Mais na região Como chegar

Pequeno e excitante restaurante no centro de Porto Alegre que divide espaço com galeria de arte. Serve massas artesanais, feitas pela famiglia, com molhos originais criados pelo artista visual Gelson Radaelli, que é proprietário da casa. Território demarcado do vinho na cidade, onde todos que gostam e cultuam a bebida comparecem para descobrirem a novidade do dia nos rótulos das melhores zonas produtoras do mundo.

Avaliar
Salvar
Compartilhar


Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

Imagine a comida de um restaurante em Trastevere, Roma. Agora imagine uma coleção de arte particular em todos cantos do atelier de um pintor. Imaginou? Ok. Imagine agora uma adega com mais de 1000 garrafas de vinhos dentro deste atelier que está dentro do restaurante no caótico centro de Porto Alegre. Mais ou menos assim é o Atelier de Massas.

A fachada é linda, colorindo e iluminando a rua Riachuelo.Entrando no salão minha cabeça deu um nó, não sabia para onde olhar. O Atelier de Massas tem personalidade: É excêntrico e despretensioso. E é bagunçado como a minha mesa de trabalho. Me identifiquei na hora. Até o fato de o ambiente ser apertadinho o torna mais charmoso e íntimo. O jazz é a música ambiente.

Pelas paredes estão espalhadas centenas de obras de autoria do proprietário, o artista plástico Gelson Radaelli, e de mais de 140 artistas. Todos brigando por nossa atenção. Até o piso do restaurante tem uma mensagem para passar.No segundo piso do restaurante, mais organizado, a arte também está presente em cada cantinho.

Não tem como ficar imparcial com a quantidade de vinhos que o Atelier de Massas tem disponível, são mais de 800 rótulos e incontáveis garrafas. É vinho por todo lado, tem caixa de vinho até sobre o aparelho de ar condicionado.

Acredito que nada encante e traga mais curiosidade do que a obra de arte comestível e em permanente mudança que é o buffet de antepasto. O início da experiência gastronômica acontece neste cantinho mágico.

Nunca vi tantas iguarias concentradas num mesmo lugar, são mais de 50 petiscos como: jamón espanhol, pastrames, carpaccios, copas, muitos queijos, frutos do mar, conservas, cogumelos, berinjelas recheadas, saladas, dá vontade de se ajoelhar e agradecer quando a gente vê isso de perto. Difícil é sair de lá sem um pratinho cheio.

Depois de jantar neste ambiente tão íntimo quanto se fosse a própria casa do Gelson Radaelli, com um jazz rolando a noite toda, a explosão de sabores do buffet de antepastos e o equilíbrio perfeito dos pratos principais acompanhados de um bom vinho voltei para casa com a barriga bem cheia e um largo sorriso estampado no rosto.
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Olá amigos .. hoje venho contar de um lugar bem exótico que conheci .. se chama Ateliê das Massas e fica no centro de Porto Alegre. Passando diariatente pela Rua Riachuelo nunca havia reparado naquela discreta porta preta quase na esquina da Marechal Floriano. Mas queridos .. que lugarzinho especial.
A casa é um antigo ateliê do artista plástico Gelson Radaelli, proprietário do local fez questão de exibir seu trabalho e têm várias obras expostas pelas paredes .. Garrafas de vinho acomodadas e um canto e vários canapés convidativos logo de entrada.
Recomento uma troxinha de repolho com legumes, camarão alho e óleo e pedacinhos de queijo Roqueford ( não sei se é assim que se escreve, mas é assim que falo) isso de entrada.. depois como prato principal "Al Maestro" para quem gosta de queijo .. muito queijo e "A Daniela" para quem gosta de molho de tomate forte, com azeitonas bacon etc..dos quatro que provei com amigos esses dois me conquistaram.
Fascinante o lugar, o atendimento e as massas.. deliciosamente bem preparadas. Adorei.
O lugar cai bem para uma turma pequena de amigos ou um jantar a dois .. o preço não é tão acessivel .. mas quem disse que momentos especiais não merecem luagares aconchegantes e uma gastronomia de primeira ?
Jantamos no andar superior, um talharini com frutos do mar com molho de alcaparras e vinho, muito bom. O lugar é bem simples, com um atendimento muito simpático e ágil. Pedimos um prato individual e deu muito bem para duas pessoas. Os pratos são muito fartos e os preços bem justo. O restaurante estava cheio, porém sem fila de espera. Os vinhos também tem preços bem justo.

