Instituto Tomie Ohtake

nota 4.1 de 5 em 84 opiniões
| Rank: 10º de 83 | Museus


Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

via iPhone

Aproveitei a noite de terça-feira livre para ir ao Instituto Tomie Ohtake, conferir a exposição sobre a vida e obra de Frida Kahlo e outras importantes mulheres do surrealismo.
Cheguei próximo às 19h, último horário para entrar. Era só se aproximar da bilheteria que eles já entregavam seus ingressos gratuitos.
Ao entrar, é possível ver dois andares. No segundo, está a exposição. Antes de conhecer, é preciso guardar bolsas ou mochilas em um chapelaria após as escadas. Tudo gratuito e cuidadoso. Te entregam uma chave com um número para você pegar suas coisas no final.
Há dois espaços grandes, um de cada lado, com as obras. No meio, há um espaço que parece um cubo, onde transmitem um documentário sobre a vida da artista.

Além de Frida, há obras de Kati Horna, Alice Rahon, Maria Izquierdo, Remedios Varo, Leonora Carrington, entre outras artistas que representam o surrealismo no México, ou foram influenciadas por tal. A exposição é linda. Há alguns modelos das roupas que Kahlo usava também. Além há cartas, reportagens e gravuras. As obras refletem sua personalidade e contam sua história.
Havia uma monitora, que visitou todos os espaços, contando sobre cada uma das peças, das autoras e a conexão entre elas. Você pode se juntar ao grupo e ir ouvindo as histórias, ou admirar tudo por conta própria. Ela abre para questões do público também e é bem dinâmica durante o tour. Uma aula e tanto sobre arte!

Há muitos seguranças, para evitar que ultrapassem os limites de aproximação dos quadros.
No segundo andar visualizei uma lanchonete, que já estava fechada quando saí. Há também banheiros no segundo andar. Nos outros dias da semana, a entrada é R$10 inteira e R$5 meia. O Instituto vem recebendo importantes exposições nos últimos tempos e ganhou mais popularidade, o que gera grandes filas em alguns dias. Acredito que durante a semana o movimento seja menor, então se puder ir nesses dias, melhor. Recomendo e sem dúvidas, irei voltar ainda nessa exposição.
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Com ótima localização, o Instituto é exemplo em organização, bom atendimento (funcionários e seguranças) e cultura. Sempre tem exposições gratuitas e uma paga simultaneamente, o que mostra sua vocação social na propagação da cultura. Estando em São Paulo, não deixe de conhecer, vale a pena, pois só a arquitetura do prédio já é motivo para sua visita!

Sempre com ótimas exposições, o Instituto Tomie Othake é uma visita obrigatória, não só para turistas como para quem vive na capital.
Fomos neste domingo pela manhã ver a exposição com fotografias sobre o café tiradas pelo renomado fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado. Disseram que as exposições eram grátis o que foi uma grata surpresa, assim como o local estar com poucas pessoas e sem filas.
Foto opinião do Bruno Cruz sobre Instituto Tomie Ohtake

Gostei! O Espaço é bem estruturado, organizado e com exposições maravilhosas. A última que vi foi a de Frida Kahlo, excelente. Acho que deve ser um local para incluir ao visitar a cidade. Dependendo da exposição, fique atento com o horário. A fila formada do lado de fora não possui coberta, por isso tanto na chuva quanto no sol, ficará exposto.

O Instituto procura focar suas exposições dentro do período de atuação de Tomie Ohtake, ou seja, arte contemporânea com mostras nacionais e internacionais de artes plásticas, arquitetura e design. O prédio ocupa dois pisos, com 7 salas de exposição, um setor educativo com ateliês, salas para palestras e setor de documentação. O piso térreo é integrado a um grande hall onde funcionam restaurante Santinho, livraria Gaudi e loja de objetos. Para conhecer a estrutura do prédio e observar a arquitetura o melhor é uma visita em dia que não tenha exposição de grandes artistas. Consulte o site para saber as exposições itinerantes. Entrada gratuita para exposições fixas, e com preços variáveis para exposições especiais, possui elevadores para acesso aos visitantes com mobilidade reduzida. Como chegar metrô - A 800m do Metrô Faria Lima pela Linha Amarela. Estacionamento Estapar de Terça a domingo das 10h às 20h, valet de terça a sexta-feira das 10h às 20h. Valor até uma hora R$18 - demais horas R$6.
Orbis Tertius
"Orbis Tertius"

O Tomie Ohtake trás sempre grandes nomes da arte mundial para São Paulo. Tive duas experiências muito positivas no instituto visitando a exposição "Obsessão Infinita" da Yayoi Kusama e na exposição "Salvador Dali", a expográfia das duas permitia uma compreensão lógica do trabalho do artista e do artista em si excelente, destaco a "Obsessão Infinita" e seus espaços que intensificavam o infinito e a interação com o trabalho da autora através de uma dinâmica.
Porém a exposição "Frida Kahlo - Conexão entre as mulheres surrealista do México" não repetiu o mesmo feito, não seguia uma lógica muito linear e a conexão da Frida com as demais artistas não foi bem trabalhada, valeu a pena a visita para ter contato com obras d Kahlo e conhecer outras autoras latinas, mas faltou um pouco mais de cuidado na montagem e atenção ao título da exposição.
Não conheço o teatro do Instituto.
Detalhe da Exposição
"Detalhe da Exposição "Frida Kahlo - Conexão entre as mulheres surrealista do México""

via Android

O Instituto Tomie Ohtake, é o lugar para quem gosta de arte, arquitetura e história! Para quem deseja visitar qualquer exposição no Instituto Tomie Ohtake, deve chegar com pelo menos de 2 a 3 horas de antecedência, pois as filas costumam ser gigantescas! Não é exagero! Ao longo do trajeto há uma área de lazer infantil (saída metrô Faria Lima) e a Paróquia de São João (esquina). Não se assuste com a fila, pois costumam ser para quem já possuir ingresso, então vá direto ao ponto, corra até a bilheteria e garanta o seu! Depois é só ter paciência e aproveitar! O público costuma ser bem variado, portanto vá despojado, nada de formalidades para se sentir bem 😉  Dicas: 1. Se a exposição tiver uma longa temporada, visite-a entre a segunda 2/3a semana inicial/término para garantir sua chance e vá com tempo de sobra, não adianta se apressar; 2.Tente ir acompanhado, pelo menos de um livro; 3. Água é indispensável, leve a sua ou compre dos “ambulantes” (mínimo $3,50/cada) dependendo do vendedor. 4. Visite o site www.institutotomieohtake.org.br antes de chegar ao local para ver os horários e datas disponíveis, as terças costumam ser entrada free! Boa sorte 🍀 Exposição Frida - conexões sobre mulheres surrealistas no México até 10 de janeiro de 2016. Corra!

Obs: Terça apesar de free, tem seus contras... Filas mais que gigantes e quedas de energia, no qual um dos seguranças afirmou ser "normal" -1 estrelinha. Contudo, é a boa opção de lazer e conhecimento!

Visitei duas exposições no instituto Tomie Ohtake. Nas duas vezes que fui não estava muito lotado porque as exposições tem controle de entrada de pessoas por horário. Assim da pra aproveitar bem sem ter que se preocupar em esbarrar em outras pessoas.

Além das exposições principais, há também outras exposições pequenas que achei muito interessante. Caso você fique com fome, há um restaurante no piso inferior, mas prepare o bolso caso decida comer lá. Também tem uma loja de presentes no piso inferior que sempre vende coisas relacionas às exposições em cartaz
Eu não conhecia Instituto Tomie Ohtake, fiquei conhecendo por causa da exposição "Frida Kahlo - conexões entre mulheres surrealistas no México". Gostei muito do lugar, um espaço bem legal e agradável, com um restaurante também.
Percebi que o Instituto Tomie Ohtake sempre recebe muitas exposições, recomendo ao visitar a cidade de são paulo.
Foto opinião do Igor Leonardo Pereira da Silva sobre Instituto Tomie Ohtake

O Instituto Tomie Ohtake é uma das melhores opções para os finais de semana em São Paulo.
Ele fica na Coropés, próximo a Pedroso. Possui estacionamento próprio, mas vale a pena passar umas duas três quadras e tentar parar na rua mesmo.
As melhores exposições da cidade passam por lá. Fui conhecer o espaço na exposição da Frida Kahlo e gostei da estrutura. Peguei bastante fila e um pouco de chuva pois a área de fila não é coberta. Mas mesmo assim achei que estava tudo bem organizado.
Staff super atencioso e preços baixos nas exposições.
Resumindo, ótimo programa cultural!
Exibindo 14 opiniões | Total de 84 opiniões
4 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Instituto Tomie Ohtake? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: