Praça da Sé
Mais na região Como chegar

Endereço Praça da Sé, S/N, - São Paulo , SP - Brasil - 01001-000

Telefone 11 3104-... Clique para ver

Abriga o marco zero da cidade de São Paulo.

Dicas Ver todas as dicas
Já foi nesse lugar? Compartilhe sua experiência! Escrever opinião
Opiniões
É um crime a situação em que se encontra a Praça da Sé. Se for até lá, que seja somente por passagem rápida (corra, pois o risco de ser assaltado é enorme, mesmo com a presença constante da polícia). Não pare para fazer fotografias externas da Igreja da Sé - Catedral Metropolitana de Nossa Senhora da Assunção. Visite a Igreja, é bonita e deu. Não tem nada mais para fazer por lá.
Ao sair de uma missa contei 21 pedintes na porta da igreja e centenas de noiados circulando de um lado a outro, sem contar as barraquinhas que armaram onde se prostituem e comercializam todos os tipos de drogas (situadas logo após a igreja, próximo a um edifício da Justiça).
Inspirada pela frase de Abraham Lincoln começo minha resenha sobre a Praça da Sé. "Do povo, pelo povo e para o povo"! Não podemos discordar que a praça é do povo, mais popular impossível. Quem passa por ali a qualquer hora do dia a verá sempre cheia. A praça acolhe a todos: os que trabalham e passam por ali apressadamente, os que procuram a paz na Catedral da Sé, os fanáticos religiosos que ficam na porta gritando que o mundo vai acabar, os espertalhões e seus jogos de enganação, moradores de rua, turistas, pessoas que querem se divertir na Virada Cultural, mendigos e infratores. Quer maior diversidade que essa?

Pelo povo? Ainda estamos engatinhando. Mas a praça já recebeu manifestantes que lutam por suas causas e por uma cidade melhor (Diretas Já, Não são só 20 centavos, entre outras). Quando tivermos desenvolvido melhor a ideia de consciência política talvez esse aspecto se acentue um pouco mais. Povo pra rua!

Para o povo. A fizeram para o bem do povo? Prefiro pensar que sim. Mas já foi bastante criticada, primeiro por fornecer boa estrutura (chafariz e boa vegetação) para os moradores de rua ficarem (?). Segundo por tirarem as vantagens que os moradores de rua tinham! Em 2006 a praça passou por reformas que dificultaram um pouco a vida dos moradores de rua. Bom... expulsar e esconder é mais fácil do que tentar resolver realmente o problema social. Muitos governantes pensam assim! :/ Precisa de policiamento constante e limpeza meticulosa! Afinal, quem não quer e gosta de local limpo e seguro?

O marco zero da cidade está ali. Comércio abundante, comida boa e comida duvidosa também estão ali, dividindo a atenção dos esfomeados transeuntes! É bela sob alguns aspectos e feia sob outros. É perigosa? Também. Não vá com itens que possam chamar atenção, infelizmente você poderá ficar sem eles. Carregue o mínimo possível com você. É uma praça que conta um pouco a vida do paulistano através dos anos e merece toda a nossa atenção! :)
Na primeira vez que fui conhecer a praça da Sé avistei a catedral achei muito linda,mas morri de medo de ser assaltada pois começaram a chegar uma turma de uns 3 rapazes na minha direção estavam com cara de dopados com andar estranho,mas graças a Deus neste mesmo instante apareceu uma dupla de guardas acho que isso fez com que eles se afastassem ,mas que me deu um frio na barriga deu ,pois vc ve também muitos mendigos perambulando por lá,e lá não dá para facilitar tem que ir com uma roupa simples sem jóias ,o mais discreto possível e se for com uma bolsa que não tenha problema de roubarem ou senão cuidem bem dela ,se der leve só dinheiro na bolsa da calça ou casaco e que não seja muito ou cartao,apesar de agora sempre ter uma Van estacionado proximo dali,pra qualquer eventualidade ir falar com eles.É uma linda praça pena que se ve muitas crianças de rua ,mendigos ,pessoas fumando maconha e não tão nem aí .Toda vez que passo por lá passo rapidinho pra sair de lá,ou evito passar nessa praça,por medo......
A Praça da Sé tinha tudo para ser um cartão postal de dar orgulho aos paulistanos. Poderia ser o símbolo máximo do centro velho bem preservado na modernidade atual, mas a realidade é bem diferente.

Os chafaris são tomados pelos inúmeros moradores de rua que tomam banho por lá. A praça é mau cheirosa por conta de bêbados e uns sem-noção que mijam por todo o canto. Isso sem contar o barulho de pessoas vendendo produtos ou pregando alguma religião, enquanto outros cantam extremamente desafinado em microfones ou alto falante.

Ainda assim, o local tem suma importância na história de São Paulo e vale a visitação. Aproveite para conhecer a famosa Catedral da Sé e o Páteo do Colégio ali perto.
Impossível não achar a Sé quando se é vista a Catedral de qualquer ponto ali da região, rs.

A praça é sempre muito movimentada e cheia de coisas diferentes, cada uma num canto. Sempre que passar por ali vai ter o pastor gritando e batendo na bíblia, o ilusionista, a turma do pagode, o cara que canta forró, muitos mendigos, gente bebada e pessoas indo e vindo trabalhando por ali ou porque é caminho para onde estão indo. E, por mais que tenha de tudo isso na praça, é inevitavel querer conhecer de perto, por causa da Catedral, que é linda, e por conta da propria praça, que reserva tanta coisa num lugar só. É curioso, de verdade.

Além de ser próxima da 25 de Março, Santa Ifigênia, São Bento e afins.
Sou paulista.... E tenho certeza disso quando estou na Praça da Sé. Adoro passar por entre as grandes palmeiras... algo que parece meio incongruente no centro de São Paulo...
Gosto de ver as pessoas cantando, outros pregando, outros vendendo... Mas não gosto de ver as pessoas tristes, que usam drogas, que estão sem um teto. E muito menos os "espertinhos" que ficam à espreita dos desavisados.
Não tem como estar em São Paulo e conhecer a Praça da Sé.... é obritatório... Mas, infelizmente, a menos que se esteja em mais de uma pessoa, não é um lugar interessante para se tirar fotos, graças à insegurança.
Em tempo, o comércio não é o que há de melhor na Praça...
Seriam 5 Estrelas, mas a segurança me faz dar apenas 3.
Fazia muito tempo que não passava por lá, mas recentemente dei uma passadinha na Sé.

A praça fica na frente da catedral ela é bastante ampla e muito bonita, tem algumas estátuas em bronzes de evangelizadores cristãos.

Estava reformando parte da praça. Ela estava mais limpinha e sem o cheiro de urina que tinha há alguns anos atrás.

Sempre teve mendigos, porém na minha última passagem você literalmente conseguia tropeçar neles, também aumentou bastante barraquinhas de comercio informal.
Ponto turístico e cartão postal de São Paulo, onde está localizada a Catedral da Sé.
Muitas pessoas passam por ali todos os dias, tem muitos prédios comerciais, bancos em volta.
Quando tenho que passar por lá, confesso que fico com um pouco de receio, pois tem muito morador de rua e gente mal intencionada, então, todo cuidado é pouco.
Fui andando da feira da Liberdade até a praça da Sé e quanto mais andava, mais a coisa ia ficando tensa no meio da rua. Mas, não sei se era por causa da copa, mas vi muito policiamento no meio da rua e muitos turistas circulando, achei um pouco "tranquilo" (entre aspas porque mesmo assim ,ainda era um pouco tenso.) Havia muitos pedintes e gente estranha o.O'

Mas quando você chega no entorno da praça e da catedral, mais da catedral, tudo vale a pena. A catedral é uma obra monumental e imponente. Por dentro é mais grandiosa e linda ainda. A praça também é muito bonita, mas a sensação de insegurança ainda lhe deixa um pouco incomodado, pois lá é onde se concentram os pedintes.

Mas é um passeio muito bom de se fazer, principalmente se for em grupos grande, pois no entorno, existem muito prédios bonitos e bons locais para fazer compras, mas muuito cuidado nos pertences.

Ainda deu tempo de tirar a selfie do medo haha
É uma praça enorme e muito bonita. É uma pena que não seja tão bem cuidada quanto poderia. Tem várias árvores, plantas de pequeno porte, fontes, monumentos, banquinhos... A estação Sé do metrô, ponto de transferência das linhas azul e vermelha, fica embaixo dela.

É nela que fica a Catedral da Sé, uma igreja. A Praça da Sé também é o marco zero da cidade e um dos principais pontos de encontro para manifestações populares. Também é, nos dias úteis, uma das maiores concentrações de roupa social da cidade devido à proximidade do Tribunal de Justiça e da sede da OAB. Para todos os lados é possível ver escarpins, saias lápis, camisas de manga longa e gravatas.

Tenho uma recordação muito doce dela, pois foi nela que começou a primeira saída fotográfica do primeiro curso de fotografia que fiz. E havia certamente muito o que fotografar.

Há muitos moradores de rua por lá, mas não costumam ser perigosos. Em geral, estão alcoolizados e fragilizados demais para oferecer perigo. Mas recomendo cautela com os menores infratores, pois tendem a ser violentos. Durante a noite, é melhor ir em grupo.
A Praça da Sé desperta algumas sensações em mim. É lindo ver esse grande espaço livre num grande ambiente urbano, com toda a estrutura de árvores alinhadas e dispostas de cara para a Catedral da Sé, que é lindíssima. Porém, os problemas sociais de São Paulo estão evidentes no marco zero da cidade. Até parece que sempre foi assim. Será?
Bom, reflexões à parte, eu recomendo as pessoas andarem por lá logo pela manhã, aproveitar para observar a beleza mesmo.
Turista ou paulista, vale muito a pena parar por ali.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 61
Nota geral Você conhece o Praça da Sé? Escreva uma opinião! Dê sua nota!
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota
Título da opinião

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)