Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

O La Peruana vem conquistando cada dia mais clientes fiéis e apaixonados de forma surpreendente. A história de sucesso começou em um food truck, passou por uma campanha bem sucedida em um site de crowfunding, estabeleceu-se em uma casa no bairro Jardim Paulista e no momento segue acumulando os prêmios mais desejados em seu segmento.

A fachada simples na Alameda Campinas 1357, mais parece um teletransporte para os clássicos restaurantes das vilas cheias de histórias no interior do Peru.

As mesas no lado externo (ambiente pet friendly) são um chamado irrecusável para um bate papo descontraído. Na área interna a decoração expõe elementos andinos, artesanatos e até mesmo arte moderna. Um recanto de autenticidade que torna-se ainda mais confortável para quem aproveita a refeição no clássico sofá colorido.

O serviço é descontraído e, até mesmo em momentos de casa cheia, os atendentes foram muito agradáveis, carismáticos e prestativos.

O espaço é pequeno, não deve suportar muito mais do que 50 pessoas, e como a maioria dos bons restaurantes em São Paulo lota fácil, principalmente nos finais de semana. Nossa dica é: Prepare-se com antecedência e chegue bem cedo pois as filas costumam ser enormes.

Mas não se preocupe, esperar por uma mesa é bem divertido já que os clientes ficam no El Balcon, um bar anexo, com o cardápio cheio de opções para abrir o apetite.

A carta de bebidas (como era de se esperar) tem o Pisco como protagonista. A aguardente de uva figura em 8 preparações principais.

Na mesa são servidos como cortesia grão de bico e milho peruano (maiz), torrados e crocantes, além de uma garrafa de água filtrada, um “mimo” delicioso.

O menu é compacto, porém completo, e claro que não poderia faltar o ceviche, prato de lei no Peru que aparece em sete versões no cardápio.

Começamos pelo Ceviche La Peruana, peixe branco fresco do dia, camarão e chicharrón (tipo um torresmo) de lula empanada, acompanhado de quenelle de batata doce cozido na laranja (bolinho bem condimentado). Uma das preparações mais gostosas que experimentamos até hoje. – R$ 37,00 em 05/2018 –

Outra pérola gastronômica é o Tiradito Mar y Tierra, peixe branco marinado no molho de Aji Amarillo com maracujá, geleia de pimentas e quinoa. Um prato muito bem apresentado, colorido, com crocância, uma verdadeira poesia de sabores. – R$ 24,00 em 05/2018 –

Como prato principal pedimos arroz com frutos do mar: Arroz com camarão, lula e mexilhão, preparado na base de aju panka e cerveja. Apesar de ser uma receita relativamente simples, aqui no La Peruana os sabores são realçados de uma forma especial pela chef. – R$ 38,00 em 05/2018 –

Mas a menção honrosa ficou mesmo para o Pulpo Parrillero, polvo na brasa com gremolata de alcaparras, salsinha e raspas de limão, acompanhado por batatas assadas, cogumelos e vegetais. O polvo estava no ponto, com um acompanhamento elegante, bem preparado e muito gostoso. – R$ 58,00 em 05/2018 –

As sobremesas seguem a mesma viagem autêntica de sabores dos pratos anteriores. Provamos e aprovamos o suspiro Limeño, creme de leite condensado e gemas, coberto por merengue e vinho do porto. – R$ 18,00 em 05/2018 –

E ficamos encantados com a deliciosa tres leches, leite condensado, evaporado e batido, sobre um bolo macio, com cobertura de merengue e morango. – R$ 17,00 em 05/2018 –

O La Peruana cevicheria vale muitas visitas para que se possa explorar com calma as diversas receitas e sua gama de sabores. Este restaurante talvez seja o que tenha o ambiente mais despretensioso dentre os apontados pelo Guia Michelin e é aí que está o ponto forte da casa: Boa comida e preço justo em um espaço que abriga todo tipo de cliente. Tenho certeza que ainda vamos ouvir falar muito da chef Marisabel Woodman.
avaliações recomendadas

O La Peruana vem conquistando cada dia mais clientes fiéis e apaixonados de forma surpreendente. A história de sucesso começou em um food truck, passou por uma campanha bem sucedida em um site de crowfunding, estabeleceu-se em uma casa no bairro Jardim Paulista e no momento segue acumulando os prêmios mais desejados em seu segmento.

A fachada simples na Alameda Campinas 1357, mais parece um teletransporte para os clássicos restaurantes das vilas cheias de histórias no interior do Peru.

As mesas no lado externo (ambiente pet friendly) são um chamado irrecusável para um bate papo descontraído. Na área interna a decoração expõe elementos andinos, artesanatos e até mesmo arte moderna. Um recanto de autenticidade que torna-se ainda mais confortável para quem aproveita a refeição no clássico sofá colorido.

O serviço é descontraído e, até mesmo em momentos de casa cheia, os atendentes foram muito agradáveis, carismáticos e prestativos.

O espaço é pequeno, não deve suportar muito mais do que 50 pessoas, e como a maioria dos bons restaurantes em São Paulo lota fácil, principalmente nos finais de semana. Nossa dica é: Prepare-se com antecedência e chegue bem cedo pois as filas costumam ser enormes.

Mas não se preocupe, esperar por uma mesa é bem divertido já que os clientes ficam no El Balcon, um bar anexo, com o cardápio cheio de opções para abrir o apetite.

A carta de bebidas (como era de se esperar) tem o Pisco como protagonista. A aguardente de uva figura em 8 preparações principais.

Na mesa são servidos como cortesia grão de bico e milho peruano (maiz), torrados e crocantes, além de uma garrafa de água filtrada, um “mimo” delicioso.

O menu é compacto, porém completo, e claro que não poderia faltar o ceviche, prato de lei no Peru que aparece em sete versões no cardápio.

Começamos pelo Ceviche La Peruana, peixe branco fresco do dia, camarão e chicharrón (tipo um torresmo) de lula empanada, acompanhado de quenelle de batata doce cozido na laranja (bolinho bem condimentado). Uma das preparações mais gostosas que experimentamos até hoje. – R$ 37,00 em 05/2018 –

Outra pérola gastronômica é o Tiradito Mar y Tierra, peixe branco marinado no molho de Aji Amarillo com maracujá, geleia de pimentas e quinoa. Um prato muito bem apresentado, colorido, com crocância, uma verdadeira poesia de sabores. – R$ 24,00 em 05/2018 –

Como prato principal pedimos arroz com frutos do mar: Arroz com camarão, lula e mexilhão, preparado na base de aju panka e cerveja. Apesar de ser uma receita relativamente simples, aqui no La Peruana os sabores são realçados de uma forma especial pela chef. – R$ 38,00 em 05/2018 –

Mas a menção honrosa ficou mesmo para o Pulpo Parrillero, polvo na brasa com gremolata de alcaparras, salsinha e raspas de limão, acompanhado por batatas assadas, cogumelos e vegetais. O polvo estava no ponto, com um acompanhamento elegante, bem preparado e muito gostoso. – R$ 58,00 em 05/2018 –

As sobremesas seguem a mesma viagem autêntica de sabores dos pratos anteriores. Provamos e aprovamos o suspiro Limeño, creme de leite condensado e gemas, coberto por merengue e vinho do porto. – R$ 18,00 em 05/2018 –

E ficamos encantados com a deliciosa tres leches, leite condensado, evaporado e batido, sobre um bolo macio, com cobertura de merengue e morango. – R$ 17,00 em 05/2018 –

O La Peruana cevicheria vale muitas visitas para que se possa explorar com calma as diversas receitas e sua gama de sabores. Este restaurante talvez seja o que tenha o ambiente mais despretensioso dentre os apontados pelo Guia Michelin e é aí que está o ponto forte da casa: Boa comida e preço justo em um espaço que abriga todo tipo de cliente. Tenho certeza que ainda vamos ouvir falar muito da chef Marisabel Woodman.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Ótima opção para quem curte um drink com pisco e saborear ceviches e outros pratos clássicos peruanos. O ambiente é agradável, ainda com apoio de um "balcão" bem próximo enquanto aguarda por uma mesa livre que costuma ser bem disputada. O cardápio tanto de bebidas como de comidas é vasto e criativo, com qualidade e frescor. Vale bem uma visita ainda com ótimo custo-benefício.

Hoje dia de jantar comida peruana, porque a casa está tão bagunçada que o iFood vai servir muito bem hoje. Como se trata de delivery, a apresentação não é lá grandes coisas, a parte boa, é que vem tudo bem separada pra poder temperar em casa sem muito erro, o que agrada bastante deixar isso como o cliente quer. Na degustação, comecei pelo ceviche, que considerei como o principal do prato. O prato vem bem geladinho e agrada bem por isso, o peixe veio bem consistente e saboroso, mas acho que a parte realmente saborosa acabou aqui. O molho que acompanha é bem ácido, mesmo que tenha uma coloração bem bonita e atraente, parece um pouco um vinagre turbinado, o que até tempera bem o peixe, mas com os acompanhamentos pode tornar tudo um pouco enjoativo ou forte demais. A combinação de sabores é algo um pouco estranha, parece que os sabores não casam e parece haver uma separação entre molho e acompanhamentos e o peixe, algo não muito bom na degustação, apesar de serem bem diferentes. A causa de galinha parece um bolo gelado num potinho, a cobertura de maionese com frango até é bem bonita ainda mais com o molho Huancaina, que é de um amarelo bem dourado, lembrando um pouco gemas bem frescas, e que realmente chama muito a atenção. O sabor é uma outra mistura bem interessante. A maionese de frango é bem saborosa e não pende nem para o frango ou pra maionese, realmente é uma mistura homogênea sem muito tempero. O recheio é de tomates maduros bem picados, como é um sabor mais neutro, acaba sendo bastante sobreposto pelos outros ingredientes, é um ingrediente bem bonito, mas superficial demais. A pasta base de batata, com pimenta e limão é uma mistureba até visualmente interessante, uma pasta um tanto grossa e de degustação interessante, mas o sabor também não chega a ser algo a se destacar, o sabor da batata é bem forte, mas a acidez e o apimentado parece não casar bem com a batata, o que deixam sabores separados e não muito agradáveis. Ainda veio um potinho com creme batata doce frio e outro com feios de batata doce frita, que são bem simples e não tem muito o que falar. No geral, são pratos bem interessantes, com sabores bem diferentes e que saem bastante de culinárias mais comuns, mas esses sabores parecem não casarem muito bem, deixando uma certa falta de sintonia no ar, tornando os pratos que eram interessantes demais e algo que é um tanto difícil de degustar.

#jantar #comida #restaurante #cevicheria #ceviche #classico #peixe #marinado #limao #coentro #pimenta #CebolaRoxa #MilhoVerde #CanchaSerrana #BatataDoce #laranja #CausaDeGalinha #AjiAmarillo #emulsao #espinafre #FrangoDesfiado #ovo #maionese #tomate #MolhoHuacaina #LaPeruana #XinGourmet

Combo Ceviche Clássico (140g de peixe marinado no limão, coentro, pimenta, cebola roxa, leche de tigre. Acompanhado de milho verde e cancha serrana e rodelas de batata doce cozida na laranja) + Causa de Galinha (batata amassada e fria temperada com limão, Aji Amarillo e emulsão de espinafre. Frango desfiado, ovo, maionese, tomate, fios crocantes de batata doce e molho huacaína) - R$33
Foto opinião do Otavio Wong sobre La Peruana Cevicheria

Estive no Peru e posso dizer: Esse restaurante serve o melhor ceviche. Melhor que a do próprio Peru. Lá no Peru, o ceviche veio muito salgado. Esse é perfeito para o paladar do brasileiro, que já tiramos o sal da mesa. Ceviche maravilhoso. Pedi o tropical. Veio com pedaços de mangas. Pedi Chicha Morada, estava com saudade. De sobremesa, pedi o chocolate com calda de fruta e estava divino. Recomendo muito esse lugar fixo agora, pois antes era food truck. EXCELENTE.

via Android

1. Pedi uma entrada esperei cerca de 40 min. e nada, Chamei o gerente que até foi atencioso porém descobri que o pedido ainda nem tinha chegado à cozinha.
2. Quando chegou logo vi que não é tão bem quanto se imagina e espera.
3. Pelo conjunto da obra achei super caro.
4. Minha conta veio coisas que não pedi tive que reconferir toda a nota e esperar, esperar e esperar que eles fizesem a nota com a consumação correta. Depois desse almoço trágico não pretendo voltar.

Como una peruana, tengo que decir que este restaurán mató la saudade que tenía del Perú. El único restaurán que probé desde ahora que tenía más que sólo ceviche en el menú - causa, ají de gallina, arroz con mariscos son otras opciones que valen la pena probar. Todo muy rico, especialmente el pisco sour de maracuyá - divina! De postre recomendo tres leches, no va a arrepentir! Si quieres conocer un poco del Perú dentro de São Paulo, de sí o sí tienes que visitar a La Peruana.

via iPhone

Pedimos o ceviche la peruana e o lomo saltado.
O ceviche veio com peixe, camarão e lula empanada e frita. Achei um pouco salgado, mas mesmo assim estava saboroso. 27 reais.
O lomo, uma carne bovina grelhada, bem saborosa, acompanha arroz e batata frita, por 34 reais.
De sobremesa, o tres leches, que nada mais é um bolo molhado com leite e por cima chantilly decorado com fatias de morango e uma folha de hortelã.
Água na garrafa é cortesia da casa.

via Android

Ambiente aconchegante e agradável para ir a dois ou com amigos
Fui matar Saudade do ceviche misto que havia comido no Chile ,estava muito muito próximo e rico no sabor , recomendo um drink chamado Amor serrano. Ser for prato quente estava saboroso o Arroz com frutos do mar , mas o cafezinho expresso achei muito caro
Mas não me informei sobre o grão .
Você conhece o La Peruana Cevicheria? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)