Bistrô da Escola do pão

nota 4.3 de 5 em 11 opiniões
| Rank: 14º de 276 | Cafés


Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

via iPhone

Localizado em uma casa charmosa quase na esquina da Lagoa, na altura do Jardim Botânico, a Escola do pão serve um café da manha digno da realeza!! Não é barato, certa de 70 e alguns reais, mas como certamente ninguém consegue almoçar depois do banquete que é servido ali, o preço acaba sendo por duas refeições, café da manhã e almoço, e sendo assim vale muito a pena! Vale saber que os clientes podem chegas até as 13 horas pra começar a desfrutar o serviço.

Assim que você senta na mesa o garçom começa a trazer as delícias, que são servidas em uma ordem ideal: suco de laranja, creme de papaia com granola, curau, sagu, cuscus mole, milk shake de iogurte, mini misto quente na ciabatta, mini cachorro quente, sanduichinho de brie, cestas de pães, manteiga, geleias, queijo gratinado, café com leite, chocolate quente, waffle, madeleines, pão de queijo, mini bolo de laranja e mini bolo de chocolate. Mas tudo pode ser repetido na hora que o cliente quiser, basta pedir a um dos super atenciosos garçons. E é tudo muito bem feito!! Com destaque para os mini sanduiches... Uma graça e deliciosos!!

Eu cheguei as 11 horas e não peguei fila, mas percebi que quem chegou a partir desse horário teve que aguardar um pouco... Então acho válido não chegar muito tarde pra sentar direto sem espera.

Resumindo é uma maneira mega abastada de começar um dia especial... Vale muito a pena ;)

Vale saber que existe uma lojinha dentro da casa com produtos próprios a venda e também que a noite o espaço funciona como bistro.
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota

Boa padaria, tem o que é preciso, mas deixa a desejar. É preciso melhorar em alguns aspectos, como atendimento e qualidade de alguns produtos específicos, mas de uma forma geral é boa. O pão é gostoso, o local é seguro e tem como parar carro perto. Sempre tem vaga por lá. Vale a pena se for comprar pouca coisa.
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Gente, o lugar é incrivel, ganhei um belo café da manhã de dia das maes nesse local. Tudo muito fino, o ambiente retrô, aconchegante, porém bem apertadinho, talvez por ser o dia das maes. Uma variedade enorme de petiscos, de paes e bolos. O meu preferido foi o pão de queijo. É bom reservar horário. O preço só que é bem salgado, nao justifica apesar do excelente café da manha, metade do preço cobrado seria o justo e estaria muito bem pago. Mas ir lá de vez em quando pode ser legal.

via iPhone

Localizado em uma casa charmosa quase na esquina da Lagoa, na altura do Jardim Botânico, a Escola do pão serve um café da manha digno da realeza!! Não é barato, certa de 70 e alguns reais, mas como certamente ninguém consegue almoçar depois do banquete que é servido ali, o preço acaba sendo por duas refeições, café da manhã e almoço, e sendo assim vale muito a pena! Vale saber que os clientes podem chegas até as 13 horas pra começar a desfrutar o serviço.

Assim que você senta na mesa o garçom começa a trazer as delícias, que são servidas em uma ordem ideal: suco de laranja, creme de papaia com granola, curau, sagu, cuscus mole, milk shake de iogurte, mini misto quente na ciabatta, mini cachorro quente, sanduichinho de brie, cestas de pães, manteiga, geleias, queijo gratinado, café com leite, chocolate quente, waffle, madeleines, pão de queijo, mini bolo de laranja e mini bolo de chocolate. Mas tudo pode ser repetido na hora que o cliente quiser, basta pedir a um dos super atenciosos garçons. E é tudo muito bem feito!! Com destaque para os mini sanduiches... Uma graça e deliciosos!!

Eu cheguei as 11 horas e não peguei fila, mas percebi que quem chegou a partir desse horário teve que aguardar um pouco... Então acho válido não chegar muito tarde pra sentar direto sem espera.

Resumindo é uma maneira mega abastada de começar um dia especial... Vale muito a pena ;)

Vale saber que existe uma lojinha dentro da casa com produtos próprios a venda e também que a noite o espaço funciona como bistro.

Um café variado, num ambiente luxuoso, chic! Porém, caro! Sem dúvidas, o mais conceituado do RIO. Não achei tão bem servido como falam: variado, mas não tão abundante em quantidades! Para um dia especial em família, amigos ou amor!.Prefiro o da Casa da Tata.E ainda tem taxa de serviço!!!!

Amo café da manhã, então conhecer a Escola do Pão era um sonho de consumo.
Fui em um domingo comemorar o aniversário de uma amiga e, apesar de o valor ser surrealmente caro. Acho que poderia ser mais barato, mas valeu a pena conhecer.
As opções são muitas e tudo muito gostoso. O melhor ovo mexido que já comi! Os sanduichinhos também são ótimos!
Para fotos e opinião completa, veja meu blog: http://doqueeupreciso.com.br/gastronomia/gastronomia-escola-do-pao

Uma excelente forma de começar um dia especial!
Estive duas vezes na Escola do Pão para tomar café da manhã como início de um dia de comemorações! E que café da manhã!!!
Ao sentar, os garçons, muito atenciosos por sinal, começam a trazer as delícias e aí começa o banquete!
Suco de laranja, uma espécie de iogurte batido, creme de mamão papaia, curau de milho, pães maravilhosos, geléias, sanduichinhos, bolinhos, waffle, etc etc etc...
Maravilhoso!! E com certeza não vai dar para almoçar depois... O café da manhã virou um brunch!
Não me lembro exatamente o valor, mas deve estar em torno de R$60, 70 por pessoa.

Quando estava indo embora, estavam começando a montar o bistrô para o almoço. Não cheguei a olhar as opções, mas deve ser interessante também!

Tem uma lojinha vendendo alguns produtos da Escola do Pão!

Esse é o lugar para você tomar "aquele" café da manhã. Não é barato, R$ 60,00 por pessoa, mas vale muito a pena. O lugar é maravilhoso, fica numa antigo sobrado bem pertinho do Jardim Botânico. A decoração é lindíssima e consegue deixar o local ainda mais aconchegante.

O café é servido em etapas e tem tudo que você possa imaginar para um café da manhã: frutas, iogurte, suco, leite, chocolate quente, coquetel de frutas, e pães, muitos pães. Detodos os tipos e sabores, cada um mais delicioso que o outro. Para acompanhar, geléias e queijos gratinados.

O lugar é uma graça, o atendimento é ótimo e o café da manhã é o que há de mais gostoso no Rio. O creme de milho me dá água na boca só de pensar e as mini baguetes são deliciosas. O ponto negativo é o preço, que, por mais gostoso que seja, me parece um tanto caro para café da manhã. É bom tentar chegar bem cedo ou mais próximo do final da manhã pois o restaurante é bem concorrido.

Magnífica! Já fui duas vezes na Escola do Pão, uma parar tomar café da manhã, mas já foi há tantos anos que só lembrava que era muito bom, mas este ano tive a oportunidade de voltar lá em um Brunch oferecido por uma amiga. Nossa, que café/almoço MARAVILHOSO, sabe aquele lugar que mesmo o mais chato que já entra procurando defeito não acha?

A decoração da Escola do Pão é lindíssima, simples e antiga, mas muito charmosa e aconchegante, tem um salão que tem umas portas no teto que soa esquisito, mas lá ficou lindo, eu queria fazer daquela decoração minha casa! O Brunch é servido na mesa, de prato a prato, foram tantas delícias naquele dia que vou tentar lembrar de todas, a ordem foi mais os menos essa: creme de milho verde, mamão batido com granola, milkshake de iogurte e frutas, cesta de pães com manteiga e um queijo cream cheese divino, mini misto quente no ciabata, mini cachorro-quente em um pão de mostarda, mini sanduíche de brie com damasco, ovo mexido, torradinhas e os doces: waffle, bolo de chocolate e de laranja com cobertura de limão e alguns biscoitinhos que não lembro.
Só sei que no final de tantas delícias estava satisfeitíssima e encantada com a qualidade das comidas e do atendimento, tuo impecável, super recomendo e espero voltar em breve!

Infelizmente não olhei o cardápio pra saber dos preços.
Foto opinião do Juliana Peroba sobre Bistrô da Escola do pão

Não sei exatamente o que acontece nos domingos chuvosos que me dá uma vontade de sacodir a preguiça e tomar aquele café da manhã de casa de vó. Sabe aquele com geléia fresquinha, pães quentinhos e bolinhos recém assados? Pois é, mas acontece que o livro de receitas da minha Vó Tatá é o Páginas Amarelas e pra ela é mais fácil construir um foguete de palitinhos de picolé do que fritar um ovo. Nem tudo está perdido. Tem um endereço que passaria facilmente pela casa da avó de qualquer um, e me satisfaz plenamente quando bate esse desejo: A Escola do Pão.
Vou falar um pouco mais na frente sobre todas as delícias de lá. Mas se tem uma coisa que me faz voltar lá toda vez é o sorriso sincero da Clécia Casagrande, proprietária e fundadora da Escola, quando passa de mesa em mesa perguntando como estão as coisas e com uma frase que desmorona o mais profundo mau humor dominical: “O que você gosta de comer?” E na medida do possível ela tenta atender aos desejos de seus “netinhos”, de garotões a setentões.
Voltando ao meu desejo de domingo chuvoso, entrar na Escola do Pão é como sentar à mesa de jantar da fazenda, com um toque surrealista. Madeiras rústicas, objetos de artesanato antigo, fotos de família e surpreendentes portas e janelas no teto fazem a decoração aconchegante e divertida. Até a disposição meio bagunçada das coisas torna o ar ainda mais caseiro e convidativo. E ser recebido por um “Olha, você tá em casa, viu.” da adorável anfitriã é certeza de uma manhã pra lá de agradável. E de sabores perfeitos. Nem bem você senta e chega à mesa, pelo atencioso serviço, um pratinho de calça virada, massinha frita crocante e polvilhada de açucar e canela que já virou símbolo da casa . Na sequência um cremoso e revigorante shake de iogurte natural com frutas tropicais e um creme de mamão com granola. Ah, não dá pra esquecer o delicadíssimo curau de milho com canela, que pra minha sorte não agrada a Patroa e ainda fico com dois.
E isso é só pra você pegar fôlego, porque o que vem depois é uma enormidade de delícias com o nome da casa. Pães de todos os tipos, formatos e texturas com uma combinação de geléias feitas lá, manteiga e cream cheese. Claro, com o apoio de um ovinho que o atendente pergunta sobre a sua preferência de preparo. Quando chega à mesa, mexido como nossa especificação, vem cremoso, saboroso, temperado na medida e acompanhado de um mini-bruscheta de gorgonzola para casar perfeitamente. Chega também uma cocote de queijo gratinado, perfeita para mergulhar os pãezinhos, como nos dá a dica o próprio garçom. E entre uma baguetinha (a melhor por sinal) e um pãozinho boina integral, um pratinho de mini sanduíches nos é apresentado quase como um mimo. Nas opções, mini-cachorro quente com mostardinha ciabatta recheada de queijo e peito de peru e briochinho com brie e damasco. Tudo, claro, regado a suco de laranja fresco, café com leite e chocolate.
A pegadinha é que mesmo com Clécia e sua turma nos oferecendo repetir qualquer das nossas preferências, o comensal deve ser forte, resistir e se manter com espaço para os docinhos que vêm depois. Como sou fraco pra essas coisas, não consegui dizer não e acabei cedendo a uma dobra de baguetes (ainda encomendei algumas pra levar pra casa, congeladas, pra terminar no forno) e de cachorrinho quente. Mas vamos aos doces. Waffle não pode faltar em nenhum café da manhã que se preze. Ainda mais se for crocante por fora, bem torradinho, e levemente macio por dentro, com cobertura de chocolate meio amargo retirada de um copão que acompanha o serviço. Dá vontade de roubar e comer tudo escondido na dispensa. Donuts com creme de confeiteiro leves e perfumadas são totalmente diferentes das massudas vendidas por aí em quiosques genéricos. A mini-bruscheta de banana com gergelim é uma surpresa agradabilíssima e reconfortante. Tudo servido em pequenas porções degustação, porque ainda tinha pela frente bolinho de chocolate e de limão, fofinhos e muito saborosos. E as madrilenes são um capítulo a parte. Chegaram à mesa ainda quentinhas, uma covardia. Fofinhas por dentro, amanteigadas…
Quando achava que não havia espaço para mais nada, eis que surge a vovó Clécia oferecendo ela mesma um quitute do dia. Já foi torradinha de canela, crocante e amanteigada. Já fora ainda sagu que ela deu na minha boquinha. Mas dessa vez era um cuzcuz de coco molinho e saboroso. Tem como resistir a tamanho calor humano num clima chuvoso?

Comida: :-D
Ambiente: :-D
Serviço: :-D
Conta: $$$$$
Primeira opinião do lugar

Super agradável este restaurante, a decoração chama atenção com materiais de demolição e um pequeno jardim vertical, muito bonito!
Os pães degustados no local são de fabricação própria, todos deliciosos. Existe ainda uma variedade de geléias, pastas, biscoitos e bolos que são de dar água na boca. A casa oferece um café da manhã dos melhores aos fins de semana, e costuma ser bastante concorrido. Para o jantar, o cardápio apresenta várias opções, cada uma melhor que a outra, eu sugiro o lombo de salmão defumado, muito bom!!!
Possui uma boa carta de vinhos e várias opções de drinks.
Como o nome sugere, também ensinam a fazerem o pão e afins, para isso basta telefonar e solicitar informações, coisa que nunca fiz, mas incentivo aos futuros adeptos da arte de transformar o trigo em pão.
Exibindo 11 opiniões | Total de 11 opiniões
1 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Bistrô da Escola do pão ? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: