Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opinião em destaque

Lugar lindo e com uma vista incrível!!! Para conhecer Olinda e sua história é muito importante contratar um guia, eles estão espalhados pelas ruas próximas ao Alto da Sé, é muito fácil encontrá-los, é pago uma taxa fixa pelo trabalho deles, mas vale a pena!!! No Alto da Sé não faltam opções de alimentação e lojinhas de artesanato.
avaliações recomendadas
   
Selecione uma nota

via iPhone

Ponto turístico obrigatório em Olinda. Do alto da sé se tem a oportunidade de ver a sua cidade vizinha Recife e uma, se não, a melhor vista da cidade. Com barracas de souviners e comidas típicas como a tapioca, você pode também subir no elevado panorâmico e ter uma vista maravilhosa. E aproveitar para colocar as orações em dias na Ingreja da Sé que tem o estilo barroco.
Foto opinião do Rafaela Cavalcanti Lira sobre Alto da Sé
Compartilhar experiências reais é nosso objetivo. São filtradas resenhas spam, ofensivas, que não se refiram ao local ou que sejam/pareçam resultado de conflito de interesse.

Quem vem a Olinda ou quem mora em Olinda não pode deixar de visitar o Alto da Sé, hoje com uma estrutura completamente reformada, e um dos locais mais lindos de Olinda. Alem da bela paisagem que o mirante oferece o local também é um dos polos gastronômicos da cidade. O prato principal oferecido nas barraquinhas que ficam ao ar livre é a Tapioca, e diga-se a verdade, a Tapioca do Alto da Sé é a melhor tapioca do mundo.

A verdade precisa ser dita: sem um guia Olinda nunca será devidamente apresentada a um forasteiro! É possível contratar um na entrada da cidade a partir de R$40,00 (independente do número de pessoas).
Vá de carro ou pegue um táxi na cidade, pois a chegada à parte histórica é uma subida sem fim!
A paisagem fala por si só, mas o guia complementa a experiência com detalhes que passariam despercebidos!!!
Uma das poucas cidades que conheci que o nome combina com o que se vê OH!!! LINDA!!! Vai te surpreender!
Restaurantes simples, e rebuscados, premiados, e caríssimos, convivem lado a lado, e o turista desavisado pode cair em arapucas...o guia também ajuda nesse ponto! Comer bem a preço justo.
A tapioqueira do Alto da Sé é premiada, e merece reserva no estômago.
Não sei o que acontece nesse Estado, mas o sol da manhã é escaldante, e das 13h em diante ameniza...eu sei, não faz sentido...mas é assim! (Não sei..só sei que foi assim!), então almoce em Olinda e passeie à tarde.
Tem artesanato, bugiganga de todos os jeitos, mas nada em Olinda tem destaque perto da paisagem e da história de suas ladeiras e construções!
O mirante mais alto da cidade agora é pago, absurdos R$ 5,00, mas se é sua primeira vez em Olinda meio que vale a pena. O banheiro também é pago agora R$ 2,00.

Morri de amores em Olinda, principalmente pelo Alto da Sé.
Recomendo pegar um taxi ali no centro de Olinda para não morrer nas ladeiras até o topo. Custa R$ 10,00 na bandeira 02 ( domingo).
Lá do alto, você tem uma visão maravilhosa de toda a cidade, com o oceano de fundo. Para quem está à dois, é melhor ainda. Bem romântico mesmo.
Recomendo levar uma grana para gastar nas lojinhas lá em cima. Nem todas aceitam cartão.
E não fique com medo dos preços, pois os valores são bem justos, ainda mais para quem está acostumado com o custo de vida caríssimo de SP.
Outra dica: Lá em cima, tem muitos guias-turísticos que estão treinados para contar toda a história do local. Antes de mais nada, confira se o cara tem o crachá de identificação da Prefeitura, pois senão você corre o risco de ouvir inverdades.

É um local bem eclético, agradando os que gostam de natureza, os que fazem turismo e os religiosos, na principal ladeira ingrime, de Olinda antiga, no Alto dela, uma Igreja, marcada em sua entrada com o Cruzeiro. Ao chegar pela primeira vez nesse lugar, a vontade que dá é ficar por muito tempo e refletir a vida, olhando o mar, a paisagem dos coqueirais e rezar. Eu tive um déjà vu.

O mais emblemático ponto turístico de Olinda. A principal igreja do período dos descobrimentos na região, protegida por um forte que ficava um pouco abaixo no mesmo monte era não só um sítio religioso mas principalmente um ponte estratégico do ponto de entrada dos navios vindos de Portugal, Espanha e Holanda.
Hoje ainda são encontrados muitos sinais dessa época se você estiver disposto à uma curta caminhada acompanhado de um guia registrado.
Na feirinha de artesanato são encontrados alguns itens quase exclusivos da região, como as "ameixas" de caju e a raríssima manga gigante. Além dos bordados e rendas renascentistas que também são um grande símbolo da cultura pernambucana.

Ponto turístico, barracas de comidas típicas, vários mercados de artesanato e uma vista linda das cidades irmãs (Olinda e Recife). Lugar romântico. Também há diversos restaurantes.
Exibindo 42 opiniões | Total de 118 opiniões
8 opiniões não são recomendadas
Você conhece o Alto da Sé? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Conteúdo relacionado O que fazer em Olinda?
Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: