Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

Almocei na unidade da Santa Cecília do Restaurante Così (existe outra casa na Vila Nova Conceição), seco de vontade de provar o elogiado hambúrguer de pato com maionese trufada, que não consegui comer na Virada por causa das filas quilométricas que esgotaram o estoque de 2000 lanches em pouco mais de 4 horas.

Quem está por trás das panelas do Così é o chef Renato Carioni, que teve passagens bem-sucedidas por restaurantes premiados na Europa e São Paulo (Cantaloup). O Così investe em pratos da cozinha italiana de base clássica com um toque moderno, inventivo e criativo, mesclando e explorando a mistura de sabores.

A casa é o lugar ideal para os amantes da bistronomia, uma tendência gastronômica surgida nos últimos anos na França, a partir dos modernos bistrôs dirigidos por jovens chefs. A bistronomia defende uma cozinha de excelência e autoria a preços competitivos. Para um estabelecimento ser “bistronômico”, ele deve se encaixar em cinco requisitos, sendo que os três primeiros são comuns a todos os bistrôs autênticos, segundo o modelo francês: 1) um imóvel pequeno e aconchegante; 2) serviço sem pompa; 3) preços mais em conta quando comparados aos dos restaurantes chiques da cidade; 4) como chef-proprietário, um profissional de renome, de preferência com passagens por casas-símbolo da alta gastronomia; e 5) um cardápio enxuto, mas com toque autoral, seja na sofisticação das receitas, seja no aproveitamento criativo de ingredientes corriqueiros como ovo, quiabo ou moela de galinha.

O ambiente agrada pela excelente iluminação natural, bom espaço entre as mesas, pé direito alto e a linda cozinha envidraçada. No mezanino, está instalada uma máquina de massas antiga, de 1950, protegida por uma parede de vidro, que permite ao cliente acompanhar a produção artesanal da casa. O atendimento é bastante prestativo e atencioso.

No almoço a casa oferece um menu executivo (R$ 34 na Santa Cecília, R$ 39,50 na Vila Nova Conceição) muito bem preparado, composto de entrada, prato principal e sobremesa. As opções mudam todos os dias, o que estimula os clientes a voltarem várias vezes.

O couvert agrada pela maciez dos pães e sabor marcante dos 3 patês que acompanham: sardella, queijos e tomates. Todos são muito bons, mas o de tomates é o melhor, disparado.

Para beber, suco de uva 100% integral (R$ 7). Bem saboroso.

No cardápio de hoje, bruschettas de gorgonzola + damasco e salada de folhas de entrada (muito saborosas), gnocchi de mandioquinha com molho de tomates, ervas e azeitonas de prato principal (ponto da massa sensacional; molho de sabor forte por conta das azeitonas) e doce de abóbora + sorvete de sobremesa (delicado e não muito doce, na medida certa). Porções bem servidas, excelente custo/benefício.

O hambúrguer de pato (R$ 29,50) é saboroso, a carne tem sabor intenso e forte presença de ervas e especiarias. Lembra um steak tartare modelado como hambúrguer e selado na grelha – crocante por fora e mal passado, quase cru, por dentro. O lanche é acompanhado de batatas rústicas, muito bem feitas.

Outra coisa: notei que a carne é menor do que a que foi servida na Virada.

O hambúrguer sozinho já vale a visita, mas a maionese trufada que acompanha o lanche é de outro mundo, pra comer de colherada, com pão ou até no lanche. Sensacional.

De sobremesa, pedi um “mil folhas de Nutella” (R$ 21). A massa é incrivelmente leve e saborosa, enquanto o recheio, misturado com creme de leite, pesa um pouco na boca. Achei um pouco cara.

Endereço: Rua Barão de Tatuí, 302, Santa Cecília
Telefone: +55 (11) 3826-5088
Horários de atendimento: Terça à quinta das 12hs às 15hs e das 19hs às 23hs, sexta e sábado das 12hs às 15hs e das 19hs à meia-noite, domingo das 12hs às 17hs.
Estacionamento: Valet (R$ 15)
Internet: www.restaurantecosi.com.br

O Viajante Comilão - http://oviajantecomilao.blogspot.com
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

via Android

Os pratos são bons, porém muito caros. Ravioli de mandioquinha custa a bagatela de $58,00 e mal serve uma pessoa( um dos pratos mais baratos da casa). Sobremesas na casa dos $30,00. Um refrigerante lata custa quase $8. Enfim, não recomendo para quem gosta de comer bastante. Mas valeu a experiência.

Restaurante charmoso em uma pacata rua da Santa Cecília. Apesar de ser fã das cantinas, a linha mais experimental do Cosi é um grande atrativo para quem pretende fugir do comum e se arriscar pouco, o meu caso. Estive em duas épocas diferentes depois de estar no comando do Renato Carioni e tenho certeza que o cardápio era totalmente diferente em todas elas. Da última vez, o prato mais tradicional era um gnocchi de mandioquinha com queijo parmesão, o que causou estranheza ao meu pai, que foi atendido pelo garçom com seu pedido de um improvisado molho ao sugo, com uma massa que não lembro qual era. O risoto de polvo e azeitonas estava espetacular e o couvert é dispensável, mas os patês são deliciosos.
É o tipo de restaurante que eu levaria os amigos que me visitam e procuram uma boa opção no bairro, com certeza. Apesar de não ser tão barato, vale o serviço que oferece.

Especialista em Restaurantes Italianos com 21 opiniões na categoria

Um dos restaurantes que mais frequento. Em parte, porque é perto de casa. Em parte, porque tem um menu executivo (só almoço, segunda a sexta) com um preço bem em conta: entrada, prato principal e sobremesa por R$ 39. O último que eu comi foi uma salada com palmito pupunha, ravióli de queijo como molho de ervas e tomate cereja e cheesa cake de doce de leite. Tudo delicioso. Por esse menu, dá para perceber a pegada da casa: influências italianas, mas bem longe daquela comida básica de cantina. E o café de lá ainda é uma delícia (pena que custa R$ 6).
Fui pela primeira vez pois recebi um voucher da folha de São Paulo com direito a acompanhante na faixa, só pagamos bebidas e taxa de serviço. Um l ugar sem frescuras, com excelentet cardapio e atendimento bastante agradavel. Vale a pena conferir para quem gosta de boa gastronomia italiana, saindo do trivial.

Almocei na unidade da Santa Cecília do Restaurante Così (existe outra casa na Vila Nova Conceição), seco de vontade de provar o elogiado hambúrguer de pato com maionese trufada, que não consegui comer na Virada por causa das filas quilométricas que esgotaram o estoque de 2000 lanches em pouco mais de 4 horas.

Quem está por trás das panelas do Così é o chef Renato Carioni, que teve passagens bem-sucedidas por restaurantes premiados na Europa e São Paulo (Cantaloup). O Così investe em pratos da cozinha italiana de base clássica com um toque moderno, inventivo e criativo, mesclando e explorando a mistura de sabores.

A casa é o lugar ideal para os amantes da bistronomia, uma tendência gastronômica surgida nos últimos anos na França, a partir dos modernos bistrôs dirigidos por jovens chefs. A bistronomia defende uma cozinha de excelência e autoria a preços competitivos. Para um estabelecimento ser “bistronômico”, ele deve se encaixar em cinco requisitos, sendo que os três primeiros são comuns a todos os bistrôs autênticos, segundo o modelo francês: 1) um imóvel pequeno e aconchegante; 2) serviço sem pompa; 3) preços mais em conta quando comparados aos dos restaurantes chiques da cidade; 4) como chef-proprietário, um profissional de renome, de preferência com passagens por casas-símbolo da alta gastronomia; e 5) um cardápio enxuto, mas com toque autoral, seja na sofisticação das receitas, seja no aproveitamento criativo de ingredientes corriqueiros como ovo, quiabo ou moela de galinha.

O ambiente agrada pela excelente iluminação natural, bom espaço entre as mesas, pé direito alto e a linda cozinha envidraçada. No mezanino, está instalada uma máquina de massas antiga, de 1950, protegida por uma parede de vidro, que permite ao cliente acompanhar a produção artesanal da casa. O atendimento é bastante prestativo e atencioso.

No almoço a casa oferece um menu executivo (R$ 34 na Santa Cecília, R$ 39,50 na Vila Nova Conceição) muito bem preparado, composto de entrada, prato principal e sobremesa. As opções mudam todos os dias, o que estimula os clientes a voltarem várias vezes.

O couvert agrada pela maciez dos pães e sabor marcante dos 3 patês que acompanham: sardella, queijos e tomates. Todos são muito bons, mas o de tomates é o melhor, disparado.

Para beber, suco de uva 100% integral (R$ 7). Bem saboroso.

No cardápio de hoje, bruschettas de gorgonzola + damasco e salada de folhas de entrada (muito saborosas), gnocchi de mandioquinha com molho de tomates, ervas e azeitonas de prato principal (ponto da massa sensacional; molho de sabor forte por conta das azeitonas) e doce de abóbora + sorvete de sobremesa (delicado e não muito doce, na medida certa). Porções bem servidas, excelente custo/benefício.

O hambúrguer de pato (R$ 29,50) é saboroso, a carne tem sabor intenso e forte presença de ervas e especiarias. Lembra um steak tartare modelado como hambúrguer e selado na grelha – crocante por fora e mal passado, quase cru, por dentro. O lanche é acompanhado de batatas rústicas, muito bem feitas.

Outra coisa: notei que a carne é menor do que a que foi servida na Virada.

O hambúrguer sozinho já vale a visita, mas a maionese trufada que acompanha o lanche é de outro mundo, pra comer de colherada, com pão ou até no lanche. Sensacional.

De sobremesa, pedi um “Mil Folhas de Nutella” (R$ 21). A massa é incrivelmente leve e saborosa, enquanto o recheio, misturado com creme de leite, pesa um pouco na boca. Achei um pouco cara.

Endereço: Rua Barão de Tatuí, 302, Santa Cecília
Telefone: +55 (11) 3826-5088
Horários de atendimento: Terça à quinta das 12hs às 15hs e das 19hs às 23hs, sexta e sábado das 12hs às 15hs e das 19hs à meia-noite, domingo das 12hs às 17hs.
Estacionamento: Valet (R$ 15)
Internet: www.restaurantecosi.com.br


O Viajante Comilão - http://oviajantecomilao.blogspot.com
Foto opinião do Daniel Neves - O Viajante Comilão sobre Così

Fui uma única vez então está opinião ainda pode mudar, fui em um domingo a tarde, o que já é ruim, devia ter ido em outro dia. Tinha lista de espera, mas não tem lugar para esperar porque todos os lugares tem mesa, então você tem que esperar no meio da calçada, parecia ter poucos garçons, para atender e o atendimento estava confuso e demorado, fomos acomodados em uma mesa, que parecia ter sido improvisada, no meio de um espaço, o atendimento continou demorado e confuso mesmo com o restaurante começando a esvaziar, parecia um fim de feira. A comida não foi grande coisa e por causa do que estava acontecendo pedimos algo simples e rápido, e para beber somente água. Resumindo é díficil querer voltar, com opções bem melhores em outros lugares.

Especialista em Restaurantes Italianos com 38 opiniões na categoria

O ravioli de pupunha com camarões ao molho de limão custa justos 36 reais. Aberta em 2009, a casa ganhou uma filial na Vila Nova Conceição
Primeira opinião do lugar

O restaurante italiano tem qualidade excelente e preços justos, bem abaixo dos praticados por estabelecimentos do mesmo nível. O nhoque de mandioquinha ao creme de parmesão coberto por lâminas de peito de pato seco, por exemplo, custa cerca de R$ 25 e é a melhor massa que eu já comi. O ravióli de pupunha com camarão e o robalo na argila com purê de mandioquinha e molho de azeitonas pretas também são deliciosos. Por uma parede de vidro, é possível ver as massas, caseiras, sendo feitas no segundo andar. Uma amiga me disse que o atendimento foi muito lento quando ela foi lá, mas eu sempre tive sorte e fui bem atendida.
Exibindo 14 opiniões | Total de 14 opiniões
2 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Così? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: