Casa de Francisca

nota 4.5 de 5 em 11 opiniões
| Rank: 117º de 1192 | Bares e Botecos
Mais na região Como chegar

Endereço: Rua José Maria Lisboa, 190, Jardim Paulista - São Paulo , SP - Brasil - 01423-000

Telefone: (11) 3052-0547

Preço: $$$$  (De R$51 até R$100)

Cardápio: Ver cardápio

Sou dono deste estabelecimento

Uma mistura de bar, casa de show e teatro. Um local pequeno e aconchegante, com mesas dispostas em formato de plateia. As apresentações musicais tem um tom intimista. O lugar é super romântico, com velas nas mesas e luz baixa. As comidas são bem caseiras e artesanais, como a Polenta Cremosa com Ragu de Lentilha.

Avaliar
Salvar
Compartilhar


Opinião em destaque

Antes de mais nada, queria ressaltar que aqui vai um relato de uma pessoa que não conhece quase nada da vasta cultura musical que se faz presente ali...acredito que algumas pessoas como eu possam ir até lá para também conhecer ou por alguma indicação... sendo assim, achei importante relatar a minha humilde "aventura".

Há duas semanas mais ou menos um casal de amigos estiveram por lá e acabaram saindo correndo para continuarem a noite em outro bar... o motivo? Eles não se adaptaram a tamanha formalidade e eu fiquei curiosíssima querendo ir lá conferir e lá estava eu.

Antes de ir, corri ler opiniões e vendo como o local era pequeno, tratei de ligar para saber como funcionava a reserva de mesa... eis que me passaram que deveria ser pelo site... quando entrei no site, surpresaaaaa!!! A reserva tratava-se de comprar os ingressos... e aí acabamos entrando no consenso de botar em prática a fé do que me passaram: chegarmos cedo mesmo sem reserva para não corrermos o risco de após pagar, de repente não irmos, pois me passaram por telefone que eles seguravam reserva até as 21:30 e havendo desistência, eu teria um lugar, ou então teríamos acesso à lugares que não foram reservados... ok... pois às 20:30 estava eu saindo de casa para a "noitada"... ok, vamos lá... seremos os primeiros a chegar e garantir nosso lugar na "espera"!!! /

Ledo engano!... Primeiro que ao passar pela rua quase não vimos o casarão com as bikes enganchadas na árvore rsrsrs paramos na rua mesmo, a casa não tem vallet, ou pelo menos eu não vi e ao entrar no corredor conseguíamos ver através das janelas a casa LO-TA-DA com suas pouquíssimas mesas, luz baixa, decoração impecável e algumas mesas no formato de um auditório bemmm antigo e pequeno... e foi aí que tive que ouvir da forma mais delicada, educada, gentil possível, porém irredutível que... a casa estava cheia, inteira reservada, faltando apenas os donos de 3 mesas! rssss Pensa num desespero?!

" Aiiiiiiiii moça... por DEus.. são 21:10!!... Vcs seguram reservas até as 21:30... será que ninguém desiste, não?! " - eu disse, mesmo imaginando o seguinte: se a reserva eh pagar e o povo pagou, eles virão =O... " Olha.. as 21:30 começaremos a ligar para as reservas para ver se eles realmente virão... havendo desistência..........." Ahhhhhh uma esperança! rsrsrsrs Oba!!! Em seguida nos deram a dica de jantarmos em algum local por perto e depois voltarmos... mas quer saber? Éramos os únicos da "espera" e faltavam 20 minutos.. . Vamos esperar!!

E lá ficamos nós tomando uma cerveja no corredor da casa vendo a galera lá dentro e orandooooo para que as 3 mesas não chegassem... quando deu 21:30 vimos uma correria da galera no telefone e eis que nos chamaram / havia uma desistência! Uebaaaaaa...

Ai começou a minha realização, né.... consegui entrar! Que máximo!!! Mas os lugares oferecidos para nós não eram o melhor do mundo não... eu de vestidinho tive que me acomodar num balcão totalmente aberto, na parte superior numa banqueta mega charmosa porém sem sincronia alguma com a banqueta do lado onde estava minha cia... caos na Terra! rsrsrs

Os garçons, na verdade um rapaz e uma menina com aquela gentileza ímpar foram nos explicando o cardápio, fazendo indicações e exaltando a questão que eu já sabia, que eles não servem nada enquanto os músicos estiverem se apresentando e tudo mais, para me habituar a Casa.

Detalhe interessante do cardápio: são apenas 2 opções de petiscos, 2 de lanches, 2 de pratos principais e 2 de sobremesas rsrsrs o restante tudo bebidas, destaque para os vinhos.

Aceitamos a indicação e fomos de nhoque individual (35,00 cada), uma porção pequenina, porém maravilhosaaaaaa com um queijo delicioso e para beber continuamos na Hoegaarden.

Continua -parte 2
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota

via iPhone

O menor espaço cultural de São Paulo, mistura de restaurante, bar e restaurante. Pratos interessantes, bons preços e principalmente, excelente música!!! O público descolado e moderno, mas antes de tudo um público cult. Vale a pena conhecer !!! O lugar é curioso, muito pequeno, preste atenção na rua para localizar.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Parte 2 ( Ufa!)

Antes do show começar, os garçons novamente vieram preocupados saber se estávamos "abastecidos" para a pausa nos serviços. As luzes se apagaram, apenas as luzes das velas permaneceram e aí que o silêncio se estabeleceu de um tanto que é IMPOSSÍVEL falar um "OI" durante a apresentação... dois músicos foram apresentados por um moço que faz questão de falar sem microfone ( o que me fez n ouvir muito bem), acredito que seja para ficar bem intimista mesmo e em seguida começou o show...

A questão do silêncio é algo óbvio para um show, ainda mais desse estilo... porémmmmm numa grande plateia vc acaba conseguindo cochichar, falar algo.. mas ali é IMPOSSÍVEL visto que imagine vc numa casa de um parente com uma fala seríssima do dono da casa por exemplo e todas as pessoas ali juntinhas apertadinho, sabe... (li que são 44 lugares).. fica chato falar algo e atrapalhar, certo?O que dizer? As músicas apenas instrumentais na primeira, segunda é a coisa mais linda do mundo... porém as músicas parecem ser mais longas que o normal e todas bem parecidas!!! Fiquei sentada na minha banqueta quietinha e vez por outra observava as pessoas que certamente eram mais privilegiadas que eu por entenderem do assunto, porém avistei pessoas que pareciam dormir mesmooo, outros mexendo no celular =// mas a maioria lá como eu quietinha e apreciando o som...quando uma canção chegava ao fim, eles eram aplaudidos e a noite seguia....e não é que o tempo passou que eu nem vi? Eles se despediram, saíram do pequenino palco e voltaram para o bis.

Após o término definitivo do show, muitas pessoas se levantaram para ir embora... e após a sugestão dos garçons, descemos e pegamos um lugar na mesinha no "auditório" mais para ter uma ideia da visão que a galera estava tendo de lá e ter o "gostinho" de sentar no "local histórico"... em seguida, vendo que dali pra frente a casa estaria rumo ao seu fim de noite, decidimos ir embora após a experiência extremamente memorável.

Quanto a conta.. não consegui ver muito bem, porém de longe avistei um valor relativamente alto... na minha visão de pouco entendedora do assunto, porém curiosa como acredito que MUITOS, me bastou ir uma única vez... ADOREI porémmmm não é um local para se frequentar sem entender...mas recomendo essa aventura!

Como minha amiga havia me falado que era um ambiente extremamente formal, eu estava de vestido com brilhinhos, salto e tudo mais... porém, avistei rapazes com a querida e boa havaianas... se eu soubesse disso, teria ido mais despojada...

Ah! O ano que vem a casa estará mudando seu endereço, se eu entendi bem, para o centro histórico de SP, acredito que seja para aumentar as possibilidades de quem quer conhecer/frequentar a Casa de Francisca! Boa pedida! ;)

Antes de mais nada, queria ressaltar que aqui vai um relato de uma pessoa que não conhece quase nada da vasta cultura musical que se faz presente ali...acredito que algumas pessoas como eu possam ir até lá para também conhecer ou por alguma indicação... sendo assim, achei importante relatar a minha humilde "aventura".

Há duas semanas mais ou menos um casal de amigos estiveram por lá e acabaram saindo correndo para continuarem a noite em outro bar... o motivo? Eles não se adaptaram a tamanha formalidade e eu fiquei curiosíssima querendo ir lá conferir e lá estava eu.

Antes de ir, corri ler opiniões e vendo como o local era pequeno, tratei de ligar para saber como funcionava a reserva de mesa... eis que me passaram que deveria ser pelo site... quando entrei no site, surpresaaaaa!!! A reserva tratava-se de comprar os ingressos... e aí acabamos entrando no consenso de botar em prática a fé do que me passaram: chegarmos cedo mesmo sem reserva para não corrermos o risco de após pagar, de repente não irmos, pois me passaram por telefone que eles seguravam reserva até as 21:30 e havendo desistência, eu teria um lugar, ou então teríamos acesso à lugares que não foram reservados... ok... pois às 20:30 estava eu saindo de casa para a "noitada"... ok, vamos lá... seremos os primeiros a chegar e garantir nosso lugar na "espera"!!! /

Ledo engano!... Primeiro que ao passar pela rua quase não vimos o casarão com as bikes enganchadas na árvore rsrsrs paramos na rua mesmo, a casa não tem vallet, ou pelo menos eu não vi e ao entrar no corredor conseguíamos ver através das janelas a casa LO-TA-DA com suas pouquíssimas mesas, luz baixa, decoração impecável e algumas mesas no formato de um auditório bemmm antigo e pequeno... e foi aí que tive que ouvir da forma mais delicada, educada, gentil possível, porém irredutível que... a casa estava cheia, inteira reservada, faltando apenas os donos de 3 mesas! rssss Pensa num desespero?!

" Aiiiiiiiii moça... por DEus.. são 21:10!!... Vcs seguram reservas até as 21:30... será que ninguém desiste, não?! " - eu disse, mesmo imaginando o seguinte: se a reserva eh pagar e o povo pagou, eles virão =O... " Olha.. as 21:30 começaremos a ligar para as reservas para ver se eles realmente virão... havendo desistência..........." Ahhhhhh uma esperança! rsrsrsrs Oba!!! Em seguida nos deram a dica de jantarmos em algum local por perto e depois voltarmos... mas quer saber? Éramos os únicos da "espera" e faltavam 20 minutos.. . Vamos esperar!!

E lá ficamos nós tomando uma cerveja no corredor da casa vendo a galera lá dentro e orandooooo para que as 3 mesas não chegassem... quando deu 21:30 vimos uma correria da galera no telefone e eis que nos chamaram / havia uma desistência! Uebaaaaaa...

Ai começou a minha realização, né.... consegui entrar! Que máximo!!! Mas os lugares oferecidos para nós não eram o melhor do mundo não... eu de vestidinho tive que me acomodar num balcão totalmente aberto, na parte superior numa banqueta mega charmosa porém sem sincronia alguma com a banqueta do lado onde estava minha cia... caos na Terra! rsrsrs

Os garçons, na verdade um rapaz e uma menina com aquela gentileza ímpar foram nos explicando o cardápio, fazendo indicações e exaltando a questão que eu já sabia, que eles não servem nada enquanto os músicos estiverem se apresentando e tudo mais, para me habituar a Casa.

Detalhe interessante do cardápio: são apenas 2 opções de petiscos, 2 de lanches, 2 de pratos principais e 2 de sobremesas rsrsrs o restante tudo bebidas, destaque para os vinhos.

Aceitamos a indicação e fomos de nhoque individual (35,00 cada), uma porção pequenina, porém maravilhosaaaaaa com um queijo delicioso e para beber continuamos na Hoegaarden.

Continua -parte 2

Se auto define como "pequena casa de show" e dá um verdadeiro show na programação.
Tive a honra de acompanhar a casa desde a sua inauguração e acompanhar todas as mudanças e melhorias que foram feitas desde o começo.
A qualidade foi surpreendente desde o começo e continua melhorando cada vez mais.
- Programação musical de primeira qualidade, todo dia um artista diferente.
- Comida artesanal feita pelos chefs da casa, sabor primoroso, apresentação invejável.
- Ambiente incrível em forma de pequeno auditório, você é bem atendido em qualquer lugar que sentar e assiste o show de qualquer lugar também.

O detalhe vai para o silêncio necessário na hora das apresentações musicais e o encerramento do serviço de bar e comida. Isso te dá a oportunidade de apreciar o show e todos os seus detalhes. Tudo volta ao normal após o show.

Esse é um lugar especial até mesmo pela proposta ousada de ser uma casa pequena e lutar pelo direito de ser pequena! Só cabem 48 pessoas! Mas a casa é absolutamente charmosa, um palco pequenino que cria até uma cumplicidade entre os ótimos músicos e performers que ali se apresentam e o público, o ambiente é uma viagem ao tempo dos cabarés, é tudo a aconchegante luz de velas, o cardápio é enxuto e bom, tem boas eisenbahns, durante o espetáculo é interrompido o serviço às mesas em respeito aos artistas e ao público, vale uma visita, a casa aceita reserva, porém há uma tolerância curta convém ser pontual. Vale muito uma visita os artistas são escolhidos com esmero, tive a oportunidade de conferir o show do Arrigo Barnabé que foi excelente. Recomendo aos meus amigos Kekanteiros.

A Casa de Francisca é uma mistura de bar, teatro e casa de show!!! Pois é, verdade!!! O local é uma delícia, e como é bem pequeno, tem um clima bem intimista. No palco, tem apresentações de peças curtas, stand-ups, música, poesia, enfim, tem muita coisa legal que rola por lá, é só checar a programação da casa. Com certeza é um programa divertido e diferente, super vale a pena. Fica a dica pessoal
Primeira opinião do lugar

Estive na Casa de Francisca em 2010 para a apresentação de um grande amigo de Belo Horizonte (Cesar Lacerda, na excelente companhia de Luiza Brina e Luiz Gabriel Lopes, apresentando um apanhado de músicas próprias no show ´Por um passado musicável: Notícias numa fita´).

O lugar fica próximo da Paulista e é bem alternativo (se é que essa definição serve para algo, já que depende de quem a utiliza). Diria que é uma mistura de teatro, restaurante e casa de show (sem exagero). Aos frequentadores, atentar à decoração das paredes, que possui alguns versos e quadros.

As mesas ficam postas em formato de desnível, que dá para um palco intimista (com cortinas de teatro, piano e piso de madeira) e com meia-luz - as mesas são decoradas com velas, não por acaso. Na parte de trás, algumas cadeiras sobem paralelamente a uma escada (realmente dando a idéia de um teatro ou cinema, com um tom retrô muito bem-vindo).

Sempre há uma apresentação na Casa de Francisca e durante os shows os garçons não servem bebidas ou pratos (em respeito aos artistas - se bem que os frequentadores costumam ir ao local justamente pelas apresentações, ou seja, a medida é muito bem aceita).

O atendimento também é excelente, já que quem está ali entende muito bem dos shows que ocorrem na casa e opinam sobre as atrações, além de serem muito atenciosos.

Um lugar bem diferente para apreciar shows de muito bom gosto - por isso, não pense duas vezes ao pagar o couvert artístico.
Você conhece o Casa de Francisca? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: