Mais na região Como chegar

Reunir os amigos, brindar com a família, fechar bons negócios. A oportunidade você escolhe, a Casa do Marquês oferece a você o ambiente perfeito.

De uma edificação residencial da década de 30, estilizada originalmente pré-modernista, foi executada pelo arquiteto Wander Barella com uma nova arquitetura comercial na Galeteria Casa do Marquês, obtendo espaços aconchegantes, confortáveis e decorados com bom gosto.

Com vários ambientes, a Casa do Marquês possui salões projetados para todos os tipos de eventos, tanto sociais como profissionais, oferecendo salões separados e com equipamentos multimídia para apresentações. Estes foram os propósitos dos propietários Ari Calmo e Claucemir Soares dos Santos.

Todo este requinte é harmonizado com um atendimento diferenciado e um cardápio que reúne o melhor do galeto primo canto.

Avaliar
Salvar
Compartilhar


Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

A Galeteria Casa do Marquês é aquele tipo de restaurante pra levar a família toda e curtir sem pressa. O ambiente grande é dividido em vários espaços, deixando tudo tão aconchegante como se fosse a nossa casa.

Eu sempre adorei galeterias, é um tipo de restaurante que me atrai principalmente por ter comida farta e ao mesmo tempo variada. O problema deste tipo de restaurante é que geralmente é muito barulhento, fica difícil manter uma conversa com os companheiros na mesa, os garçons ficam o tempo todo em volta e a qualidade da comida geralmente deixa a desejar. Não na Casa do Marquês.

A qualidade do atendimento já começou no manobrista, que nos recepcionou com um sorriso no rosto e guardou nosso carro no gigantesco estacionamento próprio. Não sei a capacidade exata, mas é o maior estacionamento privado de um restaurante que eu já vi. E é grátis, não tem aquela coisa de “estacionamento conveniado”.

Os espaços são confortáveis e aconchegantes, a decoração é leve e de muito bom gosto com muitos elementos de estilo reciclados e resgatados, as paredes com tijolos aparentes dão um toque rústico, no lugar onde sentamos, uma linda capela nos fez companhia.

Outro diferencial é a sala para recreação infantil, uma das maiores que eu já vi. O ambiente é separado dos salões principais, dando o isolamento acústico ideal. Conta com recreacionista e muitos brinquedos, desta forma os pais podem ficar bem tranquilos e aproveitar melhor as horas que passarão no Casa do Marquês.

Logo que chegamos fomos direcionados a nossa mesa pelo carismático Claudir, gerente do restaurante, que nos explicou o funcionamento da casa. O rodízio tem preço único, R$ 46,90 segunda a sexta e R$ 48,90 aos sábados, domingos e feriados (preços de 02/2015).

Toda comida vem até a mesa. Pegamos nossos pratos e fomos conferir as saladas, queijos e antepastos que são no sistema buffet. A variedade é imensa, tudo muito fresco e de ótima qualidade.

Assim que nos acomodamos, como se fosse mágica, todas entradas haviam aparecido na nossa mesa, uma coisa melhor do que a outra, cheguei a ficar uns momentos sem palavras, somente observando aquelas maravilhas. É lindo demais!

Entre as entradas é servida uma polenta brostolada com queijo e orégano que dá vontade de comer de joelhos.

Mas nada se compara a polenta quentinha cortada em palitos, crocante por fora e chegando a ter certa cremosidade por dentro, de tão macia. Se existisse um concurso de polentas no Brasil esta ganharia com folga. É indescritível, só indo lá e comendo para saber do que estou falando.

O garçom responsável por nossa mesa foi o Douglas, super divertido, nos atendeu muito bem.

É encantadora a atenção dada pelos garçons, pelo gerente e pelo fundador, Cláudio dos Santos, que passa de mesa em mesa falando com todo mundo e ajudando no atendimento. Em poucos minutos de conversa já pude entender porquê este antigo lavador de pratos se tornou um dos restaurateur mais respeitados de Porto Alegre. O cara é um exemplo de competência e humildade.

Pedimos nossas bebidas e já veio a deliciosa sopinha de capeletti para dar início a nossa noite de delícias. Tudo sempre servido com um sorriso.

O galeto é servido nas mesas, junto com uma salada de radicci com bacon, espaguetti, molhos, uma costelinha de porco de “lamber o prato”. Tudo sempre acompanhado do meu bordão da noite: Douglas, mais palitinhos de polenta por favor.

O Galeto ao Primo Canto é uma receita tradicional do Rio Grande do Sul e também a estrela deste rodízio. Imagine um galetinho que fica marinando em vinho branco, cerveja, tomate, manjericão, alecrim e cheiro verde antes de ser assado. Pois é…

Bom, isto já seria o suficiente para passarmos uma noite incrível, mas não para por aí, uma infinidade de pratos diferentes começam a passar na mesa. O leitão à pururuca com molho de abacaxi picante e geleia de amora é um espetáculo.

E a brincadeira continua com escalopes de filé mignon ao molho madeira e aos quatro queijos. Um prato com linguiça campeira, filé de porco com bacon e linguiça picante abrilhanta a mesa.

Eu não consegui contar a quantidade de massas que foi oferecida, o nhoque frito ao molho funghi foi outro digno de prêmio, uma combinação inesperada com sabor único.

Segue o baile com o Trio Caipira: Galinha caipira, arroz ao molho de galinha caipira e feijão mexido. Tudo como manda o figurino, feito em panela de ferro, como na casa da nona e com um tempero especial.
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

A pizzaria casa do marquês é um lugar maravilhoso para comer uma excelente pizza com um Cardápio de recheios variados e diversas redondas em vários tamanhos, ambiente tranquilo e aconchegante com atendimento excelente com massa bem sequinha e muito bem recheada,pizza com um preço muito bom e bem localizada. Recomendo a visita

via Android

O ambiente é agradável....a comida eu achei razoável...estive por lá em um sábado a noite com minha namorada...ela tinha falado muito bem...mas quando fomos embora ela mesmo comentou que faltou algumas opções de massas que normalmente eles disponibilizam...eu realmente esperava mais ...embora minhas expectativas n tenham sido atendidas plenamente eu voltaria pq gostei da comida ...o preço, eu achei um pouco salgado comparado com o que me foi oferecido...talvez meu parâmetro seja os restaurantes do RJ em relaçao aos preços já que eu sou de lá...por último o atendimento é incrível...pessoal atencioso e sempre disponível....

A Pizzaria do Marquês carrega o DNA da grife que é tradicional em Porto Alegre e faz bonito quando o assunto é boa comida e ambiente familiar.

Um pouco cansados da gourmetização dos últimos dias decidimos sair com um casal de amigos para simplesmente comer. – Onde vamos? Rodízio de pizza!

As pizzarias tem um espaço especial no coração dos gaúchos, onde quer que você vá, elas estarão lá, e sempre são uma boa opção para quando você quer uma saída despreocupada e despretensiosa.

Mas também não é assim, sair e cair dentro de qualquer pizzaria… Queríamos um lugar diferente mas que tivesse qualidade. Optamos pela Pizzaria e Bistrô do Marquês, já que a nossa visita à Galeteria Casa do Marquês tinha sido inesquecível e sabíamos que qualquer estabelecimento desta rede possivelmente não decepcionaria.

O nome Bistrô e Pizzaria é porque todos os dias ao meio dia o restaurante serve almoço, estilo bistrô, e as noites a pizza se transforma na estrela principal do show.

O endereço é muito fácil de encontrar, fica no ladinho da galeteria na rua Marquês do Pombal. O estacionamento também é o mesmo, então você já sabe, o espaço é super grande, conta com manobrista e é 100% grátis. Melhor impossível!

O ambiente interno é aconchegante e familiar, com decoração simples. O prédio conta com dois andares. e as mesas tem um bom espaço entre si.

A casa está sempre cheia e mesmo assim o nível de barulho é bom, dá pra bater um papo tranquilo com os companheiros na mesa, diferente de outras pizzarias do estilo onde não se consegue ouvir nem mesmo os próprios pensamentos.

Para acompanhar, a adega possui mais de 100 rótulos de vinhos nacionais e importados.

O restaurante conta com um bom buffet de saladas e antepastos, como a área é espaçosa, dá pra escolher os acompanhamentos com bastante calma.

Assim que voltamos à mesa, com a saladinha básica no prato, fomos surpreendidos com deliciosos Pasteizinhos de queijo e porções de Batata Frita. Os pastéis são deliciosos, servidos bem quentinhos. Durante a noite eu repeti várias vezes.

Outro detalhe é o frango à passarinho. As coxinhas são bem temperadas e super macias, não tem como passar uma noite aqui e não experimentar.

O atendimento é bom, os garçons são bem educados e os atendentes que trazem a comida até a mesa sabem explicar sobre os ingredientes.

O rodízio é super variado, tem mais de 50 opções. O segredo do sucesso destas pizzas, além de ingredientes de ótima qualidade, é a massa fininha. Adorei a massa. Quase que pedi uma fatia sem recheio!

A Pizzaria do Marquês encanta o cliente de todas as formas, prova disto é o rodízio de massas, calzones e um rondelli delicioso, super macio. São tantas opções que o difícil mesmo é escolher.

Sabe quando você não aguenta mais comer, e de repente começam a circular as pizzas doces pelo salão? Pois é… Impossível resistir.

A Pizzaria Casa do Marquês é um local de qualidade acima da média, tanto na comida quanto no atendimento. O restaurante é ideal para encontros familiares ou com os amigos.
Foto opinião do Fábio Junior Alves sobre Galeteria Casa do Marquês

A Galeteria Casa do Marquês é aquele tipo de restaurante pra levar a família toda e curtir sem pressa. O ambiente grande é dividido em vários espaços, deixando tudo tão aconchegante como se fosse a nossa casa.

Eu sempre adorei galeterias, é um tipo de restaurante que me atrai principalmente por ter comida farta e ao mesmo tempo variada. O problema deste tipo de restaurante é que geralmente é muito barulhento, fica difícil manter uma conversa com os companheiros na mesa, os garçons ficam o tempo todo em volta e a qualidade da comida geralmente deixa a desejar. Não na Casa do Marquês.

A qualidade do atendimento já começou no manobrista, que nos recepcionou com um sorriso no rosto e guardou nosso carro no gigantesco estacionamento próprio. Não sei a capacidade exata, mas é o maior estacionamento privado de um restaurante que eu já vi. E é grátis, não tem aquela coisa de “estacionamento conveniado”.

Os espaços são confortáveis e aconchegantes, a decoração é leve e de muito bom gosto com muitos elementos de estilo reciclados e resgatados, as paredes com tijolos aparentes dão um toque rústico, no lugar onde sentamos, uma linda capela nos fez companhia.

Outro diferencial é a sala para recreação infantil, uma das maiores que eu já vi. O ambiente é separado dos salões principais, dando o isolamento acústico ideal. Conta com recreacionista e muitos brinquedos, desta forma os pais podem ficar bem tranquilos e aproveitar melhor as horas que passarão no Casa do Marquês.

Logo que chegamos fomos direcionados a nossa mesa pelo carismático Claudir, gerente do restaurante, que nos explicou o funcionamento da casa. O rodízio tem preço único, R$ 46,90 segunda a sexta e R$ 48,90 aos sábados, domingos e feriados (preços de 02/2015).

Toda comida vem até a mesa. Pegamos nossos pratos e fomos conferir as saladas, queijos e antepastos que são no sistema buffet. A variedade é imensa, tudo muito fresco e de ótima qualidade.

Assim que nos acomodamos, como se fosse mágica, todas entradas haviam aparecido na nossa mesa, uma coisa melhor do que a outra, cheguei a ficar uns momentos sem palavras, somente observando aquelas maravilhas. É lindo demais!

Entre as entradas é servida uma polenta brostolada com queijo e orégano que dá vontade de comer de joelhos.

Mas nada se compara a polenta quentinha cortada em palitos, crocante por fora e chegando a ter certa cremosidade por dentro, de tão macia. Se existisse um concurso de polentas no Brasil esta ganharia com folga. É indescritível, só indo lá e comendo para saber do que estou falando.

O garçom responsável por nossa mesa foi o Douglas, super divertido, nos atendeu muito bem.

É encantadora a atenção dada pelos garçons, pelo gerente e pelo fundador, Cláudio dos Santos, que passa de mesa em mesa falando com todo mundo e ajudando no atendimento. Em poucos minutos de conversa já pude entender porquê este antigo lavador de pratos se tornou um dos restaurateur mais respeitados de Porto Alegre. O cara é um exemplo de competência e humildade.

Pedimos nossas bebidas e já veio a deliciosa sopinha de capeletti para dar início a nossa noite de delícias. Tudo sempre servido com um sorriso.

O galeto é servido nas mesas, junto com uma salada de radicci com bacon, espaguetti, molhos, uma costelinha de porco de “lamber o prato”. Tudo sempre acompanhado do meu bordão da noite: Douglas, mais palitinhos de polenta por favor.

O Galeto ao Primo Canto é uma receita tradicional do Rio Grande do Sul e também a estrela deste rodízio. Imagine um galetinho que fica marinando em vinho branco, cerveja, tomate, manjericão, alecrim e cheiro verde antes de ser assado. Pois é…

Bom, isto já seria o suficiente para passarmos uma noite incrível, mas não para por aí, uma infinidade de pratos diferentes começam a passar na mesa. O leitão à pururuca com molho de abacaxi picante e geleia de amora é um espetáculo.

E a brincadeira continua com escalopes de filé mignon ao molho madeira e aos quatro queijos. Um prato com linguiça campeira, filé de porco com bacon e linguiça picante abrilhanta a mesa.

Eu não consegui contar a quantidade de massas que foi oferecida, o nhoque frito ao molho funghi foi outro digno de prêmio, uma combinação inesperada com sabor único.

Segue o baile com o Trio Caipira: Galinha caipira, arroz ao molho de galinha caipira e feijão mexido. Tudo como manda o figurino, feito em panela de ferro, como na casa da nona e com um tempero especial.
Foto opinião do Fábio Junior Alves sobre Galeteria Casa do Marquês

Pensei num lugar divino, com comida maravilhosa, atendimento impecável, espaço aconchegante e bonito? Essa é a Casa do Marquês.

Estive numa comemoração de 70 anos da minha tia. Todo o salão da parte de trás ficou fechado pra ela. O atendimento estava ótimo. De entrada serviram pasteizinhos, pasta de berinjela, polentinha, pãezinhos e uma massa cabelinho de anjo frita. Achei estranho ver aquele ninho ali, frito e acabei nem experimentando. Mas o pastelzinho, a polenta, a pasta de berinjela e os pãezinhos estavam divinos!

Após a entrada, o garçom começou a servir a sopa de capeletti. Experimentei um pouco e adorei. Depois, vamos para mais uma rodada: o galeto! O galeto é servido nas mesas, junto com uma salada de radicci com bacon, espaguetti, mais polenta e uma costelinha de porco.

Depois os garçons passam servindo várias massas como talharim, espagueti, rondeli, canelone, tortéi com os mais variados molhos, um melhor do que o outro! Mas confesso que o tortéi foi o que mais me agradou. Era uma massa macia, com um recheio de abóbora delicioso... Nossa! Só de lembrar já me dá água na boca!

As sobremesas são algo que merece toda a minha atenção também! São muito boas! Experimentei um pudim de leite e um pavê de chocolate divinos! Deu água na boca só de lembrar!

Ainda não acabou! Para as mamães e papais: o local conta com espaço kids e recreacionista! Ótimo lugar para se ir com crianças! Super recomendo!
Exibindo 14 opiniões | Total de 18 opiniões
Você conhece o Galeteria Casa do Marquês? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: