Art Hostel Rio

nota 2.1 de 5 em 3 opiniões
| Rank: 55º de 66 | Albergue
Data da viagem: Ver disponibilidade
Em parceria com: Booking

A apenas 200 m da Estação de Metrô Catete, no Rio de Janeiro, o Art Hostel Rio oferece lounges, acomodações compartilhadas e Wi-Fi gratuito. Há um deck com espreguiçadeiras e a Praia do Flamengo está a 500 m.

Com uma decoração moderna, todos os dormitórios compartilhados no Art Hostel Rio oferecem armários individuais privativos e lençóis/toalhas. As acomodações também contam com banheiro compartilhado.

O buffet de café da manhã é servido todas as manhãs na sala de refeições. Inclui diversas frutas frescas, pães, frios bem como uma seleção de bebidas quentes e frias.

O Estádio do Maracanã fica a 9 km, enquanto o centro do Rio está a apenas 2 km do albergue. O Aeroporto Santos Dumont fica a 3 km. (Veja mais no Booking)

Avaliar
Salvar
Compartilhar
Divulgue seu estabelecimento aqui
Saiba como
Dicas rápidas Ver todas as dicas
avaliações recomendadas
Nosso sistema de inteligência artificial recomenda automaticamente as opiniões com maior probabilidade de serem relevantes a você. Ele leva em conta diversos fatores como, por exemplo, a qualidade de texto e fotos, e o histórico de publicações do autor. Apenas as avaliações recomendadas são levadas em conta na avaliação geral do estabelecimento.
   
Selecione uma nota

Já havia ido la a um ano atrás, o lugar não tem nada de exuberante, um local bem básico, porem na primeira passagem apesar de básico tínhamos gostado, é bem localizado, porem no começo de janeiro de 2016 estive la e dessa vez além de mim e minha namorada, meu sogro e minha sogra também foram, pegamos 2 quartos de casal com ar, banheiro, tv a "cabo" etc, no quarto do meu sogro a tv não funcionava nenhum canal, no meu funcionava só a globo mais isso ai não foi tão ruim pois embaixo tem uma sala com tv a cabo de qualidade. ficamos 6 noites, no quarto dia saímos para passar o dia turistando e ao retornar nosso banheiro estava com o chuveiro queimado, e o pior de manha usamos e estava normal, acredito que quando a moça da limpeza foi ao quarto queimou e não avisou na recepção, até ai tudo bem pode acontecer, mais o pior foi o tratamento que tivemos após este problema, tomei banho no gelado e saímos pra jantar e na recepção avisei o problema pedi para corrigirem até retornarmos, a moça da recepção disse que ia ver, quando retornamos ela disse que não conseguiu arrumar e o cara da manutenção só ia vir 2 dias depois, ai achei o cúmulo, uma puta falta de respeito, e pedi uma solução, ela disse para tomarmos banho no corredor, porém pegamos um quarto de casal com banheiro privado, o correto pro lei seria ela nos oferecer um quarto semelhante ou melhor caso não tivesse um semelhante, mais ela ofereceu um menor e inferior ao que alugamos, por esse motivo fiquei puto e indignado. Infelizmente não recomendo esse local para mais ninguém. Exigi um desconto na saída, ou uma bonificação para uma próxima estadia e disseram que não poderiam fazer nada. Simplesmente isso, perderem cliente e vou negativar onde eu puder e para quem puder, pois ele demonstraram que não estão nem ai para os seus hospedes!
Foto opinião do Rodolfo Rodrigues Dos Santos sobre Art Hostel Rio
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Eu passei algumas noites horríveis nesse hostel no início de 2012. Fiquei com mais quatro amigos num quarto com banheiro privativo. Mesmo assim, tive uma experiência péssima.

A reserva era de um quarto com 5 camas de solteiro, mas quando chegamos havia 4 camas de solteiro e 1 de casal. Eu fiquei na de casal, mas nem pude aproveitar o espaço, pois havia uma enorme funda no meio do colchão. Então fiquei encolhida no canto.

O pessoal da recepção é terrivelmente áspero. Uma certa dose de polidez com os clientes não machucaria. Quando fui efetuar o pagamento, disseram que só poderiam aceitar cartão de crédito a partir dum certo valor, que era superior a o que eu devia. Só que não avisaram nada na hora da reserva. Até o pessoal da limpeza é rude. As funcionárias da cozinha não gostaram quando eu fui perguntar onde estava o leite frio. Como se eu fosse obrigada a saber.

O café da manhã é fraquíssimo. Duas variedades de fruta, algum achocolatado genérico ardilosamente colocado no frasco de Toddy, uns dois bolos mal-feitos... O quarto era um muquifo. Com mofo nas paredes e colchões duros sobre caixotes. A roupa de cama ainda estava úmida quando chegamos e nós tivemos que fazer as camas. Nem preciso dizer que não foi trocada ao longo dos três dias que passamos lá. Nem as toalhas. Elas vão ficando molhadas e nem tem espaço pra estender e secar.

Tem gente que faz barulho nos corredores durante a madrugada e acorda todo mundo. O banheiro ficava fora do quarto, embora privativo. Era preciso sair por uma porta nos fundos para usá-lo. Era miúdo e rolava uma certa economia de papel higiênico. No final, na hora de ir embora, eles pedem que a gente leve a roupa de cama para a recepção. Sério. Você sai do quarto com suas malas e ainda precisa levar a roupa de cama na mão. E isso porque tem escada.

Um lance legal é que dá pra usar os PCs disponíveis numa sala. E fica num lugar bom, perto da estação de metrô Catete. Fora isso, escolha outro lugar. Honestamente. Porque nem barato é. E pagar um valor razoável para ser destratada é um despautério.
Primeira opinião do lugar

Hostels são uma ótima maneira de manter sua viagem num patamar econômico, especialmente se você deseja viajar por muitos destinos. Foi através de uma indicação que conheci o Art Hostel numa das minhas primeiras idas ao rio. A localização é muito boa, fácil de se locomover, próximo ao metro e grandes corredores de ônibus, ótima distância do aeroporto Santos Dumont e com várias opções de comércio, restaurantes e bares por perto. Tudo que um viajante precisa.

Sobre as instalações o Art fica numa casa bem antiga, estilo do Catete mesmo, mas bem conservada e desde a entrada a decoração é muito legal. Além do balcão de atendimento ali já existem uns sofázinhos e cadeiras próximos da janela onde a noite os hospedes ficam a jogar conversa fora. Para chegar aos quartos é preciso subir as escadas e já após o primeiro lance vêem-se os primeiros quartos à esquerda. O corredor é meio escuro e como não me hospedei neles nem passei por lá, mas ali são os primeiros quartos coletivos. Imagino que o barulho deve ser pior por ali, pois meu quarto estava no segundo andar e já dava pra ouvir muita coisa. Subindo mais um lance de escada então temos alguns quartos privativos e outros coletivos menores. Em geral os quartos são decorados com temas bem legais como música e poesia, fazendo jus ao nome do albergue. O quarto em que fiquei era suíte privativa, com ar condicionado e tv a cabo para garantir a intimidade do casal. A cama era boa, apesar de um pouco baixa e o banheiro não apresentava restrições.

O café da manhã é servido no terraço - que também funciona como cozinha aberta para os hóspedes - o que dá um clima bem legal. É simples com pães e bolos, café, sucos e leite. Ao terminar de comer é gentileza levar seus pratos, copos e talheres a uma pia onde uma funcionária os lavará. No terraço há também uma geladeira de uso coletivo, basta identificar suas coisas.

Os preços são atrativos e para quartos coletivos variam entre R$ 33,00 e R$ 50,00. Os privativos vão de R$ 95,00 o quarto de solteiro a R$ 135,00 o quarto de casal com ar e tv a cabo - preço de hotel, mas o quarto vale a pena.
Você conhece o Art Hostel Rio? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma:

Consulte o preço e reserve o Art Hostel Rio

Data da viagem: Consultar preço