Feira Central e Turística de Campo Grande

nota 4.2 de 5 em 46 opiniões
|

Feiras e Hortifruti



Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

Na feira central de Campo Grande - MS encontra-se de tudo, inclusive comida japonesa. Várias e várias barracas com comida japonesa. A concorrência ajuda, pois faz com que as barracas sejam rápidas no atendimento e que possuam qualidade para com a comida. Os doces presentes em diversas barracas da feira central também é um atrativo para quem quer encontrar um pouco de tudo
avaliações recomendadas
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Na feira central de Campo Grande - MS encontra-se de tudo, inclusive comida japonesa. Várias e várias barracas com comida japonesa. A concorrência ajuda, pois faz com que as barracas sejam rápidas no atendimento e que possuam qualidade para com a comida. Os doces presentes em diversas barracas da feira central também é um atrativo para quem quer encontrar um pouco de tudo

via Android

Uma grande opção para os moradores de Campo Grande e para os turista. Nesta Feira Central existe uma variedade de atrativos como lojas de importados, lojas de roupas e cosméticos, bancas de frutas e legumes, restaurantes com culinária japonesa, espetinhos e pasteis além de bancas com delecios bolos. Para quem vem de carro tem um amplo estacionamento a uma pequena taxa.

Uma feira sem igual.
A comida é maravilhosa, principalmente o sobá, e o espaço é bem localizado, muito bonito, limpo e organizado!
O atendimento é bom e acho fácil estacionar.
Ideal para quem vai a passeio a Campo Grande ou para famílias que querem simplesmente jantar fora de casa.
Poderiam ter mais mesas, pois na última vez que fui demoramos a encontrar uma!

Quem visita Campo Grande precisa conhecer a Feira Central. ótima localização, estacionamento com segurança e uma diversidade de produtos que impressiona. Não deixe de comer o sobá e o pastel. A visita vale muito apena com crianças. Hortifrútis frescos e especiarias tradicionais da culinária japonesa.

Além de ser o lazer dos moradores do bairro, a feira central atrai moradores de outros locais da cidade. Para esses, a feira oferece um amplo estacionamento pago além de muitas vagas nas ruas do entorno.
Para o viajante, é uma ótima opção de saborear a culinária local (por exemplo o sobá, prato trazido pelos imigrantes japoneses da província de Okinawa) ou uma boa refeição tradicional (carne assada, pastel, yakisoba). Depois, o visitante pode também saborear um dos doces diversos da barracas.
Também na feira central há o comércio de importados, da tradicional erva de tereré (bebida típica) e até de artesanato!
Por fim, próximo à feira central tem o armazém cultural (onde sempre há exposições/apresentações), a galeria de vidro da explanada ferroviária (onde igualmente há exposições), os casarões da explanada, hotel gaspar, início da orla ferroviária e duas boates para os mais animadinhos.

A visitação é boa em qualquer horário de funcionamento, sendo mais calma nos dias de semana e mais agitada nos finais de semana. Vale a pena também para o almoço de domingo.

Gosto muito do local e das pessoas que trabalham na Feira Central. Pensando apenas em gastronomia as opções são inúmeros, que vão de doces árabes, a comida oriental a tradicional gastronomia sul mato grossense com os tão famosos YakiSoba, Sobá e super pastéis. Além de venderem sopas paraguaias, queijos, acarajés e tantos outros pratos.
Para quem for vegetariano, a feira também oferece opções legais como sanduíches naturais, sucos maravilhosos.
Também possível encontrar uma variedade de produtos como eletrônicos, vestuário, pesca, artesanato local, além de alguns artistas de rua que se apresentam nos corredores da feira ou fazer uma tatuagem de hena.
A Feira também possui uma programação cultural variada, que vai desde ao festival do soba à apresentações de artistas com fama regional e nacional.

Mais como todo lugar, lá também possui alguns pontos negativos:

1 - Embora seja um local extremamente cheio, ponto de encontro e badalação (boates famosas de CG ficam a menos de 2 minutos a pé da feira), se for comer na feira é melhor que não vá super arrumado. Apesar das lanchonetes/ restaurantes serem abertos e ventilados você vai sair cheirando a churrasco/ fritura. Não tem jeito;

2 - Banheiros para uma grande quantidade de pessoas dificilmente estarão limpos;

3 - Flanelinhas - apesar de ter melhorado bastante nos últimos tempos, em finais de semana quanto mais próximo você for estacionar da feira, mais caro eles vão querer te cobrar. Embora eles usem coletes da PMCG, não é um trabalho oficialmente oferecido pela feira, ficando a cargo da pessoa pagar ou não. Mas infelizmente caso não concorde em pagar pode acabar sendo vítima de furto na região.

4 - Se você não gosta de um local extremamente cheio, evite a feira a partir de quinta, e não vá quando tiver apresentações ou festivais.

Quem mora ou vem pra Campo Grande, não pode deixar de ir na Feira central ou feirona, como é conhecida popularmente. Este é um dos principais pontos turísticos da cidade. Com exposições de artistas da região, comércio de artigos da cidade, e de outras coisas também, como roupas, acessórios e etc. Outro atrativo deste lugar é a parte gastronômica. Além de vender frutas e verduras como toda feira, aqui também são vendidas diversos tipos de pimentas, até mesmo decorativas, cachaças, doces e grãos. O prato principal da Feirona é o Sobá, mas os restaurantes também fazem espetinho, yakissoba, peixes, pastel e por aí vai. Sempre tem atrações culturais como shows ou apresentações de danças e os preços não são tão caros.

Campo Grande é conhecida como a segunda maior colônia japonesa no Brasil, só perdendo para São Paulo.
E entrando na Feirinha Central você já percebe isso.
A feirinha fica na Quatorze de Julho, numa área central da cidade, há muitas vagas de estacionamento dentro do complexo (R$10 por carro).
A feirinha tem um pouco de tudo. Lojinhas de eletrônicos, artesanato e presentes em geral. Mas o mais legal são os estandes de comida.
Espetinho, yakisoba e o famosíssimo Sobá. O Sobá para quem não conhece, é um prato com noodles, carne frango ou porco, cebolinha e um caldo de carne delicioso. Mesmo no calor de Campo Grande, é uma excelente pedida. Uma das melhores coisas de Campo Grande.
Além disso, a feirinha também oferece doces variados. Doces caramelizados, doces típicos da região, tudo uma delícia.
Resumindo, um programão no final de semana em Campo Grande. Recomendadíssimo!
Exibindo 14 opiniões | Total de 46 opiniões
3 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Feira Central e Turística de Campo Grande? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)