Praça da Ucrânia

nota 3.7 de 5 em 14 opiniões
| Rank: 10º de 45 | Praças

Endereço: Rua Padre Anchieta, 1350, Mercês - Curitiba , PR - Brasil

Telefone: (41) 3350-9182

Oferta

Quer descontos deste lugar?

Baixe grátis o app do Kekanto para obtê-lo!

   
Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opiniões dos consumidores

Praça pequena, mas que ganha vida as sextas feiras com a feirinha. Vale a penha conferir.
A Feira Noturna do Champagnat (como é chamada) oferece 26 barracas de comidas típicas (culinária ucraniana, brasileira, alemã, lanches e bebidas, entre outros) e 13 de frutas, verduras, cereais, massas e laticínios. Já a Feira Orgânica conta com 9 barracas que oferecem frutas, verduras, legumes, sucos e geléias. Há uma lanchonete na praça que vende água, suco, refrigerantes, doces e salgados em geral.
Há playground com escorregador, trepa-trepa e duas gangorras.
Animais de estimação são permitidos no local, mas os donos são responsáveis pelos dejetos.
Não há banheiros públicos. Não há bebedouros.

Acho que não tem como falar dessa praça sem falar da feirinha de sexta, que é só quando ela ganha vida. Durante a semana é uma mortandade, não tem uma alma, mas na sexta, meu deus, é impossivel até de andar. É bem gostoso, a feira tem vaarias opções de comida, o pessoal é bom tambem. Não é muito indicado levar criança, a nao ser que voce encontre um lugar pra sentar (lá no final, no pastel, tem), porque é muito cheio.

Sexta-feira à noite ocorre talvez a feira noturna mais popular daqui nesta praça, que embora pequena, consegue comportar muita gente.
A feira chamada feira noturna do Champagnat é também conhecida como feira gastronômica da Praça da Ucrânia, que além de comídas típicas estrangeiras, como pierogi, batata suíça, sushi, também tem algumas frutas e hortaliças. O movimento é grande e os bancos, mesas, são disputados.
Tem bom policiamento e muitos taxis. Bom ambiente pra famílias mais cedo e pra moçada mais tarde.

Durante os demais dias da semana é uma praça tranquila, pacata em meio a uma região central da cidade. Mas na sexta-feira ela se transforma num ponto de encontro com sabores de todos os lugares do mundo.
Havia tempos que não frequentava esta feira. Só fui uma vez e ainda quando era novinho. Para se ter uma ideia de quanto tempo faz, ainda existia o Colégio Tuiuti, cujo prédio foi destruído por um incêndio há cerca de uns seis, sete anos atrás. No tempo em que a feira funcionava ainda em outra rua, não utilizava o espaço da praça, destinado ao embarque e desembarque dos ônibus expresso (já que na época não existiam os biarticulados).
Enfim, antes que algum kekanteiro aqui me chame de velho (hahahaha), vamos à experiência com a feirinha. Foi sensacional. Saboreei aquele famoso sanduíche de pernil, depois passei para as empanadas bolivianas e terminei com um waffle de banana, coco e amendoim na sobremesa. Tudo muito gostoso.
O legal é que algumas das barracas aceitam cartão de débito, mas são poucas. A maioria ainda trabalha na boa e velha base das feiras: tudo no dinheiro vivo. Ali você também pode comprar pães, frutas, legumes, verduras, coisas bem de feira mesmo. Um dos melhores pontos pra se passear na sexta à noite.

Pracinha pequena e aparentemente sem graça no encontro da Cândido Hartmann com a Capitão Souza Franco e a Padre Anchieta. Mas a praça é um verdadeiro oásis de verde no meio ao paredão de prédios do Champagnat (Bigorrilho) e só por isso já merece a atenção. Ali o tráfego (Algun dizem que o tráfico também) é intenso, mas mesmo assim pode-se frequenta-la com as crianças para aproveitar a sombra das árvores ou brincar no parquinho ali colocado.
Mas o grande destaque da praça é a feira gastronômica que ali acontece toda noite de sexta feira... Toda a variedade de comidas típicas, tais como as polonesa, italiana, chinesa e japonesa, além de barracas de horti fruti, frios, bolachas e doces. A feira é muito movimentada mesmo e é importante chegar cedo para comer tranquilamente... lá pelas 9 já tem tanta gente que vira mais ponto de encontro, pois o atendimento para comer começa a ficar prejudicado e no fim da feira (Sem trocadilhos) restam apenas os jovens mais delinquentes do bairro que ficam por ali sociabilizando de forma tumultuada, como jovens delinquentes de bairro devem fazer... evite ficar por ali para não se incomodar.
Não é lugar turísitico e não tem nenhum monumento... não perca tempo para visita-la. Mas se for da cidade aproveite ao menos uma vez para conhecer a feirinha, é provavelmente a mais movimentada da cidade.

Delícia a feira noturna! Barato e comidas deliciosas e para todos os gostos. tem lanches, espetinhos, comidas baianas, chinesa, alemã, japonesa, árabe, mexicana, italiana, polonesa.. e até um tempo atrás tinha uma barraquinha de comida tailandesa que era divina! Não sei pq não está mais...
Exibindo de 1 a 7
Total de opiniões: 14
Você conhece o Praça da Ucrânia? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)