Praça Pôr do Sol
Mais na região Como chegar

A Praça Pôr do Sol é conhecida na cidade pela vista fantástica no finalzinho de uma tarde do Pôr do Sol. Muitos acreditam que este talvez seja o melhor ângulo da cidade, por não ter tanta poluição ou prédios para atrapalhar esse belíssimo espetáculo da natureza.

Dicas Ver todas as dicas
Já foi nesse lugar? Compartilhe sua experiência! Escrever opinião
Opiniões
Soube desta praça lendo resenhas de kekanteiros, então resolvi ir até lá pra conferir. E valeu muito a pena. O visual é incrível.

Para quem vai de transporte público, convêm descer na estação Cidade Universitária da CPTM e caminhar uns 13 minutos até a praça. Basta seguir até o fim da Av. Semaneiros, que fica bem perto de uma ponte na saída da estação.

O local não é lá dos mais atraentes no que se diz respeito à estrutura. Não há bancos, mesas ou espaços para práticas de esporte, mas tem um gramado bacana em que as pessoas sentam-se para observar o pôr do sol.

A praça fica numa região alta e com poucos prédios de baixa altura. De lá dá pra ver boa parte da região, incluindo a USP. Quando chega perto do momento em que o sol se esconde, uma galera alternativa se reúne para tomar uma cerveja e bater papo, além, é claro, de fotografar o visual deslumbrante que a natureza proporciona.

Alguns rapazes vendem cerveja e água, mas percebi que a galera que costuma ir com certa frequência já leva as bebidas em caixas de isopor e um violão a tira colo. Na ocasião havia um evento de hip hop rolando e uma galera animada curtia o show ao mesmo tempo em que comtemplavam o visual. Enfim, gostei e pretendo voltar em um dia de céu limpo, sem nuvens.
Ontem foi minha primeira vez na Praça Pôr do Sol! :) O evento do Cake Boss no Shopping Eldorado que travou a Marginal Pinheiros quase nos fez perder essa beleza! Mas chegamos a tempo. Estacionar o carro pode ser muito difícil, deixamos numa rua bem afastada. Sugiro que chegue pelo menos 1 h/1h30 antes que o sol se ponha para tentar uma vaga melhor.
Muitas pessoas fazem piquenique, levam cachorros e há um playground para as crianças. Levei uma canga e forrei a mureta que nos sentamos para admirar o pôr do sol. Como estava bem frio, levamos chimarrão para esquentar! ;) Passou por nós um casal vendendo Donuts. Onde há uma oportunidade, há o comércio! rs
Assim que o sol termina o seu trabalho do dia, todos batem palmas. Imediatamente várias pessoas se levantam e vão embora, tornando o trânsito ao redor um caos. Sugiro que espere um pouco para sair da praça.
O espetáculo do pôr do sol é muito bonito, vale a pena ir pelo menos uma vez ao local! :) Só não dou mais estrelas devido a dificuldade de conseguir uma vaga para estacionar, à falta de educação dos motoristas que acham que tem prioridade sobre qualquer outro carro ou pedestre e ao forte cheiro de maconha na praça (forte mesmo).
Se existe um lugar de tranquilidade e para relaxar na Selva de Pedra, esse lugar é aqui! A praça começa no pé da Rua Diógenes Ribeiro, formando basicamente um "morro", até o topo da rua paralela, Desembargador Ferreira França, onde rola um espaço pavimentado e com uma mureta baixinha, onde a maioria da galera senta.

O espaço é tão conhecido em SP que tem movimento diariamente. Fez um dia ensolarado, é fato que vai rolar um pôr do sol irado e público para aplaudir! Mas vamos combinar que nem se compara ao Arpoador do meu Rio de Janeiro. rs ;)

Além da "atração" que por sí só já é o suficiente, sempre rola alguém tocando um som ou promovendo atividades no final de semana. Já teve até alguns shows. Sem contar que é ótimo para um piquenique em casal, amigos ou família.
Bom, vou falar da praça de muitos anos atrás, pelo menos 20 anos, ja era um lugar delicioso e calmo, nesta época estudava nos jardins e era nosso ponto para encontros ao sair da aula ou dar aquela matadinha matinal, sempre foi um lugar tranquilo com uma vista maravilhosa.
estava lendo aqui os comentários e pelo visto continua a mesma, que bom que ainda estar sendo preservada, minha próxima ida para Sampa não vou deixar de visita-la.
Eu adoro esse lugar.
Sempre que eu e meus amigos estamos sem programação pro final de semana e queremos apenas nos reunir, ficar conversando de boa, vamos para lá!!

Você pode levar uma toalha, canga, jogar na grama, e passar o dia todo lá jogado , ou então sente nas muretinhas, vai a gosto.

Em dias de calor e sol é ótimo, e como o próprio nome diz, é a praça para ver o por do sol paulistano!

As vezes fazemos um "piquenique" , na verdade, nada muito elaborado, só levamos algo para comer e beber, já que não há muitos comércios ali perto, entretanto, ultimamente há alguns ambulantes vendendo lariquinhas, o que é ótimo e já salva os desprevinidos.

A praça em si é bem simples, apenas um terreno com poucas arvores, mas junta bastante jovens, as vezes alguns fazendo malabares, outros slackline, outros com violão e instrumentos, eh bem a cara de são Paulo. Eu adoro.

Um odor mais forte se faz presente constantemente, pois é um local bastante frequentado pelos ervafetivos, então não estranhem.
Sempre ouvi falar muito da praça Pôr-do-Sol, portanto tinha grandes expectativas quanto a ela. Porém me decepcionei muito ao descobrir que esta é apenas mais uma praça comum da cidade, com uma quantidade até que pequena de árvores, um parquinho bem simples para crianças e muita grama alta.
A grande qualidade da Pôr-do-Sol é que ela está no topo de uma rampa alta de São Paulo (a praça, inclusive, se enquadra neste formato) e, portanto, nos dá uma panorâmica incrível da região de Pinheiros e alguns arredores, deixando você na mesma altura de prédios da região. Quem curte sair e fotografar a cidade, não pode deixar de conferir este lugar!
Finalmente conheci a Praça do Pôr do Sol. A Praça em si não é a mais linda das praças: é um gramado grande (mais terra que gramado, rs), em uma ladeira, cheia de árvores. No topo, há uma mureta e uma parte asfaltada onde a maioria das pessoas para para ver...o pôr do sol, claro!

Porém, a praça ganha pela localização: em um ponto íngrime de Pinheiros, você consegue ver São Paulo do alto e assistir ao pôr do sol. Por volta das 17h a praça começa a encher de casais, pessoas com seus dogs, piqueniques, até esquenta pra balada, amigos tomando champagne (chique) etc etc etc. E quando o sol se põe, começam os aplausos. Sim! As pessoas aplaudem no final.

O lugar é um cartão postal bem local de Sampa e vale demais a visita. Mas chegue até umas 16h30, 17h pra conseguir um lugar bacana para ver a vista!
Pra quem gosta de conhecer lugares em São Paulo, com certeza a Praça pôr do sol é um dos lugares obrigatórios e principalmente pra quem gosta de fotografar como eu, pois em nenhum momento me senti intimidada em utilizar a câmera, por causa de assalto e tal. O que é impossível em alguns pontos da cidade.
O ponto alto é a vista, por ser um lugar alto, tem um ótima visão do pôr do sol. Fiquei impressionada com a quantidade de pessoas q vão lá. Fui num domingo e uma dica que dou é, se for de carro, chegue cedo, pois no horário q cheguei por volta das 16 já foi difícil achar lugar p estacionar. O único ponto realmente negativo é o cheiro de maconha, que é mto forte. Até por isso, não acho que seja um local pra levar a família, crianças.
Pessoal, moro muito próximo a praça e frequentou desde pequeno, então ficam as seguintes dicas:
1- Tranquilo quanto a estacionar os carros, apesar de ser meio complicado achar vagas, podem deixar nas ruas pois não tem flanelinhas enchendo o saco e não me recordo de pessoas terem seus carros roubados ha tempos!
2- se VC não gosta de frequentar locais onde o pessoal fuma maconha NÃO vá! A praça atrai muitos simpatizantes da Canabis, se VC não suporta dividir espaço com esse pessoal não vá!
3- A infra da praça e praticamente zero, é uma praça muito grande, porem sem quiosques ou bancos! Infelizmente muitos dos frequentadores são porcos nojentos e jogam muitas coisas no chão, desde lixo orgânico a filetes, cacos de vidro e etc, então muita atenção ao sentar no chão, a dica da galera de levar uma canga é bem valida!
4- O por do sol é Maravilhoso, sem duvidas, mas é um lugar muito legal de ser frequentado nas noites de SEX e SAB! Fica uma galera bem legal, geralmente mandando um som ao vivo!
5- próximo a praça, a uns 300m ficam dois mercados Pão de Açúcar, ou seja, minha dica é pra fazer as compras de breja, salgadinho etc nos mercados, mas se precisar na praça tem uma Galerinha vendendo coisas agora
6- Alem do mercado, na mesma distancia, a uns 300m tem um Mc Donalds!
Bom, acho que isso é o principal, o pico é muito bacana pra casais e também pra ir com uma galera!!!! Aproveitem a vista!
Eu já fui diversas vezes à praça, mas nunca num domingo ensolarado, logo após o almoço. Estava muito tranquila, com poucas pessoas aproveitando a sombra das árvores para descansar ou para tirar fotos. Mas o grande barato é você ir na hora do pôr-do-sol, e apreciar a vista única e fantástica. Não há outro local na zona urbana de São Paulo que proporcione tal espetáculo.
Praça bem cuidada e relativamente limpa, reflexo das noites agitadas dos findis, quando se deve evitá-la se você quiser sossego. Moradores das cercanias reclamam da algazarra, do som alto dos carros, e do cheiro de urina que toma conta do local. Se a Administração Regional de Pinheiros colocasse ali alguns banheiros químicos, resolveria o problema.
Visando pôr fim a estes incômodos, existe em trâmite na prefeitura um projeto para transformar a praça em parque, o que tem dividido opiniões. No meu ver, não seria necessária tal medida, bastaria apenas uma vigilância maior da Guarda Civil Metropolitana e da Polícia Militar nos dias de maior movimento, para coibir abusos.
O que falar desse tesouro de SP. Só dizer que é muito amor por esse ponto turístico que trás todo tipo de público desde famílias, casais, amigos a mais variadas tribos.
A estrutura da praça é comum, com várias formas de acesso, e com um estado de conservação e cuidado bons. Quanto a segurança eu diria que é bem tranquila, mas confesso que nunca vi policiais por ai (fui poucas vezes, logo não sou grau de comparação).
Mas sem sombra de dúvida é o por do sol e a vista mais linda que tive de SP, até o presente momento.
Pode ser uma passada depois do trabalho, ou um piquenique com os amigos, vá a Praça Pôr do Sol, e se deslumbre com o que a natureza te dá!
A primeira vez que ouvi falar deste lugar foi aqui no Kekanto, antes disso nunca tinha ouvido nada a respeito. Podemos dizer que a praça do pôr do sol é um mirante, onde temos uma vista privilegiada de um pedacinho de São Paulo. Em dias ensolarados também é possível ver o sol se pondo, e é por esse motivo que a praça é conhecida por esse nome. A praça do pôr do sol fica localizada em um ponto mais elevado de Pinheiros, em uma região onde quase não há prédios ao redor, muito pelo contrário, a região é bem arborizada. Aos finais de semana muitas pessoas se reúnem na praça para descansar, conversar, passear etc. É o tipo de lugar que você se encanta por ter descoberto.
Conhecida popularmente como pracinha do pôr do sol, a praça Cel. Custódio Fernandes Pinheiros é um dos meus lugares preferidos da cidade. Muito perto da Vila Madalena, quando estou lá, sinto que estou fora da cidade, pois tem um clima muito agradável com muito verde e árvores e meu cachorro está sempre comigo nesse programa.
Dependendo do dia da semana, ocorrem shows,grupos tocando violão e praticando esportes.
Excelente para um bom piquenique ao fim da tarde, admirar o pôr do sol vira um espetáculo à parte, assim que ele se põe todos batem palmas em reverência e agradecimento a mais um dia ensolarado.
A prefeitura poderia investir mais na infra-estrutura da praça, colocando bancos, plantando mais árvores e melhorando a estrutura do playground.
Rua Desembargador Ferreira França SN - R. Des. Ferreira França - Alto de Pinheiros, São Paulo - SP, 05458-000
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 98
Nota geral Você conhece o Praça Pôr do Sol? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe o app grátis Veja mais