Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

E foi dada a largada para o Comida di Buteco 2014 ! Minha escolha é baseada nos critérios de composição do prato, apresentação e temática do feijão e carnes de porco para divulgação no blog feijoadas Cariocas.

Nosso grupo de 7 convivas já salivava pelo adiantado da hora quando chegamos ao Cachambeer na zona norte da cidade. A escolha não poderia ter sido melhor. Aqui o chopp tem sempre a correta pressão de conhece bem o que vende e consome.

A história do botequim é sensacional. Marcelo era assíduo frequentador e num fim de noite daqueles, reclamou com o português dono do bar a respeito do reduzido horário do serviço. Solução ? Comprou o bar para poder continuar bebendo. É claro que o animado frequentador só soube realmente o que havia ocorrido no dia seguinte porém manteve a proposta e transformou o bar numa meca de botequeiros de toda a parte.

Filas enormes na porta são atenuadas por rápidas rodadas de chopp e aperitivos. O cardápio é inventivo nos nomes como Hipertensão, Infarto Completo e Porquinho Embriagado, este aqui registrado no blog na edição 2011 do festival.

Desta vez o Marcelo não estava e quem nos recepcionou espetacularmente foi o Zé Soares, seu fiel escudeiro e gerente do botequim.

Olha a marra do Porquinho !

O prato concorrente na edição 2014 do Comida di Buteco, é descrito como Pancetta italiana servida em cubos, conta com o auxílio luxuoso do alho assado no azeite com ervas e dos molhos de mostarda com mel e de limão com abacaxi. Uma deliciosa barriga de porco tostadinha e crocante para iniciarmos os trabalhos.

Para reforçar pedimos o joelho à Pururuca para deleite do amigo André Brandão que aprendeu a degustá-lo na temporada em solo germano, país muito bem representado pelo Nicolas, jornalista escritor dos guias DuMont para o Brasil e que nos acompanhou nesta incursão.

Também integrava nosso grupo o Tonico, sócio de uma famosa churrascaria na zona sul e que comandou a costela bovina para comparar com a iguaria do seu restaurante.

Mesa posta, atacar !

R$ 29,90 o prato Olha a marra do Porquinho
Nota do blog: 5
avaliações recomendadas
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

A melhor costela que já comi. Solta do osso e desmancha na boca. Feito no bafo e vem com uma cebola assada no próprio suco da carne. Acompanhamentos OK, nada demais. Grande variedade de petiscos. O pastel de camarão é super recheado e vale sua atenção. Chopp gelado. Atendimento muito bom. Se você estiver na fila, eles já começam a servir o chopp antes de você sentar, o que torna a espera mais agradável.

Tentem chegar o mais cedo possível. Chegamos e havia uma fila imensa, mesmo assim decidimos aguardar e conseguimos a mesa, não me arrependi: a comida é sensacional. Bolinho de feijoada irresistível, a costela no bafo também! O dono é super gentil! Se quiser, enquanto estiver na fila os garçons já te servem, por isso a dica é já começar a degustar um chopp geladíssimo e petiscos, caso queiram.

Excelente bar, salva aquela área do cacham bi, sempre movimentado, chopp gelado, funcionários cordiais, nota 10 para o estabelecimento, preço justíssimo, tudo vale a pena, costela no bafo de comer ate se fartar e sempre sobrar, destaque para o gerente da casa "Zé", pessoa maravilhosa, recomendo muito.

Recebi visitas de outra cidade e ninguém queria sair pra longe de casa, Convidei então para conhecerem o Cachambeer. No caminho fomos pegos pela chuva. Fila grande na porta. A galera já ia desistindo de esperar quando o garçon veio com o chopp super gelado. Então sugeri que conhecessem ao menos o pastel. Divino, cheio de camarões. Se empolgaram em esperar já que o serviço era nota 1000 ainda na fila.
O Zé, gerente da casa nos dando uma simpatississima atenção e fazendo nosso pedido. Dessa vez foi a tábua hipertensão, além da costela que concorre novamente na comida de buteco. Saimos de lá sem condições de andar rápido, de tendo que comemos. Os visitantes dizendo que a fila valeu demais!!!

via iPhone

Melhor bar da zona norte e um dos melhores do Rio. Poderia ter mais opções de bebidas e de sobremesas para ficar perfeito, além de um espaço físico maior, depois das 19:30 em qualquer dia aberto é quase impossível achar mesa. Os petiscos e comidas são ótimos e fartos, recomendo a todos os cariocas ou turistas.

Fomos ao Cachambeer em 5. De 12:00 às 14:30 o lugar lota nos fins de semana. A boa é chegar até 12:30 ou após 14:00, mas se vc quiser enfrentar o horário de pico, não se preocupe, será muito bem servido enquanto espera.

Pra começar sugiro (além do chopp), os pasteis. O de camarão, costela e porquinho são muito bons, por volta de R$4,50.

O prato que vc for experimentar pode ter certeza, alimentará um batalhão! A costela completa para 2, uns R$85, deu para nós 5 tranquilo. A farofa de ovo até acabou, mas logo nos trouxeram outra de cortesia (como é bom ser bem tratado!).

Em uma outra oportunidade experimentei o palmito in natura com camarão e catupiry. Muito bom, mas acredito que ode carne seca com catupiry deve ser melhor ainda.

Dicas:

Se o tempo estiver meio feio não sente na varanda, as vezes venta do nada.
As churrasqueiras ficam perto da varanda, então as vezes o vento muda de direção e a fumaça pode vir...
A costela sai a jato!! Tipo pediu chegou!
O estacionamento é na Rua mesmo, em cima da calçada, só tenha cuidado para não fechar o portão da casa alheia.

O Camchambeer parece não ter espaço para o número de pessoas interessadas em visitá-lo. Em plena terça-feira, às 21h, havia fila para conseguir uma mesa. Não demorou muito e eles conseguiram acomodar oito pessoas tranquilamente. O bar fica próximo ao Norte Shopping, contudo bem mais perto do viaduto de Del Castilho. A rua é pouco movimentada e não há concorrência ao redor.

O local ficou famoso ao participar do Comida Di Buteco com ótimos pratos. As opções para divisão em grupo é bastante rica. Experimentei o Mistão Cachambeer que vem com carne seca desfiada, aipim frito, queijo provolone à milanesa, gourjão de frango (pode optar por peixe) e molho tártaro. Tudo muito gosto e dá para dividir entre seis pessoas para abrir o apetite.

Individualmente pedi o bolinho de feijoada (R$ 4,10) e o pastel de costela (R$ 5,20). Escolhas acertadíssimas! O bolinho é divino, bem temperado e com recheio completo. O pastel é maior do que o tamanho padrão e bem recheado, o sabor, como sempre, ótimo. O forte do local é a comida, em relação a bebida eu fiquei na Tulipa de Brahma (R$ 5,70).

O local é uma barulheira, os garçons devem enlouquecer com tantos pedidos, mas trazem tudo rápido e certeiro. Você nunca fica sem chopp na mesa. No final, ao pedir a conta, o garçom sempre traz chopes garotinho de cortesia para mesa toda. Aja simpatia e eles sempre entram na brincadeira do pessoal.

Os televisores, enquanto estive no local, só passavam informes publicitários do próprio estabelecimento e imagens dos clientes. Eu achei engraçado e é melhor do que novela da Globo. Em resumo, é um boteco, com um ótimo atendimento e preços razoáveis. Se você gosta de locais sofisticados e finos, não passe perto, mas estará perdendo algo muito bom. Ah, aceita Ticket Restaurante! :-)
Foto opinião do Letícia Alasse sobre Cachambeer
Exibindo 14 opiniões | Total de 85 opiniões
4 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Cachambeer? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)