Drosophyla

nota 4.4 de 5 em 6 opiniões
| Rank: 234º de 1192 | Bares e Botecos
Mais na região Como chegar

Uma nova casa foi inaugurada, mas o Drosophyla é um bar que está há anos na história de muitos paulistanos. A casa já recebeu grandes nomes da boemia paulistana. Madame Lily, a fundadora, fez do Dro um ponto de encontro de manifestações artísticas, devido às suas artes expostas. A casa tem o foco em coquetelaria. Abre no happy hour, serve petiscos e jantar.

Avaliar
Salvar
Compartilhar


Opinião em destaque

Quando estamos a procura de um lugar diferente para conhecer em SP!!! Vale a pena ir ao Bar!! A casa e incrivel, bem decorada, sem querer vc se pega pensando e analisando cada item da decoração! Vale a pena só para apreciar!!

Ótimos drinks, para quem gosta de destilados!!
Minha maior queixa e que a casa fica muito cheia, e o serviço acaba deixando a desejar na agilidade de atendimento!!
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota

Quando estamos a procura de um lugar diferente para conhecer em SP!!! Vale a pena ir ao Bar!! A casa e incrivel, bem decorada, sem querer vc se pega pensando e analisando cada item da decoração! Vale a pena só para apreciar!!

Ótimos drinks, para quem gosta de destilados!!
Minha maior queixa e que a casa fica muito cheia, e o serviço acaba deixando a desejar na agilidade de atendimento!!
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

via iPhone

O bar fica em uma casa antiga, achei a decoração bem ousada. Tem grande variedade de bebidas o menu com muita fritura,esse é um ponto q não gostei muito e também o fato de ter que pagar a entrada que não é consumível. Tem estacionamento com entrada lateral é pago.

Localizado em um casarão "tombado" dos anos 1920, possui diversos ambientes (não pude conhecer o andar de cima, estava fechado) e com decorações distintas (misturando o oriental com o ocidental, sem ficar brega).
Essa mistura é encontrada no cardápio (principalmente, nas comidas).

Tomei uma caipirinha (quarta é o dia de double drink de vodka nacional - R$19,50), foi uma de kiwi e outra de melancia com gengibre (estavam razoáveis).
Para comer, eu peguei o Montado de Salmão (R$35,00), estava delicioso e a apresentação é muito bonita também.

Gostei do atendimento, garçons simpáticos e sempre sorrindo! Pude conversar um pouco com a dona, extremamente simpática e receptiva.

Uma ótima experiencia, recomendo conhecer.
Esse bar foi um achado muito gostoso de descobrir.
Pesquisando no facebook, o encontrei. E fiquei intrigada com o ambiente e as opiniões.
Falei com meus amigos e eles animaram em conhecer (somente), pq a consumação estava cara para nossa condição financeira da noite. :P

Ai chegamos, numa casa de uma rua de clubes espelhados.
Cheguei na porta, e perguntei para o segurança, se podíamos só vem o lugar antes de consumir algo.
Ele tranquilo, nos deixou entrar sem problemas.
Quando nos adentramos, que lugar! Que barroco de antiguidades e pessoas diferentes.
Cada cadeira, mesa, parede que vc via era exótica, com cheiro de canela e cravo.

Fomos recebido pela Madame Lilí. SUPER EDUCADA E ATENCIOSA, explicamos que só queríamos, cada um tomar um drink!

Ela abriu um exceção e ainda nos apresentou cada detalhe da casa! Os drinks estavam DIVINOS (acabamos consumindo a mais que a consumação de qualquer forma, boa tática!) e demos muitas risadas e reflexões sobre a life!

Uma ótima experiência! :)

Um casarão na Nestor Pestana que há tempos vivia fechado agora é local para um dos espaços mais exóticos de São Paulo. Certo dia, ao deixar o carro de uma amiga no estacionamento que fica ao lado, notamos as janelas abertas e uma decoração que já do lado de fora ficamos encantadas. Foi aí que a curiosidade começou a aflorar. Depois, O Rafa do Kekanto me falou super bem do lugar, não tinha como não deixar de ir né?

Levei meu namorado para comemorar seu aniversário na sexta feira. E realmente a casa é tudo o que se espera: uma decoração exótica por todos os lados; todos os ambientes foram minimamente pensados a fim de nos levar a nostalgia e ao mesmo tempo ao lugar incomum de uma época que nunca vivemos.

De comidinhas pedimos uma coca (parece uma pizza, mas não é) de mussarela de búfala, tomate cereja e manjericão fresco e uma porção de bolinhos de shimeji e ricota. Como ninguém tinha pensado antes em fazer bolinho de shimeji???

Os drinks também tem muitos pontos positivos. Provamos o Diabolique ( que tem pimenta dedo de moça), o clássico Manhattan, a deliciosa caipirinha de frutas vermelhas, o drô xaxado que tinha purê de milho entre os ingredientes e o japanese tang com um sabor de infância e melão! Todos estavam deliciosos e sem aquele truque cara de pau de colocar mais gelo do que bebida. Honestidade é sempre o melhor negócio.

O atendimento é extraordinário. Fomos atendidos pela Thais e por um outro garçom que não lembro o nome (desculpe!) e ambos nos trataram maravilhosamente bem, nos indicando drinks e também ofereceram uma fatia de cheesecake para o meu namorado aniversariante. Um amor.

Seria mais que perfeito se os preços fossem um pouquinho mais baratos. Pois há drinks que chegam a custar 36 reais. É uma pena ter que pagar mais para conseguir lugares honestos nas porções e na qualidade das bebidas. Vá com o bolso preparado! Para entrar você paga 50 de consumação.

Mas no geral, se você procura um lugar para viver uma experiência, super indicado o Drosophyla. Certeza que você vai querer voltar.
Foto opinião do Mariana frança sobre Drosophyla
Primeira opinião do lugar

Aaah, o Drosophyla.
Sou meio suspeito para falar desse bar, afinal sou fã de carteirinha.
Confesso que fiquei um pouco triste, quando o Drô da Pedro Taques fechou. Porém, a mudança foi bastante positiva. O Drosophyla "Sensation Bizarre", deu lugar ao novo Drosophyla "Madame Lily".
Na prática, o que significa? Um casarão tombado na República, com ambientes super sofisticados, com decoração e tema dos anos 20. Isso no térreo.
Para quem conheceu o antigo Drosophyla, e está com saudades, o piso superior relembra bastante o Dro antigo. Cheio de coisas em armários na parede, azulejos, aquela decoração "sensation bizzarre".
Os preços continuam os mesmos. Uma caipirinha custa na faixa de R$20 e há vários petiscos e pratos novos criados especialmente para a nova casa. Destaque para os dadinhos de tapioca (R$24)
Resumindo, recomendo demais conhecer a casa e se perder admirando a decoração!
Você conhece o Drosophyla? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: