Empanadas Bar

Como o próprio nome diz, são as empanadas que fazem sucesso neste boteco da V. Madalena
nota 4.0 de 5 em 156 opiniões
| Rank: 8º de 1176 | Bares e Botecos

O Bar oferece deliciosas empanadas, sanduíches e porções quentes e frias. Além de caipirinhas, batidas, licores, cervejas, entre outros.

Funciona de Segunda à Sexta Feira à partir das 13:00 horas. Sábados, Domingos e feriados à partir das 13:00 horas.

Avaliar
Salvar
Compartilhar
Divulgue seu estabelecimento aqui
Saiba como
Dicas rápidas Ver todas as dicas
avaliações recomendadas
Nosso sistema de inteligência artificial recomenda automaticamente as opiniões com maior probabilidade de serem relevantes a você. Ele leva em conta diversos fatores como, por exemplo, a qualidade de texto e fotos, e o histórico de publicações do autor. Apenas as avaliações recomendadas são levadas em conta na avaliação geral do estabelecimento.
   
Selecione uma nota
Estava com muita vontade de comer uma empanada e acabei indo nesse lugar que fica na Vila Madalena. O lugar é um barzinho e possui uma boa variedades de empanada e acabei pegando um de espinafre (R$ 9,00).

No horário que fui, o lugar estava vazio ainda, porém um pouco movimentado. A empanada estava muito bom e coloquei um pouco de pimenta e é forte. O atendimento do lugar é bom.
Empanada de espinafre
"Empanada de espinafre"
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Melhor empanada da Vila Madalena!
O empanadas Bar tem o estilo de barzinho que eu adoro: "Boteco" sem frescura, com petisco honesto, cerveja gelada e mesinha na calçada pra você ficar bem a vontade! Desde que conheci, vou com frequência por ser perto de casa e ter uma boa relação custo X benefício na região.

As cervejas (Original, Bohemia, Antártica, etc) 600ml custam R$ 8, mas também rola Nortenã 960ml por R$ 19,90 e Franziskaner 500ml por R$ 15,80. Pelo que eu tenha visto, só tem essas opções no cardápio, além das tradicionais em long neck.

Já as empanadas tem uma boa variedade de sabor, e você ainda por escolher a grande (R$ 7,30) ou média (R$ 5,50) que também é servida em porção com 6 unidades por R$ 29,50 e você pode escolher os sabores. Para esse, as opções são carne, frango, palmito, carne seca e roquefort, que disparada é a melhor!
Para o tamanho grande, também tem de queijo, espinafre, frango com catupiry, calabresa com catupiry e romeu e julieta.

E a boa durante a semana é assistir o jogo do seu time . Há várias TVs espalhadas e bem posicionadas.
Foto opinião do Paladar Sem Frescura (Fernanda Nunes) sobre Empanadas Bar

empanadas bar ou bar de empanadas? O espaço ocupado pelo empanadas bar é muito bom, legal e descolado entre os descolamentos da vila madalena, mas é algo assim:

Empanadas: realmente boas, são argentinas e feitas de massa de nata, bem levinhas e saborosas, o preço? 5,90$ unidade ou 24$ a porção com 6 em tamanhos menores. Só destaco as empanadas de carne, porque empanada de frango com catupiri não dá, né? Abrasileiração total de um paladar desnecessário, mesmo assim provei a de frango, achei ruim o fato dela ser desfiada. A de carne bovina vem com uvas passas e tempero tradicional.

cervejas bem geladas e o ambiente é um salão enorme com as empanadas expostas e uma área externa na calçada, que eu prefiro fortemente, já que das vezes que fui no salão interno, o cheiro que vinha da cozinha era forte e desagradável, não recomendo.

O atendimento foi bom e prestativo. Resolveu a logística das mesas na área externa, já que precisávamos de lugar para 10 pessoas.

Vale muito se for empanar e beber cerva e melhor, aqui o público vila madá nem chega a incomodar ;)

Conheci o empanadas ontem (23/04/2013) quando fui fazer uma horinha pra chegar no evento do Kekanto perto dali.
Quando chegamos, por volta das 19h, o bar estava bem vazio, apenas com umas mesas de fora ocupadas. Logo já escolhemos uma mesinha ao ar livre mesmo, que na minha opnião é o melhor lugar.
Pedimos uma cerveja e uma porção de provolone a milanesa (20,90) que estava divina.
O atendimento foi muito bom e eficiente. O garçom era muito simpático (pena q não me lembrei de perguntar seu nome).
O bar é bem amplo e a decoração é bem bacana. Tem várias bandeiras de times de fora penduradas, mas como fikei na parte de fora não reparei muito nos detalhes. Pretendo voltar para experimentar as empanadas, que são o prato principal e que dão nome ao bar.

Pra quem curte "butecão" esse é um dos melhores que ja fui aqui em SP. Ele me passou ser um tradicional da cidade, e a localização dele é ótima (na boêmia Vila Madalena).
O ambiente é bem tranquilo, com opção de sentar dentro e fora (fora é mais fresco), e não tem muitos atrativos decorativos que saltam aos olhos, porém tem seu charme.
Conhecer um bar com o nome de "Empanadas" não tem como não comer o famoso (e na moda) prato. Pedimos uma porção de 6 empanadas (R$29,50), no qual você tem 5 sabores para escolher: Palmito, Queijo Roquefort, Carne Seca, Carne, Frango. Provei dos 3 primeiros sabores:
Palmito: esperava ser o mais sem graça e se mostrou um dos mais saborosos dos 3. Recheio bem temperado.
Carne Seca: Gostoso.
Roquefort: delicioso, e com o gosto na medida certa do queijo.
A massa é deliciosa, poderia com ele pura com pimenta facilmente.
O atendimento foi simpático (um pouco lento) e eficiente.
Foto opinião do Rafael Carlos Gonçalves sobre Empanadas Bar

Depois de carregar pallets escada caracol acima, a fome bateu e fomos no Empanadas porque era só atravessar a rua.
As empanadas são baratas e bem grandinhas até, (acho que preço geral R$7,50). Meus amigos pediram de carne seca, palmito, queijo e espinafre. Posso dizer que a de espinafre estava bem gostosa! =]
Só o atendimento que foi um pouco estranho. O bar estava super vazio por conta do horário, e quando veio um garçom nos atender, ele pegou o meu pedido e o da minha amiga, e saiu embora sem anota o do meu amigo (?)
Também tivemos que correr atrás dele de novo pra pagar a conta! Muito perdido, e sem razão, porque afinal, só estávamos nós no bar.
Enfim, boas empanadas! =]

Comecemos 2011 com um clássico. Tá bom, tá bom... o Empanadas não é mais um lugarzinho propriamente dito. Mas ele é um dos grandes exemplos de um lugarzinho que virou um lugarzão, mas manteve todas as suas características de...lugarzinho.
O Empanadas nasceu “Martin Fierro” em 1980, da improvável sociedade entre um argentino, o Hugo, e um chileno, o Reinaldo. Coisas da Vila. O bar era um pequeno salão, com um balcão e algumas mesinhas de lata.
Este salão, que é hoje apenas uma parte do bar, continua lá e, exceto pelas mesas que agora são de madeira, ele é exatamente como era, com seus posters de filmes, o ônibus pintado a mão pelo Chocante e as fotos de novos e antigos freqüentadores.
Cult desde sempre, o bar logo atraiu os estudantes da USP, os jornalistas, os alternativos em geral e, principalmente, a turma do cinema, chegando a ter parcerias com a Tatu Filmes e a Filme Brasil, numa época em que na Madalena só haviam ele, o Sujinho e muita tranqüilidade.
É dessa época que vem a maioria dos posters e até um Kikito, ganho por Mario Mazzetti no festival de Gramado e que acabou indo morar na estante do bar, “para ficar exposto em lugar público”.
Destes longínquos tempos trago lembranças tão doidas que chego a pensar que joguei fora as memórias e guardei as alucinações.
Uma delas é de que sempre que eu queria encontrar o Erick e o Morto, numa época em que os celulares não existiam (nossa! Estou ficando velho!), ligava primeiro para o Empanadas e só depois para as casas deles.
Outra delas é do Glauco, saudoso “pai” do Geraldão, assassinado há 10 meses. No final dos 80 / início dos 90 ele vivia por ali, tomando cerveja, rodeado de amigos e usando o bar como inspiração para muitos de seus personagens.
E ainda outra, inesquecível, ocorreu no dia do impeachment do até então presidente Collor, quando o bar, lotado, acompanhou voto a voto a decisão pela TV. E a multidão, emocionada e de mãos dadas, chorou e cantou junto o Hino Nacional! A comoção foi tamanha que cada um dos presentes ganhou uma cerveja por conta da casa.
Foi também mais ou menos nessa época que o bar mudou de mãos, sendo assumido por quatro funcionários da casa: o Robson, o Léo, o Rafael e o Santos, e de nome, passando a se chamar oficialmente “Empanadas Bar”, como já era conhecido por todo mundo, mesmo.
Aí o que era bom ficou melhor. De lá pra cá o bar só fez crescer em fama e em tamanho, engolindo a assistência técnica e a farmácia que ficavam ao lado e ganhando espaço para a clientela que já não cabia em suas mesas.
Acostumados com o trabalho da casa e com o contato com o público, os quatro sócios tornaram-se muito mais do que donos de bar. Tornaram-se amigos próximos tanto dos garçons quanto dos clientes.
O clima familiar entre os funcionários é tão grande que, além de muitos deles serem mesmo irmãos, vários resolveram ser pais quase ao mesmo tempo, formando uma legião de crianças que em dias mais festivos aparece por lá. E aos clientes mais chegados cabe sempre perguntar ao Messias, ao Ricardo, ao Dunga e ao Val como vão o Gustavo, a Giovana, a Lavínia e o Ravi. E por aí vai.
Faltou falar das empanadas propriamente ditas. São deliciosas. Tem de carne, frango, queijo, palmito, espinafre, calabresa, carne seca, Romeu e Julieta, Roquefort etc. São feitas do mesmo jeito há décadas, de um modo que a massa fica fina e macia sem estourar. Já tentamos fazer em casa e não deu certo. Já tentei descolar a receita, também sem sucesso.
Com o tempo aprendi que comer lá é muito melhor. Assim, dá para provar as bolachas de provolone e parabenizar o Dunga pela São Silvestre. Dá para curtir o estilo e o papo meio neohippie dos frequentadores e saber os detalhes da última ida do Robson a Pernambuco. Dá para experimentar as caipirinhas e “secar” o Corinthians do Messias.
O Empanadas é assim. Uma grande confraria. A Vila como ela era.

Já tinha passado na frente, mas nunca tinha entrado.

Em um sábado tranquilo eu e um grupo de amigos resolvemos ir em um lugar para conversar e beber um pouco, como queríamos algo light, escolhemos o empanadas.

Quando chegamos ficamos felizes em saber que não estava super lotado, com mesas inclusive do lado de fora, como estava calor ficamos por lá mesmo, pedimos cerveja que ficou em torno de R$8,00 que achei super justo pela marca que escolhemos e por estar estupidamente gelada =)

Uma das pessoas pediu duas caipirinhas e pagou R$ 16,00 em cada, o copo era grande e valor continuou bem justo pela quantidade e sabor =)

Lá como muitos já contaram você pode saborear as empanadas, claro que se comparadas com as originais não atenderá suas expectativas, mas gostei bastante o sabor, você pode escolher as grandes com várias opções de sabor, e uma porção que vem com seis menores, escolhemos as menores que ficaram uns R$28,00 a porção e você também pode escolher algumas opções de sabores, ficamos de palmito, carne seca, Roquefort, carne, não lembro o restante rs
Gostei muito de todas, mas a de carne seca estava muito saborosa.

O atendimento as vezes é um pouco atrapalhado, mas acho que muito mais pela quantidade de gente que a casa atende do que por má vontade (em alguns momentos de tranquilidade era super diferente a maneira como eramos atendidos).

Adorei a casa cheia de quadros, Posters e uma variedade de outras coisas, com várias Tv's que estava passando quando chegamos futebol e assim que terminou mudaram para UFC.

Uma boa opção na Vila para quem quer fazer algo light =)

Um lugar que representa o que é de fato a Vila Madalena.

Diferentes tipos urbanos se conectam entre bandeiras de times e poster de filmes nacionais, nesse bar que preserva a verdadeira raiz desse bairro tão acolhedor, criativo e humano, muito diferente daquele bares neo-coxinhas da rua de baixo, onde se praticam preços abusivos, um péssimo atendimento, e uma musica de gosto duvidoso, tudo em nome do status e da ostentação, com garrafas de destilados que chegam facilmente aos 3 dígitos.

Estive no empanadas no começo da Copa do Mundo, quando a Vila Madalena ainda não tinha virado um carnaval sem limites, a céu aberto. Se não me engano, era dia de Uruguai x Inglaterra, jogo que acontecia em São Paulo.

Se naquele momento, o Brasil era os olhos do mundo, o Empanadas Bar era o coração.

Um coração verdadeiramente brasileiro, que sabe acolher como ninguém, pessoas do mundo todo. Uruguaios, Ingleses, Argentinos, Brasileiros, Sul-africanos, Chilenos, Alemães e algumas outras nacionalidade que não me recordo, interagiam e conversavam em completa harmonia sobre as expectativas para Copa do Mundo.

Claro que todo esse clima acontecia entre Cerveja gelada e empanadas, vendidos a preços justos e qualidade indiscutível. A versão tupiniquim dessa iguaria argentina foi a mais comentada da noite;

O difícil foi explicar o significado de Carne Seca para os gringos, ou "dried meat" como se ouviu por lá.

Naquele dia eu entendi, o empanadas bar deveria ser tombado como patrimônio da Vila Madalena por preservar suas raízes e carregar em seu DNA, algo tão acolhedor, exatamente como a Vila é de fato!

via Android

Conheci o Empanadas na época da Copa, e gostei muito! Atendimento é bom, caipirinhas bem feitas e a porção de fritas bem servida! Tem um ótimo custo benefício, além de ter a decoração com bandeirolas de times e fotografias antigas. É indicado chegar cedo para pegar mesa como em todo lugar. Eu indico para quem quer beber sem gastar muito e curtir numa boa.
Exibindo 14 opiniões | Total de 156 opiniões
6 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Empanadas Bar? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: