32 opiniões Nota 2.0 de 5

Praça Pan-Americana

Praças

  | Rank: 24º de 73
Praça Pan-Americana
Mais na região Como chegar
Dicas
Já foi nesse lugar? Compartilhe sua experiência! Escrever opinião
Opiniões
Na verdade acho que a Praça Pan-americana e mais uma grande rotatória onde circulam todos os dias milhares de carros, pois está no alto de Pinheiros e através de suas travessas é possível acessar a marginal Pinheiros, a Lapa e outras localidades, a praça tem dois supermercados, farmácia, bancos, Mc donald's e algumas empresas, para o pedestre não é um lugar para contemplação e sim de passagem ou acesso à algum dos serviços existentes, tb não é permitido estacionar, somente nas lojas que ali se encontram.
Provavelmente, a praça mais inútil que já vi na minha vida.
Na verdade, a Praça Panamericana não é uma praça, e sim um espaço na parte de dentro de uma rotatória de grande importância no Alto de Pinheiros.
A praça, além das árvores, não tem mais nada. Ah, tem um ponto de ônibus...
Enfim, acho um erro chamar esse espaço de praça, afinal praça é um lugar agradável, com bancos, com bastante gente passando. Totalmente o oposto da Panamericana.
Resumindo, se quer um lugar legal para sentar e curtir, vá até o Villa Lobos :)
A Praça Pan (somente para os mais íntimos) é um modelo de rotatório bem eficiente pra soluções de trânsito no Alto de Pinheiros.

É uma praça muito bonita e bem cuidada, que tem árvores, vegetação rasteira, e é enorme. Passagem obrigatória pra quem está passando pela Av. Prof. Fonseca Rodrigues e quem vai em direção à ponte Cidade Universitária.

É uma bela paisagem verde e um diferencial em relação a quem sempre está acostumado a ver prédios, concreto e asfalto.
Se o intuito de quem planejou a Pan-Americana era criar uma praça, errou feio. Não é uma praça, é uma rotatória para veículos, com alguns comércios ao redor. Para os pedestres, não tem função alguma além de perigo. Para os motoristas, ajuda os que estão na marginal e precisam adentrar aos bairros de Pinheiros, Lapa, Vila Madalena etc. (ela faz a ligação com a Ponte Cidade Universitária). É caminho também para o Parque Villa Lobos, e aos domingos funciona a ciclofaixa, que oferece um pouco menos de perigo aos que não estão de carro (aos ciclistas, pois os pedestres continuam nas mesmas condições). Há jardim mas não é arborizada, o que não permite nem que a gente sente por ali pra dar uma refrescada básica nos dias quentes. É um local que não cumpre sua função (função de ser praça, é claro).
A Praça Pan-Americana é um grande ponto de referência na região de Pinheiros para quem anda de carro, por isso o acesso a praça é complicado devido ao transito intenso.

Como praça ela tem uma tamanho considerável, mas não possui nenhum tipo de atrativo, exceto por uns 3 aparelhos de alongamento que raramente são usados pelas pessoas que fazem caminhada por ali. Poderia ter mais árvores, já que é um grande campo aberto.

Tem uma estátua sem placa, que depois descobri que se trata de Cristovão Colombo.

Nas avenidas que circundam a praça há supermercados, farmácias, bancos, e restaurantes, e diversos comércios.

Não há o que fazer por aqui, exceto passar por ela.
Uma praça bem tranquila em meio ao caos de SP. Em volta você tem vários tipos de lojas (McDonalds, Pão de Açúcar, Extra, drogaria, doceria) e bancos também.

É uma boa opção comprar coisas aí pra quem trabalha por perto.

Eu gosto de andar e fazer o contorno da praça (cara, é muito legal) pra poder chegar onde eu quero.

A única coisa ruim é de manhã que tem uma galerinha meio suspeita na praça, mas nada que o trânsito impeça que façam alguma coisa com quem está do outro lado da rua.
Apesar do nome ser esse, não considero o lugar uma praça, para mim é apenas uma grande rotatória que fica congestionada quase sempre.

Raramente há movimento de pessoas na praça, algumas vezes há treinos noturnos de rugby, mas algo bem esporádico e acredito que fechado, sendo equipe de alguma faculdade.

O ponto positivo é que nos arredores há quase todo tipo de comércio de primeira necessidade, incluindo: bancos, supermercados, farmácias, restaurantes, entre outros.
A praça pan-americana não é bem uma praça, afinal, não tem nada para convivência.

Temos o conceito de que praça é qualquer buraco no meio do asfalto com grama, e nesse aspecto a praça pan-americana se encaixa, mas se formos levar em consideração que uma praça é um lugar de convívio comum, temos poucas em SP!

Há alguns monumentos e relativamente poucas árvores, além de pouquissimos assentos (de pedra, nem sequer são bancos).

Uma praça pra lá de sem graça.
A Praça Pan-Americana é a praça, como disseram nas opiniões anteriores, a praça dos carros. Péssimo lugar para passar o tempo. Bom... É mais uma rotatória gigantesca com algumas árvores, por isso não é local pra convívio mesmo, mas dado o fluxo de pessoas que passam por lá, é necessário que criem faixas de pedestre nas ruas que acabam na rotatória. Atravessar já é difícil para pessoas jovens, imagine para mulheres grávidas e idosos.

Ah, não se deixem enganar pelas fotos do post.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 32
Você conhece o Praça Pan-Americana? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)