Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

Eu amo o cuckinho. O público tem se modificado, várias pessoas têm experimentado as festas no local e as coisas têm mudado pra quem frequentava praticamente todo fim de semana, como eu. Mas ainda é aquele lugar que vamos quando precisamos nos divertir numa festa alternativa, com a certeza de que vão cumprir o que prometem nas descrições dos eventos.
Aos desavisados: cheguem cedo, as filas são grandes e a casa é bem organizada em relação a furos. São distribuídas 2 remessas de fichas e grande parte da fila é gradeada, para evitar furos. Então, chegue sedo. Em festas bem divulgadas e/ou que tradicionalmente lotam, o ideal é ir pra fila ali pelas 20:30. As fichas normalmente começam a ser distribuídas a partir das 21h e SEM FICHA NÃO ENTRA.
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota

Eu amo o cuckinho. O público tem se modificado, várias pessoas têm experimentado as festas no local e as coisas têm mudado pra quem frequentava praticamente todo fim de semana, como eu. Mas ainda é aquele lugar que vamos quando precisamos nos divertir numa festa alternativa, com a certeza de que vão cumprir o que prometem nas descrições dos eventos.
Aos desavisados: cheguem cedo, as filas são grandes e a casa é bem organizada em relação a furos. São distribuídas 2 remessas de fichas e grande parte da fila é gradeada, para evitar furos. Então, chegue sedo. Em festas bem divulgadas e/ou que tradicionalmente lotam, o ideal é ir pra fila ali pelas 20:30. As fichas normalmente começam a ser distribuídas a partir das 21h e SEM FICHA NÃO ENTRA.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

A Cucko é a casa que abriu onde era o antigo Dhomba, se readequando ao seu novo público e festas que migraram para lá vindas predominatemente do antigo Cabaret (na minha opinião a melhor casa noturna alternativa que Porto Alegre já teve e que pegou fogo em 2013).

O local é espaçoso, tem 3 bares bem distribuidos e a decoração é bem legal e é muito mais a cara do novo público. O ar condicionado, porém, deixa um pouco a desejar, mas isso já é costume dos "inferninhos" de Porto Alegre.

Nas bebidas, eles não trabalham com cevas artesanais, mas possuem boas marcas como Heineken e Serramalte por um preço justo (cerca de R$ 10 a garrafa 600ml).

O público é um pouco mais velho que o Beco, mas não é tão maduro quanto era no Cabaret. Acho que a maioria dos frequentadores do Cabaret na faixa de 25 a 35 ainda estão meio perdidos de onde frequentar...

Como todo local alternativo de Porto Alegre a regra é clara:
1) Mesmo que você vá numa das "festas hetero", é relativamente comum ter casais homossexuais. Se você tem problema com isso, vá para outro lugar.
2) Se você é acostumado a ir em lugares com camarote e gosta de se destacar, vá para outro lugar. Aqui todo mundo é considerado igual e pagar mais caro pra "se achar" é digno de pena.
3) Chegar puxando menina pelo braço e "baixar combos" não vai dar certo aqui...

Infelizmente a casa não deixa entrar "pra dar uma olhadinha", então se informe do estilo da festa bem antes de entrar pra nao cair em furada, uma vez que muda bastante o estilo musical de um dia pro outro.

Atualmente, é um dos lugares que mais vou, principalmente qundo rola as festas Rockwork Orange e London Calling (embora não se compare quando elas eram no meu querido e falecido Cabaret).
Primeira opinião do lugar

No mesmo lugar, porém com uma nova ideia e nova alma, como eles mesmo dizem, o Cucko ocupa o lugar em que era, anteriormente, o Dhomba. As festas continuam as mesmas (próprias ou as que eram do Cabaret e Laika), com música boa e gente bonita. O público é alternativo, ao mesmo estilo de Beco e Lab.

O gênero musical depende da festa: BOOM toca músicas anos 90 e 00, LONDON CALLING e ROCKWORK ORANGE tocam rock, BAILE UNIVERSITÁRIO e REBEL toca indie poprock, PUSHPOP e POPISMO tocam pop, OPEN ZUÊRA toca de tudo (com open bar de cerveja, vodka + energético, refri e água).

O lugar é muito bacana, a decoração é demais, com várias pinturas, colagens e muita, mas muuuita, cor! São dois andares, sendo que o fumódromo está em cima, e os dois bares estão embaixo. Em frente a um dos bares tem umas 5 mesinhas altas, e ao lado tem uma áreazinha com mesinhas pra quando bater a fome no meio da noite. Sim, eles tem batata frita!! Não sei se tem outros petiscos, mas só vi isso sendo servido. O preço das bebidas é um pouquinho mais elevado do que os concorrentes, com cerveja mais barata a R$8, tequila a R$12 e caipirinha a R$15.

Os caras do bar não são lá muito simpáticos também, o lugar não aceita Banricompras e o ar condicionado não dá vencimento, mas as festas são tão boas que tudo isso se torna meros detalhes. Vale a pena!
Exibindo 5 opiniões | Total de 5 opiniões
1 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Cucko? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: