Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque
Primeira opinião do lugar

O Club 688 abriu suas portas faz pouco tempo em Porto Alegre. Dos mesmos proprietários de outras baladas como o antigo Madras, Jimbaram e o atual Wari na praia de Atlântida e sob a direção dos proprietários do Complex o Club 688 já abriu suas portas fazendo sucesso.

Durante os 3 dias em que a case abre, quintas, sextas e sábados, há uma variação musical para agradar todos os ouvidos. Na quinta uma mistura de indie, electro, groove, e pop; sexta-feira o som é mais eletrônico: House, techno, disco, eletro e tudo mais que entra pelos ouvidos e sai pelos quadris ; sábado o pop impera. Quinta e sexta a idade mínima é de 18 anos e nos sábados 21.

O lugar é muito bacana, no centro de Porto Alegre, próximo ao cais do porto. O club tem 3 andares, o primeiro com a pista e um bar, o segundo com camarotes, banheiros e bar e o terceiro conta com uma área aberta ( conhecida como área para fumantes) uma das áreas mais frequentadas pelos clientes, em madeira, possui sofás e uma vista espetacular para o guaíba!

É bem fácil estacionar, há vagas em frente ao local e 2 estacionamentos pagos em frente e para quem prefere usar taxi, sempre tem uma fila de taxis esperando em frente ao local.

O valor de ingresso varia durante os dias e são vendidos em lotes. Para o consumo, você precisa adquirir um cartão, no valor de R$10 reais, onde você coloca dinheiro e vai consumindo, você pode reabastecer durante a noite, pode levar o cartão consigo e usar sempre o mesmo cartão (pode acontecer de sobrar dinheiro no cartão e você querer usar em outro dia) ou você pode devolver o cartão e pegar de volta os R$ 10 pagos pelo cartão.
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Fui no Club 688 em uma noite de sábado, aniversário de uma grande amiga. Já tinha passado na frente algumas vezes e tinha ouvido falar bastante do Club, então tinha certa curiosidade de conhecer o lugar.

AMBIENTE: Existe serviço de valet por R$ 20,00. O Club possui 3 andares. No térreo há a pista de dança, bar e camarotes/VIP. No segundo andar há um mezzanino, com mais um bar (eu acho) e banheiro masculino, e no terceiro andar há um espaço aberto/fumódromo com vista para a Av. Mauá e o Cais de POA. Esta foi a parte que achei mais bacana.
Apesar de toda a hype envolvendo o lugar, eu não achei que tenha feito jus à expectativa. Para um lugar que se pretende exclusivo (vide o preço do ingresso), deixa a desejar. Não é um lugar de nível internacional, isso é indiscutível (cf. clubs de Las Vegas, LA, NYC etc.). Mesmo no cenário nacional, deixa a desejar (RJ, SP)... Se puxar pela memória outros clubs de POA (Dado Bier no auge, Venezza no auge), pode-se dizer que já houve coisa bem mais interessante na cidade.
Começa que só há uma pista de dança, uma música no lugar inteiro. Para mim, sempre é um plus quando o lugar possui duas trilhas sonoras. Penso que no fumódromo eles poderiam ter feito mais um barzinho e outra música, para quando vc quer dar aquela quebra na noite.
Enfim, não vi nada de especial, que não tivesse visto em outros clubs. A decoração é básica.
Considerando tudo, não me impressionou.

MÚSICA: achei meio fraca. Lá pelas tantas, o DJ começou a tocar os hits... de 10 anos atrás. Não me consta que fosse uma noite retrô. No "segmento" hip hop, veio com Ja Rule; tudo bem, eu gosto, mas isso bombava em 2001, por aí...
Que tal um pouco de progressive house - Pryda, Avicii, Jeremy Olander? Ou então Kaskade, Deadmau5, Porter Robinson? Um Maceo Plex...
Também sou fã de rap/hip-hop; que tal um Tyga, Drake, Clyde Carson, Kanye West?

ATENDIMENTO: foi bom, profissional, nada muito especial a ser dito.

COMIDA: inaplicável, pois não há comida. Na minha não tão humilde opinião, isso também é um ponto fraco. E se bater aquela fome no meio da balada, não tem nem uns petiscos para oferecer?

BEBIDA: muito fraca. Novamente, se a proposta do club é ser exclusivo, oferecer a "melhor balada" de POA, não dá para ter apenas Johnnie Walker Red e Black, Vodka, Absinto e cerveja. E se eu quiser tomar sakê Gekkeikan? E se quiser tomar Hennessy? Ou Bombay Sapphire? Ou Ciroc? Poxa, não tem nem coquetéis para as damas ou cavalheiros...
Se o club cobra R$ 80,00 para um homem entrar, eu espero no mínimo um full bar.

PÚBLICO: muito bom. Público selecionado, gente bonita. Penso que no ingresso você não está pagando pelo ambiente, mas sim pelo público...

CUSTO/BENEFÍCIO: precisa melhorar. Não tenho problema em abrir o bolso, mas desde que haja contraprestação. Em Hollywood, eu pagava US$ 20,00 de cover para entrar na Playhouse. Isso era metade do que o Club 688 está cobrando aqui em POA...

O Club é com certeza a melhor festa da noite de Porto Alegre, (não falo isso por acaso não.)

No ano de 2012 a casa esta aberta nas sextas e sábados, com o melhor do Pop, Groove, House ...
Bem localizada no centro histórico de Porto Alegre praticamente ás margens do Rio Guaiba, a casa tem como DJ residentes Mark Correa, Adriano Carazzo e cia.
A Casa tem 3 andares, com espaço para fumantes e acesso a cadeirantes, possui também 6 camarotes com garçons exclusivos para atender você.

O Club trabalha com cartão pré pago para consumo, onde você abastece seu cartão antecipadamente e vai consumindo ao decorrer da noite, podendo abastecer durante a festa.

Possui estacionamento pago na frente da casa e pra quem prefere taxi tem sempre a sua disposição.
Valores de ingresso variam de acordo com a festa mas em média R$30,00.

Aconselho a todos que vierem a Porto Alegre a irem ao club, e caso visitem me procurem por lá, pois trabalho atendendo os camarotes :P
Primeira opinião do lugar

O Club 688 abriu suas portas faz pouco tempo em Porto Alegre. Dos mesmos proprietários de outras baladas como o antigo Madras, Jimbaram e o atual Wari na praia de Atlântida e sob a direção dos proprietários do Complex o Club 688 já abriu suas portas fazendo sucesso.

Durante os 3 dias em que a case abre, quintas, sextas e sábados, há uma variação musical para agradar todos os ouvidos. Na quinta uma mistura de indie, electro, groove, e pop; sexta-feira o som é mais eletrônico: House, techno, disco, eletro e tudo mais que entra pelos ouvidos e sai pelos quadris ; sábado o pop impera. Quinta e sexta a idade mínima é de 18 anos e nos sábados 21.

O lugar é muito bacana, no centro de Porto Alegre, próximo ao cais do porto. O club tem 3 andares, o primeiro com a pista e um bar, o segundo com camarotes, banheiros e bar e o terceiro conta com uma área aberta ( conhecida como área para fumantes) uma das áreas mais frequentadas pelos clientes, em madeira, possui sofás e uma vista espetacular para o guaíba!

É bem fácil estacionar, há vagas em frente ao local e 2 estacionamentos pagos em frente e para quem prefere usar taxi, sempre tem uma fila de taxis esperando em frente ao local.

O valor de ingresso varia durante os dias e são vendidos em lotes. Para o consumo, você precisa adquirir um cartão, no valor de R$10 reais, onde você coloca dinheiro e vai consumindo, você pode reabastecer durante a noite, pode levar o cartão consigo e usar sempre o mesmo cartão (pode acontecer de sobrar dinheiro no cartão e você querer usar em outro dia) ou você pode devolver o cartão e pegar de volta os R$ 10 pagos pelo cartão.
Foto opinião do Julia O. sobre Club688
Você conhece o Club688? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: