Canto do Noel

nota 4.0 de 5 em 8 opiniões
| Rank: 31º de 107 | Bares e Botecos
Mais na região Como chegar

Ponto de encontro dos amantes da boa cerveja acompanhada de uma boa música. Ambiente aconchegante com muito samba e história.

Avaliar
Salvar
Compartilhar


Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque
Sim muito eclético, todas as tribos, raças, cor, gêneros e estilos... vá sem preconceitos e disposto a sentir cheiro de charuto, cachimbo, maconha, cigarro, incenso, perfumes, enfim vá para ouvir um som que pode ser de alguem passando ou de algum musico local, beber uma cerveja ou drink de um dos muitos botecos ao redor e comer um bom aperitivo. o preço é bom e para todos os bolsos principalmente os menos gorduchos. Hum os banheiros são complicados pois são os dos bares e costumam ter filas gigantes... mas o som rola ate tarde
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota
Sim muito eclético, todas as tribos, raças, cor, gêneros e estilos... vá sem preconceitos e disposto a sentir cheiro de charuto, cachimbo, maconha, cigarro, incenso, perfumes, enfim vá para ouvir um som que pode ser de alguem passando ou de algum musico local, beber uma cerveja ou drink de um dos muitos botecos ao redor e comer um bom aperitivo. o preço é bom e para todos os bolsos principalmente os menos gorduchos. Hum os banheiros são complicados pois são os dos bares e costumam ter filas gigantes... mas o som rola ate tarde
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

via mobile

Melhor caldinho de feijão dos botecos e para melhorar vem uma pinga de acompanhamento. Para quem curte um samba no pé, só chegar no sábado a tarde que esta rolando religiosamente :D maaaas cheguem cedo, lá seeeempre lota, inclusive dia de semana! Publico bem alternativo :)

via Android

O Bar Canto do Noel, tem uma proposta bastante interessante. Ser um pedacinho da Lapa (histórico bairro boêmio do Rio de Janeiro) na parte boêmia do centro de Florianópolis. O que em parte ele consegue, pois fica situado na Travessa Ratcliff, ponto de encontro de estudantes, jornalistas, professores, boêmios, músicos e mais uma grande quantidade de pessoas mais descoladas, ou, alternativas. O bar em dias de semana conta com um ambiente aconchegante e pequeno, que remete aos botecos cariocas, com muitas cadeiras, mesas, balcões de madeira, com algumas "cachacinhas" nas prateleiras, uma boa variedade de cerveja, nacionais e importadas. E para comer eles possuem um bom cardápio de pratos típicos de botequins, como dobradinha, feijoada, caldinho de feijo, porções de aipim frito e etc; além do clássico amendoin torrado. Eles contam também com um sobrado no segundo andar, o qual você entra por fora do ambiente principal, por uma escada de madeira, e em cima, se tem uma impressão de casarão histórico muito legal. Porém, mal aproveitado. O ambiente, toca uma música de primeira qualidade, sambas de raiz e chorinho. Aos sábados tem a tradicionalíssima e ótima feijoada do Canto do Noel, que custa R$ 25,00 e você ganha uma pulseira, podendo repetir a vontade, um preço honesto. E ainda pode ouvir o melhor samba da cidade, com o grupo "Um Bom Partido", onde junto com eles, já se apresentaram, neste mesmo bar, Nelson Sargento, Barão do Pandeiro e etc. O samba de sábado acontece na calçada mesmo da Travessa, dando uma impressão de Samba de Roda, e você se sente estando no próprio Cacique de Ramos. O lado ruim é a estrutura dos banheiros, se o bar estiver cheio você vai penar na fila, e se for mulher vai sofrer mais ainda. O atendimento não é dos melhores, quado o bar estiver cheio, você demora a ser atendido e o preço das cervejas  completamente insano, onde uma humilde Brahma ou Skol de 600 ml custa R$ 10,00, as importadas nem se fala, pois estão na faixa dos 20 e 30 R$. O local não conta com estacionamento, você tem que deixar seu carro nos entornos da Praa XV. E eles aceitam todos os cartões como forma de pagamento. O lado bom é o ambiente como um todo, que lhe remete a algo diferente do "mais do mesmo", e da cultura "gourmet", que tomou Florianópolis de assalto, a oportunidade de você comer uma comida de "avó", ouvir uma ótima música e estar num ambiente completamente descontraído e amigável.

No centro histórico de Floripa, pra quem curte um pouco de história não pode de jeito nenhum deixar de teransitar pelas ruelas históricas e descobrir esse agito e curtir um incrível happy hour!!

Localizado na travessa Ratclif, que tem uns 6 barzinhos perfeitos para um happy hour depois do trabalho. Porém não é aquele happy hour cheio de engravatados, as mesinhas ficam na rua mesmo, sendo que alguns colocam mesas de plástico e outros colocam de madeira.
Pra ir lá o tempo tem que estar bom, se estiver chovendo, esquece!

O Canto do Noel é o bar mais tradicional da Travessa. São famosas as feijoadas de sábado à tarde regadas à muito samba de raiz. É um programa bem diferente pra se fazer em Floripa, são poucos lugares que possuem tanta originalidade!
Durante um período o samba foi proibido porque os moradores da região reclamavam do barulho, mas pelo que me falaram o samba está acontecendo de novo.

Se for fresquinho, do tipo que quer banheiros limpos, vai pra outro lugar! kkk

A galera que frequenta a travessa é bem alternativa, esta região virou um ponto de encontro dos militantes de movimentos sociais de esquerda.

É um boteco bem tradicional no centro de Florianópolis. Você vai encontrar mesas de plástico, cerveja e comida de boteco, como manda o figurino. Costuma estar mais cheio no fim do dia, depois do trabalho. Também faz parte do roteiro que está sendo promovido pela prefeitura de Florianópolis para deixar o centro mais animado nos finais de semana.

Quando está muito cheio, o banheiro do andar de baixo deixou bastante a desejar. Porém, no andar de cima, quando estiver aberto, já é outro nível. Mas acredito que eles só abram lá para eventos, não é todo dia. Porém o atendimento é bem divertido, o pessoal é bem animado.

Um dos primeiros bares que conheci na minha chegada a Florianópolis.
As mesas na calçada e o grupo de samba, que toca aos sábados ao vivo e acompanhado por feijoada e caipirinha, lembra os típicos bares da Lapa carioca.
A decoração, o ambiente boêmio e o clima de alegria combinam com as características culturais e arquitetônicas do centro da Ilha, onde perduram tradições e camaradagem.
Uma ótima pedida para conhecer Floripa além das praias, conversar, dançar um bom samba e ter contato com o lado urbano da cidade.

Exibindo 8 opiniões | Total de 8 opiniões
1 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Canto do Noel? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: