Lions Nightclub

Balada eletrônica que impressiona pelo ambiente luxuoso e vista da cidade
nota 3.6 de 5 em 47 opiniões
| Rank: 31º de 212 | Baladas e Boates
Conheça também Patrocinado
Promova seu negócio no Kekanto e deixe-o em destaque entre milhares de estabelecimentos.
saiba como
Vila do Samba A melhor casa de samba de São Paulo! Vila do Samba A melhor casa de samba de São Paulo!
Divulgue seu estabelecimento aqui
Saiba como
Dicas rápidas Ver todas as dicas
avaliações recomendadas
Nosso sistema de inteligência artificial recomenda automaticamente as opiniões com maior probabilidade de serem relevantes a você. Ele leva em conta diversos fatores como, por exemplo, a qualidade de texto e fotos, e o histórico de publicações do autor. Apenas as avaliações recomendadas são levadas em conta na avaliação geral do estabelecimento.
   
Selecione uma nota
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

via iPhone

A recepção já faz diferença, simpática, respeitosa, você sente que está entrando numa festa de cinema. O cenário também ajuda, com escadaria, adornos dourados em contraste com papéis de parede escuros. Pra completar, uma grandiosa varanda com vista para a cidade. Mas nem tudo é assim tão pomposo. Os drinks são bons. As músicas OK. Ah... O preço não é pra qualquer ocasião.

Sem dúvida um dos melhores lugares para curtir a noite.
Costumava ir muito as terças, que são noites mais calmas, com um som muito bom e um público bem selecionado. Aos sábados a casa é mais animada.

A decoração é certeza o maior destaque a se fazer, animais empalhados 2 ambientes e uma varanda com uma das melhores vistas do centro histórico.


A Lions Nightclub é um ótima opção para os baladeiros de plantão. Com o estilo um pouco mais alternativo, como sua localização já diz, a Lions atrai todos os tipos de publicos. A casa noturna tem decoração simples por fora e maravilhosa por dentro. Tem uma vista linda do centro da cidade do andar de cima. Vale a pena para conhecer e se maravilhar.

Lugar muito agradável e amplo. A varanda é grande e arejada.
As bebidas são bem caras, como em qualquer balada de sao paulo, mas a música é muito boa.
Cada noite tem um dj diferente, entao vale a pena entrar no site e ver quem toca qual dia.
Publico moderninho da noite de sp, então vale uma roupa bem bacana!

Empreendimento da linha de revitalização de lugares depredados da cidade de São Paulo, vide Vegas, z carniceria > augusta
Riviera > consolação
Cine Joia > Liberdade

A Lions é um prédio comercial durante o dia e local de muitas festas durante a noite.
O ambiente é bonito e refinado, temática caça, com 3 ambientes diferentes, um hall com bar e pista principal, cercado de vidro, de modo que você pode ver a rua de dentro da pista. A outra pista é 3D, com efeitos de profundidade entre as colunas do prédio, bem moderna.

A Lions possuí um dos fumódromos mais famosos e queridos da cidade, chegando a ficar mais cheio do que as pistas em algumas ocasiões. O povo pirra na vista, que ao meu ver não é nada demais.

As bebidas são caras, o item mais barato (com álcool) do cardápio é uma Heinekein a 10$, os drinks são bons, na faixa dos 30$

O Staff é ágil e educado e as noites costumam ser muito boas, uma das minhas favoritas é o CIO de quarta-feira, mais vazio e com um dos melhores eletrônicos de sampa.

O sistema de som da casa é um caso especial, com equipamentos que enchem a casa e ao mesmo tempo permitem que você possa conversar sem ficar gritando, tecnologia funcional e quase imperceptível.

Eu sempre achei o local onde fica o Lions Nightclub algo meio europeu, apesar do IML ficar logo em frente. Mas isso não tem nada a ver. O local me lembrou a atmosfera de filmes requintados, e tem uma paisagem também do terraço onde é possível avistar transeuntes subindo a brigadeiro Luis Antonio, enfim, aquela movimentação toda do centrão, tradicional. Também é possível dançar.

As baladas na Lions é uma das melhores baladas da cidade,gente bonita e muita música boa.Frequento sempre e adoro virar a noite.Otimos ambientes,tanto para dançar quanto para conversar.Muito efeitos de luzes que animam a noite.Otimas opções de bebidas e drinks e ainda possui uma bela vista na parte externa

Lions uma das primeiras baladas que conheci em sampa quando cheguei a dois anos e até hoje frenquento, é legal para todos os gostos, ambiente bonito! Acho show aquela vista para Catedral Sé! Melhor dia é Sexta- Feira, kkkk para você que passa a semana trabalhando e procura uma balada boa para ir na sexta vá a Lions, melhores músicas, djs, e ambiente bem frenquentado!

via iPhone

Não gosto muito de lá.
Fui duas vezes nos dias gays, e não curti.
Pista de dança pequena, musica bem ruim, bebidas extremamente caras e o povo que vai lá é muito metido e fica só no carão. Não gostei.
Meus amigos, por outro lado, gostaram. Bom para paquerar.
Meninos, a dica é: vá de camisa xadrez, parece que é o uniforme dos boys que frequentam lá, chega a ser engraçado, todos com o mesmo estilo de look.
A única coisa bacana lá é o fumódromo na varanda/terraço, bem grande e espaçoso, mas ainda assim lota e fica difícil de andar.
Vallet na porta. Banheiros unissex nos dias gays.

O Lions NightClub é uma balada localizada na região central da cidade.

Sempre tive muita vontade de conhecer, visto que a luxuosa casa inaugurou em 2010, com uma proposta bastante interessante, que não sei se funciona até hoje, mas na ocasião ela teria sócios endinheirados, escolhidos a dedo pelos donos, que não precisariam pagar nada pela fidelidade. Os eleitos ganhariam privilégios como os de evitar filas, ter entrada VIP e poder convidar quatro amigos por mês para curtir as mesmas vantagens.

Pra quem não tivesse esse privilégio, o valor da entrada não seria nada barato, porém com consumação.

Não sei se com dois anos após a inauguração, ainda continua assim, com essa de sócios e tudo mais... mas a entrada continua no mesmo esquema: valor consumível.

Ao chegar em frente ao local- um prédio da década de 50- não dava para acreditar que em algum andar existiria uma balada luxuosa ali, ainda mais pelo fato de antes de entrar só te restar observar a fila e os todas outras instalações característicos da região central.

Achei engraçado ter que mostrar o RG duas vezes: quando você entra e após subir dois lances de escadas para fazer o cadastro da sua comanda. Mostrei na entrada e joguei na bolsa em seguida.. e para encontrar o danado de novo? rsrsrs

Ao entrar na casa, me deparei com um lugar lindo e imponente com animais empalhados para todo lado, até mesmo na parte inferior da cabine do DJ! Nada que te incomode, muito ao contrário - faz parte da proposta da casa.... O bar do salão principal está bem no centro, o que é ótimo, pois dessa forma você consegue pegar uma bebida de qualquer parte que você estiver.

Essa área principal acaba sendo dividida pelo bar ao centro, onde numa área fica o Dj e portanto o som mais forte e na outra, os camarotes mais imponentes e o som um pouco mais ameno - se quiser bater papo na balada, prefira essa área.

O destaque fica por conta de uma porta giratória linda à sua direita lá no fundo, que te leva para uma pista com Leds, espelhos - muito bacana!

Assim que entrei observei ao lado direito, lá próximo a porta giratória, um escrito em LED: OPEN!.... Isso é o sinal de que a varanda está aberta!! Tudo bem que a visão que se tem não é não é uma perfeição, afinal a Lions não está tão alta assim... mas é bacanérrimo poder respirar um ar puro após se acabar na pista, observando partes da catedral da Sé e as movimentações noturnas do centro da cidade. Essa varanda está o tempo todo LOTADA!

Tanto a pista de LEDs quanto a varanda possui bares e o som era no mesmo estilo. Na ocasião rolava eletrônico (sábado). Se você curte aquele dance comercial- esqueça! Mas o som eletrônico undergoud é de muita qualidade.

O cardápio, com relação a cervejas, só Heineken e Sol.

A casa lotou demais e com um público bastante variado! Valeu conhecer, eu adorei e me diverti muito, portanto eu recomendo!

*Possui valet!

Conheci a Lions por causa do Kekanto: uma noitada lá foi oferecida à equipe ganhadora das Olimpíadas! (Dá-lhe Wally!) Daí, fomos num sábado aproveitar nosso prêmio =)
Para chegar, foi quase tranquilo. Como antes estávamos no Bar Blá, bastou percorrer toda a extensão da Brigadeiro. Maaas... quem disse que achávamos? O local não possui placa, nome, nada. Como chegamos antes da fila se formar, não havia nada que indicasse a presença de uma balada ali – só umas grades para a fila, do lado de dentro do prédio, que eu dei a sorte de ver (após 2 voltas no quarteirão). Paramos o carro num estacionamento ali na Brigadeiro mesmo (que foi R$ 25, se não me engano) e fomos!
O local possui 3 ambientes: duas pistas (com músicas diferentes, é claro!) e uma varanda, que funciona como fumódromo. Quando se chega, a entrada dá direto na pista principal. O bar fica bem no meio dela, o que achei bem diferente – e muito interessante! No fundo, há alguns sofás em meia-lua para várias pessoas e a cabine do DJ. Os camarotes ficam nessa pista também, e são muito pouco isolados da pista: o degrau para eles é bem baixinho!
Quanto à decoração: o lugar é simplesmente lindo. Todo chique, com destaque para os lustres.
Ganhamos uma garrafa de Absolut (ae!), só precisávamos de algo para misturar com ela – e aí fomos checar os preços. Um suco de laranja sai R$ 10; um energético, R$ 14. Achei bem caro, mas não poderia esperar menos de um lugar em que, para entrar no sábado, mulher paga R$ 60 seco ou R$ 100 consuma, né? ;)
Com um tanto de vodka na cachola, você repara em algumas outras coisas: por exemplo, que o lugar é ligeiramente “antibêbado”. Como não fica no térreo, é necessário subir um andar, pela escada, para chegar lá... e na saída, é claro, é preciso descer! Não é bem a tarefa mais fácil do mundo, dependendo do seu estado! hehe. Além disso, a porta que leva à outra pista é giratória – tipo uma de banco, mas maior. Potencial para desastres!
A segunda pista só abre às 2h da manhã e me pareceu melhor que a primeira. Uma parede é toda de LEDs, deixando o lugar com uma cara bem diferente da pista principal. E as músicas lá tinham uma pegada mais rocker, o que me agrada mais... fiquei lá até cansar!
Só há um banheiro na casa (pelo menos, que eu tenha visto), o que ocasiona filas surreais. Não espere ficar com muita vontade para ir! O que achei bom é que uma funcionária fica o tempo todo lá dentro, checando se está tudo certo!
No fim das contas, o Kekanto possibilitou que eu fosse num lugar que dificilmente conheceria, principalmente por causa do preço. E valeu bem a pena! Valeu, pessoal! \o/

A Lions recebe públicos diferentes a cada dia da semana. Então a primeira coisa que se deve saber é: qual festa vai rolar no dia em que eu quero ir.
De quarta acontece a festa Cio, onde pode-se ouvir 80's, new electronic, old future, disco, house, electro e techno. O público é misto, geralmente pessoal que já passou dos 25 anos.
As quintas, rola a Groovelicious. Hip hop (de qualidade) para público hétero e jovem.
De sexta tem a Ultralions, voltada para o público gls. Acontece no lounge/pista (uma pena não abrirem a pista 3D) e rola pop/house.
Sábado rola a Forward. Eletrônico nas pick ups para público hétero, jovem e "mauricinho".

Agora falando do local: é lindo, você se sente em um clube exclusivo. Tem diversos animais empalhados e a iluminação baixa dá um ar misterioso ao local. A enorme varanda é ponto alto. Espaço aberto onde se pode fumar, conversar, ir aos dois bares e apreciar a vista.
O que decepciona: os minúsculos banheiros, onde tem muita fila quando a casa está cheia; os preços dos drinks (sua comanda vai fácil para os três dígitos se você não se policiar) e a fila do caixa.
Exibindo 14 opiniões | Total de 47 opiniões
3 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Lions Nightclub? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: