Bolão - O Rei do Espaguete

nota 3.9 de 5 em 361 opiniões
| Rank: 9º de 2032 | Restaurantes    
Faça seu pedido online, é fácil e rápido:
Divulgue seu estabelecimento aqui
Saiba como
Dicas rápidas Ver todas as dicas
avaliações recomendadas
Nosso sistema de inteligência artificial recomenda automaticamente as opiniões com maior probabilidade de serem relevantes a você. Ele leva em conta diversos fatores como, por exemplo, a qualidade de texto e fotos, e o histórico de publicações do autor. Apenas as avaliações recomendadas são levadas em conta na avaliação geral do estabelecimento.
   
Selecione uma nota

via Android

Retornei ao Bolão ontem para almoçar com minha mãe. Optamos pelo self service com churrasco, que pelo horário (12h) oferecia comida fresca. O churrasco estava bom, com pouco tempero, e tinha muita opção de saladas. Tivemos duas decepções:
1_ A couve refogada estava gelada e pingando óleo.
2_ O atendimento foi péssimo! Enquanto servíamos o churrasco na bancada, um dos garçons trombou em mim e nem sequer olhou pra minha cara para pedir desculpas. Sentamos e ficamos esperando o garçom vir até a mesa para pedirmos as bebidas. ninguém veio, e então após um tempo minha mãe chamou um deles e pediu dois sucos naturais sem açúcar. Os sucos vieram extremamente doces, pedimos para trocar e o garçom saiu resmungando. Ao pagar a conta o caixa(que por sinal era o mesmo que pesava a comida) também estava com cara fechada. A única que nos atendeu bem foi a moça que entregou a comanda na porta, pq os demais estavam todos mal humorados e impacientes. Resumindo, DETESTAMOS o atendimento e saímos DECEPCIONADAS!
Foto opinião do Bruna Gamallo sobre Bolão - O Rei do Espaguete
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.
Muuito ruim a comida,bolão só tem fama no tempo do mexidão acho que até reaproveitava sobra de alimento além do atendimento ser péssimo a comida cara e de má qualidade sem falar que o dono desse restaurante é o principal patrocinador das bagunças e algazarras do bairro em frente a praça de santa teresa pra vender bebidas alcoolicas e alimentos,esse restaurante é uma porcaria.

“Jovem gaúcho, na flor da sua idade, fica reticente ao ser convidado para visitar um botequim tradicional da capital mineira, situado no bairro de Santa Tereza. Convite foi feito por figura conhecida da cidade de Belo Horizonte, mestre Rafael Mantesso, que tratou de transmitir confiança e calma ao rapaz, mesmo estando nitidamente na mesma situação de apreensão e insegurança.”

NOT! Mas deixa só eu justificar a pontinha de verdade que reside na notícia… dependendo do lugar, costumo ficar um pouco inseguro ao mirar uma máquina fotográfica ligeiramente maior do que as convencionais, em qualquer que seja a direção. A impressão que tenho é de estar vestido de marca-texto.A coisa foi melhorando quando vi que o meu anfitrião começou a relaxar também, e o garçom que veio nos atender era o próprio Bolão. Ser atendido pelo dono é outro papo. E o danado se vira em dez pra dar conta das brechas que a equipe de salão dele abre, sempre que chega um cliente-amigão.

O Bolão é 24 horas, recebe sei-lá-quantos amantes de sua cozinha diariamente, e por isso que pessoas como nós saem de muito longe em busca do famoso espaguete, sempre fazendo usa da genial flexibilidade de horários de funcionamento.

Por isso que, segundo o garçom-amigão, essas paredes já viram noivos ainda trajando as roupas da cerimônia chegando ali depois da festa com todos os padrinhos, taxistas brigando por uma corrida de um ex-cliente fiel, pessoal do rock’n\'roll underground de beagá dando “uma palhinha” às 8 da manhã, gente que diz que vai jogar bola com os amigos e chega lá acompanhado, TRÊS amigas lindas em busca de UM ombro masculino. Lá pode tudo. Ou quase…

Em outras palavras, o Bolão é o Mocotó de beagá: longe (trazendo gente dos mais diversos cantos da região) sem preconceitos, curinga, baratex e com um charme que só a periferia sabe construir.
Nada mais justo do que uma Coca-Cola dois litros pra “limpar os canos” e abrir espaço pra comida. Só sinto não ter sido aquela saudosa garrafa de 1,250ml de tampa de metal. Ê saudade! Ao menos o copo de café de buteco compensou.

Resolvemos pegar leve porque né, jovem tem autocontrole: o clássico e famoso Espaguete a Bolonhesa, e um Rochedão com fritas.

Por Rochedão com fritas, leia-se: PF com arroz, feijão tropeiro, ovo frito, bife e batata frita cortadas com a delicadeza de um Ogro. Servidos?

E por Espaguete a Bolonhesa, leia-se exatamente isso: Espaguete a Bolonhesa do Bolão, o carro-chefe da casa e nitidamente a vaca leiteira do Bolão, já que está presente em todas as mesas. Bicho, é absurdamente tosco, mas deliciosamente irresistível. Dá pra entender? Tipo, desce liso e rebate à perfeição.

31 reais. Por TUDO isso. Preciso dizer mais alguma coisa? Só um Salve bem grande pra Nina Horta, a capitã do movimento em prol da Cozinha sem Frescura, que talvez entenda exatamente o que sentimos ao desfrutar desse momento impagável no Rei do Espaguete.
Foto opinião do diogo c. sobre Bolão - O Rei do Espaguete

via Android

19:30:
Kkkk
TEM NO CARDÁPIO A OPÇÃO DE ESPETOS.
VÁRIOS

CUSTEI A ESCOLHER UM PRA TIRAR O GOSTO.
CHAMEI O GARÇOM E ELE:

NÃO NÃO. .. NAO TEM ESPETINHO NAO. NAO TEM CHURRASQUEIRA AQUI NAO.
- EU HEIN. .. ACHEI QUE ERA FEITO NA CHAPA.
TEM BIFE DE CONTRA FILÉ, SERVE?
- AÍ FALEI:
ESCOLHE UM COM GORDURINHA PRA MIM, OK?

NÃO NÃO NÃO.
COM GORDURINHAS NAO TEM.
AQUI NÃO VENDE CARNE S GORDAS.


- Amigos!
Contra Filé, picanha, maçã do Peito, se não tiverem uma gordurinha...
NÃO TEM GRAÇA!!!


20hs:
---Chegou o Bife: CARNE DURA... NUNCA QUE É CONTRA FILÉ. ..

------
18hs:

Cheguei agora pra obter informações sobre o Fechamento ou nao do Bolão de Santa Tereza.

Mas antes, pedi uma Antarctica ... geladíssima.

Hoje pretendo comer um Rochedo. .. 17 reais...

To nas mesas da Calçada. Bem Bão Viu?
Foto opinião do Geraldo Alves Pacheco sobre Bolão - O Rei do Espaguete

É o seguinte: para falar deste lugar serei obrigada a dividi-lo entre "o rei da comida" e "garçons contra o mundo". Aviso aos navegantes: caso não estejam nem aí para o atendimento, passem para o mundo agradável logo de cara. É só descer (:

Os garçons. Eu cheguei ali cheia de entusiasmo pelas propagandas dos amigos . No entanto, ele morreu assim que eu e minhas amigas notamos que os garçons estavam nos ignorando. Depois de algum tempo quando, por um milagre, um deles teve a bondade de nos levar o cardápio, escolhemos nossas comidinhas (sacrifício! tudo parecia maravilhoso! mas vou chegar lá) e chamamos o bendito para tirar uma dúvida. E aí o que o sujeito diz? 19h24, várias mesas com petiscos, o lugar cheio e o cara me fala que nenhum dos petiscos está disponível. Segundo ele o cozinheiro só chega às 20h. Isso porque ele tinha acabado de entregar batatinhas com queijo para a mesa ao lado. Ficamos meio espantadas, ele saiu no meio da conversa (WTF???) e um outro garçom chegou e foi gentil, disse que tudo estava disponível e pediu desculpas pelo colega, dizendo que ele estava daquele jeito por estar próximo da hora da saída. Supostamente, para nosso coleguinha, isso é uma boa justificativa para tratar clientes daquele jeito. Tudo de bom para ele.

Enfim, passada a batalha pelo atendimento, a comida. Se puder indicar algo, por favor, por favor, peçam o pão de alho. Eu tinha um pé atrás com essa coisa, não era muito feliz com a ideia de comer uma coisa recheada de alho (?), mas acabei apaixonada. E o melhor, é barato. A batata também é divina.

No geral, é um ótimo lugar para ir com os amigos. Só tenham certeza de ter um chicote (para lançar a equipe) ou uma vuvuzela para conseguir chamar a atenção deles. Vai ajudar a agilizar o processo.

Ahh, o cardápio está desatualizado. Cuidado!

Serve como a proposta. Ninguém vai (ou deveria ir) ao Bolão esperando um restaurante cinco estrelas ou um bar no Lourdes.
Vá depois de uma noitada em um dos bares caros da cidade no qual vc ficou economizando para não gastar tanto. Chegue lá e peça uma gelada acompanhada de um PF ou espaguete.
Faz parte da cultura da cidade.

Tinha ouvido muito falar do Bolão por meus amigos de BH. Quando conheci, fiquei surpreso por ser um estabelecimento tão simples. Mas a comida é boa.

Pude notar dois ambientes internos, e também umas mesinhas externas. As mesas e o ambiente não possuem nenhum grande diferencial. Me disseram que o mais interessante de lá costuma ser o horário de funcionamento, que fica aberto até mais tarde que a maioria dos estabelecimentos da cidade.

A cerveja é gelada, o macarrão à bolonhesa bem gostoso, principalmente o molho, e os preços não são os mais baratos, dado o tipo de comida oferecido, mas também não são muito caros.

Tinha ouvido muito falar do Bolão por meus amigos de BH. Quando conheci, fiquei surpreso por ser um estabelecimento tão simples. Mas a comida é boa.

Pude notar dois ambientes internos, e também umas mesinhas externas. As mesas e o ambiente não possuem nenhum grande diferencial. Me disseram que o mais interessante de lá costuma ser o horário de funcionamento, que fica aberto até mais tarde que a maioria dos estabelecimentos da cidade.

A cerveja é gelada, o macarrão à bolonhesa bem gostoso, principalmente o molho, e os preços não são os mais baratos, dado o tipo de comida oferecido, mas também não são muito caros.
Exibindo 14 opiniões | Total de 362 opiniões
12 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Bolão - O Rei do Espaguete? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: