos. Vieram depois esta filial e um terceiro endereço em Brasília.

via iPhone

Ambiente bem legal e bonito... O restaurante conta aparentemente com uma boa variedade de comidas. Digo aparentemente, pois cheguei tarde para conhecer (15:00) e muitos dos pratos estavam no final e não foram repostos, restando bem pouca coisa com aparência legal. Contudo foi um bom almoço. O valor achei excelente. Almoço, água com gás e café por 27,00.
Achei muito bom o estacionamento o que gera tranquilidade.

O Mangai é um restaurante mas é muito mais que isso. Acho que quem vai pra João Pessoa, esse é um dos lugares que não pode deixar de ir.

Fomos um pouco na sorte, não sabíamos de sua fama nem da qualidade. A fila de espera era de 20 minutos, mas quando sentamos para esperar foi mesmo de 10 minutos ou menos.
O restaurante tem um self service MUITO GRANDE, todo tipo de comida e do melhor da comida nordestina.
Os garçons e garçonetes tinham como uniforme fantasia da Maria Bonita e do Lampião, eu adorei!

O ambiente é todo rústico e estilizado, sem falar que é bem grande, cabe bastante pessoas e justificou a fila de espera ser quase zero.

O preço é razoável e bom comparado a SP.
Foto opinião do Débora Tonioli sobre Mangai Restaurante ME

Aqui tem até Feijoada ! Do litoral ao sertão, Carne de Sol com Nata, Baião de Dois, Gororoba, Suvaco de Cobra, Pernil de Bode, Filé de Pescada e Lasanha de Macaxeira estão entre as mais de 70 receitas da gastronomia nordestina oferecidas diariamente no restaurante. Feira de Mangai é um local onde se encontra um pouco de tudo, sobretudo no interior do Nordeste brasileiro. Assim é o restaurante, que recria o ambiente adicionando elementos típicos das casas, dos costumes e gostos nordestinos e ainda uma bodega para venda de bolos, doces e cachaça entre outros produtos regionais. Levado na primeira vez pelo meu amigo Ari, conheci o Mangai em 1993 quando fui morar em João Pessoa e o restaurante era basicamente frequentado pelos pessoenses. Nada melhor para iniciar o dia que o café da manhã de sucos regionais, tapioca, coalhada, pamonha, queijo de coalho assado e pão na brasa. Muitas vezes lá estive com minha filha Mariana, que embalava nas redes enquanto terminávamos a refeição tranquilamente. Me apaixonei imediatamente pelo Arroz de Queijo, a Paçoca de Carne de Sol, Feijão Verde e Banana caramelada, uma mistura perfeita que repito sempre que visito a cidade. O restaurante foi ficando famoso, ponto de referência que se espalhou por Natal e Brasília. Senti mesmo falta foi da Parea, trazendo a tábua de rapadura preta com queijo manteiga e que mostrando a peixeira perguntava: \" Quer com ou sem ignorância ?\" referindo-se ao tamanho do pedaço cortesia oferecido pela casa.

R$ 31,90 o quilo no Buffet Self Service Páscoa com meus filhotes: não tem preço ! ;)
Foto opinião do André Paranhos sobre Mangai Restaurante ME

Se quer degustar as delícias do Nordeste, mas experimentando um pouco de tudo, o Mangai é o lugar!
Num super buffet self service, o cliente encontra os pratos mais variados da culinária nordestina, podendo pagar pelo kilo do buffet todo: R$50,00, ou se quiser comer só sopas, carnes ou sobremesas, os preços ficam mais atrativos ainda.
Além do buffet, o Mangai serve pratos a la carte, desde cafezinho e tapioca, a pratos mais elaborados e sobremesas típicas ou internacionais. Ainda serve sucos deliciosos e, de bebida alcoólica só a cervejinha gelada mesmo.
O ambiente é temático, os garçons se vestem de cangaceiros e, para chamá-los é só bater o sino que fica em cada mesa.
Na hora do pagamento, segure-se para não cair na tentação de levar as poupas de frutas congeladas, pães caseiros doces e licores regionais.
Não deixe de tirar fotos, principalmente, como lampião ou maria bonita!
Conta com estacionamento amplo, gratuito.

via iPhone

Se estiver sozinho, não vá domingo à noite neste restaurante. A comida é boa mas o atendimento é péssimo. O rapaz da porta me perguntou se eu estava sozinho, e questionou se eu queria comer lá mesmo. Depois uma velha me atendeu, resmungando que teria que achar uma mesa para uma pessoa. So volto neste restaurante por causa da comida porque o atendimento é um dos piores!
Este restaurante é parada obrigatória para quem visita João Pessoa. Possui um buffet com mais de 100 opções, entre carnes, saladas, grelhados, grãos, etc. A comida regional tem um destaque no restaurante, tanto no cardápio quanto na decoração.

Além do buffet, também existe um espaço onde são vendidas comidas típicas do Nordeste, como doce de leite, goiabada, pamonha, etc. O arroz de leite é um dos itens que você não pode deixar de colocar no seu prato.

E o melhor do restaurante: não é caro. O preço varia entre 49 e 51 reais por quilo, o que é bem mais barato que muitos self-services de shoppings. Vale a pena conferir.
Foto opinião do Luiz Augusto Ramos sobre Mangai Restaurante ME

via mobile

É muito legal!! Faz você lembrar que realmente você está no Nordeste, com uma decoração bem típica,e garçons a caráter. Tem aquela cachacinha, não vendem cerveja ou destilados,apenas cachaça ou sucos naturais, além do refrigerante e água.
A variedade de comida é enorme, um buffet bem elaborado com comidas típicas, uma delicia. Vale experimentar o famoso sovaco de cobra, cuscuz, e para quem aprecia tem a famosa buchada de bode. Depois ainda tem um excelente buffet de sobremesas, maravilhoso.

Em 1989, na cidade de João Pessoa, Leneide Maia Tavares, Dona Parea como é conhecida, trazia rapadura de sua terra natal, Catolé do Rocha, cidade interiorana da Paraíba, e as vendia em feiras livres em João Pessoa. Verificando que seria possível montar sua própria “bodega”, resolveu conversar com sua mãe, Leopodina, sobre a ideia: – “ Mãe, vou abrir uma bodega pra vender rapadura” – Sua mãe, por sua vez, ficou assustada, “ Não criei minha filha pra ser Mangaieira” – Mangaieira é a pessoa que trabalha no Mangai. Mangai é uma expressão popular, usada em algumas cidades do interior nordestino, para designar uma feira, um lugar onde você encontra de tudo um pouco. Dessa conversa surgiu o nome da bodega de Dona Parea, o Mangai, que logo, contou com o apoio do marido e filhos.
No início, o Mangai era instalado em uma pequena área, tendo uma estrutura arquitetônica que se caracterizava como uma casa de fazenda, dando um ar bucólico e prazeroso. O Mangai começou vendendo, apenas, produtos do sertão como rapadura, queijo de coalho, queijo de manteiga, carne de sol, frutas e verduras. Com o tempo, passou a produzir o queijo de manteiga na própria casa, em dois horários do dia, ensejando a presença de muitos clientes que queriam desfrutar do sabor do queijo natural, fresco e quentinho. A necessidade dos próprios clientes foi fazendo com que o Mangai moldasse sua estratégia.

Algumas vezes, os clientes, ao desfrutarem de um queijo de manteiga saindo da fornalha, diziam: – Mas que delícia de queijo, se tivesse um pãozinh..! e aí, Dona Parea, com toda proatividade que lhe é peculiar chamava: -“Chega menino, dê uma “carrera” e compra ali um real de pão para meu cumpadre”. E logo em seguida, o cliente não satisfeito dizia: – “Mas cumadre Parea, se tivesse um cafezin..! “.

Foi a partir de então que se passou a oferecer a ceia nordestina, no final da tarde, pois se servia, além do queijo feito na hora, a tapioca, a pamonha, a canjica, entre outros poucos itens.

Forçado pelo desejo dos clientes, o Mangai passou a servir, também, a la carte, o café da manhã e almoço regionais, obtendo um grande sucesso. O volume de clientes foi crescendo, nascendo assim, o Mangai Restaurante.

Sempre vou apreciar uma maravilhosa comida nordestina com minha família.
Exibindo 14 opiniões | Total de 112 opiniões
3 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Mangai Restaurante ME? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: