Exposição Human Bodies - Maravilhas do Corpo Humano

nota 4.4 de 5 em 10 opiniões
|

Atrações - O que fazer

Este local está fechado


Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

Vale a pena conhecer!!! A exposição é maior do que eu pensava. Interessante mesmo para quem já teve contato com cadáveres em aula de anatomia.
A técnica utilizada para conservação foi criada por um médico alemão, a polimerização e deixa as peças em um estado bem melhor do que a conservação pelo formol, o que facilita a visualização.
Na exposição tem pessoas atenciosas e que conhecem muito sobre o assunto para esclarecer dúvidas.
O que me chamou foi a atenção nitidez dos sistema nervoso central e interessantíssimo mesmo foi o sistema sanguíneo dos membros inferiores. Imaginem isolar só o "emaranhado" de veias das pernas. A técnica foi a seguinte: injetar resina nas veias e depois utilizar um produto químico para degradar músculos e ossos, parecem muitos fios de linha entrelaçados, muito legal!!
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Excelente exposição sobre o corpo humano. Tive o privilégio de conhec~e-la através do encontro de Kekanteiros e foi realmente surpreendente conhecer a técnica de dissecação e preservação utilizada. Os corpos de pessoas reais, ali na nossa frente, imortalizados. Além de aprender sobre a anatomia eu viajei na maionese me perguntando como teria sido a vida daquelas pessoas. Onde viveram, por onde andaram, com quem se relacionaram, por que dificuldades teriam passado e porque lhes foi reservado este destino.

A exposição é impressionante sob todos os aspectos e em caso de quaisquer dúvidas existem especialistas prontos a saná-las.

Muito interessante essa exposição. O preço é bem acessível e ver como é o corpo humano, com todos seus músculos, tendões, ossos é realmente impressionante. A única coisa que me incomodou um pouco é o cheiro de formol, mas nada que afetasse muito a experiência nessa exposição. Recomendo para jovens e adultos que tem interesse em conhecer mais sobre anatomia.

Olhe que me surpreendi. Muito legal mesmo. Cadáveres verdadeiros conservados por uma técnica exclusiva de um médico alemão. Primeiro eles 'secam' o corpo colocando-o de molho na acetona (isso mesmo, a mesma de tirar esmalte), até que saia todo o sangue e outros fluidos. Então eles colocam em uma câmara de vácuo onde a acetona sai e dá lugar à resina, que conservará o corpo por uns cem anos.
Muito legal mesmo, e não tinha somente corpos de humanos, mas de animais irracionais também.
Eu pude ver nosso corpo de todas as maneiras possíveis e imagináveis, por dentro e por fora, órgãos e tecidos, detalhadamente.
Ainda contou com o acompanhamento de um acadêmico de medicina q tirava nossas dúvidas.
O ingresso custa 40 reais e 20 reais a meia.

Vale a pena conhecer!!! A exposição é maior do que eu pensava. Interessante mesmo para quem já teve contato com cadáveres em aula de anatomia.
A técnica utilizada para conservação foi criada por um médico alemão, a polimerização e deixa as peças em um estado bem melhor do que a conservação pelo formol, o que facilita a visualização.
Na exposição tem pessoas atenciosas e que conhecem muito sobre o assunto para esclarecer dúvidas.
O que me chamou foi a atenção nitidez dos sistema nervoso central e interessantíssimo mesmo foi o sistema sanguíneo dos membros inferiores. Imaginem isolar só o "emaranhado" de veias das pernas. A técnica foi a seguinte: injetar resina nas veias e depois utilizar um produto químico para degradar músculos e ossos, parecem muitos fios de linha entrelaçados, muito legal!!

Uma exposição sem igual!!!!
Realmente me surpreendeu...
Quando entrei pensei que seria muito forte e que não conseguiria ir até o final, mas a curiosidade foi crescendo a medida que ia avançando pelo exposição.
Em cada corpo ou órgão exposto tem um uma breve explicação sobre o que está sendo visualizado e ainda conta com um acadêmico de medicina que pode tirar suas eventuais dúvidas.
Vale a pena ir conferir. Mas vá logo, pois a exposição ficará na cidade somente até o final do mês de março!!!

Fui ao encontro dos Kekanteiros, não esperava muito dessa mostra, mas a surpresa foi gratificante,vale conhecer e aprender um pouco ou bastante sobre o corpo humano.
A tecnologia aplicada na dissecação(desidratação) dos corpos é algo inédito e surpreendente.
O atendimento e as explicações do pessoal que acompanha são ótimas, sabem o que fazem.
Mas o mais gratificante foi conhecer pessoalmente os Kekanteiros que participaram, pessoas ótimas,agradáveis e realmente companheiras, foi muito bom.
Agradeço ao convite e a boa companhia, tive o prazer de conhecer a a Carol,seu marido e encantador e educadíssimo filho,assim como foi bom conhecer a Patricia e saber que eu conheci seu avô,enfim todos os Kekanteiros presentes foram pessoas educadas,agradáveis e solícitas.

Muito bom, muito mesmo, uma experiência inusitada , ver nosso corpo por dentro é incrível !!!!
Confesso que num primeiro momento causa uma sensação estranha ver ali cadáveres .... mas passados alguns "cortes", você acaba ficando mais curioso do que assustado..
Foi muito bacana mesmo... me lembrou os tempos de colégio...Valeu Kekanto !
Recomendo demais a todos mesmo, é muito interessante !!
Primeira opinião do lugar

Pela primeira vez, Curitiba recebeu a exposição vista por milhões de pessoas em todo o mundo, O Corpo Humano. Ela trouxe uma grande quantidade de órgãos e também corpos dissecados, todos preservados como o original.

Para quem cursou a disciplina de anatomia, a visualização do corpo humano e seus órgãos não é nenhuma novidade. No entanto, a inovação da exposição é a técnica utilizada para a preservação, que não envolve o formol tradicionalmente utilizado.

O método de conservação, conhecido como polimerização, envolve a remoção de toda a água do tecido por submersão em acetona, posteriormente extraída numa câmera de vácuo. Neste processo de extração da acetona, denominado impregnação, os espaços do tecido dentro do espécime são preenchidos com borracha líquida de silicone. O último passo é a secagem, onde a borracha, anteriormente líquida, é solidificada.

A exposição é dividida em setores de acordo com os sistemas esquelético, cardíaco, urinário, entre outros; e traz peças realmente fascinantes como um esquema de todos os vasos sanguíneos do nosso corpo.

A exposição teve início em 15 de janeiro e permaneceu até 19 de abril no piso L3 do Shopping Palladium. O valor da entrada era R$ 40,00 de segunda a sexta e R$ 50,00 sábados e domingos. Os ingressos são adquiridos em um quiosque montados em frente ao local.

Indico a todos. Levem as crianças, pois é uma forma divertida de aprender.
Você conhece o Exposição Human Bodies - Maravilhas do Corpo Humano? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)