Estação Palmeiras-Barra Funda (Metrô)

nota 3.0 de 5 em 28 opiniões
|

Estações de Metrô



Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

via iPhone

A estação Palmeiras Barra funda do metrô é a última no sentido oeste da linha vermelha. É uma estação bastante ampla e conta com terminal urbano de ônibus também com terminal rodoviário. Possui banheiros que não costumam estar muito limpos, E é possível ter acesso a estação da CPTM. Geralmente costuma ser bem movimentada nos horários de pico.
avaliações recomendadas

Essa estação é de metrô mas está acoplada à estação de trem, ao terminal urbano e ao terminal rodoviário. Ou seja, sempre está lotada, com gente circulando por todos os lugares possíveis.

As desvantagens, lógico, é que mesmo que você esteja saindo do ponto inicial do metrô, provavelmente o vagão vai sair lotado e você vai ficar em pé. Se você procura uma linha de ônibus pra zona norte ou zona oeste procure se informar pois há várias plataformas e o acesso é feito subindo e descendo as escadas.

A vantagem super vantajosa é que há várias barraquinhas/quiosques com lanches, salgados, sucos, tudo por um preço super legal (diferentemente do terminal rodoviário do Tietê). Há também algo mais caro (tipo casa do pão de queijo), mas quase ninguém dá muita bola pra isso rsrs.

Ps 1: banheiros imundos, só use se for realmente necessário.
Ps 2: é possível fazer recarga de bilhete único e celular.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.
Já utilizei essa estação de metro/trem algumas vezes e o lugar é gigante. Nessa estação você possui acesso ao terminal rodoviário Barra Funda e o local vive cheio e é relativamente organizado e limpo.

Como a entrada e a saída de trem e metro são uma do lado da outra, fica meio confuso se essa ou aquela entrada é do metro ou trem. O lugar possui algumas lojinhas de comida e de roupas, de eletrônicos e outros.

via Android

Estação grande, geralmente com grande fluxo de usuarios por ser a principal via de acesso da zona oeste ao centro. Terminal rodoviario, urbano e alguns stands com produtos variados estao presentes na estação que faz interligação com a CPTM

Moro na Barra Funda desde que nasci e lembro de quando essa estação foi inaugurada (faz tempo hein?) A estação faz ligação com o terminal CPTM (com acesso gratuito) e tem acesso também a dois terminais urbanos e um terminal rodoviário fora isso, ela fica em frente a dois campi imensos da Faculdade Uninove e outro gigantesco da UNIP fora que nas redondezas há no minimo 4 torres de empresas de telemarketing então, imaginem o caos instaurado diariamente nesta estação nos principais horários de pico.
A estação segue o padrão metrô, tudo muito limpo, sinalizado e organizado (o que não são organizadas são as pessoas desprovidas de educação nas estações do metrô em geral haahah).
Os banheiros são no geral limpos, já foram pagos e hoje em dia voltaram a ser gratuitos.
Além dos terminais, há um delegacia, várias lojinhas e quiosques de lanches que aliás, são muito utilizados nos esquentas das baladas e nos fins dos eventos na região que é muito agitado hoje em dia, há Espaco das Américas, Villa Country, A Seringueira, Clash e por aí vai.
Pra resumir, a estação é um caos mas muito útil para a região. Recomendo principalmente porque o transporte de metrô ainda é o mais ágil da cidade.

A estação Barra Funda é integrado é com o terminal rodoviário, linhas locais de onibus que partem para diversas partes da cidade, linhas da CPTM e a linha vermelha.

Aqui é sempre muito lotado e cheio de gente correndo, mas é normal.

Apesar daqui ser um ponto inicial (ou final dependendo do ponto de vista) da linha vermelha, mesmo assim você está exposto a pegar o metro e não arranjar um lugarzinho para sentar, principalmente no horário de pico.

Todos os dias em todos os horários essa estação está sempre muito movimentada.

Inicio da linha vermelha, porém mesmo pela manhã e pegando o trem na saída, muitas vezes é impossível sentar.
A estação também faz ligação com o trem da linha rubi, que também sempre é cheio rsrs.

Na estação, tem várias lojinhas de conveniências e quiosques de comida e bebida.
Além do terminal rodoviário, tem um terminal de ônibus com linhas para a zona oeste e zona norte.
Não tenho o habito de utilizar transporte público porque resido bem pertinho do meu trabalho e no dia do rodízio vou caminhando, então raramente ando de metrô, mas estive nessa estação para acessar o terminal rodoviário para deixar uma amiga da minha filha lá.
Talvez pelo fato de ser no meio de um feriadão (esse dia foi normal para a maioria) a estação estava bem tranquila, e essa linha vermelha é de extremos nas duas pontas, Palmeiras e Corinthians na outra ponta.
O pessoal critica bem esta estação, mas ele agrega muitos serviços e seu entorno é bem interessante, com shoppings centers, o memorial da América Latina, etc.
O fato do metrô sempre estar lotado, não é culpa da estação, mas sim o atraso de 40 anos na expansão da malha metroviária e rodoviário urbano também. Se compararmos com o Santiago do Chile, mesmo em se tratando de Metrô, estamos com menos kilometros de malha e penso que não exista tanta corrupção em obras como aqui no Brasil.
Qualquer obra custa uma fortuna e a qualidade é muito ruim, mas pelo menos estamos caminhando para termos um transporte de massa de qualidade, rezo por isso!

Detesto esta estação, só passo nela quando não tem jeito, na verdade eu fujo dela! rs
É a mais lotada que eu conheço, em qualquer horário. Como tem ligação com as linhas de trem, o fluxo de pessoas é enorme. A falta de educação das pessoas também é enorme!
E o tempo de um trem para o outro é muito grande. Enquanto na linha azul (estou falando da Sé) o intervalo é menor que 1 minuto, lá na BF o intervalo entre os trens nunca é menor do que 3 minutos. Falando assim, 3 minutos não parece nada, mas vai lá ficar na plataforma sendo amassado e empurrado por todos os lados para vc ver como faz diferença!!! Fora quando os trens passam direto pela estação, dá uma raiva!!
Saindo da estação há um pequeno terminal de ônibus e muitas lojas de roupas e lanchonetes. Abriga também uma das maiores rodoviárias de SP.

Quem nunca se perdeu na estação Barra Funda, né? aeaeeee o/ Bom, o lugar é enorme e além de ser estação de metrô e dos trens da CPTM, você encontra o Terminal Rodoviário e váaaaaarias lojinhas que são maravilhosas (e algumas bem caras).
A estação é o terminal de uma das principais, e mais movimentadas, linhas do metrô de São Paulo, a linha Vermelha. Eita linhazinha complicada essa, hein! Ela faz ligação Leste-Oeste na cidade, passando por lugares muito procurados como Santa Cecília, Anhangabaú, República, Tatuapé, Itaquera e a querida (e infernal) Sé. Por tuuuuudo isso, a linha Vermelha é uma das mais lotadas e ruins de todo o metrô. Eu não gosto. Além disso, umas três linhas de trem da CPTM passam pela Barra Funda.
Como nem tudo na vida são flores, trabalhei por muito tempo ali perto e, por consequência, passava pela Barra Funda todos os dias. É engraçado como essa estação nunca fica vazia, tem gente andando pra lá e pra cá o tempo todo. É gente que não acaba mais!
Mesmo com tudo isso, vou dizer que a Barra Funda é uma estação boazinha. É bem localizada e, mesmo que esteja sempre cheia, atende as necessidades de quem passa lá todos os dias.

Esta estação tem a movimentação praticamente impossível em alguns horários: das 17h30 até 19 horas, e todos os dias úteis da semana (segunda a sexta) a partir das 22h15.

O primeiro horário é o pior, pois reúne um povo tão mal educado que desanima qualquer cidadão com o mínimo de educação e respeito ao próximo: é a população lá da Zona Leste que quer ir sentada durante o percurso, mas não deixa a pessoa que quer ir em pé passar para entrar no trem... mas também não os culpo, porque sempre tem um(a) Zé Graça que pede licença, como que vai entrar no trem, mas só quer pegar um lugar melhor na muvuca para ter mais chances de se sentar...

Por outro lado, os funcionários do metrô orientam as pessoas que querem ir em pé entrarem no trem pela plataforma central, a que dá acesso aos dois trilhos (o inicial e o final), mas os trens que chegam da estação Marechal Deodoro abrem as portas dos dois lados, e invariavelmente tem uma galera que volta algumas estações para tentar ir para seu destino com um pouco mais de conforto... RESUMINDO: a coisa é infernal e um pouco parecida com aquelas situações encontradas na estação Sé, obviamente com suas proporções devidamente reduzidas.

O segundo horário culmina com os horários de saída dos estudantes da Uninove e PUC, o que difere só um pouquinho é o nível de educação...

Não há um local na estação que esteja disponível as linhas dos terminais urbanos de ambos os lados: você tem que tentar a sorte e descer até um deles para descobrir, e ainda por cima houve alteração do local do ponto final de algumas linhas: elas ficam no entorno daquela praça onde fica o portão 1 do Memorial da América Latina (principalmente as linhas que vão para a Zona Norte, aqueles ônibus pintados de azul).

O acesso nas rampas e escadas é muito difícil, principalmente nos horários citados: no fim de tarde / início de noite tem uma legião de estudantes descendo as rampas sentido Memorial, e eles não dão passagem para quem quer subir, alguns dão cotovelas e esbarrões com o ombro. O mesmo inferno é para quem quer descer a rampa lá pelas 22h15: a mesma legião que desceu para ir à faculdade, agora quer subir e entrar na estação.

Normalmente as pessoas formam filas para acessar as catracas, mas muitos não respeitam e as furam com a maior cara lavada... muitas máquinas automáticas para recarregamento do bilhete único não operam no horário de pico, obrigando os usuários a pegar a gigantesca fila para os guichês tradicionais... os banheiros geralmente estão críticos pela alta circulação de pessoas, e também são bem escuros... enfim: dica mesmo? Prefira outra estação nesses horários, se possível.
Estação Barra Funda é mais que fundamental na vida de qualquer um rs
Não tem uma pessoa que eu conheça que nunca tenho ido la, seja pra pegar um ônibus na rodoviária, terminal, trem, metrô ou até mesmo fazer algumas comprinhas inesperadas rs! É isso mesmo pois a estação é enorme e há varias lojinhas de calçados, doces, roupas, lanchonetes, até lan house tem la :)
Eu mesma ja fui salva pela papelaria de la pois precisava tirar algumas copias de uma documentação pra faculdade e imprimir apostilas também ( de ultima hora :P )
Claro que é tudo uma facada, mas na hora da emergência ....
Detalhe, tem ônibus pra tudo quanto é lugar *-* rs
É ônibus que não acaba mais, há bastante funcionários que podem nos auxiliar a qual ônibus pegar e até mesmo as vezes nos explicar onde descer.
O metrô é uma beleza né? Acho que facil acesso pra muita gente! Confesso que não pego muito trem na Barra Funda mas também quebra um galhão, principalmente para os estudantes da Uninove que fica de frente pro Terminal de ônibus. Alunos que moram longe, muito longe, chegam em otimo tempo por esses meios que a Estação nos oferece!
Sempre esta cheio, horário de pico então... normal!
Bilheteria, postos para recargas de bilhete único, fora as maquinas super práticas de recargas individuais que podemos fazer com cartão e/ou dinheiro. Ta certo que as vezes da alguns probleminhas e tudo mais... mas faz parte rs
O que seria de nós sem essa Estação.... hahaha
Primeira opinião do lugar

Essa estação, como todas as outras é bem limpa e organizada.
Por dar acesso ao terminal rodoviário da Barra Funda, tem uma movimentação maior. A saída da estação é bem grande. Também tem transferência para a CPTM.
Exibindo 28 opiniões | Total de 28 opiniões
1 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Estação Palmeiras-Barra Funda (Metrô)? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)