Bike Sampa - Estação 79 (Secretaria da Educação)

nota 4.1 de 5 em 3 opiniões
|

Bicicletário



Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque
Primeira opinião do lugar

Eu não sou cliente do Itaú, mas tiro o chapéu para as iniciativas desse banco. O Projeto Bike Sampa, vocês já devem ter visto em algum lugar, espalhou centenas de bicicletas laranjinhas pela cidade.
Usar é fácil: você se cadastra no site www.mobilicidade.com.br, paga R$ 10 com seu cartão de crédito e pronto. Aí quando você chega na estação mais perto de você, tem duas opções: para os conectados, é só baixar o aplicativo para iPhone/Android para habilitar sua bike para uso. Para quem ainda não tem estas tecnologias no celular, é só ligar no 11-4063-3111 e informar a estação e o número da bike que eles liberam pra você.
Os primeiros 30 minutos são free, depois, custa R$ 5 cada hora excedente. Mas já tem vários pontos distribuidos pela zona Oeste e Sul da cidade, então fica fácil evitar essa cobrança por hora.
O que não tem como evitar são os R$ 10 que você paga pra fazer o cadastro. Mas depois disso, só paga se exceder os 30 minutos. É uma iniciativa linda, que ajuda São Paulo a ser a cidade que queremos viver.
Apoio, já me cadastrei e vou usar e divulgar. Coisa boa a gente tem mais é que compartilhar mesmo :)
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota

Em cidades como Londres e Barcelona bicicletas públicas não são mais novidade, e trazer isso para São Paulo foi genial e necessário. Contudo, ainda há muito, mas muito mesmo!, o que melhorar.

- O projeto é quase que exclusivo para usuários Iphone e Android, já que o aplicativo está disponível somente para os dois sistemas. Sem o aplicativo, não dá pra saber onde tem bicicletários: ou você sabe porque sabe, ou consulta na internet antes de sair de casa. O mapa do site não funciona no celular. Também complica para devolver a bike, já que não é possível consultar as estações com espaços livres. Você pode chegar e não ter como devolvê-la, e aí ter que caçar outra estação que não será necessariamente perto.

- Às vezes, mesmo que a estação esteja supostamente funcionando, as bicicletas simplesmente não são liberadas. Se você estiver com pressa, pode ser um desserviço e te atrasar ainda mais.

- Algumas bikes estão em estado precário. Ok, eu sei que são bicicletas públicas e a manutenção pode ser complicada, mas outro dia meu pedal caiu quando atravessava a Faria Lima. Chega a ser perigoso!

No mais, resolvendo esses empecilhos, é a melhor ideia do mundo! Poder se locomover de bike pela cidade sem precisar ter uma, utilizar a bicicleta como ela deve ser: um transporte como qualquer um outro!
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Estação 79 (Secretaria da Educação) do Bike Sampa. Fica na Diogo de Faria com a José de Magalhães, na Vila Clementino. Perto da Rubem Berta e umas pedaladas até o Parque Ibirapuera.

Pra quem ainda não conhece como funciona o Bike Sampa:

- Cadastre-se pagando R$10,00 no site http://www.mobilicidade.com.br/bikesampa.asp
- Para retirar uma bike da estação, use o app Bike Sampa ou ligue para (11) 4063-3111 ou (11) 2626-7107 informando o número da estação e a posição onde está a bicicleta.
- Confirme e puxe a bicicleta quando a luz verde estiver acesa.
- Para deixar a bike numa estação (pode ser outra) basta encaixá-la numa posição e travá-la.

Viagens de até 30 minutos são gratuitas, desde que sejam realizadas com intervalo de pelo menos 15 minutos entre elas. Passando disso, a cada meia hora de uso são cobrados R$5,00.
Primeira opinião do lugar

Eu não sou cliente do Itaú, mas tiro o chapéu para as iniciativas desse banco. O Projeto Bike Sampa, vocês já devem ter visto em algum lugar, espalhou centenas de bicicletas laranjinhas pela cidade.
Usar é fácil: você se cadastra no site www.mobilicidade.com.br, paga R$ 10 com seu cartão de crédito e pronto. Aí quando você chega na estação mais perto de você, tem duas opções: para os conectados, é só baixar o aplicativo para iPhone/Android para habilitar sua bike para uso. Para quem ainda não tem estas tecnologias no celular, é só ligar no 11-4063-3111 e informar a estação e o número da bike que eles liberam pra você.
Os primeiros 30 minutos são free, depois, custa R$ 5 cada hora excedente. Mas já tem vários pontos distribuidos pela zona Oeste e Sul da cidade, então fica fácil evitar essa cobrança por hora.
O que não tem como evitar são os R$ 10 que você paga pra fazer o cadastro. Mas depois disso, só paga se exceder os 30 minutos. É uma iniciativa linda, que ajuda São Paulo a ser a cidade que queremos viver.
Apoio, já me cadastrei e vou usar e divulgar. Coisa boa a gente tem mais é que compartilhar mesmo :)
Você conhece o Bike Sampa - Estação 79 (Secretaria da Educação)? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)