Mais na região Como chegar

O Cais José Estelita é um cais que se encontra na Ilha de Antônio Vaz em Recife, Pernambuco. Liga o bairro do Cabanga ao de São José (Recife) e é banhando pela Bacia do Pina.

Avaliar
Salvar
Compartilhar


Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

via Android

O cais José Estelita faz parte da história do Recife e ocupa um terreno imenso de frente para o Rio Capibaribe. O terreno em si está abandonado, mas vez ou outra são realizadas festas em seu entorno para chamar a atenção da população ao local. A noite o local pode ser bem perigoso pela baixa movimentação de pessoas na rua.
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota

Um lugar tão importante no passado da cidade, repleto de história, e ainda assim, esquecido pelos governantes da cidade. E graças ao movimento Ocupe Estelita, o Cais voltou a ser foco de atenção da população, que só trouxe coisas boas para ele, com dias de atividades recreativas e culturais, muito divertidos, e para toda a família.
É um local lindo, e que merece uma revitalização, que se torne um novo espaço aberto para que toda a população possa aproveitar.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

via Android

O cais José Estelita faz parte da história do Recife e ocupa um terreno imenso de frente para o Rio Capibaribe. O terreno em si está abandonado, mas vez ou outra são realizadas festas em seu entorno para chamar a atenção da população ao local. A noite o local pode ser bem perigoso pela baixa movimentação de pessoas na rua.

Longe da vista apaixonante das pontes de mauriceia do antigo recife, localiza-se um caís escondido da rota turística da cidade, um quintal urbano, na ilha de Antônio de Vaz chamado de caís José Estelita que não fica atrás quando o assunto é beleza. Com o seu entorno banhado pelas águas que se disfarçam de mar da enorme bacia do pina, se transforma num grande atrativo para quem é adepto de passeios ao ar livre.

Com suas calçadas formando desenhos e mosaicos, te convidam para uma caminhada tranquila na companhia dos antigos edifícios de telhados pontiagudos das casas abandonadas de açúcar, fazendo voltar ao tempo e tornando o lugar mais criativo e confortável para uma conversar ao entardecer. Em sua volta encontra-se a centenária igreja de são José com seus sinos fortes indicando o começo de uma missa ou a entrada de uma noiva na matriz, além do mais no horizonte se ver a muralha de pedra que separa o mar e o recife, e que por sinal na muralha pode contemplar o por do sol mais bonito da cidade de onde se deve assistir de longe o crepúsculo da tarde beijar os telhados das casas de açúcar do Estelita.
Bem que de Estelita ele poderia se tornar um '' Estrelita'', pois se estiver a procura de um bom lugar pra ler um livro o bucólico caís deixará sua leitura mais prazerosa desde as batidas das águas em suas paredes e até ouvir o vento cantar nos seus ouvidos. Quem já conhece a Rua da aurora sabe que é outro cartão postal da cidade, o lugar é conhecida por ter inspirados vários escritores a fazer poemas eternos, como por exemplo o ilustre Manuel Bandeira em um trecho de seu poema (cotovia) expressou o seguinte: ''Aurora da minha vida que os anos não trazem mais!' Tendo a aurora como uma industria de poesias o Estelita é uma fábrica de momentos propícios pra se aventurar nos grandes escritores pernambucanos.

Desde que vi o primeiro nascer do sol do ano de 2013 brilhar nas águas da bacia do pina se tornou um mantra pedalar nos finais de tarde de domingo pelas calçadas do caís, e sentar-se nos charmosos bancos de madeira sentido a brisa do mar. Ir ao Estelita te faz refletir como se estivesse no quintal de casa, dando vida e criatividade para todos que desejam escrever e criar como estou fazendo agora.

A dica é simples vá ao Estelita para ter uma prosa com amigos uma companhia para seus pensamentos seguir em uma caminhada de mãos dadas, fofocas de fim de tarde, um levantar de pipa das crianças do bairro até se aventurar numa pesca, e para os mais corajosos subir no gradeado e sentir a brisa como se estivesse na proa de um barco em alto mar.

De tanto o que se pode fazer e encontrar não deveria ser intitulado de ''O Abandonado '", esse velho cais clama que não o chamem de esquecido, e sim mudem sua realidade fazendo parte dele, pois quem não teve a oportunidade de se amostrar não pode se intitular abandonado.
Conhecendo as famosas ruas do recife que estão cheias de estátuas de grandes escritores e poetas da cidade que na maioria estão olhando ou sentados na beira do rio, ao chegar no Estelita você não irá encontrar estátuas ou até mesmo placas referente sobre ele, o mais poetico é estar no velho caís é saber que seus bancos velhos estão disponíveis para a procura de um descanso e todos que ali o procuram transformassem em monumentos vivos, essa é a verdadeira beleza. Saiba que em suas calçadas pode se rever pessoas um José ou conversar com um nilo beijar maria e até conhecer um Antônio e até próprio se encontrar.

E quando estiver precisando de um refugio ao estar na badalada ilha do recife, pegue na mão de seu amor ou até na sua própria e venha conhecer esse quintal. Pois seus bancos sempre vão estar disponíveis para uma prosa com amigos uma companhia para seus pensamentos uma caminhada de mãos dadas, uma fofoca de fim de tarde um levantar de pipa das crianças e até se aventurar numa pesca, e para os mais corajosos subir no gradeado e sentir a brisa como se estivesse na proa de um barco em alto mar. O caíis chama o caís convida o caís te espera.

Conheci o Cais através do movimento Ocupe Estelita que promoveu diversas atividades recreativas e culturais no local. Fiquei muito triste em saber que um lugar com um espaço tão bom e de uma importância tão grande para a mobilidade da cidade vá se transformar em breve num conjunto de torres de luxo onde apenas uma parcela muito pequena da sociedade terá acesso. Espero que isso não aconteça e que uma revitalização do lugar seja possível, pois ele é realmente muito belo e ao entrar lá, sentir estar em outro lugar da cidade, onde é possível ver o céu e conhecer gente interessada em transformar a cidade num lugar melhor para todos. A experiência foi muito reconfortante de qualquer maneira. Recomendo!
Exibindo 5 opiniões | Total de 5 opiniões
1 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Cais José Estelita? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)