O Atelier de Massas é uma ótima opção de restaurante no centro de Porto Alegre. Não é exatamente barato, mas também não é absurdamente caro. As massas são ótimas e vale a pena, pois são porções bem servidas. Além disso, tem o buffet de antepastos com uma grande variedade de guloseimas para abrir o apetite. O serviço é ótimo, e o restaurante é pequeno e aconchegante. Abre às 11h, o que é bom para quem, como eu, precisa almoçar cedo.

Tentando decidir algum lugar para jantar numa agradável noite em Porto Alegre, meu pai comenta que um amigo havia indicado o restaurante Atelier de Massas e decidimos conhecer o lugar. Localizado no centro da cidade, facilmente encontramos o estabelecimento de fachada estreita e envidraçada e a pouco mais de vinte metros da entrada deixamos o carro em um estacionamento que proporciona desconto a quem come lá.
Chegando lá, passamos o olho no cardápio disponível do lado de fora e, ao entrar, nos impressionamos com a decoração. As paredes são cheias de quadros, dos mais diversos tipos e cores que dão um charme e tornam o ambiente super aconchegante. Pelo que entendi, o dono é um artista plástico e aproveita o espaço para expor as suas e outras obras.
Falando em espaço, o lugar é bastante pequeno, o que por um lado é bom e por outro ruim: o tamanho torna o visual mais bacana e gostoso de se estar, mas às vezes atrapalha (para subir ao segundo andar só passa uma pessoa por vez na escada).
No primeiro piso, além de servir as massas do cardápio, eles dispõem de uma mesa de antepastos incrível! São tão lindos quanto são gostosos. Os petiscos são vendidos por quilo e não são muito baratos, mas vale a pena provar. Dentre os vários que pegamos, o que mais nos chamou atenção é uma espécie de alho assado com especiarias.
Ao pedir o cardápio nos deparamos com quase 40 opções de massas. Há variedade de tipos, formatos e molhos. Dos mais simples com queijos e ervas aos mais requintados com frutos do mar. A massa é feita artesanalmente pelo próprio pessoal do restaurante e os molhos foram criados pelo próprio dono. Meu pai, como bom entendedor de vinhos, se encantou com a carta oferecida por eles e comentou que foi fácil fazer a harmonização com o prato escolhido.
Recomendamos os pratos 'Al Maestro' com cebola, gorgonzola e bacon e 'Fetuccine a Forestier' de carne bovina, ervilhas e molho bechamel. Os pratos são muito bem servidos e a massa servida fica no ponto 'aldente'. Não pedimos sobremesa por estarmos já super satisfeitos, apesar da grande variedade de sobremesas.
Gostamos tanto do restaurante que retornamos. Uma das vezes fomos ao meio dia. Este local é bastante escolhido pelo pessoal que trabalha em escritórios nas redondezas e estava bastante cheio. Portanto ao meio dia é bom se programar e fazer uma reserva.
Quanto ao custo da refeição, depende bastante. Pode-se só pedir um prato de massa e uma bebida simples ou servir-se também dos antepastos e pedir um vinho. Imagino que a faixa de preço de toda a refeição (com bebida) varia em torno de 25 a 50 reais por pessoa. Existe a possibilidade de pedir uma porção para duas pessoas e assim baratear um pouco o preço.
Como comentários finais, digo que é um ótimo restaurante para um jantar a dois ou um pequeno grupo de amigos. A refeição é simples e requintada ao mesmo tempo e o atendimento é muito bom. Não parece o melhor lugar para levar crianças, mas também nada impede de levar.
O lugar possui ar condicionado, local para fumantes, segurança, tele-entrega e aceita várias formas de pagamento.

Bombando! Assim é o movimento sempre no Atelier das Massas. Já tinha ido lá tempos atrás, e recentemente fui com meu amigo Rodrigo Camba dar um conferes no lugar.Como o restaurante fica no centro, preferimos pegar um bus pra chegar lá.

A pézito ali na frente, já vimos que ia ser complicado arranjar uma mesa no horário de pico do almoço. Eis que lá no fundinho do andar superior tinha uma nos esperando. Ideal pra ficar viajando nas dezenas de quadros mucho locos na parede. O apreço pela arte fica claro também na fachada toda pintada.Mal sentamos e o Camba foi dar um look na gigantesca e atraente mesa dos antepastos.E não é que o guri me volta cheio de queijinhos, ovos de codorna e tudo mais?

A única coisa que não agradou foi o pratinho de plástico. Não estava à altura do lugar e dos próprios comes que vieram nele, que sumiram num já.Na hora das massas, o Camba destruiu no pedido. Al Maestro era o nome do prato, composto por um talharim com cebola, alho, queijo gorgonzola, bacon, molho branco, parmesão, nata, pimenta e sal.

A criatividade e complexidade dos molhos me chamaram a atenção. Então, decidi sair um pouco do comum e me atirei num Torteloni, uma massa quadrada recheada com noz-moscada, queijo de cabra e espinafre. Dei uma de chato e pedi pra trocar o molho da minha massa pelo Roquefort, que tinha molho rôti, queijo roquefort, creme de leite, tempero verde, sal, pimenta e salsa. O recheio era de parar o trânsito.Uns 23 reais por pessoa foi o que saiu essa fartura de boa comida italiana. Pena que a massa pesou e não deu pra experimentar uma sobremesinha no final. Fica pra próxima.

Um restaurante, para mim, deve ser bem mais que uma boa cozinha. Deve ser uma boa experiência. E é isso que eu sinto em relação ao Atelier de Massas. Cada ida ao restaurante italiano do Centro de Porto Alegre é uma experiência sensorial, na qual tudo contribui para que a refeição se torne bem mais que o simples ato de comer.
O charme está ali em todos os detalhes: na Riachuelo escura, com o comércio fechado durante a noite; na irresistível mesa de antepastos; nos quadros despretensiosamente pendurados na parede; nos seus mais diversos frequentadores, que vão de artistas boêmios a empresários bem-sucedidos. Até o ambiente apertado, que, em muitos restaurantes se tornaria um incômodo, no Atelier de Massas se torna aconchegante. Faz parte da experiência.
Bom, não posso deixar de falar aqui de aspectos práticos. A comida - italianíssima - é servida em porções generosas. Se você não estiver com muita fome, é possível dividir entre duas pessoas um prato individual. E os preços são mais baixos que de outros restaurantes italianos do mesmo nível, tornando o Atelier de Massas o melhor custo x benefício da cidade.
Dica: o Atelier de Massas já se tornou ponto turístico obrigatório. Não deixe de levar seus amigos e parentes de outras cidades que estiverem passeando por Porto Alegre. Tenho certeza que eles vão querer voltar sempre.

Olha, eu sou de Minas Gerais, mas eu fico torcendo os dedos para que chegue logo a hora de ir para Porto Alegre em alguma ocasião só para comer (todos os dias, se possível) no Atelier das Massas.

Definitivamente foi lá que eu comi as melhores massas da minha vida! São sensacionais todos os pratos.

Além de toda a qualidade culinária, o que marca positivamente também o restaurante é o clima e a decoração. É lindo demais! Com o conceito de arte (das mais ousadas que se possa imaginar!) o estabelecimento é todo decorado com quadros. Pintuas abstratas, cartoons, desenhos, pintuas e esculturas lotam as paredes e preenchem o espaço que carrega de forma perfeita e equilibrada o paradoxo entre o "suave" e o "visualmente poluído". Todo o excesso de informação visual traz ao Atelier um clima artístico sensacional, que fica ainda mais acolhedor com o jazz que sempre toca!

Os garçons são sempre sensacionais (acho que isso é bem reflexo de toda a população gaúcha). São muito simpáticos e, além de dar dicas sobre o que pedir -massas, vinhos ou queijos- se não estiverem com a casa cheia ainda dedicam um tempo para conversar sobre assuntos alheios ao restaurante e dar dicas turísticas. Além de tudo, os pedidos sempre estão certinhos e chegam rapidamente às mesas.

O cardápio é uma tormenta pelo fato de ter inúmeras opções saborosas, vale a pena até trocar uma ideia com o garçom e descobrir mais sobre o tempero de cada e até mesmo ousar miturar uma massa e um molho!

Enfim, é um dos melhores locais que eu já fui em todo o Brasil. Além disso, o preço é muito justo, pois os pratos custam entre 24 e 30 reais, em média!
Exibindo 68 opiniões | Total de 68 opiniões
4 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Atelier de Massas? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: