Bar Z Carniceria

nota 3.7 de 5 em 68 opiniões
|

Bares e Botecos

Este local está fechado
Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

Ultima parada do coxinha tour aeaeae! Assim como os outros dois lugares visitados no tour, eu não conhecia o Z Carniceria de antemão, mas aqui pude avaliar melhor o ambiente já que ficamos mais tempo por ser a última parada.
Logo na entrada ja se pode ver que o bar é bem temático, tudo é ligado a carne, açougue, matadouro, assassinato (hahaha brincadeira!). Para entrar é preciso dar nome e telefone pra pegar a comanda (um cartão onde é marcado o que você consumir), o que torna a entrada lenta, demorou um tempo considerável pra entrar todo mundo. Por dentro, o ambiente é um pouco intimidador (talvez alguns considerem até meio assustador) com luz bem baixa e todas aquelas facas e bois nas paredes, mas eu gosto quando um lugar leva sua temática a sério, em todo o ambiente. A luz podia ser um pouco mais forte, era até difícil ler o cardápio de tão escuro que é o bar! Fora isso gostei da decoração e do clima do bar. O espaço é relativamente grande, não estava cheio, sentamos sem problemas.
Aqui pude avaliar melhor o atendimento porque além das coxinhas (motivo da visita e carro chefe da casa) pedimos também um chopp (Heineken, única opção de chopp do bar) que veio rápido e bem gelado. Achei o atendimento ok, eficiente sem ser muito atencioso ou simpático (acho que nem combinaria uma garçonete mega sorridente naquele ambiente hahaha). Depois de provarmos as coxinhas, a chef que é responsável (a Dadá) veio até nossa mesa nos contar um pouco sobre como chegou na receita final da coxinha, super simpática e solícita, adorei!
Agora, o foco da visita, a famosa e muito premiada coxinha da Dadá! Logo que as coxinhas chegaram na mesa foi possível notar que seria uma experiência totalmente diferente das outras duas. As coxinhas são pequenas, daquelas que se come em duas mordidas, vendidas numa porção com 8 unidades (a R$23,00, caaaaro!) e vem cada uma com um palito de dente espetado. Acompanhando a porção vem uma geléia de pimenta, que segundo o pessoal da minha equipe deixa a coxinha ainda melhor, mas como eu não gosto de molhos e geléias em geral, não provei. Na primeira mordida a coxinha já surpreende, por baixo da casquinha crocante um único pedaço de frango envolto num creme e catupiri, não sei bem do que é feito mas é muuuito bom! É uma coxinha nada tradicinal, bem diferente de todas as outras, mas muito gostosa!
Segundo a dona Dadá, esse é o resultado final de uma série de tentativas e mudanças até chegar na coxinha ideal. Essa receita já foi, inclusive, considerada a melhor coxinha do mundo, também segundo a chef. Comparar com as outras coxinhas provadas no tour é meio díficil, pois essa foge completamente do que você procura quando quer comer uma coxinha. Portanto considero ela fora da disputa, apesar de ser muito saborosa. Considerando apenas sabor, recheio e massa eu daria nota 10 pra ela, é realmente muito gostosa. Mas não serve pra matar aquela vontade de coxinha hehe.
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Um Lugar bem decorado ao estilo de açougue com suas maçanetas em formas de cutelo e seu menu utilizando letreiros da época e ambiente pouco iluminado criam uma ambientemeio underground, o atendimento é rápido, e os drinques criativos e os lanches possuem um tamanho suficiente para matar a fome.
A única coisa que não gostei foi das batatas rústicas que praticamente são batatas cruas mergulhadas rapidamente no óleo quente.
Foto opinião do Eduardo Augusto Gomes sobre Bar Z Carniceria

Hamburgueria bem bacana na Augusta.

O cardápio tem drinks diversos, poucas opções de cerveja (nenhuma especial), variedade boa de entradas e sanduíches.

Provei a porção de coxinha (R$7,00), que já ganhou vários prêmios, e vem acompanhada de uma geleia de pimenta agridoce muito muito boa! Recomendo!

De lanche, provei o Al Capone (R$30,00 - hamburguer de picanha 150g, rúcula, shimeji, queijo emental). Não era nada muito espetacular mas estava muito bom!

O atendimento é top, o chefe da casa, Alexandre, foi bem atencioso e deu dicas do que pedir.

Tem comanda individual, o que facilita muito para ir de turma.

O ambiente é bem dark, bem rústico e no estilo açougue sujo. Particularmente eu não gosto desse tipo de ambiente, até a toalha de mesa tem uns desenhos de mãos cortadas com uma faca atravessada etc.

O Z Carniceria é um lugar que sempre me chamou a atenção, já pela fachada. É meio assustador, porque há vários utensílios de açougue, uma cor avermelhada, uma coisa meio "carnificina". Logicamente porque este bar era um antigo açougue e a decoração foi inspirada como tal, até no balcão e nas mesas e cadeiras, feitas de fórmica como antigamente. E considerando que um dos donos é o Facundo Guerra, que já tem esta pegada de manter a característica antiga dos lugares (como Riviera e Cine Joia), dá para entender o conceito do Z.

O que curto neste bar é o atendimento bem informal e familiar, fator que algumas pessoas não curtem tanto, preferindo algo mais distante e formal. Para mim, é nota 10! Mas, o ponto forte são os drinks especiais e exclusivos da casa! Um melhor que o outro.

E, para fechar com chave de ouro: a Dadá, a chef de cozinha do Z! Ela é maravilhosa, simpática e cria petiscos perfeito!. O que dizer da porção de coxinhas com molho de pimenta? Crocantes, bem recheadas, INCRÍVEIS! Inclusive, as coxinhas da Dadá são super conhecidas em São Paulo!

O lugar perde uma estrela apenas por cobrar entrada e ter preços elevados. Mas é uma experiência ótima. E também um bom lugar para levar turistas e gringos!

via mobile

Tenho que confessar que o ambiente no início me assustou um pouco: os banheiros vermelhos, as facas na parede, as mesas parecendo açougue antigo. Afinal o lugar chama-se: Carniceria. Porém, a comida é deliciosa, um pouco salgado o valor, mas vale a pena experimentar a coxinha.
O ambiente é demais! Adorei a ambientação!

As mesas retrô e o ar moderninho me encantaram! A cerveja estava bem gelada, mas faltaram opções.

O atendimento é ok e o preço dentro do padrão "augusta".

A porção de coxinha é simplesmente M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A! Porém, pequena. Tive que pedir 2 para 3 pessoas!

Fiquei na vontade de comer outros lanches, que por sinal, são um show à parte, nomes e combinações inusitadas!

Adorei!



via mobile

Bar que mantém em sua decoração estrutura do antigo ofício do local que era o um açougue, da um ar sinistro mas de forma descontraída, tenho ótimas recordações de happy hour com amigos, música boa

Conheci o Z Carniceria durante o "Best Of" Coxinha tour do kekanto, que visava escolher a melhor coxinha de São Paulo.
Cheguei cedo e pude "admirar" a decoração de fora... concluí que: se eu estivesse passando ali na frente, jamais teria pensado em entrar, ainda mais para comer... =P
A decoração é feita com objetos antigos, parecendo ter sido resgatados da casa da avó ou de algum brechó. Nada é padronizado, todas as mesas/ cadeiras são diferentes e as paredes são forradas com camisetas, quadros, cabeças de bichos, pele de cobra, o que dá um ar feio e empoeirado.
Eu particularmente odiei a decoração e acabei ficando com o estômago um pouco virado, então acho que nem consegui sentir o sabor da coxinha. Só sei que era bem pequena, servida em porções de 8. A casquinha estava crocante e o que parecia ser a massa (parecia, pq não tinha massa, coisa que eu adoooro) era apenas catupiry... Muuuuito catupiry e um cubinho de frango sem desfiar.
Eu achei diferente, mas não o melhor de São Paulo.
O que me conquistou foi a simpatia da cozinheira responsável pelos quitutes, que nos recebeu na porta.

Não tive uma experiência completa no Z Carniceria, mas acho que o pouco que conheci de lá é o suficiente para dizer para as pessoas: conheçam esse lugar! O bar é todo decorado na temática, adivinhe, açougue! Isso porque, antes de virar bar, o espaço era um açougue em plena Rua Augusta.

Apesar de pequeno, é super bem decorado. O ar condicionado é potente e, à noite, o clima é muito aconchegante e, ao mesmo tempo, descolado. Cabem umas 50 pessoas sentadas por lá e, pelo que sei, uma das atrações gastronômicas é a coxinha da Dadá. Tive o prazer de experimentá-la e digo, novamente: vá ao Z e coma essa coxinha! Cremosa, crocante e deliciosa, a coxinha é uma entrada ótima para uma noite na Augusta. Que pena que só experimentei as coxinhas, mas quero voltar lá e ter uma experiência completa por lá (e depois venho no Kekanto para complementar minha opinião!).

Para chegar é super fácil: estação Consolação e descer a Augusta, sentido as baladinhas (centro).
Exibindo 14 opiniões | Total de 67 opiniões
11 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Bar Z Carniceria? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: