Mais na região Como chegar

Endereço: Rua Chavantes, 636, Vila Assunção - Porto Alegre , RS - Brasil - 91900-030

Telefone: (51) 3222-0098

Preço: $$$$  (De R$51 até R$100)

Avaliar
Salvar
Compartilhar


Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

Fato 1, a cozinha brasileira está na moda. Fato 2, a gente tá adorando descobrir mais e mais frutas, ingredientes e temperos a cada dia. Fato 3, o Iaiá Bistrô chegou pra ficar.Daniela Craidy é a simpática e atenciosa proprietária que passa de mesa em mesa conversando com os clientes e contando um pouco de sua história para os curiosos como eu. Fiquei sabendo que ela foi uma das fundadoras do saudoso Sanduíche Voador.

Agora em novo endereço, nome e conceito, mostra que o pedigree da família segue intacto.Situado na Zona Sul de Porto Alegre, tem flores, objetos pra lá de brasileiros e um bom atendimento que te ajuda a decidir entre as tentações do cardápio.Antes mesmo dos pratos virem à mesa, um trio de pimentas se apresenta. A leve geléia de pimenta, a média vinagrete e a forte pimenta malagueta. Fiquei na primeira e não me arrependi.

Aproveitando os ares de fim de verão, tomamos um Les Bateaux Sirah Rosé, enquanto destrinchávamos o menu. Começamos pelos acarajés, tipicamente baianos, com vatapá e caruru.A Sâmia titubeou um pouco entre as opções, mas ficou louca pela sugestão do dia (que muda sempre).

Era um Tamboril na manteiga negra, acompanhado de arroz negro com pimenta biquinho e palmito pupunha. Combinação incrível e um misto de cores vibrante no prato.De cara, eu já decidi que vou voltar lá muitas vezes para provar de tudo do cardápio. Coisas como o fettucine Nero de frutos do mar, a moqueca de siri, a galinhada com pequí e a moranguinha recheada com charque. Pode anotar aí, vou provar todos e mais um pouco. Pra começar, provei um prato típico de Belém do Pará, o pato com tucupi, acompanhado de arroz com castanhas e espinafre.

Melhor ainda é que vinha um potinho com tucupi para ir regando o pato e o arroz. Delícia!O lugar já tinha nos conquistado. Nem precisa de mais, but…Sobremesas brasileiras cruzaram o nosso caminho. A Sâmia titubeou novamente. Ficou tentada pela canjica de milho doce caramelada, mas se entregou pra um suflê de chocolate.Ah, desculpa, eu disse “um” suflê de chocolate. Este é “o” suflê de chocolate. Uma coisa de louco. Quentinho, cheiroso, bonito…Eu resolvi fazer uma homenagem ao meu amigo Rodrigo Cambará, que me ensinou a gostar de tapioca. Provei a tapioca com doce de leite.

No entanto, dei um toque diferente, pedindo pra acrescentar uma bola de sorvete de baunilha com amêndoas. Aquele mesmo que a gente comida lá no Sanduíche Voador. Coisa boa…Tomando um belo vinho, a conta ficou na casa dos 100 reais por pessoa. Poderia ser bem menor, mas como economizar com tantas maravilhas brasileiras. Paguei com gosto e já estou esperando a próxima viagem pelo Iaiá.
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Fui uma vez no Iaiá só para matar a curiosidade. O ambiente é lindo, muito simples mas bem decorado. A dona nos recebeu e logo que disse que queria degustar uns acarajés, enviou o garçom nos atender. O preço não é barato então pedi minis acarajés com vatapá e pimenta. Comi bem mas faltou o camarão seco, falha fatal já que amo o acarajé completo! Era inverno e esqueci minha echarpe na cadeira, eles foram super atenciosos e guardaram ela até a semana seguinte, quando fui buscar. Caso alguém quiser ir, recomendo experimentar outros pratos só para saber e degustar.

Fui comemorar 2 anos de namoro no Iaiá.
Nosso amigo é cheff do restaurante e sempre nos fala maravilhas da comida (irônico até).
Chegamos ao lugar e logo adorei. Achei bem decoradinho. Bem moderno e aconchegante.
O cardápio é muito variado, tem até um risoto com pequi(típico do meu MT).
Pedimos um filé alto na manteiga de garrafa e uma salada de mix de folhas verdes.
Não sei quanto meu namorado pagou, mas comemos muito bem , o tempero é MARAVILHOSO. Aquele temperinho adocicado que dá vontade de comer mais e mais,.

Quando viajo sempre procuro saber qual a comida mais tradicional da cidade, do estado. Adoro comidinhas de outras regiões do Brasil.
Assim fui parar no Iaiá Bistrô. Sem sair de Porto Alegre.
A casa oferece um cardápio bem brasileiro, dando ênfase a culinária do Nordeste do país.
Um pãozinho muito fininho e crocante acompanhou a entrada escolhida - o divino ceviche,
Como sempre a escolha foi difícil. Eu gosto de tudo, como de tudo, tudo me apetece. Quando isso acontece o melhor é pedir logo o vinho.
A escolha foi o Bobó de Camarão.
O Bobó vem acompanhado de arroz branco, quiabo refogado e farofa de banana (para meu deleite).
Tudo servido em panelinhas de barro.
Após saborear um almoço maravilhoso, bem devagarinho, sem pressa como um lindo dia de Domingo pede, ficamos batendo papo e apreciando um bom vinho, curtindo o visual de uma rua tranquila na Zona Sul de Porto Alegre.
Papo vai, papo vem e a querida Chef Daniela Craidy me conta que era uma das fundadoras do saudoso Sanduíche Voador. E mais... o sorvete de creme que tanto fazia sucesso por lá, é sucesso no Iaiá também.
Mas como encará-lo depois de um bobó?
Não pude negar - Sorvete de creme (ele, o próprio) com calda de frutas vermelhas.
Moqueca Capixaba, Filé de Pirarucu, Vatapá, Galinhada com Pequi, Pato ao Tucupi, tem muita coisa boa no Iaiá!

Fato 1, a cozinha brasileira está na moda. Fato 2, a gente tá adorando descobrir mais e mais frutas, ingredientes e temperos a cada dia. Fato 3, o Iaiá Bistrô chegou pra ficar.Daniela Craidy é a simpática e atenciosa proprietária que passa de mesa em mesa conversando com os clientes e contando um pouco de sua história para os curiosos como eu. Fiquei sabendo que ela foi uma das fundadoras do saudoso Sanduíche Voador.

Agora em novo endereço, nome e conceito, mostra que o pedigree da família segue intacto.Situado na Zona Sul de Porto Alegre, tem flores, objetos pra lá de brasileiros e um bom atendimento que te ajuda a decidir entre as tentações do cardápio.Antes mesmo dos pratos virem à mesa, um trio de pimentas se apresenta. A leve geléia de pimenta, a média vinagrete e a forte pimenta malagueta. Fiquei na primeira e não me arrependi.

Aproveitando os ares de fim de verão, tomamos um Les Bateaux Sirah Rosé, enquanto destrinchávamos o menu. Começamos pelos acarajés, tipicamente baianos, com vatapá e caruru.A Sâmia titubeou um pouco entre as opções, mas ficou louca pela sugestão do dia (que muda sempre).

Era um Tamboril na manteiga negra, acompanhado de arroz negro com pimenta biquinho e palmito pupunha. Combinação incrível e um misto de cores vibrante no prato.De cara, eu já decidi que vou voltar lá muitas vezes para provar de tudo do cardápio. Coisas como o fettucine Nero de frutos do mar, a moqueca de siri, a galinhada com pequí e a moranguinha recheada com charque. Pode anotar aí, vou provar todos e mais um pouco. Pra começar, provei um prato típico de Belém do Pará, o pato com tucupi, acompanhado de arroz com castanhas e espinafre.

Melhor ainda é que vinha um potinho com tucupi para ir regando o pato e o arroz. Delícia!O lugar já tinha nos conquistado. Nem precisa de mais, but…Sobremesas brasileiras cruzaram o nosso caminho. A Sâmia titubeou novamente. Ficou tentada pela canjica de milho doce caramelada, mas se entregou pra um suflê de chocolate.Ah, desculpa, eu disse “um” suflê de chocolate. Este é “o” suflê de chocolate. Uma coisa de louco. Quentinho, cheiroso, bonito…Eu resolvi fazer uma homenagem ao meu amigo Rodrigo Cambará, que me ensinou a gostar de tapioca. Provei a tapioca com doce de leite.

No entanto, dei um toque diferente, pedindo pra acrescentar uma bola de sorvete de baunilha com amêndoas. Aquele mesmo que a gente comida lá no Sanduíche Voador. Coisa boa…Tomando um belo vinho, a conta ficou na casa dos 100 reais por pessoa. Poderia ser bem menor, mas como economizar com tantas maravilhas brasileiras. Paguei com gosto e já estou esperando a próxima viagem pelo Iaiá.
Foto opinião do Diego Fabris sobre Iaiá Bistrô
Você conhece o Iaiá Bistrô? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: